Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Brasília- DF 09-08-2016 Planário do senado durante discurssão do relatório do senador Antonio Anastasia. Presidente do STF, Ricardo Lewandowisck preside a sessão. Foto Lula Marques/Agência PT2016 Foto Lula Marques/Agência PT

PT recorre à OEA para barrar golpe de Estado

Por Redação

10 de agosto de 2016 : 11h42

Parlamentares vão à OEA para barrar o golpe contra Dilma

Juntamente com juristas brasileiros e argentinos, deputados petistas e senador do PDT apresentaram uma petição na Comissão de Direitos Humanos da OEA

na Agência PT

Os deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Paulo Teixeira ( PT-SP) e Wadih Damous (PT-RJ) e o senador Telmário Mota  (PDT-RR), ao lado de um time de juristas do Brasil e da Argentina, protocolaram, nesta quarta-feira (10), uma denúncia na Comissão Interamericana de Direitos Humanosligada à Organização dos Estados Americanos. O intuito da iniciativa é tentar suspender o golpe contra a presidenta eleita Dilma Rousseff.

Para Pimenta, o processo de impeachment feriu diversos protocolos internacionais em que o Brasil é signatário. A presidenta Dilma assina o documento na condição de vítima.

“A petição que apresentamos aponta um conjunto de questões que foram identificadas na tramitação do impeachment na Câmara, no Senado e no Supremo Tribunal Federal que estão em desacordo com protocolos internacionais firmados pelo Brasil”, explica.

Na representação, os parlamentares pedem uma medida cautelar para que a tentativa de golpe seja suspensa até que os organismos internacionais se pronunciem oficialmente sobre o caso.

“Nós vamos brigar em todas as esferas, sejam elas parlamentares, judiciais, na rua ou no exterior, para denunciar esse golpe. Para o País ter a sua normalidade democrática restabelecida e que o direito da população seja respeitado. Esse direito se expressou com mais de 54 milhões de votos”, completa o deputado.

As Olimpíadas do Rio de Janeiro, segundo o parlamentar pelo PT do Rio Grande do Sul, é um ótimo momento para denunciar a quebra da ordem democrática no País.

De acordo com Teixeira, um dos outros signatários, é fundamental lutar contra o golpe, pois houve irregularidades em uma série de procedimentos do processo de impeachment.

“Não há nenhum crime praticado pela presidenta da República, ela não respondeu a nenhum processo penal”, afirma.

Ele lembrou que o pré-candidato à presidência nos Estados Unidos pelo Partido Democrata, Bernie Sanders, se posicionou contra o impeachment e pediu novas eleições no Brasil.
“Esse golpe tem que ser denunciado no plano internacional. Hoje mesmo, o Sanders pediu que tivesse novas eleições no Brasil e denunciou o golpe (…) Nós queremos que no âmbito internacional seja conhecida a situação de ruptura  democrática existente no Brasil”.

Leia a petição em espanhol e a petição em inglês.

PT denuncia golpe na OEAOs deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadih Damous (PT-RJ), juntamente com o senador Telmário Mota (PDT-RR) e um time de juristas do Brasil e da Argentina, protocolaram, nesta quarta-feira (10), uma denúncia junto à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos contra o golpe em curso que pretende arrancar o mandato da presidenta Dilma Rousseff e solapar a democracia brasileira.A denúncia será apresentados em seus pormenores durante coletiva de imprensa por volta das 11h de hoje, no Salão Verde da Câmara dos Deputados. A coletiva terá transmissão AO VIVO da nossa página aqui no Facebook.ACOMPANHE!

Publicado por PT na Câmara em Terça-feira, 9 de agosto de 2016

 

PT denuncia golpe na OEA

Os deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadih Damous (PT-RJ), juntamente com o senador Telmário Mota (PDT-RR) e um time de juristas do Brasil e da Argentina, protocolaram, nesta quarta-feira (10), uma denúncia junto à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos contra o golpe em curso que pretende arrancar o mandato da presidenta Dilma Rousseff e solapar a democracia brasileira.

A denúncia será apresentados em seus pormenores durante coletiva de imprensa por volta das 11h de hoje, no Salão Verde da Câmara dos Deputados. A coletiva terá transmissão AO VIVO da nossa página aqui no Facebook.

ACOMPANHE!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcvs Antonivs

10 de agosto de 2016 às 18h02

Rindo. Rindo muito. Desde que começou essa lambança o PT recorreu ao Papa, à ONU, às forças celestiais como se isso fosse deter a direita golpista. Tão ingênuo foi o PT que o golpe foi leve, suave, elegante como nunca aconteceu nesse país. Aliás temos que dar crédito à Direita viu!! Sua longa experiência em golpes sanquinários a capacitou a promover um golpe limpo e cheiroso, com a prestimosa colaboração de um inerte PT que queria apenas, coitado, justiça!!! Rindo, rindo mais ainda!!!!! Gritaram, esbravejaram nas midias sociais. “Não vai ter golpe, vai ter luta” diziamos todos nós! “Vai correr sangue” gritaram outros. “Vai haver resistência” diziam o MST e a CUT…Cadê??? Rindo o dobro agora. E ainda por cima tivemos que amargar a lição de como se resiste a um golpe que a Turquia nos deu a poucos dias atrás…Chorando, chorando muito…

Responder

Dilma Coelho

10 de agosto de 2016 às 15h36

É possível que alguém acredite nesse judiciário? Que vergonha!!! Não tem um que valha alguma coisa.Houve um tempo que cheguei a acreditar no lewandowski e agora nem ele.
Desejo que nossos representantes da esquerda tenham sorte.
Um grande e carinhoso abraço aos s deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadih Damous (PT-RJ). Eles me representam.

Responder

Flavio Wittlin

10 de agosto de 2016 às 16h13

A foto que ilustra o artigo é um plágio incrível de um visionário holandês – outro a ter sua obra apropriada, como aconteceu com a do pato da FIESP -, que viveu há mais de 500 anos!

Responder

Antonio Passos

10 de agosto de 2016 às 13h16

É patético lembrar que, há seis meses atrás, este mesmo governo dizia: “a justiça é para todos”. A pergunta que cabe aqui é: a QUEM o governo e seu ministro da justiça queriam enganar, quando diziam uma asneira dessas depois de tantas irregularidades ? Sim, porque é impossível que Dilma e o Zé acreditassem realmente, que nossa justiça estava sendo “para todos”. Então para que a farsa, a que serviu ? A história talvez responda.

Responder

Victor Silva

10 de agosto de 2016 às 12h19

Será que vai dar em alguma coisa!? Os EUA mandam na OEA e eles estão por trás do golpe, principalmente a administração Obama… Para mim o mais importante para o Brasil será a eleição para Presidente Dos EUA, pois se Hillary for eleita nós o Brasil e a AL estamos ferrados… Agora se for o Trump talvez tenhamos mais paz, pois ele parece que vai deixar o mundo em paz e se voltará para os assuntos internos de seu país, pelas declarações que Trump vem dando…
O mal menor será Trump e o mal maior será Hillary que apóia Serra, Temer, Cunha e PSDB

Responder

Deixe um comentário