Genial/Quaest: Veja os números da corrida pelo governo da Bahia

PSOL apresenta condições para apoiar Lula no 1° turno

Por Redação

16 de fevereiro de 2022 : 12h15

Nesta quarta-feira, 16, o PSOL apresentou por meio do líder do MTST, Guilherme Boulos, um documento que reúne as condições para a sigla apoiar a candidatura do ex-presidente Lula (PT) logo no 1° turno das eleições deste ano.

Como prioridade, o partido deseja que o líder progressista se comprometa com a revogação das reformas da Previdência, Trabalhista e sobretudo, o Teto de Gastos, medidas que entraram em vigor durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Além disso, o partido também reivindica uma política ambiental que envolva transição energética, reajuste do salário mínimo e retomada do controle da Petrobras por parte do estado. Outro ponto destacado pelo partido é a promoção de política de controle social sobre os “monopólios da grande mídia”.

O presidente do PSOL, Juliano Medeiros, avalia que o documento simboliza “um passo ousado e uma espécie de provocação”. “Lula tem vocalizado medidas importantes, mas isso não é suficiente. É preciso envolver partidos, políticos e sociedade para superar o Bolsonaro e o seu legado”, lembra Medeiros.

Com informações da Carta Capital

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

16 de fevereiro de 2022 às 21h09

O PSOL foi transformado em PUXADINHO do PT.
Boulos tornou-se um “Papagaio de Pirada de estimação” de Lula.
Risível a Carta aos Brasileiros do PSOL.
Lula nunca teve outro programa de governo que não fosse a garantia da sua reeleição e do protagonismo e hegemonia do PT, ao fim e ao cabo de todos os processos eleitorais.
Não foi e não será diferente.
A história recente demonstrou que o “way of Lula” terminou muito mal dentro do xilindró e com impeachment da sua “criatura”.
O PSOL produz a sua própria pá de cal.

Responder

Kleiton

16 de fevereiro de 2022 às 17h52

Água e ração.

Responder

EdsonLuíz.

16 de fevereiro de 2022 às 13h01

O Guilherme Boulos é um ativista exemplar na defesa de tetos.

O trabalho que Boulos faz organizando ações em defesa de moradia para quem não tem casa por meio do MTST é um trabalho maravilhoso e bem feito.

Eu não acho que sua atuação partidária vá acrescentar qualidade e eficiência à sua luta a favor de quem não tem casa. Pode até prejudicar, como sempre ocorre quando lutas sociais são partidarizadas.

Sobre acabar com o teto de gastos na execução do orçamento federal sem outra proposta de ancoragem fiscal para colocar no lugar e a propor aumento do salário mínimo sem considerar ganhos de produtividade na economia, eu acho que ele deveria conversar com a economista simpática ao PSOL Laura Carvalho e perguntar o que ela pensa sobre isso.

Claro que melhor seria poder aumentar o salário mínimo ao valor que o DIEESE propõe. Claro também que melhor seria poder executar orçamento fiscal sem precisar obedecer a limites. Mas fazer gastos assim, sem preocupação com nenhuma racionalidade, sempre provoca efeitos contrários e cinco, seis anos após, as consequência desabam sobre todos, sobre o incumbente que estiver no poder e, principalmente, sobre as empresas e sobre as cabeças da população mais pobre.

E só de fazer essas propostas sem fundamentação em cálculos e evidências já é populismo!

Sobre controle de mídia, um veículo só pode manter independência editorial se antes tiver independência financeira. Regionalizar e restringir alcance da mídia só serve para inviabilizar financeiramente as empresas do setor e fazer com que o Brasil deixe de ter imprensa profissional livre.

Perseguir imprensa é coisa de gente autoritária e antidemocrática, como bolsonaro e Nicolás Maduro, que não querem sofrer escrutínio. É coisa do PSOL também?

Qualquer democracia começa com uma imprensa livre e financeiramente viável! Um primeiro sinalizador para saber se há alguma democracia e se o regime não é autoritário é ver se existem canais de comunicação independentes e se eles e seus profissionais não são perseguidos!

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil