Boulos em Recife

A percepção do “mercado” sobre os candidatos

Por Miguel do Rosário

07 de julho de 2018 : 11h08

A XP Investimentos divulgou duas pesquisas, recentemente, sobre as eleições presidenciais.

Uma delas, registrada no TSE, é a sua pesquisa semanal, com mil pessoas, atualizada para a primeira semana de julho, e que não traz grandes novidades sobre anteriores, nem destoa de outros levantamentos.

Ela é publicada sempre no Infomoney, um site pró-mercado, com perfil notoriamente conservador, oscilando entre Bolsonaro e Alckmin.

No cenário com Lula, ele lidera com 28%, contra 20% de Bolsonaro, 9% de Marina e 7% de Ciro e Alckmin.

Sem Lula, e com presença de Fernando Haddad, Bolsonaro fica com 23%, três pontos acima do que registra no cenário com o ex-presidente. O capitão sempre herda uns 2 ou 3 pontinhos do petista; por incrível que pareça, tem eleitor do Lula que, na ausência deste, vai de Bolsonaro.

Marina cresce 4 pontos e Ciro 3 pontos, no cenário sem Lula. Fernando Haddad pontua 2 pontos. Num cenário em que Haddad é apresentado ao eleitor como “candidato de Lula”, no entanto, ele cresce para 11 pontos, empatado tecnicamente com Marina e Ciro, que pontuam 11% e 8%, respectivamente.

 

 

O segundo turno, na mesma pesquisa, traz seis cenários:

Alckmin 28% X Haddad 20%. Branos, nulos e indecisos: 45%.
Lula 39% X 33% Bolsonaro 33%. Brancos, nulos e indecisos: 29%.
Bolsonaro 34% X Alckmin 32%. Brancos, nulos e indecisos: 35%.
Marina 36% X 33% Bolsonaro. Brancos, nulos e indecisos: 31%.
Alckmin 33% X 31% Ciro. Brancos, nulos e indecisos: 32%.
Bolsonaro 34% X 31% Ciro. Brancos, nulos e indecisos: 34%.

A outra pesquisa XP, divulgada também pelo Infomoney, entrevistou 146 “investidores institucionais” selecionados pela corretora.

Antes de analisá-la, porém, segue um gráfico de uma pesquisa similar, feita em junho pelo BNB Paribas, grupo financeiro francês (e um dos maiores do mundo), com um perfil dos candidatos segundo dois eixos: nacionalismo e ideologia.

Voltando à pesquisa XP com investidores, ela confirma essa visão do “mercado” de que Ciro Gomes está à esquerda do PT, em função da maior determinação do pedetista em afirmar sua oposição a reformas de Michel Temer, como a Lei do Teto de Gastos.

Há outros gráficos no post, todos na mesma linha. Um deles traz a previsão do comportamento da bolsa de valores segundo cada candidato. O candidato mais temido pelos especuladores de bolsa é Ciro Gomes.

A mesma pesquisa mostra que 48% dos entrevistados (ou seja, os 146 investidores) acham que Bolsonaro deve ganhar as eleições. Alckmin, que liderava a pesquisa em abril, quando 48% dos entrevistados acreditavam que ele seria o vencedor, hoje tem 31% das esperanças.

Ciro, curiosamente, que tinha 1% em abril, disparou para 13%.

 

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

52 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Reginaldo Gomes

10 de julho de 2018 às 13h25

Percepção do povo sobre o golpe.
O golpe híbrido tem fé?
Parece estapafúrdia a pergunta né?
Lembremos alguns dos grupos poderosos que dominaram o mundo ocidental. São eles : império romano , igreja católica, templários, maçons, judeus. O que eles acreditam em comum?
1) existência de Deus;
2) imortalidade da alma;
3) espiritualidade / transcendência;
Presta atenção que é importante!!
Percebe que toda a sociedade e tudo que existe nela é para omitir, negar e deturpar a consciência dessas 3 realidades , a milhares de anos! Exemplo: igreja, escola, faculdade, professores, mídia, leis, políticos, juízes, jornalistas, música, filmes , futebol , esportes, comidas, ongs, empresas, etc…..
Interessante não é?
Porque é assim?
Não é possível escravizar um povo imortal;
É uma consciência importante!

Responder

Mario

08 de julho de 2018 às 12h52

LULA LIVRE!

Responder

Renato Aroeira

08 de julho de 2018 às 10h59

Miguel tem apoiado o Ciro vigorosamente, desde o começo da prisão de Lula. Não é meu modo de ver, claro. Mas compreendo as razões dele, e vários companheiros que respeito muito estão fazendo o mesmo.
Mas daí a dizer -através de um boletim do pessoal mais mais bem&mal informado do mundo – que o Caudilho (por mais lido, culto e bem-intencionado que seja) está à esquerda do Operário (por mais cooptado e conciliador que possa ser)…

Responder

    Benoit

    08 de julho de 2018 às 11h22

    Não é o Miguel quem está dizendo isso, leia os artigos com um pouco mais de cuidado. É o que os empresários acham e o que é indicado pelo programa e pelos pronunciamentos do Ciro. Se voce tem outra fonte de informação que desminta essa ideia, voce poderia ter a gentileza de nos indicar.

    Responder

      Fábio Ribeiro

      08 de julho de 2018 às 11h38

      BENOIT, em resposta ao comentário do Wilson Santos, logo abaixo, o Miguel afirma isso também, concordando com a XP

      Responder

Ferreti

08 de julho de 2018 às 09h20

“O capitão sempre herda uns 2 ou 3 pontinhos do petista; por incrível que pareça, tem eleitor do Lula que, na ausência deste, vai de Bolsonaro.”
**************************
Já lhe falei, Miguel. Serão os petistas que irão eleger Bolsonaro.

Responder

Quero-quero

08 de julho de 2018 às 09h03

blá blá blá
quéééééééééé quééééééééé quééééééééé Lula Livre!

Responder

foo

08 de julho de 2018 às 03h38

“A mesma pesquisa mostra que 48% dos entrevistados (ou seja, os 146 investidores)… Ciro, curiosamente, que tinha 1% em abril, disparou para 13%.”

Essa última “pesquisa” tem zero de credibilidade.

Ela nem ao menos pergunta em quem os investidores vão votar, mas quem eles “acham” que vai ganhar.

É uma pesquisa de opinião, e não sobre intenção de voto. Opinião sobre intenção, ou seja, a margem de erro deve ser o quádruplo de uma pesquisa normal.

Daí os saltos de uma pesquisa para outra – que já tiveram Luciano Huck e Joaquim Barbosa com 19% –bem à frente do “salto” de Ciro Gomes.

Responder

Luiz Felipe

08 de julho de 2018 às 03h17

Pura campanha de Ciro Gomes. Que vergonha Miguel!!!!!1

Responder

    Benoit

    08 de julho de 2018 às 11h23

    Por que alguém não pode achar que o Ciro é um bom candidato?

    Responder

Heron

07 de julho de 2018 às 21h52

O que sinto dessa história toda é que o Lula, no afan de se livrar da cadeia devido à condenação atual e das que virão vai levar sua candidatura às últimas consequências (como está sendo dito e repetido). A luta do Lula/PT não é pelo Brasil coisa nenhuma, é por Lula e burocratas do partido e, nessa, vão colocar o país no colo da direita ou extrema-direita. É palhaçada.

Responder

Régis

07 de julho de 2018 às 20h36

A impressão que dá quando este blog, dito de esquerda e nacionalista, publica uma matéria onde usa dados de pesquisas do Infomoney e XP Investimentos (pertencentes à banqueiros privados anglo americanos) e ressalta o “temor” destes abutres quanto ao “nacionalista ” Ciro, parece mais uma maquiagem para essa candidatura se parecer realmente de esquerda.
Quando o político é realmente de esquerda, ele é terrivelmente combatido pela mídia golpista ou então ignorado quando não tem popularidade ou intenções de votos.
Ciro é um caso raríssimo de um político que se diz nacionalista e de esquerda e não é combatido de forma agressiva pelos entreguista. Nem o Judiciário e MPF do Brasil cooptado pelo Departamento de Defesa dos EUA não ousam lançar uma denunciazinha contra ele. Ele é praticamente um Martin Bormann, uma Eminência Parda da City London. É por isso que essa pesquisa foi feita, para dar mais credibilidade a esse candidato do PDT.

Responder

Renata

07 de julho de 2018 às 20h29

Se discute tudo aqui, alianças, projetos dos candidatos, se o discurso é mais pra lá ou pra cá do espectro ideológico… Tudo, menos a vontade popular, que é o que deveria reinar em qualquer processo eleitoral. O povão está fora do papo levado aqui.

Que tal falar um pouco das razões da maior parte do eleitorado insistir em Lula presidente? Que tal tentar entender o recado que o eleitorado está dando?

Ele sabe que Lula está preso, sabe que provavelmente será impedido de participar da eleição e continua dizendo que quer votar nele. Que recado é esse? O que esse eleitorado está dizendo? Vocês não conseguem perceber que é algo que vai além do Lula?

Responder

Fabiano França

07 de julho de 2018 às 19h57

Discutir partir de dados publicados por INFOMONEY e XP….é o fundo do poço…. Ciro pelo jeito foi escolhido pela ELITE DO ATRASO…. CIRO PERDEU UMA GRANDE OPORTUNIDADE. LULALIVREEPRESIDENTE.

Responder

Renata

07 de julho de 2018 às 19h50

1. Em todas as pesquisas, resultados prematuros, incertos – há ainda muito ‘brancos/nulos/indecisos’
2. No cenário geral das pesquisas, os resultados mais certos são Lula e Bolsonaro [eleitores + fiéis, sendo que o espectro do eleitor do Lula é mais amplo e Bolsonaro pode estar perto do teto].
3. Os investidores estão certos: Lula sempre foi mediador, conciliador e governou para todos.
4. Sua leitura, a meu ver, não é precisa: o gráfico da XP não espelha o mapa perceptual onde Ciro é posicionado mais à esquerda; no gráfico não há Lula para se afirmar a posição relativa do Ciro e logicamente a presença do Haddad não é a mesma coisa que a presença do Lula.
5. É imprescindível levar em conta que a pesquisa XP foi feita dias 2 e 3 (dizem eles que só com esses 146 investidores) mas foi divulgada no dia 5, um dia após a sabatina dos candidatos no evento da CNI, isso deveria nos deixar pelo menos com uma pulguinha atrás da orelha, não?

Responder

Icaro

07 de julho de 2018 às 19h37

Não acho o Bolsonaro um candidato nacionalista. Não passa de um entreguista. O discurso dele mudou, agora ele está apoiando ideias liberais.

Responder

Renata

07 de julho de 2018 às 19h20

Miguel, li agora seu post de fim de maio em que fala das agressões que sofreu ao postar sobre a pesquisa XP Investimentos. Recentemente houve outra feita também por telefone do DataPoder360 (onde há a ressalva de que pesquisa por telefone dá uma desvirtuada nos números da Marina; esqueci a razão mas eles explicam). Como sabemos, pode-se extrair da mesma pesquisa leituras com tonalidades diferentes conforme o resultado que se enfatiza. Baixei as tabelas e fiz exatamente isso: extraí só aquilo que, do meu ponto de vista, é o que de fato importa no levantamento, e postei no fb:
– – – – – – –
“Resumindo pesquisa DataPoder360, feita por telefone. Foram testados dois cenários sem Lula. Resultado mais importante: 40% e 42% brancos/nulos/não sabe. Só 52% tem certeza do voto.

Pergunta estimulada sobre Lula: “Lula foi condenado pela Lava Jato e está preso. Mas Lula tem dito que deseja ser candidato a presidente. Se ele for candidato, você…”: o potencial de voto é de até 35%. Entre seus eleitores, Haddad como substituto é de até 34%.

Sem Lula o Bolsonaro segue à frente com 21% e 18%, com mais apoio masculino e destaque entre pessoas com ensino superior e + renda [Ciro também]. Ciro: 13% e 12%. No patamar seguinte, nomes embolados: Alckmin (8% e 7%), Marina (7% e 7%), Haddad (6% e 5%), Álvaro Dias (5% e 4%)”.
— – – – – – – – – – –
Perguntas para você, Miguel:
1 – o resultado referente ao Lula no DataPoder360 reflete o prognóstico apresentado por Eurasia Group aos líderes da indústria no encontro CNI: Bolsonaro e alguém do PT no 2º turno. E agora? Como ficamos? O que fazemos?

