Bolsonaro e Haddad na Redenews

Datafolha traz um cenário difícil

Por Miguel do Rosário

11 de outubro de 2018 : 11h10

O Datafolha divulgado ontem mostra um quadro muito complicado para Haddad: 58% x 42% para Bolsonaro. Esses 16 pontos de diferença, significam mais de 20 milhões de votos.

A estratificação da pesquisa, já disponível no site da Folha, traz um quadro ainda mais  negativo: Bolsonaro avançou entre mais pobres e no nordeste.

Entretanto, como já dissemos em post anterior, agora as pesquisas devem ser cotejadas e ponderadas com números concretos, o resultado do primeiro turno.

Esses são os números que temos que ter em mente, porque são os únicos reais: pesquisas são apenas projeções que, como vimos, são incapazes de penetrar fundo na consciência popular.

Jair Bolsonaro obteve 49,27 milhões de votos, contra 31,32 milhões de Haddad, 13,34 milhões de Ciro, 5,09 milhões de Geraldo Alckmin, 2,67 milhões de Amoedo, 1,34 milhão de Cabo Daciolo, 1,28 milhão de Meirelles, 1,0 milhão de Marina, 860 mil de Alvaro Dias e 617 mil de Guilherme Boulos.

Ao todo, 117,36 milhões de eleitores compareceram às urnas, dos quais 107 milhões deram voto válido (os outros votaram em branco ou anularam).

Cerca de 30 milhões de eleitores se abstiveram.

Para ganhar as eleições, o vencedor precisa ter 50% mais 1 voto. Considerando apenas os votos válidos dos eleitores que compareceram, ou seja, 107 milhões de votos, isso significa que o próximo ganhador das eleições precisa ter 53,5 milhões de votos. Isso significa que Bolsonaro precisa conquistar aproximadamente 4,2 milhões de votos, ao passo que Haddad tem de buscar mais 22,2 milhões de votos.

 

Por região, os três principais candidatos tiveram o seguinte desempenho:

– Centro-Oeste: 58% Bolsonaro, 21% Haddad, 10% Ciro.
– Nordeste: 26% Bolsonaro, 51% Haddad, 17% Ciro.
– Norte: 43% Bolsonaro, 37% Haddad, 9% Ciro.
– Sudeste: 53% Bolsonaro, 19% Haddad, 12% Ciro.
– Sul: 57% Bolsonaro, 20% Haddad, 9% Ciro.
– Exterior: 59% Bolsonaro, 10% Haddad, 14% Ciro.

O Datafolha apurou que a maioria (58%) dos votos em Ciro já estão migrando para Haddad. Mas há 15% de eleitores de Ciro que preferem votar branco ou nulo e 19% que vão de Bolsonaro. Esse percentual de eleitores de Ciro que irão votar em Bolsonaro prova que a presença do cearense na disputa foi indispensável para que houvesse um segundo turno.

Entre eleitores de Alckmin, 42% votarão em Bolsonaro, 30% em Haddad, 17% branco ou nulo e 12% não sabem.

Vou publicar aqui alguns quadros do relatório estratificado do Datafolha.

No Nordeste, a divisão das intenções dos votos válidos, nessa primeira pesquisa divulgada ontem, ficou assim:

Os números de intenção de voto do Nordeste significam que Haddad cresceu de 51% para 62%, ganhando 11 pontos, ao passo que Bolsonaro avançou de 26% para 38%, subindo 12 pontos.

Não se pode esquecer que Bolsonaro venceu em quase todas as capitais nordestinas, com exceção de Salvador, Teresina e São Luiz, onde Haddad venceu, e Fortaleza, onde Ciro teve a maioria dos votos.

Já no Sudeste, a pesquisa Datafolha apurou a seguinte situação:

No Sudeste, Bolsonaro teria crescido, portanto, de 53% para 64%, avançando 11 pontos, ao passo que Haddad foi de 19% para 36%, conquistando 17 pontos.

A maior dificuldade de Haddad, porém, é que ele já não tem uma vantagem tão expressiva entre eleitores mais pobres. Segundo o Datafolha, as intenções de voto entre eleitores com renda familiar inferior a 2 salários ficou em Haddad 54% X 46% Bolsonaro.

Nas faixas de renda superiores, a vantagem de Bolsonaro cresce muito.

A mesma coisa vale para a divisão dos eleitores por escolaridade. Haddad ainda ganha entre eleitores que tem até o ensino fundamental, mas Bolsonaro também está forte neste segmento: Haddad 53% X 47% Bolsonaro.

Nas faixas superiores de escolaridade, a vantagem de Bolsonaro é avassaladora.

Conclusão

Os leitores devem se preparar para o pior. Evidentemente, nada é impossível. Ainda pode haver uma “insurgência” dos eleitores que se abstiveram, e resolvam todos votar agora, mas é uma hipótese bastante implausível.

Na verdade, dado o avanço de Bolsonaro entre mais pobres e no nordeste, a campanha de Haddad deve se cuidar para não enfrentar uma fuga de seus próprios eleitores, dispostos a votar naquele que eles entendem que será o vencedor, ou então a cair em promessas demagógicas de Bolsonaro, como a de que dará um “décimo-terceiro” do bolsa família, conforme sugerido pelo presidente do PSL.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

67 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

JOSÉ DAMIÃO LIMA DE AZEVEDO

12 de outubro de 2018 às 13h54

MIGUEL DO ROSÁRIO
Miguel do Rosário é jornalista (MILITANTE DA ESQUERDA) e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

“Os leitores devem se preparar para o pior” (SIC)
ROSÁRIO, Miguel do

Responder

a

11 de outubro de 2018 às 18h26

bolsonaro vai m e tralhar a pe tralhada.

Responder

a

11 de outubro de 2018 às 18h25

Tá OK?

Responder

a

11 de outubro de 2018 às 18h21

haha

Responder

Foo

11 de outubro de 2018 às 17h27

Como o próprio Haddad escreveu :

“Quem saiu dos 4% de intenções de voto para saltar aos 42% também vai chegar aos 50%.

Temos duas semanas de trabalho para conseguir esses 8%.”

Responder

Secaixa

11 de outubro de 2018 às 16h47

Caras, ja tinha ouvido falar desse blog, mas nunca tinha vindo aqui, e sinceramente vou voltar sempre só para rir, e rir muito, pois é um Blog de comédia de peso! hahahahahahaha, PT, PSOL, PC DO B e muito mais se cornetando por causa de presidenciáveis lixos que eles mesmo escolheram. brigando por Ciro gomes que noa ta nem ai pra voces! voces são os verdadeiros canalhas desse país! bando de vendidos, falaram mal do ciro, ele falou mal de voces, e vcs brigando por causa disso! ficarão sem votos! esquerdalha fétida! vcs cavaram a propria cova. ja fui eleitor do PT e me arrependo amargamente! PT NUNCA MAIS! CORJA, INSETOS DA POLITICA…voces merecem tudo de ruim que esta acontecendo com voces, porque ao inves de cumprirem o que sempre prometeram, voces foram pro lado da roubalheira e principalmente saquearam talvez o maior patrimônio do brasil que é a Petrobras. queremos que voces afundem assim como os comandantes lixos que vcs colocaram no poder durante 13 anos. estao colhendo o que plantaram, o BRASIL esta cansado dessa velha politica de vcs, imoral e suja! parabens e continuem se matando por míseros votos de alguem que nem da bola pra vcs! INSETOS!

Responder

    marcelo duarte

    12 de outubro de 2018 às 19h07

    Eu não entendendo como pessoas tem coragem de apoiar um partido que assaltou o pais na cara dura. Instituiu a corrupção sistêmica, que ja existia, mas aperfeiçoou a niveis nunca vistos… Meu Deus do céu, esse povo não tem consciência de que estão falando dum pais com mais de 150milhoes de pessoas, crianças e idosos que merecem nosso total compromisso? Tanto Haddad quanto Bolsonaro, terão dificuldade no comando da nação, até porque o parlamento ficou bem dividido…Será que o jogo do toma la da ca, vencerá a busca do verdadeiro intento do nosso querido pais verde e amarelo? E porque o pt mudou as cores, sumiu com a estrela, e evita lula? marketing ou indução? Por favor não engane o povo mais… isso já passou dos limites… Bolsonaro é o melhor, mas entre um partido comprovadamente liderado por criminoso e um radical, prefiro o radical…

    Responder

Foo

11 de outubro de 2018 às 16h37

Miguel,

Você deve se lembrar da minha recomendação, desde antes do Haddad ser candidato: tire os olhos das pesquisas e olhe para a macro política.

Já naquela época eu dizia que o Haddad dificilmente teria menos de 25%, e você ainda apostava no Ciro.

Pois bem.

As pesquisas não valem nada se você não olhar para o que está acontecendo ao seu redor.

As pessoas estão assustadas com a pequena amostra de fascismo que já podem observar.

Todo espectro político, até a direita democrática, tende a se unir contra Bolsonaro.

O fiel da balança será a mídia.

Portanto de nada adianta ficar analisando os pontos percentuais, se você se esquece de olhar para o mundo.

É como analisar as marolas, e se esquecer da maré.

Responder

    roberto

    13 de outubro de 2018 às 05h11

    Eu te pergunto, quem dos eleitores do bozo está assustada com o facismo?

    Os unicos que eu vejo com medo são aqueles que já o acusavam de ser um nazista, e isso não chega nem perto dos 22 milhões de votos que Hadade precisa!

    Responder

Secaixa

11 de outubro de 2018 às 16h37

Os leitores devem se preparar para o pior. Evidentemente, nada é impossível. Ainda pode haver uma “insurgência” dos eleitores que se abstiveram, e resolvam todos votar agora, mas é uma hipótese bastante implausível.

Deixe aqui sua risada…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Mario da Zelarino

11 de outubro de 2018 às 15h41

Gostaria de saber se é verdade o que estão falando por aí que no Debate, quando o Bolsonaro for, o Haddad vai usar o Ponto para responder as Perguntas dele com a ajuda do Lula? Achei mentira mas tem Petistas dizendo que Lula vai sim poder falar no Ponto do Candidato Haddad

Responder

darcy cruz

11 de outubro de 2018 às 14h26

Ficam aí gastando energia e tempo falando de Ciro, ele fez como João Cabral de Mello Neto, “saio do poema e lavo as mãos”, ele saiu dessa eleição, deu um tchauzinho (ou uma banana) e lavou suas mãos, o que se há de fazer, digo eu como uma Amélia rediviva. Esperança há, cabe a Haddad achar a brecha que ela existe, existe. O bostanazi já se colocou no velho dilema, “se ficar o bicho come se fugir o bicho pega” e seus marqueteiros sabem disso, já o proibiram de falar com a ajuda de médicos de caráter meio torto impresso na face, se ele falar, não vai dizer nada do nada, nem precisa de adversário e se fugir para debaixo da cama vai acabar se acabando como um pirulito de criança. Como pode se ver o negócio não é tão impossível assim, e colocar na cabeça que muitos eleitores do boçalnato não são autênticos, são antipetistas e há que convencê-los que ser petista é melhor do que nazista

Responder

    Miguel do Rosário

    11 de outubro de 2018 às 14h29

    Quem está falando de Ciro é você. Ao invés de estar construindo, está incentivando eleitores de Ciro a votar nulo. Parabéns.

    Responder

      darcy cruz

      11 de outubro de 2018 às 15h06

      Como só eu que estou falando em Ciro? Se vários estão falando e a discussão toda é sobre ele. Não sei onde você viu que eu estou estimulando eleitores de Ciro voltarem nulo. Você deve ter lido outro comentário.

      Responder

        Alan Cepile

        11 de outubro de 2018 às 16h12

        Não sei que discussão…. Já era, vamos parar de choradeira e nos preparar pra 4 anos sombrios, essa batalha o campo progressista perdeu, que possamos ser mais inteligentes da próxima vez.

