Perdeu, Barbosa! Presidente do BB reitera que Visanet não é público | O Cafezinho

O Cafezinho

quarta-feira

14

maio 2014

16

COMENTÁRIOS

Perdeu, Barbosa! Presidente do BB reitera que Visanet não é público

Escrito por , Postado em Os melhores do blog, STF



Insisto: o problema maior da Ação Penal 470 é o mérito. A quantidade de provas, presentes na própria ação penal, que contradizem as acusações e condenações, é estarrecedora.

Com ajuda da mídia, alguns ministros do STF conseguiram uma proeza incrível: ir na contramão dos autos e das provas e condenar com base apenas em argumentos de colunistas de jornal.

O PT, enquanto principal prejudicado político, deveria contratar os melhores juristas do país para escrever um parecer definitivo sobre os erros da AP 470. No entanto, não é preciso ser jurista para observar as chocantes arbitrariedades cometidas não apenas contra o direito de defesa dos réus, mas contra a própria verdade.

O Brasil foi vítima de uma mentira imposta à opinião pública de maneira estarrecedoramente articulada.

A Procuradoria Geral da República e alguns ministros, em especial Joaquim Barbosa, esconderam provas descaradamente.

A imprensa foi cúmplice.

Todos os documentos, integrantes da própria AP 470, afirmam que os recursos do Fundo Visanet eram privados. Não houve  desvio de recursos públicos.

Esse é o pilar da AP 470, porque sem a presença de dinheiro público, a acusação perde densidade política.

Já caiu o crime de quadrilha, agora vai cair o dinheiro público. Logo, a AP 470 irá se desmilinguir inteiramente.

Essa é a causa da histeria carcereira de Joaquim Barbosa. Ele sabe que perdeu. É só uma questão de tempo.

Barbosa sabe que seu nome será ridicularizado pela história e merecerá ser ridicularizado, por ter sido aquele que cumpriu o papel mesquinho de marionete de uma conspiração articulada entre oposição, PGR e mídia, com objetivos notoriamente políticos.

Apresentamos abaixo um documento, assinado pelo atual presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, onde ele afirma, com toas as letras, e de maneira redundante, que o dinheiro da Visanet é exclusivamente privado. Bendine não é nenhum petista. Ao contrário, é um sujeito que ascendeu no Banco durante a era FHC, e que sempre foi mais ligado ao PSDB do que ao PT e, portanto, não teria nenhum interesse em ajudar, tanto na época das investigações quanto hoje, os réus da AP 470.

Destaco um trecho do documento:

“Esse fundo de incentivo, reitere-se, é constituído com recursos da própria sociedade e não com recursos próprios de seus acionistas. Particularmente no caso deste Banco [do Brasil], dada a sua condição de ser sociedade de economia mista, impõe-se destacar o fato de não estar em causa a utilização direta ou indiretamente de recursos públicos de qualquer origem ou natureza“.

*

DOCUMENTO INÉDITO, BB DESMENTE JB

Por Alexandre Teixeira, no Megacidadania

Mais uma vez o blog Megacidadania disponibiliza documento inédito demonstrando que Joaquim Barbosa errou na condução da AP 470.

Aldemir Bendine é o atual presidente do Banco do Brasil e o currículo dele não deixa qualquer dúvida: Presidente do Banco do Brasil e Vice-presidente do Conselho de Administração. Bacharel em Administração de Empresas, cursou MBA em Finanças e em Formação Geral para Altos Executivos. Atuou como Vice-presidente de Varejo e Distribuição, Secretário Executivo do Conselho Diretor e Gerente Executivo da Diretoria de Varejo da área de Cartões, entre outros.

No ano de 2005 ele era o secretário executivo da Diretoria de Varejo da Área de Cartões do Banco do Brasil, exatamente a diretoria que tinha estreita relação funcional com a Visanet. Aldemir Bendine também integrava o Conselho da Visanet. E foi nesta condição que ele enviou importante documento ao Tribunal de Contas da União-TCU cuja íntegra você lê a seguir.

Observem que tanto é afirmado que o dinheiro era da Visanet, bem como que não poderia o BB disponibilizar antecipadamente os planos estratégicos, citados resumidamente, pois caso contrário poderia incorrer em quebra de sigilo comercial permitindo nítida vantagem aos concorrentes. Bendine também destaca que não havia necessidade alguma, conforme garante a legislação vigente nos artigos 436 e 438 do Código Civil, de existir contrato específico entre a DNA e a Visanet. Exatamente por este motivo as contas do Fundo de Incentivo Visanet não eram auditadas pelo TCU, pois não se tratava de dinheiro público.

Este documento integra a AP 470.

*

PS O Cafezinho: Abaixo, a prova de que Bendine integrou o Conselho da Visanet e, portanto, sabia muito bem do que estava falando (documento inédito na internet!):

PS 2 O Cafezinho: Aproveito para reproduzir um post aqui do blog que não teve a circulação merecida, porque traz um conteúdo muito bom. O vídeo, com Ayres Britto afirmando que a Companhia Brasileira de Meios de Pagamento (Visanet) “integra o sistema público” entrou para a história como a maior abobrinha já contada no plenário do STF, e uma abobrinha que serviu para condenar injustamente um monte de pessoas. Uma mentira contada e repetida com objetivo de manchar um partido político.

Leia abaixo:

O dia em que Ayres Britto tomou LSD

Eu já reproduzi esse vídeo por aqui, mas não lhe dei o merecido destaque. Ele é incrível. Ayres Britto, então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), num acesso de delírio, começa a discorrer sobre os indícios que o levam a achar que a Companhia Brasileira de Meios de Pagamento, a Visanet, uma multinacional com faturamento superior ao PIB de muitos países, é uma empresa pública.

Britto afirma que a Visanet é pública porque tem a palavra “Brasileira” no nome, e a compara à Embrapa, à Embraer, etc.

Nem vou comentar aqui o fato da Embraer hoje ser privada.

Agora é assim. Se a Coca-cola chamar sua empresa no Brasil de Companhia Brasileira de Refrigerantes ela passa automaticamente a integrar o sistema público nacional…

Quanto mais a gente examina esse julgamento, mais ridículo ele se torna. O delírio de Britto sobre a Visanet tinha uma intenção: chancelar a farsa, a qualquer preço.

Deu certo.

Assista!

0,,20369727,00

Aldemir Bendine

Loading...
Miguel do Rosário

Miguel do Rosário

Editor em Cafezinho
Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.
Miguel do Rosário

quarta-feira

14

maio 2014

16

COMENTÁRIOS

Se você fizer login como assinante do Cafezinho ou usando sua rede social, o comentário será aprovado automaticamente.

16 Comentários em "Perdeu, Barbosa! Presidente do BB reitera que Visanet não é público"

Avise-me quando
avatar
José Carlos Torres
Visitante

Tudo bem. Mas, que irá soltar os presos do mensalão?!!!!!!!!

Messias Franca de Macedo
Visitante
Messias Franca de Macedo
Visitante

… Logo após o término do julgamento de exceção da Ação Penal 470, os advogados de defesa dos condenados – literalmente – no MENTIRÃO encaminharam aos veículos de mídia um documento no qual é encaminhada a seguinte pergunta, entre outras: este órgão de comunicação recebeu ou não dinheiro da VisaNet relativo a pagamento de serviços prestados?…

RESCALDO: ao que parece nem darf relativo à soNEGAção BILIONÁRIA nem tampouco as respostas a estes encaminhamentos!

Que país é esse, sô?!…

VÍDEO HISTÓRICO E PEDAGÓGICO: Escritor Fernando Morais e Raimundo Pereira explicam erros do mensalão

http://www.youtube.com/watch?v=R_aoUPiXIxU

ubaldo
Visitante

Humberto Alecrim, de onde voce tirou essa conclusão?

Agido Pais
Visitante

GENTE, A JUSTIÇA TARDA MAIS NÃO FALHA, EU SUSPEITAVA DESSE STF, PRINCIPALMENTE DO JOAQUIM BARBOSA, QUE É UM NEGRO E AINDA SERVINDO OS SEUS SENHORES DO PSDB, E AINDA MAIS QUERENDO SER MÁRTIR ÀS CUSTAS DE INOCENTES PRESSIONADO PELA MÍDIA PODRE QUE AI SE ESTABELECE, FICOU EVIDENTE A GRANDE ARMAÇÃO FEITA CONTRA O PT.

Helena Leal
Visitante

Tem o Estado que ser responsabilizado nas pessoas que cometeram a irresponsabilidade. Como pode ocorrer um erro em cadeia?
Será que só o Ministro Ricardo Lewandovisk, além do relator,leu, na íntegra, o todos s documentos da Ação Penal 470, menos os que foram propositadamente retirados do processo?

Herminia Lobo Whitaker
Visitante

a verdade sempre aparece, mesmo que tardia.

M Thereza Freitas
Visitante

manda o barbosa privatizar a Visanet!

Francisco
Visitante

E mais! primeiro ele diz “Companhia Brasileira de Meios de comunicação”, estaria ele com os “Meios de Comunicação” martelando na sua cabeça??

tom
Visitante

cara tem gente sonegando 600 milhões e cada essa firmeza e dureza contra os malfeitores ? quem são os malfeitores de verdade ? será que pra conseguir a verdadeira justiça teremos que dar outro golpe ? dessa vez a favor legitimo do povo , porque essa marionete do barbosa não bota os marinhos na papuda ? junto com o principe da privataria e seu fiel escudeiro padim pade “cerra ” ( como diria o pha )

Messias Franca de Macedo
Visitante
Prezado, competente e impávido jornalista Miguel do Rosário, parabéns! Felicidades! Uma humilde contribuição: VÍDEO HISTÓRICO: Ayres Britto “enterra” o MENSALÃO DEMoTUCANO! http://www.youtube.com/watch?v=kXLOjEzlCiU ############## INCRÍVEL: QUEM NÃO DEIXOU AYRES VOTAR O MENSALÃO TUCANO? O Big Ben de Propriá foi fazer um lanche e na volta o mensalão tucano sumiu da pauta. Amigo navegante envia o vídeo-aula sobre um dos momentos mais sinistros da gestão (?) do Big Ben de Propriá – aquele que condenou o Dirceu a tempo de eleger o Cerra em São Paulo – na presidência do Supremo. (O que tem aquela cadeira de presidente do Supremo ? Que… Read more »
Messias F. de Macedo
Visitante

… UMA DAS NOTÍCIAS QUE EU MAIS ESPERAVA NESTES ÚLTIMOS SOFRIDOS ANOS!…

paulo
Visitante
Ainda bem que está tudo vergonhosamente e maravilhosamente filmado. O povo brasileiro, especialmente sua classe média precisa urgentemente saber o golpe que lhe foi imposto pela sua imprensa e por parte de seus funcionários públicos da justiça. As pessoas precisam saber quem realmente cometeu um crime de estado. Yves Gandra já se pronunciou e falou inclusive em indenização das vítimas desta farsa. Desmontar o julgamento da ap470 é uma das lutas mais profundas em prol da democracia brasileira, equivale a lutar contra a ditadura, e talvez até mais ainda, pois precisamos recuperar o estado democrático de direito estuprado coletivamente frente… Read more »
Jose Braz Lucca
Visitante

Demorou hein!!!

Lau
Visitante

Miguel, aposto que os prejuízos de 1995 e 1996 tem algo a ver com isto. Olha que interessante..

http://exame2.com.br/mobile/negocios/noticias/os-piores-prejuizos-das-empresas-do-brasil-desde-os-anos-80

Victor Javier Ventura
Visitante

UOUUUU

wpDiscuz