2 – Não lembro bem, mas na pesquisa XP Investimentos que você comentou o resultado mais importante também não é o “não voto” (branco/nulo/nãosabe)?
– – – – – – – – – – – –
O Eduardo Guimarães comentou logo de cara a pesquisa do DataPoder360 assim: “O site Poder 360 nasceu de uma costela da Folha de SP. De uma hora para outra (2016), virou um site rico, com uma equipe enorme e, pasme, um instituto de pesquisa de opinião próprio, o DataPoder360, que acaba de divulgar pesquisa que tenta excluir e prejudicar Lula e fracassa feio porque o ex-presidente é tão forte politicamente que vence até pesquisa feita para ele aparecer mal na foto”.
– – – – – – – – – –
O Eduardo Guimarães comenta o Eurasia Group em um post que fala que essa consultoria diz que o STF não solta Lula por medo da mídia: “O Eurasia Group, vale dizer, é uma consultoria de risco político com escritórios em Nova York, Washington, DC, Londres, Tóquio, São Paulo, São Francisco e Cingapura. Em 2010, a World Future Society descreveu o grupo como “a maior consultoria de risco político do mundo [ ]. O mais importante, porém, é a visão da maior consultoria de risco político do mundo confirmar aquilo que dez entre dez brasileiros sabem: o processo judicial envolvendo Lula é um processo político que nada tem que ver com Justiça e, sim, com interesses políticos de grupos econômicos”.
– – – – – – – – –
O Edu, assim como você, não deixa de comentar pesquisas ou pareceres feito por x, y, z, por serem de direita ou isso e aquilo, mas contextualiza quem é o grupo que faz a pesquisa, quais os interesses que tem e a serviço de quem está. Para nós, leitores, isso faz toda a diferença. Fica a dica.

Responder

Valcir Barsanulfo de Aguiar

07 de julho de 2018 às 19h17

Por favor não force a mistura de Ciro direiTASSo na esquerda. Ciro é cria da ARENA(ditadura) alimentado pelo mega liberal Tasso Jereissaatti. Um camaleão que muda de cor epartido por conveniência.. Ciro já passou por 10 Partidos políticos.

Responder

Stalingrado Lula da Silva

07 de julho de 2018 às 19h04

#HaddadNoGovernoLulaNoPoder!
O resto é conversa mole.

Responder

Elias

07 de julho de 2018 às 14h29

Ainda tem muita agua para passar debaixo dessa ponte. O Ciro ainda tem que provar muita coisa. O que ele fez no Ceara para os pobres ?
É um bom candidato, mas nem de longe tem o carisma do Lula.
Ciro é o unico candidato de esquerda em condiçoes de ganhar da direita no momento fora o Lula. Por isso o mercado nao o quer. Essas pesquisas da XP sao minusculas. Nao da para levar muita fé. Perguntaram para quem ou almoça ou janta, perguntaram para quem sente a crise no lombo.
O que Ciro fez no Ceara, talvez o mesmo que o Alckimin fez em SP. Acho bastante improvavel que o DEM apoie o Ciro e abandone o PSDB na estrada.
Ciro parece ser bom, mas sera que é mesmo. FHC e o PSDB tambem pareciam otimos antes e durante o plano Real e depois foram uma decepçao completa. Nunca governaram para os pobres.

Responder

    Valcir Barsanulfo de Aguiar

    07 de julho de 2018 às 19h19

    Ciro é direiTASSO. É PSDB e tenta enganar alguns incautos.

    Responder

JOAO BATISTA

07 de julho de 2018 às 13h50

Ciro está construindo a maior base de apoio para a eleição porque tem credibilidade e força para fazer equilíbrio fiscal, uma revolução na educação, uma nova previdência, reforma política, emprego e renda a partir de petroquímica/defesa/saúde/agronegócio, além de revisar reforma trabalhista, doação do pré-sal e outras excrescências dos golpistas.
O resto é intriga e inveja de quem teve oportunidade de fazer e não fez, por isso desdenha, mas quer pra si.
Acesse http://www.portalcirogomes.com.br e ouça do próprio Ciro as linhas gerais de suas ideias, propostas e compromissos.

Responder

antipaneleiro

07 de julho de 2018 às 13h41

Caríssimo blogueiro, não sei porque levar a sério “pesquisas” com Haddad no lugar de Lula. Quem inventou essa opção?? O respectivo instituto, alguém do PT/SP?? Duvido que Lula vá de Haddad. A “solução” Haddad parece mais uma opção de “caipiras políticos” como FHC, gente que acha que o Brasil começa em SantaCatrina e termina em Resende!!
Por outro lado, eu acho até bom que a turma “golpista” teste nomes irreais. Isto pode salvar a eleição, pode fazê-los acreditar que ganharão a eleição e evitar um eventual (ou provável) cancelamento (ou adiamento) do pleito.

Responder

Alan Cepile

07 de julho de 2018 às 12h35

Detalhe:

DEM, PR, PP, PPS, SD, PDS, PRB já disseram que preferem Ackmin, disseram isso inclusive para o próprio Ciro, tem matéria falando sobre isso (não estou colocando link pq estou em viagem de trabalho com acesso bem limitado à internet).

Por favor, vamos parar com fake news!

Responder

Marcos

07 de julho de 2018 às 12h29

Ciro Gomes mais à esquerda e mais nacionalista que o LULA?!?

Conta a do papagaio português agora.

Responder

    JOAO BATISTA

    07 de julho de 2018 às 16h04

    Você já era nascido em 2002, quando Lula assinou a famosa Carta aos “Banqueiros”?
    Se não era nascido, deve saber que Romero Jucá foi líder do governo Lula.
    Deve saber também que Lula, para aumentar o tempo de TV de haddad, beijou a mão de Maluf, que exigiu que isso fosse feito no jardim de sua mansão.
    Deve saber também das relações íntimas de Lula com Sérgio Cabral, José Sarney, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Moreira Franco, Eliseu Padilha, Pedro Correia, Roberto Jefferson, Valdemar Costa Neto, Henrique Eduardo Alves, além de outros frequentadores assíduos das manchetes policiais.
    Ciro tem uma grande diferença que o lança à esquerda de Lula: não rouba e não deixa que roubem!

    Responder

      Spinoza

      08 de julho de 2018 às 01h05

      Nao foi a carta apenas, caro compatriota, das 3 emendas constitucionais de 2003 aprovadas por Lula/PT tiveram 2 contra o povo e pró mercado:
      EC41: segunda reforma da previdencia
      EC40: Uma das piores emendas da nossa constituicao, tirou toda a limitação do sistema financeiro.

      Responder

Alan Cepile

07 de julho de 2018 às 11h44

Gostei da matéria, mesmo sendo da XP é interessante analisar tudo.

Só não achei muito real o gráfico do banco BNP Paribas, pois Bolsonaro não está mais pra nacionalista, haja visto que até bateu continência à bandeira americana e é claramente favorável às privatizações, mesmo deixando claro, nas suas falas, que ele não tem a menor ideia do que seja isso.

Outra crítica ao gráfico é que Marina aparece à esquerda, sendo que só seu blablabla é de esquerda e as ações são, no mpinimo, de centro-direita.

Responder

    Miguel do Rosário

    07 de julho de 2018 às 11h55

    Também não concordo que Bolsonaro seja nacionalista ou Marina de esquerda. É a visão do BNP/Quarterly Americas, fonte do gráfico.

    Responder

      Alan Cepile

      07 de julho de 2018 às 12h20

      Verdade, tem o Quarterly no meio, um “think tank” dos mais sujos do mundo, tá explicado o “erro” no gráfico…

      Isso comprova que devemos analisar tudo pra flagrarmos essas pegadinhas que visam influenciar os incautos.

      Responder

        Miguel do Rosário

        07 de julho de 2018 às 12h28

        Alan, isso é como eles vêem os candidatos no Brasil.

        Responder

          Alan Cepile

          07 de julho de 2018 às 12h42

          Como eles veem ou como eles querem que os brasileiros vejam, pois é bem mais interessante pra eles que o eleitor enxergue o bolsonaro como nacionalista e marina como de esquerda, assim tentam ganhar votos de eleitores (desavisados) que simpatizam com estas ideologias.

          Responder

Wilton Santos

07 de julho de 2018 às 11h42

A candidatura do Ciro Gomes é uma cilada. Os velhos políticos que representam as oligarquias que deram o golpe de 2016 estão agora aderindo à candidatura do Ciro. Partidos como DEM, PR, PP, PPS, SD, PDS, PRB dentre outros encontram na candidatura do Ciro uma forma de se viabilizarem nacionalmente.

Esses partidos querem se aproveitar do prestígio e da imagem do Ciro para se desvincularem do golpe e manterem seu poder no Parlamento. A candidatura do Ciro será muito útil a essas oligarquias. Como bem definido pelo jornalista Luís Nassif, o Ciro não disputa o eleitorado petista, mas sim do PSDB.

Sua candidatura presta um serviço as elites que dominam o país. Como disse o Rodrigo Maia o Ciro é um candidato violino, segura com a esquerda e toca com a direita.

O próprio Ciro Gomes em uma entrevista para o José Trajano se definiu muito bem como o Macron brasileiro.

Precisa dizer mais alguma coisa!

Responder

    Miguel do Rosário

    07 de julho de 2018 às 11h56

    Quem deu o golpe foi o PMDB/PSDB, aliado a Globo. Este centrão aí não apita nada. Estavam todos com Lula e Dilma e agora, vendo que Ciro pode ganhar, querem aderir a ele para não ficarem de fora. Tem muitos votos, tempo de TV e pode ajudar a derrotar Bolsonaro e ainda isolar Geraldo Alckmin.

    Responder

      Menestrel

      07 de julho de 2018 às 12h23

      Vc primeiro : Esse centrão não apita nada.
      Vc depois : Tem muitos votos, tempo de TV e pode ajudar a derrotar Bolsonaro.
      ??

      Responder

      Alan Cepile

      07 de julho de 2018 às 12h27

      Alguém por favor poste aqui uma matéria (de preferência vídeo) de alguém “da elite” dizendo que apoia Ciro Gomes ou que vai votar nele.

      Precisamos logo desmentir ou confirmar esse disse-me-disse, ou TEM ou NÃO TEM.

      Se tiver, ok, Ciro está jogando aqui e lá.

      Se não tiver então confirma-se mais uma mentirinha estilo Brasil247 que tenta denegrir Ciro pra tentar levantar a bola do já caído PT.

      Responder

        JOAO BATISTA

        07 de julho de 2018 às 13h58

        Ciro terá a maior base de partidos apoiando sua candidatura, da direita à esquerda, pois sua eleição deixará no passado a disputa pt/psdb, que tanto mal tem feito ao país.

        Responder

      Alan Cepile

      07 de julho de 2018 às 12h36

      Detalhe:

      DEM, PR, PP, PPS, SD, PDS, PRB já disseram que preferem Ackmin, disseram isso inclusive para o próprio Ciro, tem matéria falando sobre isso (não estou colocando link pq estou em viagem de trabalho com acesso bem limitado à internet).

      Por favor, vamos parar com fake news!

      Responder

      Wilton Santos

      07 de julho de 2018 às 12h40

      Miguel você está desconsiderando o fato de que o Eduardo Cunha controlava mais de 150 deputados, e foi essa tropa que viabilizou o golpe. O PMDB tinha cerca de 60 deputados, enquanto o Eduardo Cunha tinha uma bancada própria com mais do que o dobro do seu partido, esses parlamentares estavam espalhados em vários partidos como o PR, PP, PRB, DEM, PDS.

      O Ciro está reproduzindo o mesmo erro do PT que foi se aliar com essa velhas oligarquias. O PT só não conseguiu viabilizar a democratização dos meios de comunicação, a reforma política e tributária graças as chantagens desse baixo clero imundo da política. Essa mesma estratégia vai inviabilizar o governo Ciro Gomes se ameaçar os privilégios da Casa Grande.

      Desse jeito é capaz do Rodrigo Maia ser reeleito tanto como deputado federal quanto para presidente da Câmara. É um risco muito grande insistir na conciliação com a direita. Essa estratégia já se mostrou fracassada, e caso a economia não melhore o Ciro será defenestrado pela globo, pelo judiciário e pelos seus “aliados”.

      É preocupante a declaração do Mangabeira Unger de que o DEMO do Caiado não é de direita. Esse partido reúne o que há de mais reacionário na política brasileira, reduto dos ruralistas latifundiários e da bancada da bala.

      O PMDB é muito menos perigoso do que o DEMO. Dentro do PMDB havia políticos progressistas e representava o centro político. Bem diferente do DEMO que tem um discurso bem definido e é hostil a qualquer pauta da esquerda como reforma agrária, direitos humanos e defesa das minorias.

      O Ciro está sustentando sua candidatura nas bancadas BBB. Isso não tem como negar. Ele será engolido pelo Congresso Nacional reacionário que ele está ajudando a eleger.

      Responder

        Miguel do Rosário

        07 de julho de 2018 às 12h50

        Não viaja, Wilton. Ciro está fazendo um discurso fortemente de esquerda. Muito mais de esquerda que o PT, aliás, por mais que os petistas nunca admitam isso. O apoio que ele está para receber do centrão é puramente por fisiologia, assim como foi o apoio dos mesmos partidos quando apoiaram Dilma e Lula. Sabiam que o PT iam ganhar e colaram. E o Cunha não “controlava” 150 deputados. Ninguém tem esse controle. O que houve ali foi um golpe, onde pesou muito a incompetência política de Dilma, uma presidenta honesta, honrada e inocente, mas fraca politicamente.