        Responder

Francisco

11 de outubro de 2018 às 13h52

Difícil, muito difícil mesmo, capturar a alma petista.
Militantes, sobretudo os da Internet, mudam o discurso de acordo com as viragens táticas do partido. Tais mudanças, por vezes abruptas, deixam entrever que a estratégia maior não é das mais dignas: vencer a qualquer custo, poder pelo poder.
Sinto dizer, mas há muito de bolchevismo e algo de stalinismo na forma como as bases petistas encaram as decisões dos seus dirigentes. A infalibilidade destes e do próprio partido parece moldar a alma petista.
Ainda no primeiro turno, sem o largo avanço do bolsonarismo, que se dizia, aqui mesmo neste blog? Para obter as respostas cristalinas, basta não faltar com a verdade perante a própria consciência.
Ciro Gomes obteve 12,5% dos votos válidos, aproximadamente, menos da metade do percentual obtido por Haddad. Como, agora, Ciro salvará Haddad? Somados os votos do campo progressista, dá mais ou menos os 42% da pesquisa Datafolha.
Que fazer? Haddad e o PT têm que ir a campo e centrar suas baterias nos ainda indecisos, nos que não se sentem atraídos por um ou outro candidato. Mas, se Haddad não tem condições de fazer isso, então ele é a pessoa errada no lugar errado.
Atacar eleitores de Ciro neste e em outros espaços não trará nenhum benefício ao candidato Haddad. No limite, será um estímulo aos que optam por votar no candidato do PT como o menos ruim a anularem seus votos.
O resto é conversa fiada de petista chorão.
A não ser que seja uma nova tática discursiva para justificar a possível (provável) derrota para Bolsonaro.

Responder

darcy cruz

11 de outubro de 2018 às 13h46

Ciro parafraseou João Cabral de Mello Neto, “saio do poema como se tivesse lavado as mãos”, ele saiu das eleições assim. Portanto, não adianta querer obrigá-lo a participar da campanha de Haddad, o que é um pena, e o que é pior, ele faz o jogo do adversário por pura frustração. Haddad tem um brecha muito clara e vale a pena pensar e se agarrar a esta possibilidade. Muitos eleitores do bostanazi não são autênticos, são mais antipetistas, daí os resultados das pesquisas no primeiro turno em que em certo momento todos venciam o boçalnato no segundo. Eis a missão, transformar essa reação antipetista em favoráveis votos antinazista. Eu disse o óbvio?

Responder

    roberto

    13 de outubro de 2018 às 05h14

    E como faremos isso, Haddad vai prometer dar armas para quem tem bolsa familia?

    Responder

Jader Martins

11 de outubro de 2018 às 13h07

E o Ciro , o que aconteceu com Ciro ? Parou de falar no Ciro!!!!

Responder

Reginaldo Gomes

11 de outubro de 2018 às 12h46

Ninguém mais fala de guerra híbrida, então eu vou falar.
O golpe híbrido sem pátria é outro nível , não é esse nível pé-de-chinelo que a gente vive.
Essa dualidade idiota que existe entre esquerda X direita, capitalismo X comunismo, nazista X judeu, maçom X cristão , etc…. é uma grandessíssima bobagem.
O golpe híbrido sem pátria odeia com todas as forças do inferno a direita, a esquerda , o capitalismo, o comunismo, os nazistas , os judeus, os maçons, os cristãos ,etc….O golpe híbrido quer que toda essa cambada de idiota briguem , se matem , se violentem com a maior agressividade possível , pois, só assim o golpe terá a paz e tranquilidade necessárias para roubar tudo o que quiserem sem ser incomodados pelos idiotas briguentos , cegos de ódio.
PERCEBE?????????? É tudo uma indução artificial!!!!
Tem riqueza em abundância pra todo mundo viver em paz , é só pararmos de ser idiotas!!!!

Responder

HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

11 de outubro de 2018 às 12h38

Cafezinho, Miguel do Rosário,

PARE DE ESTIMULAR O “NÃO VOTO” EM HADDAD.
Mais: noto pelos comentários, que a maioria deles é de bolsominions.
Você está, sem se dar conta, estimulando a fascistada !!
Para com isso cara !!
Ódio e ressentimento não o levarão a “lugar algum”…..

Responder

    Miguel do Rosário

    11 de outubro de 2018 às 12h50

    O Cafezinho apoia Haddad. E faz campanha, desde sempre, contra o fascismo encarnado, representado por Bolsonaro.

    Responder

      Jader Martins

      11 de outubro de 2018 às 13h08

      Por onde anda o Ciro ? Na Europa??????

      Responder

      HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      11 de outubro de 2018 às 13h09

      Tipo “apoio crítico” do PDT, Lupi, Ciro Gomes….
      E, aí, vai para um tour na Europa….
      Fui do PDT, desde o início da década de 1980.
      Sai, e filiei-me ao PT, no final de 2015, quando ficou claro que estávamos ( e ainda estamos )
      sob ataque híbrido.
      Essa viagem do Ciro é “sinistra”…….

      Responder

      HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      11 de outubro de 2018 às 13h18

      Cafezinho, Miguel do Rosário,
      Já notou que você está inflando a coxinhada fascistóide no seu blog ??

      Responder

        Miguel do Rosário

        11 de outubro de 2018 às 13h56

        Não notei nada disso. Esses fascistas estão em toda parte. Não preciso inflar por aqui.

        Responder

          ronaldoxxx

          11 de outubro de 2018 às 18h57

          Tem pessoas de esquerda que se dizem progressistas que dizem que amar a democracia, cobram democracia dos outros mas adoram uma censura!! Miguel nao faca como o brasil247, diario e tijolaco que viraram ditadores e censuradores de opiniao alheia, porem todo dia cobram por democracia em suas materias!! FACA O QUE EU DIGO MAS NAO FACA O QUE EU FACO…conhecem essa frase??

          Responder

        CezarR

        11 de outubro de 2018 às 14h32

        Putz cara, faz um favor? Nos poupe dessa sua cara feia!

        Responder

Marcos Videira

11 de outubro de 2018 às 12h17

Em vez de postarem ataques ao Ciro, os petistas deveriam acessar o site do PT e defender a formação de uma ampla Frente Democrática, na qual o PT abdica de seu objetivo hegemônico em favor da Democracia e de uma eventual governabilidade.
Há dirigentes do PT que agora estão contra a formação de uma ampla Frente Democrática.
Jaques Wagner precisa de apoio.

Responder

    Francisco

    11 de outubro de 2018 às 13h23

    Tais dirigentes seguem a tese demencial de que, sendo certa a derrota, o melhor a fazer é fortalecer o partido na oposição. Com outras palavras, o professor Gustavo Castañon já havia alertado para isso, que trará ao Brasil sérias consequências.

    Responder

HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

11 de outubro de 2018 às 12h04

Processo de “marinização”……do Cafezinho….
Ciro Gomes passear na Europa, na atual conjuntural…???
Vexame…

Responder

    Adecio

    11 de outubro de 2018 às 12h09

    os aliados do PT são Eunicio, Requião e Renan… Chama eles pra luta, companheiro!

    Responder

      HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      11 de outubro de 2018 às 12h24

      Resposta típica de quem não respeita os eleitores.
      Ciro, se eleito fosse, teria uma bancada de 28 deputados federais, num universo de 513.
      Você já fez 12 anos de idade ???

      Responder

        CézarR

        11 de outubro de 2018 às 13h43

        E o Ciro tinha que fazer o que além de dar apoio ao Andrade? Participar do horário eleitoral no lugar do candidato do PT? Ah… é que você acha o Andrade fraco é quer terceirizar pro Ciro né?

        Responder

        Adecio

        11 de outubro de 2018 às 15h59

        Vocês nunca querem a resposta séria, parece que tem um bloqueio em perceber que a hegemonia do PT, emparedando o Ciro e demais progressistas a votar em um poste, só torna as coisas piores.

        Acabou…

        Chama o Renan, pra tirar uma foto com a Constituição em baixo do braço!

        Responder

    Damião Bonfim

    11 de outubro de 2018 às 12h11

    O Brasil inteiro sabia qual seria a conjuntura com Haddad no 2° turno. Nninguém mais que o PT quis isso. Agora aguenta. O PT boicotou até onde pode a candidatura de Ciro; os pedistas contavam vantagem da força de seu partido. Mas agora, Ciro é que é o culpado de o projeto de poder do PT estar sendo frustrado. Ciro tem mias é que se afastar, afinal, Bolsonaro é cria petista. E como diz-se por aí: “quem pariu mateus que balance”.

    Responder

      HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      11 de outubro de 2018 às 12h29

      Ciro não era vidraça, pois tinha (teve) poucos votos.
      Mas, quando o candidato sai da zona de conforto, e vai para a vitrine, começa a levar pedradas…
      E, aí, sua rejeição tende a aumentar…
      Óbvio !!!
      Agora, Ciro….passear na Europa……VEXAME !!!!

      Responder

        devanir marchioli

        11 de outubro de 2018 às 13h35

        Tem é mesmo que ir pra Europa passear mesmo, e nem voltar pra votar, só justificar e pronto. Depois do que o PT fez com ele, ele tem mesmo é que se afastar e deixar que o PT se entenda com o monstro que criou… o PT que se vire sozinho agora, não era isso que queriam, estar a frente de tudo e todos, agora que mostrem a força que tem, ou melhor que não tem

        Responder

        Adecio

        11 de outubro de 2018 às 16h00

        Larga a mão do Ciro!

        Ele é um sem voto!

        Vai atrás do pessoal do MDA!

        Abraço!

        Responder

      MARCIO MARCONATO DE CARVALHO

      11 de outubro de 2018 às 15h02

      O Bolsonaro é cria da mídia e do Judiciário. Culpar o PT que foi vilipendiado, vítima de “law fare” e jornalismo de guerra pela criação do monstro é o mesmo que culpar a vítima pelo estupro!

      Responder

    Adecio

    11 de outubro de 2018 às 12h15

    Pra que ser educado e consciente do que representa a militância que se organizou em torno do Projeto Nacional de Desenvolvimento encabeçado por Ciro???? Não!! São uns “quase-direita-brizolistas-pula-pula-de-partido”, não merecem a confiança sagrada do PT!!!

    Vão pra luta companheirada!!!

    Com Renan!

    Com Eunício!

    SEM CIRO!

    PT NUNCA MAIS!

    Responder

      HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      11 de outubro de 2018 às 12h32

      Purista.
      Provavelmente, mais voto para o lixo do Bolsonaro.
      Cafezinho, Miguel Rosário, veja o “tipo de gente” espaço que você está oferecendo e estimulando !!
      Cafezinho, sai dessa.
      Ainda dá tempo….

      Responder

        Jandui Tupinambás

        11 de outubro de 2018 às 12h40

        Hilário,

        no início tinha esta esperança. Esqueça. Miguel só não foi pra Europa com Ciro porque Ciro não o chamou.

        Responder

          Miguel do Rosário

          11 de outubro de 2018 às 13h00

          Jandui, você passou a campanha inteira apenas xingando Ciro e a mim. Por que você está preocupado com o Ciro agora? Ele perdeu o primeiro turno e declarou apoio a Haddad. O que você mais você quer?

          Responder

            devanir marchioli

            11 de outubro de 2018 às 13h38

            Boa Miguel, esses petistas nem mesmo na derrota deixam de ser arrogantes, mesmo tomando uma lavada, ainda acham que estão por cima. Bem fez o Ciro que vai descansar na Europa um pouco, deixa que o PT resolva sozinho a encrenca que se meteu. Melhor mesmo para Ciro e fazer exatamente o que fez e preparar sua campanha para 2022 e mostrar para esses arrogantes petistas como se faz.

            Responder

            Jandui Tupinambás

            11 de outubro de 2018 às 14h05

            Miguel, o PT não ganha sozinho de Bolsonaro. Nós que votamos no Haddad tínhamos consciência disto e repeti várias vezes aqui que iríamos precisar do Ciro. Todos agora são importante NO FRONT. Uma das guerras mais importantes da história brasileira está acontecendo aqui e agora e não na Europa. Imploramos, humildemente, o apoio dos bem intencionados. Precisamos de uma frente que não seja chamada de PT. E para isto é fundamental Ciro dar a cara e parar com este mimimi de apoio crítico. Precisamos de artigos que atraiam os eleitores de Ciro com mínimo de pudor. Por aqui aparecem 90% dos eleitores de Ciro que irão anular o voto. Isto acontece pela conotação de rancor de seus posts.

            É disto que precisamos. Trabalhar juntos e não de vozes dizendo nos nossos ouvidos:

            “eu te avisei”

            O PT tem a oportunidade histórica de mostrar que é grande e fazer deste governo um governo de um grande pacto. Mas, com esta postura do Ciro, isto só dificulta. Haddad tem este perfil. Como disse Nassif, ele pode ser um novo Felipe Gonzalez brasileiro.

            Isto que eu quero, Miguel. Bem mais do que o PDT está oferecendo até agora.

            Responder

Reginaldo Gomes

11 de outubro de 2018 às 12h02

O homem é a imagem e semelhança de DEUS.
Se clamar a Deus; Deus resolve!

Responder

HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

11 de outubro de 2018 às 12h00

Vexaminoso, mas não surpreendente.
Ciro tem nítido perfil de centro-direita.
Além de oportunismo barato…
Pretende ficar de “stand-by”, à espera de uma crise
institucional, para, então aparecer, como uma possibilidade eleitoral.
Só há um porém, #CiroteFalastrão: crise institucional será,
no atual contexto, “resolvida” com intervenção militar direta-convencional.
Ciro, como venho dizendo há tempos, não passa de um fanfarrão…
Quem tem projeto pessoal é o Citote……

Responder

    Jandui Tupinambás

    11 de outubro de 2018 às 12h46

    Hilário,

    não podemos desistir de Ciro. Acho que a frente deve ir lá na Europa e pedir sua volta. Toda crítica ao programa econômico de Bolsonaro deveria sair da boca de Haddad e de Ciro.

    #voltaCiro, o Brasil precisa de você. Humildemente, pedimos sua ajuda para tirar o Brasil do risco de uma nova ditadura mais sangrenta que a última.

    Responder

    CezarR

    11 de outubro de 2018 às 13h40

    Ciro está apoiando Haddad, até onde sei. Você é imbecil ou só propagador de fake news?

    Responder

Nilson Messias

11 de outubro de 2018 às 11h56

O blog e o editor deveria tirar férias e acompanha seu ídolo a Europa…é dispensável…

Responder

    Damião Bonfim

    11 de outubro de 2018 às 12h03

    Estão reclamando do Ciro, por quê? O PT não se basta? “Lula ou nada”; “eleição sem Lula é fraude”, vamos participar da fraude com Hadadad (viva, “Haddad é Lula”). Caindo na real de que antipestismo é fato, depois de usarem e abusarem da imagem do ídolo-mor, já não querem mais que Haddad seja visto como Lula (esse povo muda de discurso!). O PT não precisa do “Cinco Gomes”. ou será que precisa?

    Responder

      ronaldoxxx

      11 de outubro de 2018 às 19h01

      Perfeito, parabens..falou tudo!!

      Responder

    Adecio

    11 de outubro de 2018 às 12h13

    Cara, o Ciro n passa no PT nem com reza brava! Fica tranquilo, os aliados históricos do PT, que o partido nutriu com tanto carinho e dedicação, estão ai pra lutar ombro a ombro com vocês; chamem o Renan e o Eunício, ja da um caldo bom! Coloca o Requião e o Lindibergue pra gritar: “Canalhas!”, pronto! Vão ganhar, com toda certeza!

    Responder

Damião Bonfim

11 de outubro de 2018 às 11h56

A turma do PT passou a campanha apequenando Ciro. Todos sabiam que Haddad não teria cacife para vencer Bolsonaro no 2° turno. O PT, por vaidade, assumiu o risco. Perdeu no 1°turno, perderá no 2°, e como de costume, sem aceitar fazer autocrítica, ensaia achar um culpado: Ciro. Por isso, Ciro fez o correto: o PT não queria a esquerda no poder, caso não fosse o seu partido a governar. Todo o boicote ao candidato do PDT são provas disso. Agora, nem PT, nem PDT. O PT precisa dessa lição: Lula não é infalível; o PT não é invencível, nem era a melhor opção para enfrentar alguém que cresceu graças a rejeição a esse partido. Por isso, infelizmente, o boicote do PT a Ciro serviu mais a Bolsonaro, porque sem Ciro no 2° turno, com o antipetismo em alta, Bolsonaro leva fácil essa. Parabéns, estrategistas com espírito de escorpião.

Responder

silvio

11 de outubro de 2018 às 11h55

num cenario mais equilibrado ainda manteria minhas esperanças, Mas ate os mais pobres se bandearam p direita, Ficou dificil.

Responder

Fernando

11 de outubro de 2018 às 11h55

Miguel, aqui vai um conselho de um idoso de 65 anos: pegue o seu pessimismo e vai encontrar com o Ciro na Europa.

Responder

    marco

    11 de outubro de 2018 às 17h27

    Miguel , se existe uma coisa que aprendi em meus 72 anos é que todo otimista é um mal informado.

    Responder

Alexandre Neres

11 de outubro de 2018 às 11h40

Dizer que o cenário é difícil é chover no molhado. Agora o cenário dantesco, inclusive com perda de votos entre os próprios eleitores, parece torcida disfarçada pra depois dizer novamente: “eu não disse?”.

No livro “Como as Democracias Morrem”, de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt, seus autores tratam de momentos capitais, em que a democracia está indo para o saco, até partidos conservadores tradicionais se aliam à esquerda para impedir o fascismo. Lamentavelmente, não é o que se vê no nosso país, quando candidatos do próprio campo democrático e popular mostram falta de grandeza e agem de forma oportunista e com cálculo político, pensando no próprio umbigo enquanto o país está nos estertores.

Responder

    Ricardo JC

    11 de outubro de 2018 às 11h47

    É isso mesmo. A ideia é nos entregar à barbárie, o quanto antes, para depois poder dizer “eu não avisei”. Pior, sem ter a menor prova de que seria diferente se fosse com o “outro” (me recuso a escrever o nome, pois minha decepção foi enorme…sempre estive disposto a apoiar qualquer candidato do campo progressista e este cretino, por um ressentimento infantil, que só demonstra a inviabilidade de ser apoiado em uma frente ampla, se manda para fora do país…).

    Responder

    CezarR

    11 de outubro de 2018 às 11h51

    Eu simplesmente não consigo crer nesse tipo de canalhice que vocês vem aqui escrever. Vocês (Ricardo JC incluso) são absolutamente desonestos. Fiquem tranquilos, o PT (agora adotando cores tucanas na campanha) caminha cada vez mais para o centro e logo deixará de ser um partido progressista!

    Responder

      HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      11 de outubro de 2018 às 12h02

      ??????
      O PT sempre um partido e centro-esquerda…
      ??????

      Responder

        Adecio

        11 de outubro de 2018 às 12h10

        PT é o partido dos bancos e dos seus aliados do PMDB. Talvez seja uma boa ir pra luta com esse pessoal… Vai la atrás deles, mano! O Ciro n passo no PT nem com reza brava!

        Responder

          HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

          11 de outubro de 2018 às 13h15

          Discurso manjado…
          Não passa de um rancoroso anti-petista.

          Responder

            Adecio

            11 de outubro de 2018 às 16h08

            A leitura só é anti petista se você considerar tudo onde o PT fracassa como anti petismo. Não, né? Você deve achar que a eleição está no papo! Que beleza! Vai lá, companheiro! PT, lula livre, #elenão … Haddad vai ganhar com certeza! Uhu!!!

            Responder

              fora PT

              12 de outubro de 2018 às 05h42

              b17 <3

              Responder

      Alexandre Neres

      11 de outubro de 2018 às 14h41

      Caro CesarR, até então você tinha a minha consideração. Discordo dos seus pontos de vista, mas os respeito. Considero-me de esquerda, nas 3 eleições anteriores votei no PSOL. Este ano votei no Haddad porque creio que o poder usurpado deveria voltar para o seu legítimo detentor. Se fosse um tempo de normalidade democrática, teria votado no Boulos. Sou crítico ao PT, já você segue fielmente um salvador da pátria, nunca o vi criticando um pontinho do sabe-tudo. As nomeações do PT para o STF, por exemplo, foram catastróficas; as desonerações fiscais da Dilma foram absurdas e equivocadas. Quem está ocupando o poder dá a cara à tapa e erra. Nem por isso me deixo manipular e ser um manifestoche, não deixo a Globo me instilar seus pontos de vista feito uns e outros que vejo por aqui nem repito cometários que parecem ser provenientes de um pato amarelo. No Brasil, quem fez o dever de casa ao longo do tempo foi o PT, Ciro troca de partido como quem troca de roupa. Não é razoável supor que um partido construído coletivamente e que tem base social ceda a vez para um arremedo de partido que votou integralmente a favor da intervenção no Rio; que um partido maior ceda para um menor; que um partido que participou de todos os segundo turnos ou pelo menos ficou em segundo lugar abdique de tamanho cabedal político; que não considere que um partido detonado diuturnamente, com um candidato escolhido a menos de um mês do pleito, tenha 29% dos votos, enquanto outros tiveram 12%. Eleição não se ganha em pouco tempo, meu caro, olhe o exemplo do PT, a menos que seja com um candidato caudilho feito o Bolsonaro. Se perder eleição, o que faz parte do jogo, porém os efeitos seriam nefastos para o país, o PT credencia-se como o líder da oposição constituída ao coiso. Último ponto, não desrespeitei ninguém. “Canalhice”, “absolutamente desonesto” não são termos elegantes. Hoje em dia está cheio de radical de teclados, gostaria de ver se teria a coragem de repetir isso na minha cara. Não tenho medo de fascista. Olho nos olhos. Uso no peito o adesivo #EleNão.

      Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com