Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Foto: Evaristo Sá/AFP

Após se abster na votação da PEC do voto impresso, Aécio afirma que vai liderar o tema em 2023

Por Redação

11 de agosto de 2021 : 08h40

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) justificou sua ausência na votação da PEC do voto impresso afirmando que deseja retomar o tema após 2022.

Na avaliação do tucano, o PSDB errou ao fechar questão contra a proposta, mas não deixou de expressar sua posição.

“Sou a favor do voto auditável como fui no passado, mas o presidente inviabilizou aprovarmos qualquer avanço agora. Minha posição é uma sinalização de que pretendo trazer de volta esse tema após 2022”, disse a Folha.

“A discussão se apequenou. Meu voto significa: nem a favor agora, já que significaria dar uma vitória a ele [Bolsonaro], e nem contra, como se as urnas não pudessem evoluir”, completou.

Da bancada do PSDB, 14 deputados votaram a favor, 12 foram contra e 5 se ausentaram, um deles foi Aécio Neves.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Kleiton

11 de agosto de 2021 às 11h05

Bolsoaecio… Em 2023 o gado estará todo com ele.

Responder

Deixe um comentário