Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Imagem: Pixabay

Vai alugar um apartamento em SP? Nunca cometa estes erros!

Por Redação

18 de março de 2020 : 08h49

IMÓVEIS

Há pelo menos 10 erros que você deve evitar buscar por apartamentos para alugar em SP. Se você puder evitar cometer esses erros, economizará tempo e dinheiro. Ao alugar um apartamento pela primeira vez e estando desinformado, você cometerá pelo menos alguns desses erros.

E, certamente, se você não estiver atento, esses erros custarão tempo e/ou dinheiro e serão incrivelmente agravantes de corrigir ao longo da vigência de seu contrato de aluguel. Portanto, se você não corrigir seus erros, pagará a longo prazo! Contudo, a boa notícia é que com um pouco de informação, preparação e pesquisa, você pode identificar esses erros antes de cometê-los. Acompanhe!

Erro de aluguel # 1: Não ler o contrato com atenção

Como em qualquer transação financeira, os detalhes podem ser possibilidade de problemas à vista. Nesse caso, sua concessão incluirá muitas informações importantes ou detalhes que afetarão seu custo total. O contrato de aluguel especificará se você deve pagar suas próprias contas de eletricidade, gás e água. Pode haver uma cobrança pelo estacionamento. Regras importantes sobre animais de estimação, incluindo se são permitidos ou não, serão incluídas.

Erro no aluguel # 2: Repassando o seguro do locatário

Certamente, o proprietário terá um seguro para a propriedade, mas isso não cobrirá seus bens. Você precisa comprar a apólice de seguro enquanto locatário para proteger verdadeiramente seus pertences. Isso é verdade independentemente de como a perda ocorre, incluindo incêndio, inundação, canos de água quebrados, backup de esgoto ou roubo. Felizmente, o seguro do locatário é relativamente barato, por isso, solicite um orçamento junto a uma corretora de sua confiança.

Erro # 3: Ignorar ou desconhecer o bairro escolhido

Você pode estar com pressa para garantir a reserva de um apartamento ou de uma kitnet para alugar em SP, mas não tenha tanta pressa que acabe negligenciando os arredores fora do imóvel desejado. Antes, procure querer saber se ali é um lugar bom e seguro para morar. Visite o imóvel em diferentes momentos do dia para garantir que tardes tranquilas deem lugar a noites agradáveis. Você também deve verificar a taxa de criminalidade e a qualidade das escolas da região – pois isso diz muito no quesito de qualidade de um bairro.

Erro # 4: Alugar um apartamento sem ver a unidade primeiro

Enquanto muitas pessoas alugam apartamentos sem vê-los, tente verificar a propriedade pessoalmente. As fotos dos apartamentos geralmente podem ser enganosas, deixando você desapontado quando a realidade não é tão boa. Uma verificação em primeira mão também permitirá que você saiba algumas coisas básicas (mas importantes), como se a unidade estivesse com um cheiro limpo. Mais importante ainda, ajuda a evitar ser enganado. Um dos golpes mais comuns de aluguel envolve alguém puxando um anúncio de aluguel da internet e depois se passando por agente de aluguel para receber um adiantamento e o aluguel do primeiro mês. É muito mais difícil conseguir esse golpe se você vir uma unidade pessoalmente.

Erro # 5: Esquecer de documentar as condições do apartamento

Uma das disputas mais comuns entre locatários e proprietários é o depósito de segurança. Os depósitos podem ser exigidos pelos proprietários como uma salvaguarda, dinheiro que pode ser usado para cobrir os custos de reparos e limpeza, se necessário. Você estará preparado para essas disputas se dedicar algum tempo ao se mudar para tirar muitas fotos, concentrando-se particularmente nas imperfeições que já existem e não devem ser atribuídas a você mais tarde. E se você encontrar problemas ao mudar para o aluguel, chame a atenção do proprietário imediatamente, para que todos fiquem na mesma página em relação às condições da unidade.

Erro # 6: Não verificar se o local é ideal para você

Conseguir um aluguel que tenha tudo o que você precisa é uma tarefa árdua, mas também é importante saber que a localização é uma boa opção. Isso significa verificar se é fácil chegar a lugares onde você precisa estar com frequência, como supermercado, creche, escola e trabalho. Também é bom verificar as rotas em diferentes horários do dia, devido à alteração dos padrões de tráfego.

Erro # 7: Não informar ao proprietário os problemas de manutenção

Como locatário, é sua responsabilidade relatar imediatamente as coisas que precisam ser consertadas em sua unidade. Mesmo pequenos problemas com eletrodomésticos, encanamentos e outras áreas podem levar a danos maiores pelos quais você seria responsável se as situações não forem atendidas.

Erro # 8: Não se preocupar com detalhes e medidas

Alguns locatários tiveram a experiência de assinar um contrato de aluguel de um apartamento apenas para descobrir que o sofá não cabe na sala de estar, ou a cama é grande demais ou algo simplesmente não passa pela porta. É uma experiência enlouquecedora que pode ser evitada verificando as medidas do apartamento e das coisas que você possui. O mesmo vale para veículos e suas opções de estacionamento disponíveis. Fique atento!

Erro #9: Não pagar o aluguel em dia

Você não apenas terá uma data de vencimento do aluguel, mas também terá uma política definida sobre como os pagamentos em atraso são processados. Depois de um certo tempo, você deve pagar uma multa, geralmente de 10% do seu aluguel mensal. Em alguns casos, as taxas de atraso podem aumentar a cada dia. Além disso, como seu proprietário será uma referência para futuras atividades de aluguel, um histórico ruim o seguirá. E se seu histórico for ruim o suficiente, isso poderá afetar sua capacidade de conseguir um novo aluguel no futuro.

Conclusão: se você faz sua lição de casa, muitos dos problemas de aluguel podem ser evitados, mesmo se você estiver se inscrevendo para ser candidato a alugar o seu primeiro apartamento! E se estiver considerando dividir um apartamento com um amigo ou colega de faculdade, esteja atento! Afinal, você pode descobrir rapidamente que você e seu colega de quarto têm ideias muito diferentes sobre a vida cotidiana. É por isso que é importante definir regras básicas desde o início, como a maneira como os custos são tratados, as tarefas são feitas e como os visitantes são recebidos. Se você deseja sublocar seu apartamento, precisará verificar seu contrato para quaisquer regras que possam ser aplicadas e possivelmente restringir esse acordo.

Gostou destas informações? Compartilhe este post em suas redes sociais!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário