Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Teori, novo Herodes, manda servir cabeça de Lula a Sergio Moro

Por Miguel do Rosário

14 de junho de 2016 : 01h46

A decisão de Teori Zavaski de entregar Lula em mãos de Sergio Moro, o carrasco da torre de Londres, tem uma ressonância bíblica.

Quero acreditar que Teori entende que Lula é uma liderança popular reconhecida aqui e lá fora, e que, portanto, o tenha feito de má vontade, “entristecido”, assim como Herodes ao ouvir Salomé pedindo a cabeça de João Batista.

Teori já se expressou acidamente sobre os métodos usados por Sergio Moro. Numa decisão sobre habeas corpus na Lava Jato, adjetivou o método de usar a prisão preventiva para extorquir delações, procedimento corriqueiro usado por Moro, de “medievalesco“.

Hoje, Teori voltou a pegar pesado com Sergio Moro, ao chamar o vazamento do áudio de Lula e Dilma de procedimento “ilegal”.

Entretanto, mesmo diante do crime de Sergio Moro, o que faz Herodes, digo, Teori?

Herodes não jurou atender a qualquer pedido de Salomé, mesmo que ela pedisse metade de seu reino?

Pois então: Salomé, a musa do golpe, pediu a cabeça de Lula.

O comportamento dos poderosos é sempre o mesmo.

Sergio Moro, em nossa paródia bíblica, seria a rancorosa Herodíades, mãe de Salomé? Foi ela, Herodíades, quem sugeriu à Salomé pedir ao rei a cabeça de João Batista.

Quando a cabeça de João Batista chega, trazida por um escravo, que a segura numa bandeja, Salomé a entrega à mãe.

A reportagem da Folha de São Paulo que descreve a decisão de Teori está repleta de pegadinhas golpistas.

ScreenHunter_160 Jun. 14 00.44

O primeiro parágrafo revela como a Lava Jato virou um monstro descontrolado. Investigar Dilma, Lula, Cardozo, Mercadante por “obstrução da justiça”? Como é que é?

O que é “justiça”? É um conceito sobre o qual os procuradores e Sergio Moro têm monopólio?

Eu acho que a “obstrução da justiça” foi feita por esses procuradores, e eles é que deveriam ser investigados!

Junto com Sergio Moro, esses procuradores fazem todo o tipo de loucura, querem prender todo mundo, quebram nossas maiores empresas de engenharia, quebram nossa indústria de navegação, quebram a indústria de petróleo, conduzem coercitivamente (babaquice autoritária) o presidente Lula, o ministro Mantega, o jornalista Breno Altman, instalam o caos no país, grampeiam metade do Brasil, incluindo ministros do supremo, o ex-presidente, a presidenta, sequestram os emails do instituto Lula, quebram o sigilo telefônico do PT, vazam, vazam, vazam, como se não houvesse amanhã, e aí quando alguém fala que é preciso discutir esses métodos, eles criminalizam a pessoa dizendo que ela quer “impedir” as investigações?

“Herodes respeitava João”, e “entristeceu-se” com o pedido de Salomé; “todavia, por causa dos convivas, não quis recusar”.

Pois é, Teori sabe que Sergio Moro é “medievalesco”, sabe que os vazamentos dos áudios de Lula foram criminosos, mas quem pode recusar um pedido de Salomé, após a promessa feita diante de toda a opinião pública?

O golpe precisa seguir adiante. O roteiro precisa ser seguido ao pé da letra: e nele está escrito que Lula precisa ser preso, ou pelo menos neutralizado, porque de nada adianta derrubar Dilma se Lula continuar por aí, sendo uma liderança importante, articulando.

A gente pensa: com que base proibiram Lula de ser ministro? A tese da “obstrução de justiça” não cola porque Michel Temer nomeou sete ministros indiciados e não aconteceu nada: Sergio Moro não vazou nenhum áudio comprometedor desses ministros. Quer dizer, vazou sim, mais tarde, os áudios de Sergio Machado, aquelas pegadinhas armadas pela Lava Jato para pegar Renan, Sarney e Jucá, e mantê-los obedientes às diretrizes de quem manda à vera no golpe: Globo, USA, bancos e rentistas.

Hoje, ainda descobrimos, através do olhar atento do Marcelo Auler, que os vazamentos de uma delação que ainda nem ocorreu, a do Leo Pinheiro, contra Marina Silva, foram feitos pelos próprios procuradores da Lava Jato.