        Responder

          Carlos

          07 de julho de 2018 às 13h41

          Já repararam como Miguel do Rosário tenta suavizar o perigo que o DEM e Rodrigo Maia representa para um possível governo Ciro? Miguel faz o mesmo que Ciro, demoniza o MDB, as alianças que o PT fizeram, mas finge não saber que o DEM é um dos piores partidos do país, com estrelas como, além de Rodrigo Maia, a reaça Ana Amélia e o péssimo caráter Ronaldo Caiado.
          Na prática Miguel defende que o eleitor incauto dê o seu voto a Ciro e com ele, carta branca para que ele faça o mesmo que o PT, “porquê com Ciro será diferente”. haha, faz me rir!

          Responder

          Alan Cepile

          07 de julho de 2018 às 15h18

          “O PT só não conseguiu viabilizar a democratização dos meios de comunicação, a reforma política e tributária graças as chantagens desse baixo clero imundo da política”

          Isso é desde 2002??????

          O PT não fez nenhuma reforma pq NÃO QUIS fazer, essa é a realidade.

          Responder

          Fábio Ribeiro

          07 de julho de 2018 às 19h23

          Miguel, se fosse só a XP dizendo que o Ciro é mais esquerda que Lula, eu aceitaria a viagem deles, mas você afirmando isso e o Mangabeira dizendo que o Caiado não é de direita, recolho-me a minha total ignorância, incompetência, vamos ao ponto à minha burrice e a partir de agora só leio vocês para tentar aprender algo, mínimo que for, e não falo mais nada.

          Responder

            Miguel do Rosário

            07 de julho de 2018 às 19h34

            Não tenho responsabilidade nenhuma sobre o que disse Mangabeira Unger. Quanto às propostas do Ciro, você não acha que estão à esquerda do PT de Joaquim Levy?

            Responder

              Renata

              07 de julho de 2018 às 20h19

              Propostas e discurso de campanha são uma coisa bem diferente da base histórica real de um candidato.
              É incrível se desconsiderar isso.
              Ciro pode fazer o discurso de esquerda que quiser.
              O fato é que é o PT, mesmo enfraquecido e dividido, que tem uma história genuinamente de origem popular, sindical, operária, com apoio dos movimentos de reforma agrária, etc.
              É o partido que tem o candidato que a maioria do eleitorado quer para presidente, preso ou não.
              É um fenômeno essa resistência, esse recado do eleitorado, Lula está preso há três meses, sem aparecer na TV, sem ser sabatinado, sem poder falar diretamente com o eleitor.
              É esse fenômeno que deveria estar sendo conversado, entendido. Sabem porquê? Porque eleição minimamente democrática tem que refletir minimamente a vontade popular.
              Em tudo que é discutido aqui, eu pergunto: o que vão fazer com essa vontade popular, não apoiando a luta pela libertação do Lula? Vão fingir que ela não existe? Que ela não está se manifestando recorrentemente nas pesquisas? Vão passar por cima dela? Como é que é? O que será de uma eleição em que a maioria do eleitorado não quer eleger presidente nenhum dos que se apresentam, mas o maior líder popular do país, que está preso ilegalmente?

              Responder

              Fábio Ribeiro

              08 de julho de 2018 às 07h23

              Miguel, o presidente do Banco Central do Lula foi o Henrique Meireles, o ou seja, que governo de direita fez o Lula, não é. O Ciro apesar de ter nascido com benesses no período da ditadura e ter sido odo PDS e PSDB é de esquerda.Não pretendo desclassificar o Ciro, o enxergo como bom quadro, só estou tentando refletir o nível de sua argumentação pra ver se você enxerga que quando defendemos uma tese em vários momentos deixamos o raciocínio lógico de lado, isso não acontece só com parte dos Petiscas que você acusa. Como diz a torcida do Flamengo : SEGUE O LÍDER.

              Responder

    asd

    07 de julho de 2018 às 12h34

    No papel o projeto de Ciro vai enfrentar os bancos e grandes fortunas, vai contra os interessas da elite preguiçosa rentista, mas na prática vai depender muito de quem seria eleito junto, da renovação do governo.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com