Boulos em Recife

Ciro faz primeiros comentários sobre novo governo Bolsonaro

Por Miguel do Rosário

07 de novembro de 2018 : 18h32

O ex-ministro Ciro Gomes, que obteve cerca de 13 milhões de votos em 2018, foi entrevistado por um internauta em Fortaleza, e fez seus primeiros comentários sobre a postura que adotará diante do governo Bolsonaro.

Assista e comente!

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

moisesdossantos

13 de novembro de 2018 às 11h14

Ciro Gomes chance zero , Brizola PDT perdeu no primeiro turno mesmo com divergencia viajou o Brasil fazendo campanha para o Lula , este preferiu se esconder e ainda quer montar sua barraca eleitoreira de falsa oposição , puxando o saco do Bolsonaro .

.

Responder

moisesdossantos

13 de novembro de 2018 às 11h12

Ciro Gomes chance zero , Brizola PDT perdeu no primeiro turno mesmo com divergencia viajou o Brasil fazendo campanha para o Lula , este preferiu se esconder e ainda quer montar sua barraca eleitoreira sem voto para mais uma derrota .

Responder

José Henrique França

11 de novembro de 2018 às 21h43

Mais um blog que apoiou o Ciro e deixou a democracia de lado, Migue sou pouco de escrever mas,lia sempre seu blog.,lia poia está é última olhada tchau. Ciro é bolsonaro.

Responder

Prof Iso

09 de novembro de 2018 às 12h52

Ops…..me enganei, isto é um blog de direita. Desculpe a intromissão, isto não se repetirá.

Responder

Guto

07 de novembro de 2018 às 23h01

Seria bem melhor o Ciro Pilatos ir para Paris e ficar de vez por lá com a boca bem fechadinha.

Responder

Sebastião

07 de novembro de 2018 às 22h20

Miguel, como você quer pedir ajuda e assinatura, quando só tá usando Ciro como referência na esquerda? Virou blog do Ciro, O Cafezinho.

Responder

ari

07 de novembro de 2018 às 19h41

“Segundo ele, a intenção do futuro bloco é reconhecer a legitimidade do novo presidente eleito e desejar que ele “acerte a mão” na condução do país” DCM Hoje – Bloco, isto é, Ciro e Marina)
Vai passar também para o PSL?

Responder

    Oblivion

    07 de novembro de 2018 às 20h59

    “o fascismo é fascinante e deixa a gente ignorante fascinada”…
    Foi pra ti mesmo Ari, parece que já vi essa tática de garimpar algo de uma entrevista ou texto pra colocar alguém em cheque. O mínimo que se possa esperar nesse momento pós eleição é que os candidatos deem boa sorte e esperem o melhor pro seu povo. O Ciro já começa deixando claro que será oposição, mas de maneira educada deseja boa sorte. Depois já explica por que fundir ministérios é um imaginário da mídia tupiniquim e que, traduzindo pra bom português é um baita de um embuste, assim como as privatizações é matar a vaca pra controlar os carrapatos.

    Responder

      Nostradamus ( Consultoria & bacia )

      08 de novembro de 2018 às 08h34

      Certo até certo ponto… Esta linguagem ambígua não vai levar o Ciro a lugar nenhum. Teve que bater em ¨alguns ¨da outra oposição errada segundo ele que quer sempre o pior para o país. Ele precisa estar como se diz ligado a Deus e ao diabo ao mesmo tempo… Arrumará a desculpa mais esfarrapada possível vestida e embrulhada com papel doirado quando a bancada do seu partido votar com o fascista projetos nazistas, aguardem, quem viver verá. De formas que morde assopra, afaga e mete porrada já cansou. Só um imaturo aguenta. E o irmão vai apanhar na cara no senado, mantenho a previsão.

      Responder

      Dimas

      10 de novembro de 2018 às 00h32

      Ciro tentou insinuar que havia uma razão muito importante para a posição tomada após o 1º turno. Até agora não explicitou isso. O que é que não poderia ser dito naquele momento e que até agora não disse? Ciro pretende juntar os cacos da centro direita e constituir um partido de oposição responsável? Uma oposição que flerte com o fascismo pode ser considerada oposição? Pode ser considerada democratica mesmo?

      Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com