Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Em BH, coxinhas atacam fotógrafo

Por Miguel do Rosário

12 de abril de 2015 : 16h05

image


 

Quando eu falo que a mídia lobotomizou a cabeça da coxinhada, não estou exagerando.

Na manifestação do dia 15 de março, um grupo de coxinhas agrediu um cãozinho que esperava a dona amarrado na porta de um supermercado de Brasília.

Sim, um cãozinho.

A razão? Vestia um lencinho vermelho.

Detalhe: a dona não é petista, não vota no PT, nem dá muita bola para política. É apenas uma mulher que tem um cãozinho.

E agora, nos protestos de 12 de abril, outra prova da insanidade dessa coxinhada.

Em Belo Horizonte, um fotógrafo foi violentamente agredido apenas porque é parecido com Lula.

O cara não estava de vermelho, não estava com nenhum símbolo do PT.

Apenas se aproximava da manifestação, fazendo seu trabalho, quando foi cercado por jovens coxinhas nervosos, e espancado.

Se os agressores fossem petistas, ou de algum movimento social, o caso iria parar na capa de todos os jornais, e seria assunto dominante nas grandes redes de TV.

Como são coxinhas, e a mídia quer pintá-los como manifestantes pacíficos e democráticos, a denúncia se limitará a um jornalzinho de Minas.

Já dei, em outro post, a informação sobre manifestantes mandando Montesquieu tomar no cu, pedindo o fim do sufrágio universal e a instalação de uma ditadura no país.

Sim, as manifestações são comoventemente democráticas!

***

Fotógrafo de jornal mineiro é agredido durante manifestação em BH

Por conta de sua semelhança física com o ex-presidente Lula, Beto Novaes comumente é abordado por pessoas que pedem para tirar foto

LUCAS PAVANELLI, no jornal O TEMPO.

O fotógrafo do jornal “Estado de Minas” Beto Novaes foi agredido enquanto fazia a cobertura do protesto deste domingo (12) na Praça da Liberdade.

Por conta de sua semelhança física com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Beto comumente é abordado por pessoas que pedem para tirar foto com ele. Durante a manifestação deste domingo, uma senhora de Brasília pediu para tirar uma foto e, nesse momento, um grupo de cerca de quatro rapazes o cercou.

“Eles começaram a me empurrar, me deram um chute na coxa e pediram para eu sair.”, relata Beto. Mesmo com o crachá do jornal no pescoço, os agressores continuaram a insultá-lo até que o fotógrafo teve que deixar o local.

“Me disseram que eu não estava trabalhando, mas que tinha ido à manifestação fantasiado de Lula”, conta Beto que, em 30 anos de fotojornalismo afirma nunca ter vivido um episódio como o de hoje.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

33 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Renato

14 de abril de 2015 às 18h01

Olha só que interessante…
o ex presidente LULA terminou o governo com um altíssimo índice de aprovação e não tinha veículo de comunicação (direita ou esquerda) que conseguisse esconder (maquiar) esses números. Agora vemos o governo da PTralhada afundar, o índice de aprovação baixíssimo e ainda uma pessoa sendo agredida por simplesmente parecer fisicamente com o LULA. Onde está a explicação para esse revira volta dos últimos 4 anos no posicionamento político da sociedade brasileira? Parece que a cobra mordeu o próprio rabo. A tentativa nefasta de se perpetuar no poder, jogando tão sujo quantos tantos outros políticos, criou essa conjuntura deplorável para a não menos lamentável atual governo!!!

Responder

    Miguel do Rosário

    14 de abril de 2015 às 22h24

    Uma pessoa é agredida por um bando de playboyzinho fascista, que não representam a sociedade.

    Responder

    Renildo

    18 de abril de 2015 às 00h56

    Vc é BURRO MESMO CARA.

    Responder

Carlos alberto de olival

13 de abril de 2015 às 16h17

Certos tipos de pessoas tem dois neurônios,querem banir a cor vermelha comessem então trocando seu sangue que é vermelho (quem sabe talvez azul)troquem também seus músculos e órgãos que tem também a maléfica cor vermelha.por fim quem sabe aprovam emenda á constituição clausula pétrea banindo a cor vermelha de todo o território do Brasil. Obs: os dois neurônios tem nome são eles o ódio ea burrice.

Responder

Carlos alberto de olival

13 de abril de 2015 às 16h06

È isso aiCara.

Responder

Messias Franca de Macedo

13 de abril de 2015 às 15h59

… O ódio figadal incitado pela mídia!

Irresponsável!

Criminosa!

Impune!

Há poucos dias, eu falei com um frei, diretor das Rádios Sociedade AM e Princesa FM – Rede Capuchinhos de Comunicações:

“Frei, em breve, se o senhor ficar sabendo que eu ou qualquer outra pessoa foi morta esquartejada em praça pública pelo simples fato de ter defendido ou manifestado simpatia aos governos dos presidentes Lula e Dilma Rousseff…
O senhor saiba de antemão:
o jornalismo produzido e reverberado pelos veículos de mídia sob o seu comando será – em grande medida – responsável pela tragédia!”

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República de ‘Nois’ Bananas

Responder

Mazinho Andrade

13 de abril de 2015 às 11h54

A cada dia estão ficando mais isolados por isso.O povo brasileiro, em sua maioria, não é assim, mesmo que tenha vertente política avessa ao Lula.

Responder

Edson Junior

13 de abril de 2015 às 10h09

Manipulados, alienados, vaca de presépio, chamem como quiser, pra mim é resultado da apologia do ódio que o mafioso do Aécio está manipulando seus fiéis cúmplices, se a questão fosse corrupção a maioria dos votos seriam branco e nulo, agora vão pra rua fazer o que?

Responder

João DaSilva

13 de abril de 2015 às 10h01

Roque, não adianta tentar colar o papo de.que ‘ambos lados’ são violentos usando fotinhas de manifestantes queimando bandeiras. Assuma seu fascismo, meu, não tente dilui-lo na população brasileira – uma variação daquele velho discurso de ‘rodo mundo é corrupto’, pra evitar punir a corrupção. A gente já viu vários exemplos que provam o contrário. Compare a morte do boyzinho filho do governador de SP – o que engravidou a copeira do palácio dos bandeirantes e o papai mandou ela pra Europa pra não fazer escândalo – e a internação da milhões do ex-ministro da fazenda, ou a internação do Zé Dirceu. Vc nem sabe das estripulias do boyzinho comedor, sabe? Pq ninguém divulgou. Por respeito. Viu algo semelhante partindo doa fascistas? Não, né? Pois é. Não adianta disfarçar, meu. Assuma seu fascismo, não fique tentando socializar sua violência. Não é a. sociedade que é violenta, são vocês, fascistas.

Responder

Roque Ströher

13 de abril de 2015 às 04h41

Mas tem que está feliz

Responder

Roque Ströher

13 de abril de 2015 às 04h39

Responder

Roque Ströher

13 de abril de 2015 às 04h38

Todos estão raivosos ?

Responder

Pedro Pereira

13 de abril de 2015 às 00h16

Ele não estava passando por ali, estava trabalhano.
Configura restrição a liberdade de imprensa.
Merecia uma nota da repúdio da ANJ, lida pelo Boner

Responder

    Miguel do Rosário

    13 de abril de 2015 às 00h32

    Sim. Mas receio que isso não vai acontecer. Iria atrapalhar a “narrativa”.

    Responder

Magnus

12 de abril de 2015 às 23h46

Coxinhas,sim e fascistas (no fundo é a mesma coisa).

Responder

Claudio Amaral

13 de abril de 2015 às 02h35

#AceitaDilmaVez

Responder

Claudio Amaral

13 de abril de 2015 às 02h35

#AceitaDilmaVez

Responder

Claudio Amaral

13 de abril de 2015 às 02h34

#AceitaDilmaVez

Responder

Claudio Amaral

13 de abril de 2015 às 02h34

#AceitaDilmaVez

Responder

Dora Lima

13 de abril de 2015 às 02h23

E se dizem “pacíficos!”

Responder

Egaz Ramirez

13 de abril de 2015 às 02h13

disparado melhor vídeo da micareta de hoje. pediram intervenção militar e receberam uma amostra grátis de leve e nem precisaram se mudar para o Alemão https://www.facebook.com/video.php?v=10152779539606430&pnref=story

Responder

Christiano Almeida

12 de abril de 2015 às 23h09

Fantasiado de Lula??!! Tô rindo até agora, cara! Não é possível uma coisa dessas! O sujeito é parecido com o Lula e apanha por isso! É o cúmulo do ódio. Pense numa plástica bem feita para o evento. Fantasiado de Lula! Kakakaka! É muita criatividade! Deus do céu a estupidez humana não tem limites!

Responder

Iolanda Guerra

13 de abril de 2015 às 02h04

É por isso que eu digo: #AceitaDilmaVez

Responder

Marúzia Coelho Ferreira

13 de abril de 2015 às 01h40

É isso que acontece em encontros de família? Compreendo agora o motivo de nunca ter sido chegada a esse tipo de evento. #AceitaDilmaVez

Responder

Walter Barreto

13 de abril de 2015 às 01h36

Coxinhas não, fascistas.

Responder

Veridiana Carvalho

13 de abril de 2015 às 01h31

Que horror!

Responder

Marcia Cristina

13 de abril de 2015 às 01h30

Inacreditável!!!!!!

Responder

Ataide Rosa

13 de abril de 2015 às 01h29

É irmão gêmeo do Lula!!! não podia ter ido cobrir a manifestação dos facistas raivosos!!!

Responder

Marcia Cristina

13 de abril de 2015 às 01h29

Inacreditável!!!!!!!

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro