Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Reviravolta nas eleições do Rio: Crivella vai disputar pelo PSB

Por Redação

24 de fevereiro de 2016 : 21h05

Senador deixa PRB e deve ser candidato a prefeito do Rio pela nova sigla

no O Globo

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) acertou, na manhã desta quarta-feira, a ida para o PSB, após uma reunião com a cúpula do partido. O encontro colocou o senador como o candidato provável da sigla à prefeitura do Rio.

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, e o senador Romário (PSB-RJ), também pré-candidato, participaram da reunião. Romário avalizou a entrada de Crivella, e o PSB agora negocia a coligação com o PRB não só no Rio, mas em outras capitais onde terá candidato próprio.

— Se o partido quiser, eu sou candidato. Mas em acordo com Romário. Vamos ficar juntos — disse Crivella.

Ficou acertado que Crivella assinará a ficha de filiação ao PSB na próxima semana, junto com Romário. A ideia é deixar claro que a ida de Crivella é de comum acordo com Romário, que ele estaria convidando o senador do PRB a ingressar no PSB. Segundo Siqueira, Crivella fez questão que Romário fique no partido. De acordo com o presidente da sigla, Romário concordou também que a legenda deixe a Secretaria de Esportes da prefeitura do Rio, comandada por Marcos Braz, indicado por Romário. A saída da administração municipal enterraria qualquer possibilidade de acordo para apoiar o secretário municipal de Coordenação de Governo, Pedro Paulo, pré-candidato do PMDB, indicado por Eduardo Paes.

— Nas pesquisas, Crivella está alguns pontos à frente de Romário. A união dos dois dá uma candidatura imbatível . Na reunião ficou claro que não há nenhuma hipótese de acordo com o PMDB nem no primeiro nem no segundo turno. A não ser um acordo no segundo turno com outros partidos para derrotar o PMDB — reforçou Siqueira.

DOIS PRÉ-CANDIDATOS

Romário disse que a junção de duas forças políticas no Rio de Janeiro irá tornar o PSB “muito forte no estado”.

— Somos os dois pré-candidatos à prefeitura do Rio. Quem vai ser o candidato será decidido entre eu e o Crivella — disse o senador.

Ele disse que, depois do seu afastamento da direção estadual do PSB, recebeu convites e conversou com dirigentes de vários partidos, mas nunca pensou em sair do PSB.

— A vinda do Crivella é para que a gente tenha mais um senador. Por mais que eu tenha conversado com outros partidos que me convidaram depois que fui afastado da direção do PSB no Rio, achando que eu poderia ter ficado chateado e fosse sair, nunca tive intenção de sair — disse Romário.

Além de Crivella, Romário e Siqueira, participaram da reunião os senadores Antônio Carlos Valadares (SE) , Fernando Bezerra Coelho (PE) e João Capiberibe (AP), líder do PSB no Senado.

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Eric Guimarães

25 de fevereiro de 2016 às 14h48

Pezão e Paes deverão ficar preocupados com isso. Romário possui muita credibilidade e Crivella tem parte do voto dos cristãos protestantes (nem todos o apoiam por ser da Igreja Universal), tornando a candidatura algo concreto.

Para mim, diante do cenário perverso entre PT e PSDB (manipulação da opinião pública por moralistas sem moral) eles ganham com larga vantagem no 2o turno.

Responder

Deixe um comentário