Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação/ALCE

Acrísio Sena: “desde 2019, na Era Bolsonaro, os incidentes de violência aumentaram 65%”

Por Redação

13 de julho de 2022 : 16h11

“O assassinato de Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu, não foi um caso isolado e revela um modus operandi cruel do governo Bolsonaro que deve ser combatido”, afirmou o deputado estadual Acrísio Sena (PT), em pronunciamento realizado nesta quarta (13), na Assembleia Legislativa do Ceará.

O parlamentar lembrou as mortes do Mestre Moa, Bruno Pereira, Dom Phillips e Marielle Franco. Ele citou dados do Observatório da Violência Política Eleitoral, que mostra que, desde 2019, o crescimento da violência política foi de 65%, “coincidindo com a chegada de Bolsonaro ao poder”.

Acrísio também ressaltou o Relatório da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa, da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que mostra que em 2021 foram contabilizados 430 casos de violência contra os profissionais da área. Bolsonaro foi o principal agressor nos últimos 3 anos.

Sozinho, em 2021, ele foi responsável por 147 casos (34,19%). “É uma prática política nociva, que se alimenta do conflito, sem mostrar um único projeto para resolver os inúmeros e graves problemas nacionais. Precisamos nos unir e defender a democracia contra o autoritarismo. O povo brasileiro quer e precisa de paz”, finalizou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Saulo

13 de julho de 2022 às 17h23

Nós 15 anos de PT foram quase 1 milhão de assassinatos, chegando ao número recorde de 65.000 homicídios ao ano.

Assim que a facção saiu do poder os homicídios diminuíram.

Hoje a taxa de homicídios é a menor dos últimos anos por um motivo simples…o recado que chega aos ouvidos das facções é outro.

Acrísio Sena sabe muito bem disso mas convém falar outras coisas, criar narrativas, ecc…

Responder

Tony

13 de julho de 2022 às 17h13

Este asno esqueceu dos 65.000 homicídios ao ano da era petista ou é outro incapaz que não sabe o que aconteceu ao redor dele ?

Eu acho que finge…

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina