Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Doria mantém candidatura a presidência e renuncia ao governo de SP

Por Redação

31 de março de 2022 : 17h38

Em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), renunciou ao cargo no executivo paulista e anunciou que vai manter sua candidatura a presidência da República.

“Sim, sim, serei candidato à Presidência da República pelo PSDB”, disse Doria.

Mais cedo, Doria havia comunicado a aliados que havia desistido da postulação ao Planalto, mas ao longo do dia, mas ao longo do dia, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, e outros membros da executiva nacional do partido pressionaram o tucano a continuar.

A desistência de Doria gerou uma crise sem precedentes no PSDB. Na noite de ontem, o tucano teve uma longa conversa com o seu vice-governador, Rodrigo Garcia, que até então era cotado para ser candidato a sucessão, sentado na cadeira do executivo. Mas com a reviravolta, Garcia assume o governo paulista e mantém de pé sua candidatura a sucessão.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Maranhão O Xadrez para Governador do Rio Grande do Sul O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro