Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Como maquiar a crise e manipular a opinião pública

Por Miguel do Rosário

07 de maio de 2016 : 14h56

Esqueçam as manchetes apocalípticas, os editoriais furibundos, as previsões catastróficas!

Quando a direita assume o poder, no Brasil ou na Argentina, a mídia transforma completamente a narrativa.

Agora sinalizam-se soluções, o governo encontra espaço para culpar a gestão anterior e se explicar, o tom das reportagens oferece esperança de que, mesmo com as coisas piorando, o mundo não vai acabar.

O governo argentino decretou aumentos incríveis nas tarifas públicas cobradas aos argentinos. Mesmo assim, está tudo muito bem.

É um preâmbulo do que vai acontecer no Brasil, até porque é exatamente o que aconteceu na era tucana.

A crise econômica passa a figurar como uma coisa normal, até mesmo necessária. A mesma coisa vale para o desemprego, a recessão, o aumento da pobreza.

Reproduzo a matéria do Globo, sobre o “tarifaço” na Argentina, para registro histórico.

***

No Globo.

Após tarifaço, argentinos são forçados a mudar hábitos de consumo

Para se adaptar, cidadãos formam grupos de compra, trocam escola e vendem roupas usadas

POR JANAÍNA FIGUEIREDO, CORRESPONDENTE 07/05/2016 6:00 / atualizado 07/05/2016 10:43

Compras conjuntas. Macarena Rawson criou clubes para economizar com as compras no atacado – Janaína Figueiredo / O Globo

BUENOS AIRES – O assunto se repete, diariamente, em conversas de café, na porta das escolas, nos escritórios e, principalmente, em reuniões sociais: como adaptar um orçamento cada vez mais limitado ao aumento, expressivo, do custo de vida na Argentina. Depois do tarifaço anunciado pelo governo Mauricio Macri em abril — o transporte público foi reajustado em 100% — este mês foi a vez dos combustíveis, que subiram 10%. No próximo mês de junho, já se sabe que a passagem do metrô portenho passará de 4,50 pesos (US$ 0,31) para 7,50 pesos (US$ 0,51). Macri disse recentemente entender “a dor e a raiva” dos argentinos, mas insiste em justificar um ajuste que já provocou queda de 2,3% no consumo das famílias nos primeiros quatro meses do ano, frente ao mesmo período do ano passado, de acordo com pesquisa da empresa de consultoria CCR.

— Entendo a dor e a raiva quando as pessoas veem os aumentos. Seria feliz se não tivesse que ter aplicado aumento algum, mas a economia estava à beira do colapso, deixaram (os governos Kirchner) o Banco Central sem reservas e o país isolado do mundo — declarou o chefe de Estado, tentando acalmar os ânimos de uma sociedade cada vez mais angustiada com o cenário econômico.

O tarifaço de abril representou um golpe duro no bolso dos argentinos. Em alguns casos, os reajustes das tarifas de energia elétrica e água chegaram a 300%. Isso, somado a uma inflação que atingiu cerca de 12% entre janeiro e abril, alimentada, principalmente, pela desvalorização de quase 40% do peso em dezembro passado, obrigou a maioria da população a modificar hábitos de consumo.

ABASTECENDO EM OUTRO PAÍS

A jornalista Macarena Rawson Paz criou 46 grupos na rede social Facebook, que ajudam mais de 200 mil pessoas, de todo o país, a conviver com a recessão e a inflação alta.

Um dos grupos, lançado por Macarena há menos de um mês, é o “Cheap 2 Cheap Go Market”, que já tem oito mil integrantes e organiza compras comunitárias em supermercados de atacado. Segundo a jornalista, separada e mãe de cinco filhos, “assim conseguimos poupar, em alguns casos, até 50%“:

PUBLICIDADE

— A situação econômica explica o sucesso dos grupos. Já estou preparando o “Cheap 2 Cheap Pool”, que vai ajudar as pessoas a economizar gasolina dividindo o carro, por exemplo, no caso dos que moram longe de Buenos Aires e trabalham na capital. Muitos apoiamos e votamos por este governo, sabendo que viria este ajuste. Hoje estamos, todos, vendo como nos acomodamos melhor.

O primeiro grupo começou com 400 membros, em março do ano passado, e hoje já tem 18 mil pessoas que todos os dias compram e vendem roupas e objetos usados, em bom estado, no momento em que renovar o armário nas lojas portenhas tornou-se praticamente inviável.

Algumas famílias argentinas foram obrigadas a adotar medidas mais drásticas, como mudar as crianças de escola, em alguns casos, até mesmo para escolas públicas (cuja qualidade de ensino piorou muito nas últimos décadas). Mas, em geral, os cortes no orçamento familiar são menos dolorosos e afetam mais consumos considerados de luxo, como restaurantes e hotéis. Neste setor, a queda do faturamento já atingiu 30%, desde o começo do ano.

— Estamos resistindo, com a melhor intenção de não começar com demissões — admitiu o presidente da Federação Empresárial de Hotelaria e Gastronomia, Roberto Brunello.

Filas de automóveis na Argentina cruzam a fronteira com o Paraguai e o Brasil para encher os tanques de combustíveis e aliviar a escalada inflacionária que agora afetou o preço da gasolina. O fenômeno é registrado nas províncias nordestinas da Argentina, Misiones, Formosa e Corrientes, que fazem fronteira com os vizinhos. Os consumidores conseguem o litro do combustível por um preço entre US$ 0,30 e US$ 0,50 mais baratos que nos fornecedores nacionais. A prática ainda não fez cair a venda de combustíveis no país, mas o consumo de eletricidade recuou 9,4% em março passado, confirmou a Fundação para o Desenvolvimento Elétrico.

INFLAÇÃO ESTIMADA EM 35% AO ANO

Em seu relatório, a CCR mostrou que o parcela dos chamados “consumidores racionais”, aqueles que pensam antes de fazer uma compra, aumentou de 42% para 51% entre 2015 e os primeiros meses deste ano.

— Desvalorização, ajuste e aumento de tarifas levam, inevitavelmente, à queda do consumo interno. O que estamos vivendo era esperado. No segundo semestre, os aumentos salariais que já estão sendo negociados impedirão que o consumo continue caindo, mas não vai subir — disse a economista Soledad Pérez Duhalde, da empresa de consultoria Abeceb, que projeta inflação entre 35% e 36% para este ano.

Um dos mais afetados pela retração da demanda interna são os supermercados. Muitos argentinos passaram a comprar marcas mais baratas e frequentar supermercados que vendem no atacado. Em março, as vendas caíram 8% em relação ao mesmo mês de 2015, prejudicando, principalmente, o consumo de bens duráveis e produtos de perfumaria. A demanda por alimentos e bebidas, de acordo com a Associação de Supermercados Unidos, também não caiu tanto.

Perguntado sobre a crise econômica em seu próprio país e ao clima de insatisfação crescendo pelo aumento da pobreza, da inflação e do desemprego, o presidente Mauricio Macri mostrou-se confiante, em sua primeira entrevista coletiva com correspondentes estrangeiros, realizada ontem:

— Estamos numa transição difícil, mas a estamos percorrendo mais juntos do que nunca. No segundo semestre a inflação vai cair drasticamente.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

48 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Roberto

12 de maio de 2016 às 21h45

no brasil tivemos números muito parecidos, Dilma caiu por eles!

Responder

Marivane

08 de maio de 2016 às 12h23

CONHECEMOS MUITO BEM ESTA FORMA DE GOVERNAR IRRESPONSÁVEL AQUI NO RS

Responder

    Diego Rodriguez

    08 de maio de 2016 às 12h33

    Se vc estiveh falando da divida do rs, isso se chama populismo, todo governo q entra queh agradar o povo, gastam dinheiro de forma irresponsavel pra se reeleger na proxima eleicao.. se um governador nao fizeh isso ele nao se reelege..

    Responder

Gustavo Ramos Mello

08 de maio de 2016 às 11h20

A pauta das pessoas precisando desesperadamente de oncologistas e seus aparelhos sucateados já sumiram dos jornais televisivos. Essa semana já apareceu funcionários lavando as mãos em alcool gel.

Responder

Vinicius Alonso

08 de maio de 2016 às 10h34

Mas é sei que sim!!! Um estado falido, sem dinheiro, sem investimento, o que fazer?? O autor esquece de mencionar por exemplo que em várias partes da Argentina existia falta de energia constantemente, com um serviço de péssima qualidade, o que impedia quaisquer empreendimento empresarial novo. E isso se mostrou em outras áreas. Mais uma coisa: se o modelo anterior era tão bom assim, porque da crise Argentina?? Porque do déficit público gigantesco, porque da inflação alta, do fechamento de empresas? ?? Por culpa da mídia golpista de lá? ????
O problema não são os impostos altos. É a qualidade do serviço. Eu não me importaria e pagar mais impostos se houvesse serviços de qualidade, mas na prática não se vê isso.

Responder

Zeka Zeka

08 de maio de 2016 às 08h23

Ah, ignorem os trolls robóticos com suas argumentações saídas da “imprensinha” nazifascista. Quanto mais respostas abaixo da panfletagem deles mais eles aparecem. IGNORE-OS ou comente em cima como comentário e não resposta.

Responder

Zeka Zeka

08 de maio de 2016 às 08h16

Nesse momento para acabar com a chance desses FASCISTAS NO PODER só o DEPUTADO WALDIR MARANHÃO! OLIGARCAS no poder: atraso científico, corrupção, descaso com a cultura e educação, além de fome, miséria e rapinagem do dinheiro público! DEPUTADO WALDIR MARANHÃO: ESTÁ EM SUAS MÃOS O FUTURO do seu estado e do Brasil! NÃO DEIXE QUE NOSSO BRASIL VOLTE A SER CAPITANIA HEREDITÁRIA. Enterre de vez esses mortos-vivos: SARNEYS, MAGALHÃES, NEVES e outras “famiglias” que insistem em nos assombrar!

Responder

marcelo batista

07 de maio de 2016 às 22h57

A arquiteta do golpe, denunciaria a sí própria? ilusão. o ruim é sabermos que o STF, também esta a serviço do golpe.

Golpe???????

ora veja : a oposição articulada, oposição politica, juridica, policial midiática e a massa de manobra. tiveram a competência que o governo não teve.

construiram a crise econômica, para dar apoio popular ao golpe? construíram ???

antes , no Site da globo e nos noticiários de cada 10 palavras 9 eram CRISE.

De repente , na iminência do governo Temer, parece que a crise acabou. plantaram o pessimismo, agora pregam o otimismo.

ja ouvi , de varios tucanos: que não importa como , nem quem, o importante era derrubar Dilma.

não existe outro nome; Golpe.

Responder

Diego Rodriguez

07 de maio de 2016 às 22h37

…………………..

Responder

Apolônio

07 de maio de 2016 às 21h00

Centenas de juristas já disseram que Dilma não praticou nenhum crime de responsabilidade, portanto o que está sendo feito é um golpe. O modus operandi é parecido com que aconteceu em Honduras e Paraguai. O instituto do impedimento não pode ser vulgarizado, derrubar um presidente nestas condições, sem embasamento concreto e jurídico é muito traumático para qualquer país. É só ver o que aconteceu nesses dois países e comparar com o agora. Impedimento tem duas vertentes, ele é político e jurídico ao mesmo tempo.

Responder

Jáder Barroso Neto

07 de maio de 2016 às 19h55

Legal a sugestão: temer de vestido e 1 espanador arrumando casa.

Responder

Carlus Antunes

07 de maio de 2016 às 19h18

Como a mídia golpista reagirá a partir do dia 12 ;
Mostrará todos os atores do processo golpista em sintonia das manchetes dos jornais para os telejornais mostrando os “crimes do governo do PT e seus cumplices ”
Exibirá, cidades abandonadas , empresários quebrados , pobres desempregados em desespero , culpando o Lula e o PT , esquecendo quem de fato quebrou centenas de pequenos e grandes empreiteiros . Exigiram cadeia para Lula, a cada dia, o triplex e o sitio não deu certo ? Vamos para o domínio do fato , e os marqueteiros editoriais farão a festa das versões fantasiosas.

