Live com Marcio França, pré-candidato a prefeitura de São Paulo

Marta F. Reis

Portugal suspende uso de hidroxicloroquina nos doentes Covid. Decisão tomada pelo Infarmed

Por Redação

28 de maio de 2020 : 23h13

França e o Panamá já tinham decidido suspender o uso experimental do medicamento.

28/05/2020 16:28

Jornal i — O Infarmed decidiu suspender o uso de hidroxicloroquina no tratamento da covid-19. Portugal segue assim a decisão de França e do Panamá, que já tinham mandado suspender o uso experimental deste medicamento, usado no tratamento da malária e lúpus, nos casos de pneumonia causados pelo novo coronavírus.

Segundo o i apurou, a recomendação vai ser publicada ainda esta semana. O i já tentou perceber junto da autoridade do medicamento se existem dados sobre a prescrição deste medicamento nas farmácias, já que em alguns casos há relatos do seu uso para prevenir a infeção, mas não obteve resposta.

Um estudo publicado há uma semana na revista Lancet analisou os resultados do uso deste medicamento num universo de 90 mil doentes hospitalizados com covid-19 e concluiu que, nos que fizeram esta medicação, houve um risco acrescido de mortalidade, com uma maior incidência de arritmias ventriculares.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

gasparzinho

29 de maio de 2020 às 09h38

A pandemia na Euroap acabou hà muito tempo.

Responder

    NEUSA CALDAS GONCALVES

    29 de maio de 2020 às 14h39

    aonde vc leu isso? aqui ainda estamos bastante condicionados!!! eu por ex. só saio de casa para o essencial, mercado, farmácia e uma pequena volta com dois cães pelo quarteirão, e o resto é casa.

    Responder

      graziano toledo

      29 de maio de 2020 às 18h21

      Vc sai de casa quantas vezes vc quer mas a pandemia acabaou fàz tempo.

      Responder

    Valdeci Elias

    30 de maio de 2020 às 13h16

    Os idosos na Europa estão morrendo nos asilos. Eles não tem o direito de serem tratados nos hospitais. Suécia, Inglaterra , França estão mantendo a epidemia sobre controle , evitando superlotação dos hospitais, tirando os idosos da equação.

    Responder

      gasparzinho

      01 de junho de 2020 às 08h16

      Infelizmente esse vírus é muito mais perigoso para idosos que jovens em 95% dos casos nem sintomas apresentam.

      A Suécia não fechou nada e metade das mortes foi em asilos assim como na Bélgica que fechou tudo e tem taxa de mortes entre a maior do Mundo.

      Comparar a Suécia com Noruega e Finlândia não faz sentido pois a Suécia é muito mais cosmopolita, Estocolmo é a porta de entrada da Escandinávia assim como NY é dos Estados Unidos.

      O vírus está na pista desde novembro pelo menos, em janeiro e fevereiro já havia feito seu percurso natural e nada adiantou mais.

      O tal de Lockdown foi a maior besteira das últimas décadas.

      China e OMS carregam nas costas cada uma das pessoas que morreram e continuam morrendo.

      Responder

Deixe uma resposta