Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Louçanias de linguagem: do governo FHC não se delata propina. Cita-se

Por Redação

11 de janeiro de 2016 : 18h54

por Fernando Brito, no Tijolaço

Não há como escapar.

Ou a delação de Nestor Cerveró é um maço de papel imprestável, onde ele fala de casos de corrupção a torto e a direito mas sem apresentar qualquer indício que possa levar à responsabilização dos corruptos ou os “vazamentos” de sua confissão foram expurgados dos detalhes que o permitissem.

Partindo do princípio de que os repórteres do Estadão e da Organizações Globo, que divulgaram, coincidentemente ambos hoje, o teor da delação, a primeira hipótese deixa muito mal aos senhores promotores – que a negociaram – e ao juiz Moro, que a homologou.

Porque como é que se vai reduzir pena de quem roubou e se dispõe a delatar com – ao menos em parte – com informações vagas, genéricas e sem elementos fáticos para sustentar aquilo que diz?

Pois enquanto estamos a esperar que suas excelências dêem a conhecer não pedacinhos, mas o cartapácio de acusações do ex-diretor-ladrão, ficamos, para dar serventia ao pesado Houaiss  que me habita a estante, na louçania de linguagem com que os dois jornais se esmeraram em descrever a acusação de que “a venda  da Perez Companc (à Petrobras) envolveu pagamento de propina no valor de US$ 100 milhões ao governo de Fernando Henrique Cardoso”.

O verbo é o mesmo, “cita” que, segundo o dicionário é ” citar é “transcrever, referir ou mencionar como autoridade ou exemplo ou em apoio do que se afirma” ou, neste caso,  “mencionar; fazer referência a”.

Bem diferente, claro, de “relata”, aponta”, “revela” ou, como seria de esperar numa delação, “delata”.

Como foram os títulos usados quando as menções de Cerveró foram a Jaques Wagner, tão pouco detalhadas – ou menos, porque nem o nome da empreiteira que teria doado recursos ao candidato diz – quanto no caso dos US$ 100 milhões (ou R$ 1 bi, com a correção de 2002 para cá).

A Fernando Henrique, cita-se.

O português é mesmo a bilaquiana  “última flor do Lácio, inculta e bela/ És, a um tempo, esplendor e sepultura”!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

81 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rodrigo Hermsdorff Faria

13 de janeiro de 2016 às 13h43

Ler estes golpistas fascistas ???? Não obrigado… Jah li e num perco mais meu tempo lendo os adeptos do quanto pior melhor… Eu era assinante desta bosta e cancelei esta merda…

Responder

Ápio Pontes

12 de janeiro de 2016 às 16h35

Realmente, a ideia do texto diante dos fatos se difere de uma notícia para a outra. PSDB( CITA) PT (DELATA)

Responder

Ilidio Figueiredo

12 de janeiro de 2016 às 12h03

Há uma grande diferença entre: “ouvi dizer que”; e : “eu vi..eu dei..eu participei…eu provo…Somente a ignorância dos petistas não conseguem ver a diferença.

Responder

Mairton Lima

12 de janeiro de 2016 às 11h20

Delação é só a abertura de um processo investigativo, ela por si só não condena ninguém. O nome de Aécio, de Dilma e de Lula, peixes grandes de nossa política já foram citados inúmeras vezes, mas para emitir um mandato de prisão um juiz precisa de evidências que constatem a culpa.

Responder

    Edson Borges

    12 de janeiro de 2016 às 14h24

    E ele não passou os nomes de quem teria recebido as propinas no governo FHC. Documentos existem e podem ser investigados. Já tem um princípio de in dubio pro reo nessa história.

    Responder

Luciano Fraga Fraga

12 de janeiro de 2016 às 11h20

Só fazendo uma cópia de Os Intocaveis, com estes personagens.

Responder

Batista Barros

12 de janeiro de 2016 às 11h18

Tudo começou no Governo Tucano, FHC

Responder

Ivan Nascimento

12 de janeiro de 2016 às 11h12

Tudo safado ! Igual ao Lula ladrão.

Responder

Vera Lucia Alves Milanez

12 de janeiro de 2016 às 11h10

que diferenca heim!!!!!!

Responder

walter pastori

12 de janeiro de 2016 às 08h10

Fernando valeria a pena investigar mas esse negocio com o empresario argentino talvez no final da grana aperaça uma fazenda e um apartamento numa capital europeia.

Responder

Mauricio Bellini

12 de janeiro de 2016 às 08h11

Porra…o cara não soube dar nomes aos bois!!!! Queriam o quê????

Responder

Rafael Barros

12 de janeiro de 2016 às 06h36

Cerveró tá dedurando geral filho

Responder

Jose Leono Sobrinho

12 de janeiro de 2016 às 03h57

TODOS VOCÊS AÍ??!!! QUE ESTÃO ELEITOS PARA O BEM COMUM, DEVOLVAM TUDO O QUE EMBOLSARAM DO POVO!!!!!!…. E VOCÊS AÍ POVINHI ABRAM O O

Responder

Jorge Luiz Moura

12 de janeiro de 2016 às 03h54

Kkkkkkkkk, só não há provas das citações e não sabe dizer a quem foi entregue e o nome de quem recebeu, citações vazias.

Responder

Edilberto Pires

12 de janeiro de 2016 às 01h45

COMO QUE DIZ PRA O PT, DIZEM, PROPINA E PARA O PSDB(….)/DEMO ETC. CONSIDERAM “DÍZIMO” (abençoado). Uma CERTA FEITA NUMA pelada de guris a bola de pano isso muito antigamente, 2 irmãos discutem: e a grande pergunta: já que a pelotinha passou por entre as sandálias que fazia a vez de traves: “SE gol não é gol o que é que é gol”. É isso, para o partido de milionários abusados ricos egoístas, gananciosos, roubo deles é de empresários bem sucedido e para os outros no caso o PT tem outro nome. Ridículo, como quem surrupia muito é boa ação, e quem é suspeita sem prova, mesmo assim fazem ataques grosseiros e os seus defeitos inculpam os outros, o poder de transferência é doentio psicológico.

Responder

Alessandro Alkmin

12 de janeiro de 2016 às 03h09

30 segundos pra falar de FHC agora no jornal golpista! Se depender da rede golpista estamos perdidos!

Responder

    Ilidio Figueiredo

    12 de janeiro de 2016 às 12h07

    Há uma grande diferença entre: “ouvi dizer que”; e : “eu vi..eu dei..eu participei…eu provo…Somente a ignorância dos petistas não conseguem ver a diferença.

    Responder

Denize Ferreira Ramos da Silva

12 de janeiro de 2016 às 02h23

Se for para o PT é propina,mas se for para o PSDB é doação.

Responder

    Ilidio Figueiredo

    12 de janeiro de 2016 às 12h09

    Há uma grande diferença entre: “ouvi dizer que”; e : “eu vi..eu dei..eu participei…eu provo…Somente a ignorância dos petistas não conseguem ver a diferença.

    Responder

Simone Sapori

12 de janeiro de 2016 às 02h20

Imprensa fuleira e irresponsável.

Responder

Gustavo Dias

12 de janeiro de 2016 às 01h59

Regra clara: como o psdb roubou o pt pode fazer o q quiser. Maldita mídia, o pt fica com inveja do q vcs fazem pelos tucanos

Responder

Jose De Barros Pereira Neto Neto

12 de janeiro de 2016 às 01h37

Gkkkkkkkkk inprensa merda

Responder

Edval Bittar

12 de janeiro de 2016 às 01h26

Não sobra ninguém…

Responder

Simone Dos Santos

12 de janeiro de 2016 às 01h23

Pra Globosta não foi delação..foi “citação”

Responder

Jorge Menezes

12 de janeiro de 2016 às 01h21

A imprensa brasileira não apenas não é isenta,ela trabalha para atacar seus adversários e para poupar seus aliados,alguns estrangeiros que dominam o português ficam chocados com o grau de subserviência política da imprensa local,órgãos de imprensa apoiarem esta ou aquela tendência política é absolutamente normal em grandes democracias o que não é normal é tratar noticias semelhantes com dois pesos e duas medidas.FHC parece levar uma quantidade enorme de jornalistas e diretores de redação,atados firmemente em coleiras.

Responder

Sandra Farias

12 de janeiro de 2016 às 01h07

Luciano Abreu

Responder

Julio César Xavier San Martins

12 de janeiro de 2016 às 00h51

Estadão VTNC

Responder

Newton Rodrigues Miranda Neto

12 de janeiro de 2016 às 00h40

ah se o FHC fosse amigo de Lula kk

Responder

Josinaldo Sobreira

12 de janeiro de 2016 às 00h33

Avacalhação da imprensa golpista!

Responder

Francisco Santana

12 de janeiro de 2016 às 00h22

Eles não assinam porque tem o rabo preso são todos farinha do mesmo saco corruptos ladrões

Responder

Luiz Claudio Lopes da Silva

12 de janeiro de 2016 às 00h22

O capeta cita o Globo e o estadão como parceiros de maledicências.

Responder

Jose Miguel Dos Santos

12 de janeiro de 2016 às 00h21

A mídia golpista é tucana. Não tem jeito

Responder

Francisco Santana

12 de janeiro de 2016 às 00h18

O santo brasileiro salvador dá pátria eu não acredito em político santo honesto já joguei muito voto no lixo agora não voto mais porque não vejo sentido em eleger um rato

Responder

Guilherme Santos

12 de janeiro de 2016 às 00h17

Ultimas notícias: Foi descoberto que Ceveró toma psicotrópicos controlados, e ficou em abstinência!

Responder

Francisco Bronzato

12 de janeiro de 2016 às 00h13

A diferença e que nos eleitores de dilma e os defensores de cunhas aecis e outros boçais e que nao queremos acobertamentos de petistas e sim investigaçao imparcial e justa mas queremos para todos psdbistas demos pps psb todos julgados e punidos igualmente .

Responder

    Ilidio Figueiredo

    12 de janeiro de 2016 às 12h08

    Há uma grande diferença entre: “ouvi dizer que”; e : “eu vi..eu dei..eu participei…eu provo…Somente a ignorância dos petistas não conseguem ver a diferença.

    Responder

Jose Berlange Andrade

12 de janeiro de 2016 às 00h09

Manipulação e a linguagem: objetivo é fabricar, sistematicamente, amor e ódio. Jornalismo tem lado – o bolso do dono do jornal.

Responder

Garcez Veiga

12 de janeiro de 2016 às 00h02

É por essas e outras que eu amo Santa Catarina…

Responder

Moises Testi

11 de janeiro de 2016 às 23h57

A barragem de Mariana estourou por culpa da sobre carga da lama PSDBISTA.

Responder

Sérgio Motta Arq

11 de janeiro de 2016 às 23h53

Pedro Anibal Brito

Responder

Anisio Mescolin Buraco

11 de janeiro de 2016 às 23h51

Mídia podre!

Responder

Binho Oliveira

11 de janeiro de 2016 às 23h46

Perfeito comentário Fernando Loureiro………Excelente.

Responder

Zeca Perdigao

11 de janeiro de 2016 às 23h36

Gente cretina!

Responder

Sergio Felisbino

11 de janeiro de 2016 às 23h25

Entende como se alimenta o ódio ao PT Marcelo Morandini e Luiz Guilherme Hartmann

Responder

    Marcelo Morandini

    12 de janeiro de 2016 às 00h17

    Discordo!! O ódio ao PT vem do fato de eles terem roubado um monte de $$$$ do nosso bolso prometendo ser o grupo de honestos, de responsáveis pela “pátria educadora”, de serem eleitos por combaterem a corrupção mas se mostrarem o grupo de políticos q institucionalizou essa corrupção. De terem seus principais políticos cada vez mais milionários e mesmo assim ter um monte de fanáticos q acha q eles são honestos, competentes, capacitados,… Por isso q se tem ódio ao PT…

    Responder

    Luiz Guilherme Hartmann

    13 de janeiro de 2016 às 00h56

    Esquerda, leia um pouco também de O Antagonista, Veja, Reinaldo Azevedo, Merval Pereira, abra os horizontes…

    Responder

Marcia Garabini

11 de janeiro de 2016 às 22h55

Verdade!

Responder

Alfredo Souza

11 de janeiro de 2016 às 22h40

neste caso, CITA = NÃO VEM AO CASO….mídia suja!!!

Responder

Vera Lu Cruz

11 de janeiro de 2016 às 22h30

Só o povo nas ruas muda essa safadeza.

Responder

Narcizo Picanco

11 de janeiro de 2016 às 22h29

Mandar essrs jornais e tvs para o oriente médio.

Responder

Paulo Santos

11 de janeiro de 2016 às 22h17

#EAgoraFHC

Responder

Zanália Das Graças Carneiro

11 de janeiro de 2016 às 22h13

mesma merda….pra bom entendedor.

Responder

Flavio Ataliba Abreu Netto

11 de janeiro de 2016 às 21h59

esta visão vesga é que desmoraliza todo o trabalho da República do Paraná; francamente…..

Responder

Messias Franca de Macedo

11 de janeiro de 2016 às 19h54

https://www.youtube.com/watch?v=kb244A-OQhM

Responder

José Antônio Araújo

11 de janeiro de 2016 às 21h54

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Antonio Sampietro

11 de janeiro de 2016 às 21h52

Quem pagou o apartamento de Paris ?.

Responder

Decio Monteiro

11 de janeiro de 2016 às 21h47

HORDA INFERNAL………………………….

Responder

Walter pastori

11 de janeiro de 2016 às 19h44

Fernando será que apareceu o dinheiro da compra de Fazenda e de um apartamento numa capital europeia

Responder

Maria Teresa Costa

11 de janeiro de 2016 às 21h41

Helena Christofoleti

Responder

Jason Gabriel

11 de janeiro de 2016 às 21h35

Não importa o termo usado, o povo está sendo roubado do mesmo jeito. O ideal seria ver em dois na cadeia.

Responder

Roberto Oliveira

11 de janeiro de 2016 às 21h33

A globo e seus derivados são todos iguais.

Responder

Mauro Coelho

11 de janeiro de 2016 às 21h30

O PIG é maravilhoso!

Responder

Marcelo Escobar

11 de janeiro de 2016 às 21h27

Do mesmo modo que vejo neste veículo a defesa ferrenha de alguns bandidos e o ataque a outros bandidos (repeti a palavra bandido para dar ênfase, bem como sobre a Zelotes que seria a salvação de tudo até aparecer a família Lula!!!

Responder

    Moema Barreira Costa

    11 de janeiro de 2016 às 21h45

    Cara!!! leia só um pouquinho mais sobre a ZELOTES e você vai ver que nada tem a ver com MP’s

    Responder

    Moema Barreira Costa

    11 de janeiro de 2016 às 21h46

    Pra tu teres uma leveeee ideia, o Nardes tá atolado até o pescoço nela!! sim, NARDES, o presidente do TCU

    Responder

    Renato Josmar Rodrigues

    11 de janeiro de 2016 às 21h50

    Será pq a família lula surgiu na zelotes sem ter qualquer ligação com a mesma? o filho do lula foi ligado a uma operação da qual não faz parte dentre as mais de 70 empresas ligadas a mesma.. com um valor de 2 milhões.. os 2 milhões abafou uma operação que apurava algo acima dos 20 bilhões.. tendo entre as 4 primeiras empresas cada uma algo acima dos 2 bilhões.. 1000 vezes o valor do filho.. o detalhe fica por conta de q entre os envolvidos esta uma empresa filiada a globo.. mais de 600 milhões.. e o outro detalhe.. talvez seja esse o motivo de nao virar notícia.. que grande parte das mais de 70 empresas investigadas.. tem contratos de propaganda nos diversos meios de comunicação.. tv.jornais.revistas.rádios.portais de internet.. vc não vai falar nestes meios sobre as empresas que colocam dinheiro no seu bolso.. vai?

    Responder

    Marcelo Escobar

    11 de janeiro de 2016 às 21h53

    Moema eu quero ver os chefões Lula e FHC ou vc acredita que eles são do mesmo lado?

    Responder

    Moema Barreira Costa

    11 de janeiro de 2016 às 21h55

    Marcelo, acredito nas palavras da Presidenta que votei! “Não ficará pedra sobre pedra, doa a quem doer”!!Infelizmente temos umPODRE poder judiciário

    Responder

    Marcelo Escobar

    11 de janeiro de 2016 às 21h55

    Renato!!!!! Que fosse Milão…

    Responder

    Renato Josmar Rodrigues

    11 de janeiro de 2016 às 22h03

    tem q investigar o filho? tem.. independente do valor.. mas separado.. e não ligar a uma outra investigação com o objetivo de abafar. desviar a atenção.. fala se dos 2 milhões e acoberta os mais de 20 bilhões.. sem nexo

    Responder

Ermindo Castro

11 de janeiro de 2016 às 21h23

ESTAMOS DE OLHO !! E OUVIDOS BEM ABERTOS!!

Responder

Fernando Loureiro

11 de janeiro de 2016 às 21h23

Uma das questões sérias que estamos enfrentando é a apologia de que existem “santos”.
De repente todos (ou quase todos!) viramos adeptos do “moralismo absoluto” ou, no mínimo, do “moralismo seletivo”.
Porra: é conhecer muito pouco da natureza humana. É tentar menosprezar nossa inteligência. É querer estabelecer a “inquisição”.
Não existem “santos”. Não existem partidos políticos impermeáveis a uma boa investigação. Não existem políticos vestais.
O que existe é nosso desejo legítimo de vivermos em democracia. De termos um Estado forte que controle os excessos do capitalismo e de nossas fraquezas. Simples assim!

Responder

    Tommy Pretto da Silva

    11 de janeiro de 2016 às 23h40

    Há muito não lia algo tão sensato e correto… Parabéns!!!

    Responder

    Fernando Loureiro

    11 de janeiro de 2016 às 23h46

    Tommy Pretto da Silva, é incrível como nosso povo embarcou no mesmo discurso moralista de 1954 e 1964!!!!!!

    Responder

    Tommy Pretto da Silva

    11 de janeiro de 2016 às 23h47

    Concordo amigo… Absolutamente!!!

    Responder

    Fernando Loureiro

    11 de janeiro de 2016 às 23h49

    Tommy Pretto da Silva, a mídia maldita tem feito o seu papel. Mas, o nosso povo, não acordar? Somente os estudiosos para decifrar!

    Responder

    Tommy Pretto da Silva

    12 de janeiro de 2016 às 01h37

    A mídia está na mão de 6 famílias, se não fossem as redes sociais o cenário seria ainda pior.

    Responder

Haroldo Henrique Da Costa Lima

11 de janeiro de 2016 às 21h22

Gestão Alckmin: Falta papel higiênico nas escolas, mas sobra dinheiro para manter aviões
by bloglimpinhoecheiroso

Inépcia sorridente: Alckmin.

Paulo Nogueira, via DCM em 7/1/2016

Pior do que o incompetente só o incompetente que se finge de gênio.

Os líderes do PSDB são mestres nisso.

Serra, por exemplo, não conseguiu lidar sequer com os pernilongos de São Paulo quando foi prefeito e se apresenta como um grande gestor. Não salvou nem as árvores da cidade, apodrecidas e incapazes de enfrentar chuvas mais fortes sem cair. Também não viu, em sua miopia ululante, a importância da bicicleta para o futuro de São Paulo.

Um incompetente, em suma, e um daqueles com ares de gênio, o que é pior.

Alckmin faz companhia a ele. Os alunos do Fernão Dias, uma das escolas ocupadas, contam que não havia sequer papel higiênico nos banheiros.

Compare.

Ao mesmo tempo que os alunos iam ao banheiro e podiam viver momentos de embaraço, jamais faltou dinheiro para manter a frota aérea do governo de São Paulo, os aviões e os helicópteros que tanto serviram à primeira-dama Lu Alckmin.

Um administrador que cuida assim do orçamento só pode receber uma definição: incompetente. No orçamento, você estabelece prioridades: onde gastar, onde cortar e por aí vai.

Um governador sob cuja gestão falta papel higiênico nas escolas, mas sobram recursos para manter aviões e helicópteros é, numa palavra, incompetente.

Observadas as coisas sob esse ângulo, fica claro por que Alckmin foi incapaz de garantir água na torneira dos paulistas. Por que ele haveria de ter êxito num desafio das proporções da crise hídrica se não colocou sequer papel higiênico nos banheiros escolares?

Os incompetentes dividem-se em dois grupos. O primeiro é o dos incompetentes honestos. Eles sabem que são ineptos e convivem com isso o melhor que podem. Causam o menor dano possível a si próprios e aos que os cercam.

O segundo grupo é o dos incompetentes que se fantasiam de filósofos. Enganam muita gente e podem causar calamidades.

Alckmin é um destes.

Responder

    Etore Machado

    11 de janeiro de 2016 às 21h40

    O desgovernados alkmim 30 anos no poder c/cerra-Psdb.NÃO COLOCA PAPEL NAS ESCOLAS PORQUE NÃO TEM ÁGUA PRA NINGUEM P/LAVAR AS MÃOS E NEM PRA FAZER O FRANGUINHO

    Responder

Ermindo Castro

11 de janeiro de 2016 às 21h20

GLOBO, SBT, BAND CNT, GAZETA, RÁDIOS JORNAIS TERÃO QUE MOSTRAR OU SERÃO SOCIOS DA CORRUPÇÃO DO PSDB E DO DEM !!

Responder

Deixe um comentário