Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

O povo não é bobo: 71% não confiam em TV

Por Miguel do Rosário

07 de novembro de 2013 : 12h08

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas prova que o povo já não é mais tão bobo. 

Pesquisa mostra que 71% dos Brasileiros não confiam nas TVs e 62% não confiam nos jornais

No blog Amigos do Presidente Lula.

A imprensa está perdendo, a cada dia, a credibilidade. A população está confiando menos na imprensa

A pesquisa da FGV também mostrou alta desconfiança em relação aos meios de comunicação: TVs não têm a confiança de 71%, mais, portanto, que a polícia, e a imprensa escrita de 62%.

Em segundo lugar nas pesquisas, a população está confiando menos na polícia, segundo dados do 7º Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgados ontem. O levantamento mostrou que 70,1% dos brasileiros ouvidos na pesquisa não confiavam na polícia no primeiro semestre de 2013, contra uma taxa de 61,5% no mesmo período do ano passado.

No primeiro semestre de 2013, a instituição da qual a população mais desconfiava eram os partidos políticos (95,1% dos brasileiros desconfiam), seguida do Congresso Nacional (81,5%). Com índice melhor que as polícias, aparecem a Igreja Católica (50,3% desconfiam) e as Forças Armadas (34,6%).

Os dados foram produzidos a partir da pesquisa índice de Confiança na Justiça Brasileira (ICJBrasil), da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo, e fazem parte do Anuário. Foram coletados junto a 3.300 brasileiros de oito estados brasileiros por semestre.

O Anuário selecionou, da pesquisa, essas cinco instituições. O índice de desconfiança de todas elas aumentou na comparação do primeiro semestre de 2012 para o mesmo período desse ano. No caso dos partidos políticos, o índice de desconfiança ficou em 1,2 ponto percentual. O do Congresso cresceu 2,6 pontos percentuais, o da Igreja Católica subiu 7,8 pontos percentuais e o das Forças Armadas, 9,9 pontos percentuais.

A pesquisa da FGV também mostrou alta desconfiança em relação aos meios de comunicação: TVs não têm a confiança de 71%, mais, portanto, que a polícia, e a imprensa escrita de 62%. Para essas duas instituições, porém, o Fórum não fez a comparação com anos anteriores, pois destacou o que considerou mais relevante para o tema da seguraça.

O professor da FGV Rafael Alcadipani afirma, em artigo no Anuário, que alguns fatores que contribuem para a desconfiança nas polícias são a baixa taxa de resolução dos crimes, a burocracia no atendimento ao cidadão e a imagem de violência que está associada às polícias, principalmente à Polícia Militar. “”Vale lembrar que os constantes confrontos entre PMs e manifestantes que aconteceram neste ano terminaram por reforçar ainda mais a imagem de uma polícia truculenta” afirma Alcadipani, no Anuário.

Segundo o secretário-geral do Fórum, Renato Sérgio de Lima, o levantamento conseguiu captar a insatisfação da população em relação à atuação das polícias nos protestos populares de junho e isso foi mais um fator para influenciar o índice de desconfiança.

Segundo a FGV-SP, Pernambuco é o estado em que as pessoas que procuraram a ajuda das polícias se mostraram mais insatisfeitas com o trabalho das corporações. Só 27% dos cidadãos que solicitaram apoio da PM no segundo trimestre de 2013 se disseram satisfeitas ou muito satisfeitas. O percentual foi de 25% para a Polícia Civil. A Bahia é o estado em que houve maior índice de satisfação com a PM (54%) e com a Polícia Civil (50%). O Rio foi o estado com segundo melhor índice de satisfação da população com a Polícia Civil (43% ficaram satisfeitos). No Rio, o índice de satisfação com a PM ficou em 45%, o mesmo que no Amazonas. Estes dois estados só ficaram atrás da Bahia no quesito “satisfação com a PM”.

 

ScreenHunter_2898 Nov. 07 12.34

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Claudete Carneiro Ribeiro

10 de novembro de 2013 às 22h05

Eu não confio em nenhuma rede de televisão e nem em jornais escritos. Para mim, nada é confiável !

Responder

Breno Crispino

08 de novembro de 2013 às 04h41

rapaz, isso já era assim na decada de 80!

Responder

Mario Alexandre Teixeira

08 de novembro de 2013 às 01h12

Balela, dizem que não acreditam acreditando. Se fosse mesmo assim o PT não estaria tão queimado com o ‘mensalão’.

Responder

Carlos Mendes

07 de novembro de 2013 às 23h54

O governo tem que democratizar a mídia (que não é fácil, o legislativo é em sua imensa maioria de direita) investir mais na tv Brasil, e tentar aprovar uma lei no Congresso Nacional semelhante à lei de partilha na comunicação, todos os eventos no território nacional a TV Brasil ter o direito de transmissão no mínimo de 30% do conteúdo, (copa do mundo, olimpíadas, campeonato brasileiro etc. no dia 3/11/13 tv Brasil foi recorde de audiência em Recife na transmissão do jogo da série C) isto ira aumentar a audiência e quem sabe um dia teremos uma TV Publica de qualidade e democraticamente mostra os avanços do Brasil.

Responder

Luiz

07 de novembro de 2013 às 12h23

O LIXO da SONEGADORA REDE GLOBO, VAI FALIR GRAÇAS A DEUS!!!!!!!

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?