Entrevista de Lula no Página 12

Capriles chama Allup de traidor e sai da MUD. Maduro recebe governadores da oposição e diz que a direita política está derrotada

Por Tulio Ribeiro

24 de outubro de 2017 : 20h56

(Imagem: Maduro recebe os governadores eleitos pela oposição. Crédito ; Elperuano)

A oposição depois de uma fragorosa derrota nas eleições para governador no ultimo dia 15, literalmente rachou!

O partido de extrema-direita venezuelana Voluntad Popular chamou os quatro governadores, e o partido Acción Democratic, de traidores depois de homologar suas vitórias junto a Assembleia Constituinte. Ainda pediu que o ex-aliado deputado Ramos Allup seja desmascarado publicamente.O Voluntad Popular que financiou as violentas guarimbas e que perdeu em todos estados que pleiteou, anunciou que não disputará a próxima eleição para prefeituras dos municípios em dezembro.

A ruptura aumentou com a saída de Henrique Capriles (Primera Justicia) da MUD (Mesa de Unidade Democrática), o governador de Miranda que já tinha perdido para Hugo Chávez e Nicolás Maduro nas últimas eleições presidenciais, teve uma nova derrota ao não eleger seu sucessor:

¨Falo por mim e não por meu partido, se o senhor Ramos Allup segue na MUD, eu saio! O que passou ontem não tem justificativa, não venha Allup lavar as mãos. No Acción Democratica não se move um lápis sem este senhor autorize que se mova, já basta de seguir afogando as pessoas!¨

O presidente Nicolás Maduro recebeu os governadores e ressaltou a eles que: ¨ Contam com o apoio do Chefe de Estado e que o caminho na democracia é o diálogo e o respeito através das urnas, mas que a direita política na Venezuela está derrotada.¨

Na prática, a oposição efetiva a Maduro que tinha cinco dos vinte e três governadores migrou para apenas uma.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

luiz fernando melo

25 de outubro de 2017 às 22h09

devemos aprender com o espirito patriótico do povo venezuelano que olhando seu pais soube tratar sua soberania dentro de sua forma de ser e de viver, assim buscando manter as conquistas havidas para os segmentos mais pobres de seu país, souberam assim destinar suas riquezas para o povo venezuelano, enquanto afastaram as tentativas de assaques dos interesses alienígenas, devendo observar que os lideres após intentar diversos caminhos souberam respeitar a decisão majoritária da sociedade.

Responder

    Octavio

    17 de novembro de 2017 às 23h44

    Temos que lembrar que lá, eles têm as Forças Armadas e o Judiciário a favor da democracia. Não são instituições aparelhadas pela direita!!!

    Responder

Lu

25 de outubro de 2017 às 14h46

Babou reaças

Responder

Camila

25 de outubro de 2017 às 14h21

Maduro deu um nó neles

Responder

Cecilia Novaes

25 de outubro de 2017 às 12h57

Igual aqui.rsrsrsr

Responder

Eli Eliete

25 de outubro de 2017 às 01h52

Viva a Venezuela! Viva Chávez! Viva Maduro!

Responder

Carlos Rocha

25 de outubro de 2017 às 01h44

Os governadores de direita eleitos terão que jurar, defender e respeitar a constituição que eles lutaram contra. Maduro fez uma jogada política brilhante e cessou, por enquanto, a situação de conflito, nada pior que a guerra, um bom político tem as suas vitórias sem guerra.

Responder

Emerson de Souza

24 de outubro de 2017 às 22h59

Assim como antes das eleições de 2014 aqui no Brasil os coxinhas de lá, da Venezuela, também estão batendo cabeça. Esta é mais uma prova de que nunca existiu um plano de governo entre eles e sim um plano de poder. Agora o ‘Capriles’ está mostrando as suas caras – pois sempre representou os interesses do capital especulativo internacional que financiou sua campanha. Diferentemente dos outros candidatos que homologaram suas chapas junto a Assembleia Constituinte Venezuelana respeitando o processo democrático, este, ‘Capriles’, tenta de todas as formas dar o golpe na democracia da Venezuela. Mas lá, na Venezuela, diferentemente daqui do Brasil, existe um sentimento muito maior do povo de empoderamento dos processos políticos daquele país haja visto que depois de criada a “Câmara do Povo” as camadas mais simples da população Venezuelana estão devidamente representadas com voz e peso nas decisões políticas fazendo jus ao verdadeiro espírito democrático. A Venezuela está um passo a frente do Brasil no processo da evolução política da humanidade caminhando para um sistema socialista de vanguarda. Parabéns ao povo Venezuelano e… viva a revolução Bolivariana. Vivam!!!

Responder

Miguel Barbosa

24 de outubro de 2017 às 22h13

Concordo plenamente com a expressão de apoio a Maduro, por parte de Adailton Alencar Bezerra. Viva o povo venezuelano!

Responder

Adailton Alencar Bezerra

24 de outubro de 2017 às 21h43

Viva Maduro! Viva Venezuela que soube resistir à manipulação americana através dos traidores da pátria!

Responder

David Rogge

24 de outubro de 2017 às 23h10

se matem golpistas da CIA

Responder

Antônio Marcos

24 de outubro de 2017 às 23h03

Aécio venezuelano tá sem moral tb

Responder

André Amorim

24 de outubro de 2017 às 23h01

Que nada so acabou a grana dos EUA
Cade a mulher do rafael com os milhoes que era ” tratamento da vózinha” ??

Responder

Deixe uma resposta