Aliás, a entrada de Marina Silva neste circo mostra como ele se pretende espetacular e completo.

Desde o início tem sido assim: os procuradores vazam a simples troca de ideias deles com os réus, para criar o clima de fait accumpli e usar a mídia como pressão contra eles, além, é claro, de manter a Lava Jato nas manchetes.

Os dois últimos parágrafos da reportagem da Folha, no trecho reproduzido acima, são pegadinhas do próprio jornal, que também é um agente importante no que já ficou bem claro ser uma grande conspiração  – relativamente bem sucedida até aqui – para derrubar a presidenta Dilma. As expressões “Há ainda outros elementos”, “segundo alguns juristas”, não escondem a marca do golpismo barato de uma imprensa marrom.

Essa história do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para “libertar empreiteiro” é narrativa do golpe em estado puro. O ministro em questão é Navarro Dantas, um dos melhores ministros do STJ, o único ali não comprometido com o golpe, crítico aos arbítrios e excessos da Lava Jato.

Foi nomeado de maneira republicana pela presidenta Dilma para tentar assegurar a ordem jurídica no país. Infelizmente, chegou tarde. Dilma, seguindo o exemplo de Lula, já tinha abarrotado o STJ e o STF de golpistas.

Por algum tipo de estupidez cósmica, o PT indicou para as cortes superiores um monte de juízes profundamente antipetistas, ultraconservadores e golpistas.

Não se dá um golpe, afinal, sem ajuda do próprio governo o qual se quer golpear. Ao manter Cardozo como ministro da Justiça, Dilma ajudou a costurar o golpe. Por que? Ora, porque Cardozo só dava entrevista à TV Veja e não construiu uma maldita estratégia para rebater a narrativa golpista que vinha se avolumando desde o governo Lula.

Mas isso é História, com H maiúsculo. Quem quiser fatos explicadinhos, racionais, óbvios, do tipo: “PT indicou ministros então eles não podem ir contra o PT”, então deve continuar tentando entender a política através de notícias de jornal. Quem estuda história em livros sabe que ela é essencialmente contraditória. Pinochet era ministro do governo Allende – e indicado por Allende.

As batalhas políticas são vencidas por aqueles que melhor sabem explorar as contradições do adversário.

O PT ganhou várias batalhas com essa estratégia, mas perdeu uma das maiores de todas, que foi o golpe.

Por outro lado, a vitória golpista é tão cheia de contradições, possui tantas reverberações negativas – para os próprios golpistas -, que nem sei se podemos chamá-la de vitória.

Que espécie de vitória é esta, de Michel Temer, que ninguém comemora, e após a qual o governante que acaba de tomar posse precisa viver em estado de isolamento absoluto, por medo de escrachos públicos?

A historia se repete com uma constância quase previsível. Os donos do poder conspiram para derrubar lideranças populares. Prendem, cortam suas cabeças, esquartejam, enforcam, crucificam.

É sempre a mesma coisa.

O lado irônico é que eles nunca percebem que, ao agir assim, cegos por seu ódio político, eles dão o retoque final, heroico, mítico, à lenda das lideranças do povo.

Um heroi popular é, invariavelmente, perseguido, caluniado, preso e morto pelas elites que ele ousou desafiar. Ou, no caso de Lula, pelas elites com as quais ele ousou dialogar de maneira civilizada, tentando convencê-las a – em nome da estabilidade – ajudar o país a pagar a dívida social com o povo.

Lula tentou esse diálogo. Deu certo por um tempo, mas o preço, pelo visto, foi altíssimo: arriscou e comprometeu seu bem estar, sua liberdade, até mesmo sua segurança física, e de seus familiares, hoje todos ameaçados por um juiz midiático a serviço do golpe.

***

Uma notícia boa, pelo menos: lembram daqueles quatro juízes do Rio de Janeiro, que estavam sendo alvo de um processo no Tribunal de Justiça do estado, por terem participado de uma manifestação antigolpe? O processo foi arquivado, graças ao Bom Senhor. Essas pequenas derrotas do golpe ainda não perfazem uma luz no fim do túnel, mas talvez possamos compará-las a vagalumes na escuridão.

 

A ilustração que abre o post é uma pintura de Caravaggio. É de 1607 e está exposta no National Gallery, em Londres.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

44 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jst

26 de junho de 2016 às 11h47

Este é o mais golpista de todos. Manteve o Cunha livre até aprovasse o impeachment na câmara e agora entrega o Lula ao traidor lesa pátria Sergio FDP Moro.

Responder

    Terrificus Papaculus

    31 de julho de 2016 às 12h37

    Quando protege lula vcs não abrem a boca…

    Responder

Esmael

15 de junho de 2016 às 10h29

Miguel do Rosário, suas avaliações são ótimas, mas devemos lembrar que o Ministro Teori Zavasky tirou as mãos de gilmar mendes de Lula e de Dilma Rousseff, que ele fatalmente utilizaria para suas maldades e ataques midiáticos.
Importante é notar que este anulação destas provas tira o Lula das mãos de gilmar mendes que suspendeu a nomeação de Lula como ministro baseado nestas gravações, veja as afirmações do gm sobre isso na época: o ministro do Supremo também afirmou que a conversa entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva interceptada pela Operação Lava Jato pode caracterizar crime de responsabilidade, o que poderia embasar um processo de impeachment.
“Se houver avaliação de que se trata de medida para descredenciar a Justiça, obstrução de Justiça certamente está nos tipos de crime de responsabilidade. Pode ter outros dispositivos aplicáveis da legislação penal”, afirmou Mendes.A não supressão, destes dialogos obtidos ilegalmente, como prova, daria a gm a possibilidade de interpretar como quisesse e fazer o joguinho sujo e midiático e sobre esta possibilidade Teori Zavaski decidiu no mérito e escreveu em sua sentença:
13. Cumpre deixar registrado que o reconhecimento, que aqui se faz, de nulidade da prova colhida indevidamente deve ter seu âmbito compreendido nos seus devidos limites: refere-se apenas às escutas telefônicas captadas após a decisão que determinou o encerramento da interceptação. Não se está fazendo juízo de valor, nem positivo e nem negativo, sobre o restante do conteúdo interceptado, pois isso
extrapolaria o objeto próprio da presente reclamação. Portanto, nada
impede que qualquer interessado, pela via processual adequada, conteste a higidez da referida prova.

15. Ante o exposto, na linha dos fundamentos adotados para deferir a medida liminar, julgo parcialmente procedente a reclamação, para: (a) reconhecer a violação de competência do Supremo Tribunal Federal e cassar as decisões proferidas pelo juízo da 13ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Curitiba em 16.3.2016 (evento 135) e 17.3.2016 (evento 140), nos autos do “Pedido de Quebra de Sigilo de Dados e/ou Telefônicos 5006205-98.2016.4.04.7000/PR”, que determinaram o levantamento do conteúdo de conversas lá interceptadas; e (b) reconhecer a nulidade do conteúdo de conversas colhidas após a determinação judicial de interrupção das interceptações telefônicas.
Estas duas partes brecam as chicanas que Janot e GM fizeram para costurar um falso processo criminal, há que se reconhecer que o garantismo de Teori nesta sentença, foi muito bem elaborada, nesta reclamação ele se ateve ao que foi pedido e foi minucioso e extremamente claro. Não sou defensor de Teori, mas neste caso ele foi feliz e limpou a área e mais, deixou um aviso forte ao juízo da 3ª Vara Federal de Curitiba, vocês estão na mira, enfim Miguel do Rosário, neste caso espero, piamente, que você esteja equivocado. Em Tempo Quem articulou a queda do Cunha foi o Golpista, na reunião entre Padilha, Marcos Correa e Eron.

Responder

Elaine Siepierski

14 de junho de 2016 às 17h43

Para quem acha que é mentira sobre a ameaça à familia do Teori está aqui a fonte. http://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/pronto-falei-francisco-zavascki/

Responder

Pedro Paulo Dionizio

14 de junho de 2016 às 14h49

Caros compatriotas, colegas de comentário deste excelente site. Não sou formado em direito, sou técnico de refrigeração na ativa. Por se tratar de um assunto de extrema importância para o Brasil, não poderia deixar de tentar ajudar com a minha opinião. Até agora
participaram, o próprio autor do texto, Miguel do Rosário, que eu não poderia deixar de dar os parabéns, por suas colocações claras e diretas. Os outros participantes são: rogeriobezerra, Alexandre Moreira, Elaine Siepierski, cachorroescroto, Vinicius Porto da Silva.
O comportamento de Dilma, Lula e do PT, poderia ser resumido assim: “quem nunca comeu melado se lambuza”, no bom sentido é claro, falta de costume. Eu votei neles e vou continuar votando neles enquanto for possível. A História é contraditória mas precisamos definir de que lado estamos. Não se trata mais de uma questão de Justiça, mas de uma questão de política. Se ficarmos perdendo tempo em saber quem está certo, quem está errado, aqueles que ajudaram a produzir toda está situação, vão ficar rindo da nossa cara. A depender daqueles juízes, estamos perdidos. Vamos perder, não só o nosso petróleo, mas o CENPS também. Porém o pior de tudo, vamos perder a nossa dignidade. O que precisamos, é brigarmos menos entre nós e nos organizarmos mais contra os traidores entreguistas e assaltantes do Brasil. Devemos evitar o pensamento derrotista, de que eles vão fazer isto, que eles vão fazer aquilo, que não tem mais jeito. Quando Moro tentou a prisão
coercitiva de Lula, houve uma reação e ele não foi preso. Esta proteção terá que ser maior agora, porque eles vão vir sem o japonês, e aqueles que saíram às ruas a favor do GOLPE já estão se
escondendo envergonhados. Agora no entanto os meganhas virão com mais armas, não para prender o Lula, mas para impedir que o protejam. Lula pode não ter foro privilegiado mas tem POVO privilegiado.

Responder

    Elaine Siepierski

    14 de junho de 2016 às 16h41

    Também concordo. Não vim aqui pra brigar, apenas dei minha opinião, mas sempre aparece alguém pra destilar ódio sem motivo. Estamos todos no mesmo barco, mas é dificil as pessoas entenderem isso.

    Responder

    Talita Cipriano

    14 de junho de 2016 às 21h35

    Achei perfeita sua colocação Pedro! Penso bem como vc

    Responder

Antonio Passos

14 de junho de 2016 às 13h39

Esse aí só é juiz na Teoria, na prática é um GOLPISTA SEM VERGONHA.

Responder

    Pedro Paulo Dionizio

    14 de junho de 2016 às 15h14

    Gostei do trocadilho Teoria Teori !

    Responder

rogeriobezerra

14 de junho de 2016 às 11h53

Já ouvi gente dizer: ” Ralei anos e anos estudando prá me formar e é o Lula quem é aplaudido?” .O que dizer para um dotô formadu desses? Sentem uma brutal inveja de Lula.

Responder

    Antonio Passos

    14 de junho de 2016 às 13h38

    É exatamente assim que penso. A verdadeira razão do ódio a LULA é INVEJA, DESPEITO.

    Responder

Alexandre Moreira

14 de junho de 2016 às 09h39

Os personagens ainda são os mesmos, até mesmo a turba enfurecida está presente.

Responder

Edinah

14 de junho de 2016 às 10h00

A cada dia que passa, vemos a justiça descer pelo ralo. Não defendo corruptos,mas sabemos q longe dos nossos olhos e vontade, a justiça n cumpre o seu papel.Há um teatro armado, um golpe já foi realizado. Não dá pra brincar de apoiar “ditos certos justiceiros”, PESSOAS q tem um pouco de discernimento e aqui n falo em pessoas inteligentes, percebem que há um congresso na sua maioria citados em corrupção, um áudio vazou dizendo pq tirar Dilma, O STF foi citado e calou-se. Lamentável.

Responder

zé da inércia

14 de junho de 2016 às 08h07

Quanta choradeira pela alma mais honesta do mundo! Aposto que ele está se borrando todo nesse momento. E tá frio em Curitiba! É melhor deixar a mala pronta!

Responder

    migueldorosario

    14 de junho de 2016 às 08h49

    Ah, esqueci de citar os zé-povinho, os pobre-diabos de sempre que fazem o jogo dos fariseus.

    Responder

      zé da inércia

      14 de junho de 2016 às 09h35

      Pode citar também os tontos que apoiam ladrões que não estão nem aí para eles…só na vida boa do sítio.

      Responder

        Alexandre Moreira

        14 de junho de 2016 às 10h03

        Voce tem um campo muito mais fértil para as suas críticas se focar no Governo Temer/Cunha, nas arbitrariedades cometidas pela justiça, na interferência parcial da mídia, na atitude fisiológica do congresso. Faça justiça ao seu senso de justiça.

        Responder

          zé da inércia

          14 de junho de 2016 às 10h20

          Se depender da minha justiça eles podem ser presos na mesma cela que Dilma e Lula. São todos corruptos imprestáveis e merecem pagar pelos crimes cometidos. Você concorda?