Responder

Fora Corrupto

07 de maio de 2016 às 18h46

Vejamos o que vai sair na mídia a partir do dia 12 :
Noticias sobre os “ajustes ” necessários de forma positiva, aumento de impostos e corte nas despesas “irresponsáveis “criadas pelo governo anterior ( programas sociais)
Cidades abandonadas pela “incompetência ” do PT , esquecendo de quem realmente quebrou dezena de construtoras e acabou com milhões de empregos.
Entrevistas com donos de negócios quebrados e pobres desempregados , mostrando a “corrupção “do governo do PT .
Circo de horror, de todos os atores do processo em sintonia saindo das manchetes para os telejornais.

Responder

Diego Rodriguez

07 de maio de 2016 às 16h21

deputados e senadores sao o reflexo da sociedade.. se o impeachment ta avancando é pq o povo queh q a dilma saia

Responder

    Alexandre Moreira

    07 de maio de 2016 às 16h27

    O povo elegeu a Dilma, os deputados e senadores foram eleitos por votos de legenda. Se quer a opinião do povo a solução são novas eleições.

    Responder

      Diego Rodriguez

      07 de maio de 2016 às 16h31

      Ainda bem que Temer vai assumir pra tentah arrumar a casa!

      Responder

        Alexandre Moreira

        07 de maio de 2016 às 16h39

        A casa estava em ordem e por doze anos prosperou como nunca, e com certeza você de alguma forma usufruiu disso. Numa campanha traidora, a oposição, fazendo uso da lava jato, com a conivência da justiça e apoio da mídia, levaram o país a essa crise económica, com o único objetivo espúrio de tomar o poder.

        Não vai ter Temer não amigo, vai ter luta!

        Responder

          Diego Rodriguez

          07 de maio de 2016 às 16h54

          Pelo q assisto na globo, apenas o pt e pmdb, principalmente o pt, que usou dinheiro desviado da petrobras, a dilma cometeu um golpe eleitoral, maquiou as contas e desregulou a economia pra ganhar as eleicoes e permaneceh no poder.

          Alexandre Moreira

          07 de maio de 2016 às 17h17

          Desculpe amigo, mas ao assistir a globo você está tendo acesso a uma versão parcial dos fatos, totalmente tendenciosa em favor dos interesses dela própria e dos partidos da oposição PSDB/SEM. A globo é um ator importante deste golpe, ela tem o papel de criar uma linha narrativa, atravez da distorção e omissão dos fatos, que convença as pessoas dos argumentos de interesse dos seus apoiadores.

          Está sua iniciativa de procurar se informar em blogs como ocafezinho é muito salutar. Vai te propiciar ter acesso a outras versões e interpretações dos fatos e criar a sua própria opinião.
          Te sugiro também os blogs “conversaafiada” e “tijolaco”.

          Diego Rodriguez

          07 de maio de 2016 às 17h26

          esse caso das pedaladas é um assunto complexo.. Mas na duvida deve se condenar o acusado..

          Alem disso como tb o impeachment é um julgamento politico entao ja que a presidente esta impopular esse é mais um motivo pra afasta-la

          Lu

          07 de maio de 2016 às 18h31

          Na dúvida tem que condenar o acusado???????
          Em que século estamos vivendo mesmo?
          O presidencialismo virou parlamentarismo na cabeça desse cidadão!
          Estado Democrático de Direito manda abraços.

          Diego Rodriguez

          08 de maio de 2016 às 12h28

          O brazil é metade presidencialista metade parlamentarista, é so ver os votos na camara, se existe uma acusacao de base juridica os deputados deputados votam “sim” pela impopularidade, corrupcao, desemprego, recessao, dolar alto etc..

          João Luiz Brandão Costa

          07 de maio de 2016 às 18h45

          1.Já ouvistes fala na máxima que orienta qualquer corte de justiça – digna desse nome? “In dúbio pró réu”. 2. Se fosse assim, para que eleições. Teria de ter uma s cada presidente que ficasse impopular; Ora isso ocorre em quase todas as democracias. Obama já estaria deposto, junto com Hollande, Cameron, e mais duas dúzias de mandatários.
          Tem jeito não. O caso do moço é de deficiência é de encefálica…

          Alexandre Moreira

          07 de maio de 2016 às 18h48

          Diego pedalada é sim um caso complexo, porque é algo que não existe no mundo jurídico, é um inofensivo artifício contábil, que não gera nenhum prejuízo ao herario público, além do mais utilizado por todos os demais governadores e prefeitos do Brasil. O termo pedalada foi criado pela mídia para confundir as pessoas, criando uma sensação de irregularidade. Pedalada que na prática é um mero atraso no repasse de pagamento do tesouro à um Banco público não é um crime é apenas um artifício contábil punido com multa. Além do mais no caso específico tratado no pedido de impeachment da Dilma, este ato não foi praticado por ela, é sim pelo ministro da Fazenda, na época Joaquin Levi .
          Na nossa constituição impeachment de um presidente só pode ocorrer quando o mesmo comete um crime de responsabilidade. Pedalada fiscal não é crime, e o ato não foi praticado pela presidenta, então estamos diante de uma tentativa de golpe de estado. Golpe sim, é um crime previsto na nossa constituição.

          Diego Rodriguez

          07 de maio de 2016 às 20h14

          eu acho que a CUT patrocina esse blog, em todo post so se fala em golpe.. Tao chamando até o janot de golpista

          Alexandre Moreira

          07 de maio de 2016 às 21h48

          Que isso Daniel assim você ofende o Miguel do Rosário. Ele é um jornalista competente, e profissional, reconhecido no Brasil e internacionalmente. Repare a quantidade de publicações veiculadas em outros idiomas, são reportagens diretamente enviadas para outras conceituadas midias internacionais. Bem diferente da globo, que se vende por qualquer dinheiro e está metida nas maiores bandalheiras. Veja os recentes escândalos relacionados a compra de exclusividade de jogos em diversos campeonatos nacionais e internacionais.

          Só uma outra dica, a CUT é a maior central sindical da América Latina e representa cerca de 80% dos trabalhadores sindicalizados do Brasil. Sua estrutura de comunicação com os trabalhadores é feita através dos sindicatos e do seu próprio site, que por sinal é muito bom também. Você como trabalhador deveria consultar a CUT para saber os riscos que o impeachment representa para os seus interesses.

          Luiz Felipe Martins

          08 de maio de 2016 às 00h34

          conversaafiada e tijolaco? Só a nata hein?

          Lu

          07 de maio de 2016 às 18h29

          Gente, seres robotizados pela Rede Esgoto comentando no Cafezinho. Que piada.

          Diego Rodriguez

          07 de maio de 2016 às 20h04

          O que existe sao pessoas compradas pela peteiada com bolsa esmola..

          Temer que tb tem toda legitimidade de ser presidente vai fazer um governo melhor, confiamos nele

          João Luiz Brandão Costa

          07 de maio de 2016 às 18h35

          Não sei se rio ou se esculacho. Pô, caraca, que paquiderme! É inacreditável Baby, deixe seu bumbum na janela, que o Papai Noel vai passar no próximo natal e te dar de presente uma patinete (com o cabo bem grande)

          Robinson Pimentel

          08 de maio de 2016 às 11h45

          Bem feito pra você! Quem mandou se pautar por uma mídia manipuladora, cujos proprietários, os maiores sonegadores do Brasil, pensam em seus próprios interesses?

          Diego Rodriguez

          08 de maio de 2016 às 11h59

          Na verdade é o PT, principal beneficiario no esquema de corrupcao da petrobras, que busca desqualificar a midia, eles no desespero procuram atacar os veiculos de comunicacoes, eles estao usando vcs, estao colocando vcs contra a umprensa..

          Luiz Felipe Martins

          07 de maio de 2016 às 17h01

          Esse post foi um oferecimento de:

      Robinson Pimentel

      08 de maio de 2016 às 11h39

      Não, infelizmente isso é o reflexo da má votação do povo, que nunca deu importância em votar para senador e deputado! Quando chegam na fila para votação, já tem seu candidato a presidente, mas ainda não resolveu para os dois primeiros. Aí, dá uma olhada no chão (quem não sabe?), pega o primeiro santinho, daqueles esparramados por toda a rua e calçadas perto dos pontos de votação, ou se lembra daquele que teve mais dinheiro para propagandear-se pela região toda, e vota no meliante… sem uma análise apurada! E acontece isso que nós estamos vendo – o pior Congresso da História do Brasil!

      Responder

    Robinson Pimentel

    08 de maio de 2016 às 11h42

    Não, infelizmente isso é o reflexo da má votação do povo, que nunca deu importância em votar para senador e deputado! Quando chegam na fila para votação, já tem seu candidato a presidente, mas ainda não resolveu para os dois primeiros. Aí, dá uma olhada no chão (quem não sabe?), pega o primeiro santinho, daqueles esparramados por toda a rua e calçadas perto dos pontos de votação, ou se lembra daquele que teve mais dinheiro para propagandear-se pela região toda, e vota no meliante… sem uma análise apurada! E acontece isso que nós estamos vendo – o pior Congresso da História do Brasil!

    Responder

      Diego Rodriguez

      08 de maio de 2016 às 11h49

      isso é bom pq nas proximas eleiçoes a populaçao trouxa vai estar mais informada pra votar nos deputados e senadores.

      Responder

Alexandre Moreira

07 de maio de 2016 às 16h06

É impossível combater o descaramento dos deputados e senadores da oposição e também a parcialidade do judiciário. Nosso grande inimigo, aquele que encobre e tenta dar respaldo aos abusos inconstitucionais praticados por essa turma é a rede Globo. Nosso foco de combate tem que ser a globo, e não mais só no campo da denúncia e da censura, temos que literalmente destituir as instalações do inimigo.
.

Responder

    Marcelo Roludo

    07 de maio de 2016 às 16h16

    Vá lá, corno petista; tente destruir as instalações da emissora de maior audiência e a mais competente do país para ver o que acontece a você. A PM vai disparar balas de borracha e enfiar o cacetete no seu cu ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

      João Luiz Brandão Costa

      07 de maio de 2016 às 18h47

      Roludo, tu rolas com meu rolo? Plim.Plim

      Responder

        Marcelo Roludo

        07 de maio de 2016 às 19h50

        Não rolo com sua rola, mas certamente rola minha rola na sua boquinha ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

          André Schuwartz

          07 de maio de 2016 às 19h51

          Querida, tu adora uma rola! Só fala nisso! Deve ser um chupador dos bons! Rolado, o chupador!

          Marcelo Roludo

          08 de maio de 2016 às 07h40

          Adoro sim, mas a minha. Ao contrário de v ocê, boqueteiro petista, que adora a rola alheia ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      André Schuwartz

      07 de maio de 2016 às 19h05

      Poxa, agora bolsonetes estão lendo o cafezinho? Vai vestir o capuz da Klan e matar pobres e negros é? Esses fascistas…

      Responder

        Marcelo Roludo

        07 de maio de 2016 às 19h09

        Caro boqueteiro petista, nós , bolsonetes, assim como vocês , as Wyllyzetes, adoramos vir aqui ao cafezinho, mas só para botar no rabo dos petistas ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

          André Schuwartz

          07 de maio de 2016 às 19h46

          Tá bom cara bolsonete, você venceu querida.

          Marcelo Roludo

          07 de maio de 2016 às 19h48

          Numa foda , onde eu entro com a rola e você entra com o cu e a boca , não há vencedores nem perdedores !

          André Schuwartz

          07 de maio de 2016 às 19h49

          Querida, isso é um convite bichona?

          Marcelo Roludo

          08 de maio de 2016 às 07h41

          Não se assanhe , não fique com a boca salivando com a imagem mental da minha rola. Isso não é um convite . Cu de petista suja muito o pau de merda ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina