Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Serra avacalha a imagem do Brasil no mundo

Por Redação

16 de agosto de 2016 : 15h43

Foto: Reprodução/ El País

por Jeferson Miola

O chanceler legítimo do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, denunciou que o chanceler usurpador do Brasil, José Serra, tentou comprar o apoio do seu país para impedir a presidência pro tempore da Venezuela no MERCOSUL.

A notícia, publicada no jornal Ladiaria, é um escândalo que desmoraliza o Brasil no mundo.

Nin Novoa demonstrou profunda indignação com José Serra, que “viria ao Uruguai com a pretensão de suspender o transpasso [da presidência pro tempore do Uruguai para a Venezuela] e que, além disso, se se suspendesse [o transpasso], nos levariam nas suas negociações com outros países, como querendo comprar o voto do Uruguai”.

E concluiu dizendo que “A mim isso incomodou bastante e também incomodou muito o Presidente [Tabaré Vázquez]”.

Reafirmando os compromissos do governo uruguaio em salvar o Mercosul e evitar a paralisia do bloco, Nin Novoa criticou a sabotagem do bloco pelos governos reacionários da Argentina, Brasil e Paraguai, que não permitiram a aprovação de nenhuma resolução no último semestre.

O chanceler uruguaio denunciou, ainda, o atentado ao direito comunitário coordenado pelo governo usurpador do Brasil, que adota na política externa os mesmos procedimentos golpistas empregados no Brasil com a farsa do impeachment: “a decisão adotada por nossos sócios do MERCOSUL é eminentemente política: digo com todas as letras. Saltam o jurídico, que é esse livro que estou mostrando, que contém o corpo normativo, e aduzem razões que não estão aqui, querem evitar, erodir, fazer bullying à presidência da Venezuela. Essa é a pura verdade”.

O desmonte acelerado da política externa brasileira, além de avacalhar a imagem do Brasil no mundo, compromete tremendamente os interesses estratégicos e geopolíticos do país. Além disso, o governo usurpador atenta contra a Constituição, que diz que “A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações” [Artigo 4º, Parágrafo único].

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Dilson Magno

16 de agosto de 2016 às 23h38

Propina da Odebrecht a Serra compra 13 Triplex e 13 sítios em Atibaia. Isso não vem ao caso para a Globo Golpista, e nem para os coxinhas amestrados receptadores do golpe…
http://www.brasil247.com/pt/colunistas/eduardoguimaraes/249239/Propina-da-Odebrecht-a-Serra-compra-13-triplex-e-13-s%C3%ADtios-em-Atibaia.htm
Serra, pau mandado dos USA, pobre o pais que tem um político tão sujo com nossa soberania, só não vende a mãe dele por que Morreu…

Responder

Alexandre Oliveira

16 de agosto de 2016 às 21h14

Por mais que faça, Serra não conseguirá avacalhar tanto o Brasil como Lula e Dilma conseguiram avacalhar !

Responder

    eto

    16 de agosto de 2016 às 23h56

    O governo do PT foi o governo mais respeitado internacionalmente desde a fundação da república. Qualquer imbecil com o mínimo de esforço tem estatísticas e fatos históricos atestando isso.
    Chega de delírios.

    Responder

      Agarwaen

      17 de agosto de 2016 às 11h04

      Embora tenha que reconhecer o retraimento do Brazil da era Lula/Amorim para a Dilma/Patriota.

      Responder

    Lu

    17 de agosto de 2016 às 14h32

    Pois pra mim, avacalhada está sua cabeça, porque qualquer pessoa que estava presente no mundo material de 2003 em diante sabe que o Brasil nunca teve tanta projeção internacional como antes.

    O Brasil estava trilhando um caminho que poderia levá-lo sim até a uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU. Mesmo assim, diversos brasileiros ocuparam importantíssimos postos em Organizações Internacionais, como o Graziano na FAO.
    Nunca nossas relações internacionais foram tão prósperas e diversificadas. Nunca havíamos as expandido tanto.
    Chegamos a ser, sim, uma potência, principalmente na América Latina.
    Conseguimos Copa e Olimpíadas. Mantivemos um intenso comércio com os EUA, expandimos com a China, com a África e com nossos vizinhos latino-americanos.
    Em Londres, chegou a ter uma enorme demanda por professorxs de português, que até saiu em matéria da BBC.

    Se você não havia nascido ainda, ou estava nascendo, e suponho, até pelo nível de seus comentários, que possa ser verdade, dá pra estudar tudo isso aí também. Procure em livros de história mais atualizados, ou na Wikipedia, que é mais acessível.
    Abraços.

    Responder

Deixe um comentário