          Alexandre Moreira

          14 de junho de 2016 às 10h29

          Amigo a justiça não é propriedade de ninguém, ao contrário ela deve ser imparcial. A sua vontade de criminalizar e punir as pessoas não fazem delas criminosas. Para se condenar alguém é preciso antes comprovar seus delitos e submete-lo a um processo dentro dos trâmites legais. Fora disso não se está praticando justiça e sim justiçamento. Um dia a vítima pode ser você.

        Janio Fontanella

        14 de junho de 2016 às 10h30

        Finalmente a Lava Jato esta conseguindo seguir sem interferências. Uma pena que existe um STF aparelhado pelos bolivarianos. Mas não vamos virar uma Venezuela. Graças a Deus, o pesadelo esta acabando.

        Responder

          migueldorosario

          14 de junho de 2016 às 10h59

          “bolivarianos”. os americanos espionando tudo aqui, orientando tudo, a beira de comprar barato as maiores reservas de pré-sal do mundo, quebrando nossas grandes empresas, e os coxinhas com medo dos ‘bolivarianos’

    Alexandre Moreira

    14 de junho de 2016 às 09h34

    Podia ter ficado sem essa.

    Responder

      zé da inércia

      14 de junho de 2016 às 09h40

      Eu não perco a chance de criticar um ladrão… acho que é o dever dos honestos.

      Responder

        Alexandre Moreira

        14 de junho de 2016 às 09h46

        Vindo de um ser não identificado o conceito de “ladrão” e “honesto” se torna apenas um jogo de palavras.

        Responder

          zé da inércia

          14 de junho de 2016 às 10h07

          Vindo de alguém que acha que o Lula não roubou o conceito de ladrão e honesto torna-se bastante vago.

          Alexandre Moreira

          14 de junho de 2016 às 10h19

          Para se imputar um crime à alguem é necessário produzir provas do delito e submeter o acusado a um processo dentro das regras legais. A sua mera vontade de criminalizar e condenar as pessoas não é o suficiente para fazer delas criminosas. Ainda bem que é assim porque você também estará protegido por estas mesmas regras.

          Janio Fontanella

          14 de junho de 2016 às 10h28

          Meu Deusssss, mais provas do que já existem???? Inclusive o Ministro comprado com nosso dinheiro se encarregou de retirar uma das provas, ou seja, você pode roubar, obstruir a justiça, mas se a prova não tiver autorização judicial, nada aconteceu. Uma verdadeira piada de Pais de terceiro mundo, rumo ao caos após o desgoverno petista. O molusco já deveria estar atras das grades, esta fazendo hora extra aqui fora. Lugar de bandido é na cadeia.

          Alexandre Moreira

          14 de junho de 2016 às 10h49

          Você deve estar falando da gravação ilegal entre Lula e Dilma (ilegal por se tratar de pessoa com foro privilegiado), realizada fora do horário legal e autorizada ilegalmente por um juiz de primeira instância. Eu pergunto, você como um bom legalista, que evidentemente o é, aceitaria uma prova ilegal, obtida ilegalmente em um processo?
          Além do mais o juízo de valor que você faz do conteúdo das gravações é altamente questionável, na minha opinião não houve intenção da presidenta de proteger o Lula, nem dele de ser protegido. A prova disso é que o documento de posse foi encaminhado à ele sem a assinatura da presidenta, portanto sem nenhum valor.
          Você está se baseando somente nas suas vontades e gostos pessoais para julgar e condenar as pessoas, ou então está creditando toda a veracidade do mundo à determinadas fontes de informação.

          Janio Fontanella

          14 de junho de 2016 às 11h00

          Meu amigo, não tem essa de prova legal ou ilegal, são provas, são evidencias do que uma quadrilha pode fazer. Então você quer dizer que posso roubar, estuprar, matar se estiver sendo investigado, porém se não tiver autorização da Justiça e houver provas como filmagem, audíos, etc, não pode servir como prova, ou seja, terei que ser inocentado, afinal, ninguém viu que matei, estuprei, roubei. As provas apresentadas não tem validade. É assim que deve funcionar???? Por isso o EUA são o que são, um Pais onde as coisas funcionam, assim como a maioria dos Países de primeiro mundo. Pobre Brasil,, refém de Leis absurdas. Mas Graças a Deus o povo vai mudar esta história, porque partidos de esquerda apenas na oposição, fazendo a arruaça necessária para uma Democracia de verdade. Mais uma pergunta a você, você esta acompanhando a Venezuela??? Nós estávamos no mesmo caminho.

          Miguel do Rosário

          20 de junho de 2016 às 15h43

          Venezuela não tem nada a ver com o Brasil. Economias diferentes e políticas diversas.

          Cassio Luiz Oliveira Oliveira

          21 de junho de 2016 às 23h29

          Então se o Lula confessasse o assassinato do Celso Daniel por ex 2 minutos após a ordem de paralisação da escuta…o assassino não poderia ser preso ???? Militonto

          Alexandre Moreira

          22 de junho de 2016 às 01h14

          Tem certeza que foi você mesmo que formulou essa pergunta? Não teria sido seu filhinho de 5 anos?

          Cassio Luiz Oliveira Oliveira

          23 de junho de 2016 às 23h56

          acho que foi a sua irma enquanto me fazia um carinho,,vai ver ela perdeu a concentração..

Elaine Siepierski

14 de junho de 2016 às 02h05

Não coloco minha mão no fogo, mas há duas semanas o filho do Teori denunciou que a familia estava sendo ameaçada de morte. Diante de um golpe com o dedo dos EUA a gente pode esperar tudo. A maçonaria está no comando, não tem nada de teoria da conspiração, tá mais que na cara, é só pesquisar. Enquanto não prenderem o Lula e tirarem a Dilma os EUA não vão sossegar.

Responder

    zé da inércia

    14 de junho de 2016 às 08h08

    A maçonaria, os reptilianos, a CIA e meia duzia de cabeças de bagre como voce!

    Responder

      Vinicius Porto da Silva

      14 de junho de 2016 às 08h49

      Voce é muito babaca, de onde voce saiu?

      Responder

        zé da inércia

        14 de junho de 2016 às 09h35

        Não sei de onde saí mas vou criar uma teoria da conspiração envolvendo maçonaria, PIG, reptilianos, CIA e Rockfeller para explicar minhas origens. Como os idiotas preferem acreditar em teorias da conspiração, talvez eles gostem da minha….

        Responder

      naldo

      14 de junho de 2016 às 10h00

      Deve ser mais um que bate bumbo as sextas feiras, mais um lavabunda de estadunidense.

      Responder

      Janio Fontanella

      14 de junho de 2016 às 10h31

      KKKKKKKK Cara, isto não é partido politico. É uma seita. kkkk

      Responder

    cachorro escroto

    14 de junho de 2016 às 10h19

    Perfeito comentário.

    Responder

    Pedro Paulo Dionizio

    14 de junho de 2016 às 13h53

    Elaine pode me passar a fonte de informação sobre a ameaça de à família do Teori? E onde a maçonaria entra nesta história?

    Responder

      Elaine Siepierski

      14 de junho de 2016 às 15h28

      http://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/pronto-falei-francisco-zavascki/ Sobre a maçonaria não é nenhum segredo, besta é quem acredita que isso é teoria da conspiração, uma coisa tão escrachada. Eu não vou colar aqui as milhares de fontes falando sobre isso porque são muuuuuuuuuuitas, existem fotos e mais fotos das reuniões dos politicos maçons de grau acima de 30 que estão no comando desse golpe. O Aécio, Temer, FHC, Malafaia, Edir Macedo, Alckimin, entre centenas de outros políticos de direita, fora os maçons de dentro da própria polícia federal que opera a lava jato. Existem inúmeras matérias na internet que falam sobre isso, mas não sei se conseguem acreditar quando a fonte não vem da mídia corporativa. Não vou falar mal da maçonaria, pois o que os maçons fazem fora das reuniões é o que conta. Um maçom ajuda o outro.

      Responder

      Elaine Siepierski

      14 de junho de 2016 às 15h33

      http://politica.estadao.com.br… Sobre a maçonaria não é nenhum segredo, besta é quem acredita que isso é teoria da conspiração, uma coisa tão escrachada. Eu não vou colar aqui as milhares de fontes falando sobre isso porque são muuuuuuuuuuitas, existem fotos e mais fotos das reuniões dos politicos maçons de grau acima de 30 que estão no comando desse golpe. O Aécio, Temer, FHC, Malafaia, Edir Macedo, Alckimin, entre centenas de outros políticos de direita, fora os maçons de dentro da própria polícia federal que opera a lava jato. Existem inúmeras matérias na internet que falam sobre isso, mas não sei se conseguem acreditar quando a fonte não vem da mídia corporativa. Não vou falar mal da maçonaria, pois o que os maçons fazem fora das reuniões é o que conta. Um maçom ajuda o outro.

      Responder

Deixe um comentário