Sabatina de Manuela na Carta Capital

O trem da alegria da publicidade federal segue mais firme do que nunca

Por Miguel do Rosário

04 de agosto de 2017 : 15h55

Os quatro grandes canais de TV aberta, Globo, Record, SBT e Band receberam, nos sete primeiros meses de 2017, um valor correspondente a 67% de toda a verba federal de publicidade. A parte do leão ficou com a Globo, com 46%. A Record veio em segundo, com 11%.

As verbas para Record e SBT cresceram muito esse ano. Já para a Band, caíram. Em 2016, porém, a Band recebeu um bom volume de recursos, quase 30% a mais do que em 2015, de maneira que o repasse de recursos para a Band pode estar apenas atrasado.

No post anterior, a gente observou que as verbas de publicidade para a Globo cresceram 170% em jan/jun deste ano, na comparação com 2015.

Se olharmos para julho, porém, este aumento ainda maior: em jan/jul de 2017, cresceram quase 190% sobre igual período de 2015 (ou seja, antes do golpe).

Os aumentos sobre 2016 também foram muito fortes. A crise fiscal, definitivamente, não chegou na imprensa chapa-branca.

O Estadão é coerente quando se agarra às calças de Michel Temer. A publicidade federal veiculada no jornal cresceu 150% nos primeiros sete meses de 2017, na comparação com igual período de 2016. Se compararmos com 2015, o aumento foi de quase 6 mil por cento.

A Folha recebeu, nos sete primeiros meses deste ano, um total de R$ 886 mil, 27% a mais do que em igual período do ano anterior e 111% a mais do que em 2015. Também participa do trem da alegria.

Quem está feliz é a Istoé, que recebeu, nos sete primeiros meses deste ano, mais de 20% de tudo que já recebeu de 2011 a 2017.

A publicidade da editora Abril, responsável pela revista Veja, cresceu 478% este ano, na comparação com 2016.

Os valores referem-se apenas aos gastos da presidência e dos ministérios, mas serve de parâmetro para sabermos o total recebido por cada veículo. Se forem contabilizadas as estatais, esses valores devem se multiplicar por três ou quatro.

O governo Temer é generoso e leal com os seus. A verba pública é usada, sem pudor, para ajudar os amigos.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Atreio

04 de agosto de 2017 às 16h16

‘liberou o maço…é carimbaço!’

e todos eles( golpistas, tolos amestrados e canalhas de estimação) seguem afundando no esgoto moral do mundo. mas eles ainda nãio viram….tão ligados na globo, 24h. lá parece q o brasil é outro…..
e q eles são deuses. mas o mundo mudou.
avisa miSHELL q não estamos nos anos 30!

babou o golpe! o povo brasileiro irá retornar ao poder de seu pais.

DILMA VOLTA. sem crime, sem impeachment.
até quando carminha e janota irãop prevaricar?

ANULA STF!
ANULA PGR!

-a mala semanal q recebem valeria o enterro moral do nome de suas familias?
veremos….
pq em brasilia os comentarios já mudam…..

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com