Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

O triste fim de Merval

Por Miguel do Rosário

06 de dezembro de 2013 : 01h30

Merval Pereira tem um blog no Globo, onde publica sua coluna. As chamadas para seus textos aparecem na capa, com destaque. Mesmo com toda essa visibilidade, é um espaço que fica às moscas. Fui lá dar uma olhada, nesta madrugada.  Tirei uma fotografia a 1:30 da manhã do dia 06/12/2013. O texto está cortado, para aparecer apenas o parágrafo inicial, a barrinha de compartilhamentos e a caixa de comentários.

O post de hoje, publicado antes das 10 da manhã do dia 05/12/2013, passadas mais de 15 horas, só tinha um comentário – de um sujeito discordando radicalmente da opinião de Merval.

merval

Observe que, depois de 15 horas, o post de Merval, foi retuitado somente 4 vezes, e teve 94 curtidas.  Além de somente 1 comentário.  

E isso porque ele é o colunista político mais famoso da Globo: tem coluna diária no jornal impresso, fala na CBN, aparece na Globonews, é eleito para ABL, recebe ligações de ministros do Supremo, seu livro vem com prefácio de Ayres Brito, ex-presidente do STF na época do julgamento do mensalão.

Eu acho que o título do post de hoje reflete bem o papel hoje de Merval Pereira no cenário político. Só que às avessas do sentido que ele queria impor. Ele, Merval, é um triste fim. Como diria Bezerra da Silva, é fim de comédia.

MERVAL E CIA

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Edir

07 de dezembro de 2013 às 21h23

E o Marcos Vinicius nem quis aparecer por lá e postar uma meia dúzia de comentário em apoio ao Merdal. Ficou täo envergonhado que preferiu atacar aqui. KKKKkkkk

Responder

Mazinho Andrade

07 de dezembro de 2013 às 01h44

Pior ainda é ser puxa-saco de um mané como o Merval…

Responder

Marcus Vinicius Motta

06 de dezembro de 2013 às 23h29

Melhor coxinha do que um pastel de vento de rodoviária puxa-saco de petista, né?

Até acredito que você possa não ganhar nada, o que é até pior, porque faz esse tipo trabalho deprimente de graça enquanto eles ganham.

Responder

O Cafezinho

06 de dezembro de 2013 às 21h58

Marcus, sei que um coxinha como você jamais vai entender, mas eu não tenho nada a ver com o PT. Até meus amigos na política são na maioria de outro partido. O PT jamais me ajudou. Muito pelo contrário. O PT parece que é amigo da Globo e da grande mídia. Eu luto na planície, quase sozinho.

Responder

Edir

06 de dezembro de 2013 às 17h15

Se depender de mim, pobre Merdal, está falido.

Responder

Nikola

06 de dezembro de 2013 às 15h13

Não demora muito eles vão fazer como os departamentos de marketing de alguns clubes de futebol fazem: contratar gente para comentar post nos blogs da vida. Por exemplo: Não há notícia sobre o Flamengo que não tenha como primeiro comentário o de um Corinthiano. Chega uma hora que dá na vista. Desconfio que gente como Serra e Aécio tem militantes virtuais profissionais. Mas no caso do Merval, acho que nem isso o salvaria.

Responder

Marcus Vinicius Motta

06 de dezembro de 2013 às 16h15

Bom mesmo é ser lacaio do PT num gigante da mídia como o “cafezinho”. Rsrsrs.

Responder

Vixe

06 de dezembro de 2013 às 12h26

Miguel, não consigo postar comentário na matéria a respeito da conspiração alemã contra o Brasil…

Responder

Marcelo Teixeira

06 de dezembro de 2013 às 12h11

Miguel
Faz tempo eu já havia percebido e a melhor contribuição para colocá-los na irrelevância definitiva é não comentar, não criticar, não votar em nenhuma das enquetes deles.
Repare que nas enquetes a quantidade de votos fica escondida pos apresentam somente percentuais de votantes.
Casos de 70% a favor e 30% contra qualquer assunto não é nada, não é nada, não é nada mesmo.
Supondo 1000 votantes ( 70% = 700 votos) , o que é irrelevante para um meio que se acha o máximo é algo já fadado à falência.

Responder

    Marcelo Teixeira

    06 de dezembro de 2013 às 12h12

    Errata: … fica escondida pois apresentam …

    Responder

Carlos Henrique Cavalcante

06 de dezembro de 2013 às 12h46

Merval é o que existe de mais ruim na imprensa brasileira, a ele faltam, ética, profissionalismo, competência e caráter!!!

Responder

josé luis

06 de dezembro de 2013 às 10h24

A situação está tão ruim para os “acadêmicos brasileiros” (tem cada um hein!), que já está sendo proposto a nomeação de Bruna Surfistinha para uma cadeira. Ela vende mais livros que alguns que lá estão, não há dúvida.

Responder

    Leo

    06 de dezembro de 2013 às 11h28

    Muito boa essa, podemos também indicar o mentecapto sequelado lobão(que tá mais para vira lata puxa saco dos poderosos)

    Responder

Chico Melo Melo

06 de dezembro de 2013 às 12h08

kkkkkkk ele é um lixo…

Responder

Renato Abreu

06 de dezembro de 2013 às 11h47

KKKKKKKKKKKKK bem feito! Rsrsrs

Responder

Isabela

06 de dezembro de 2013 às 09h09

O Cafezinho ficou sabendo dessa?

Depois que a Miriam Leitão lançou seu livro infantil (????) com direito a noite de autógrafos, aprendi a não esperar muito dos convidados da referida livraria.

Sexta | 06 | dezembro
Prosa nas livrarias: Fernando Henrique Cardoso

Título: IMPROVAVEL PRESIDENTE DO BRASIL, O: RECORDAÇOES
Autor: Fernando Henrique Cardoso
Editora: CIVILIZAÇAO BRASILEIRA

A Livraria da Travessa, o jornal O Globo e a Editora Civilização Brasileira promovem o Prosa nas Livrarias com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que falará sobre o seu novo livro “O improvável presidente do Brasil”. O livro conta a história do período em que FHC assumiu o poder, como conseguiu lidar com a inflação da época e o impeachment de Fernando Collor de Mello, com algumas revelações sobre a vida pessoal do ex-presidente.

Na mesa de debates, além de FHC, estarão presentes o colunista Merval Pereira e o jornalista Luiz Antônio Novaes, com mediação de Silvia Fonseca. Entrada gratuita.

Local: Shopping Leblon
Horário: 19:30

Responder

    Marcelo Teixeira

    06 de dezembro de 2013 às 12h20

    Vai ter menos público do que jogo do IBIS.

    Responder

Mazinho Andrade

06 de dezembro de 2013 às 10h35

Como diz o pessoal do interior, todo castigo para c. é pouco….rs

Responder

Teresa Andrade

06 de dezembro de 2013 às 09h46

que ótimo kkkkk

Responder

Marco Espirito Santo

06 de dezembro de 2013 às 07h52

Um a menos…….que vá para o lixo.

Responder

Fernando Cavalcanti Afonso

06 de dezembro de 2013 às 06h35

Começa a definhar o infeliz!

Responder

Alexandros Yuri

06 de dezembro de 2013 às 04h27

A grande mídia em movimento retilíneo uniforme para o subterrâneo. O pior que se estivessem propagando a verdade estariam em uma situação muito melhor. Fico besta como as revistas e jornais brasileiros ainda não se tocaram para esse fato! Estão ruindo porque mentem a todo instante. Quem acredita na Veja hoje em dia?! Na Folha de São Paulo?! E nos jornais da Globo?! Rs… São piadas de mau gosto. Superficiais, mentirosos, desestimulantes e desinteressantes. Estão perdendo terreno para os blogs e sites sérios. Demitindo jornalistas, mas não mudam o discurso reacionário. E os jornalistas são demitidos e não sabem o porquê! Pior, muitos são demitidos e continuam cegos reacionários! Rsrs…

Responder

Myriam Andréa

06 de dezembro de 2013 às 04h06

Só não concordo com “o triste fim”. Triste foi ele ter começado. Grande Miguel Do Rosario!

Responder

Flá Ahm

06 de dezembro de 2013 às 03h49

uma luz no fim do túnel…oops!

Responder

Ladier M Barbosa

06 de dezembro de 2013 às 03h42

Texto brilhante e cômico!!

Responder

MA Mauricio

06 de dezembro de 2013 às 03h37

* Merdal.

Responder

    Maria Cesar

    06 de dezembro de 2013 às 06h23

    Bosval

    Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará