Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A entrevista de Mangabeira Unger à Folha

Por Miguel do Rosário

16 de dezembro de 2018 : 10h08

Recomendo intensamente que os internautas leiam a entrevista de Mangabeira Unger, importante pensador brasileiro, à Folha de São Paulo.

É muito interessante. Não quero acrescentar adjetivos ou resumos, que mais deturpam do que atrapalham a compreensão da matéria.

Tenho me posicionado contra essa estratégia de fazer manchetes sensacionalistas, muitas vezes alterando completamente o conteúdo, e que visam – por incrível que pareça, isso é uma “estratégia comercial” – revirar as entranhas dos internautas, para que eles já entrem comentando furiosamente.

Mais tarde, farei alguns comentários sobre a entrevista.

O original está aqui, neste link.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

30 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

18 de dezembro de 2018 às 23h05

O Cafezinho anda tão mal das pernas que sua audiência está muito inferior ao do Duplo Expresso.
Rosário embarcou numa furada, e, parece, não querer reconhecer….
Talvez haja outros motivos, digamos, inconfessáveis……….
Nada mais pode justificar, racionalmente, a decadência de Miguel do Rosário, e seu Cafezinho…

Responder

Ioiô de Iaiá

17 de dezembro de 2018 às 17h43

O Ciro esperava que o PT o escolhesse como candidato para presidente? Mesmo sendo de um partido nanico? Ora, ora. A vaidade dele o deixou cego. O comportamento dele posteriormente mostrou que ele não era confiável mesmo.

Responder

    Carlos Eduardo

    18 de dezembro de 2018 às 13h22

    Ciro nunca quis nada com o PT, de onde vc tirou isso??

    Responder

Lideana

17 de dezembro de 2018 às 16h45

Ciro e um falastrão ,Nunca vai chegar ao poder e muita inveja tenho saco desse senhor ARROGANTE

Responder

Alan Cepile

17 de dezembro de 2018 às 15h31

Eu me divirto com os comentários da petezada que não se conforma que O Cafezinho não é um puxadinho do PT.

Conformem-se!

Responder

    Marcus Padilha

    19 de dezembro de 2018 às 14h12

    É verdade. É um comitezinho do coroné traíra.

    Responder

    Carlos Eduardo

    19 de dezembro de 2018 às 16h05

    Parabéns ao Cafezinho por não se desviar do seu caminho e, principalmente, por não fazer a vexatória figura de porta voz do partido mais rejeitado da história da política brasileira.

    Responder

claudio rodrigues

17 de dezembro de 2018 às 15h13

cafezinho com abobrinhas deveria ser chamado esse blog q passou há pouco ($$?) ser o porta voz do Ciro, o covarde.

Responder

Thiago Henrique

17 de dezembro de 2018 às 14h22

Vendo essa entrevista e as declarações recentes do Ciro, nao me resta dúvida. Daqui pra frente nas urnas Boulos e mais nada.

Responder

Miramar

17 de dezembro de 2018 às 13h57

Gostaria de entender por qual razão os petistas acham que o apoio deles é desejáve. Para mim, bastaria que parassem de atrapalhar.

Responder

    Miramar

    17 de dezembro de 2018 às 13h59

    Quero dizer, desejável.

    Responder

Marcos Lima

17 de dezembro de 2018 às 11h53

O PT apoiar o Ciro Gomes, não atingia dois dígitos. Caso tivesse ido para o segundo turno, a Direção do PT, ou seja, seus principais dirigentes não teriam ido para o exterior e abandonado o processo sucessório.

Responder

Tamosai

17 de dezembro de 2018 às 10h23

As duas entrevistas de Roberto Mangabeira Unger – ao Valor e à Folha – esclarecem bem as razões objetivas que levaram ao racha das esquerdas e à eleição de Jair Bolsonaro.

Mangabeira confirma o relato de Fernando Haddad, de que foi oferecido a Ciro o papel posteriormente desempenhado pelo próprio Haddad, de ser o vice-presidente na chapa de Lula e assumir a candidatura quando Lula fosse impedido. Ciro não teve visão estratégica e o resultado é esse: virou um ressentido, tipo metralhadora giratória.

Responder

    João Carlos

    17 de dezembro de 2018 às 11h17

    Análise do Nassif:

    Mangabeira e os erros que tiraram a presidência de Ciro, por Luis Nassif

    https://jornalggn.com.br/noticia/mangabeira-e-os-erros-que-tiraram-a-presidencia-de-ciro-por-luis-nassif

    Responder

    Apolônio

    17 de dezembro de 2018 às 21h05

    Mas ele teve visão estratégica. Você pode não gostar da estratégia, mas não dizer que não houve uma. Ao contrário do PT, que tinha a sua visão obscurecida pelo fanatismo, Ciro conseguiu entender que Lula tinha se tornado tóxico, e procurou manter uma distância – estratégica – dele. Avaliação essa que se provou correta, tanto quando o PT buscou de toda forma esconder o presidiário no 2o. turno quando, finalmente, perdeu a eleição. Ciro queria os votos do PT, mas não estava disposto a demonstrar submissão pública ao presidiário, que por sua vez não aceitava apoiar Ciro sem essa condição. O resto agora é história.

    Responder

Jueli Cardoso Jordão

17 de dezembro de 2018 às 09h34

Miguel, estou de acordo apenas com a constatação de que não devia ter se afastado do Lula. Para melhor compreender as idéias do Ciro, no que diz respeito a se contrapor ao PT, leia contra argumentação muito precisa do Valter Pomar no link abaixo. Aí sim, chegamos a conclusão das verdadeiras idéias do Ciro e também do Mangabeira. Imperdível!..

https://www.brasil247.com/pt/colunistas/valterpomar/377848/Mangabeira-Unger-attacks-again.htm

Responder

Alan Cepile

16 de dezembro de 2018 às 18h27

Considerações rápidas:

1) Ninguém pode dizer ao certo qual seria o resultado da eleição com Lula, mas ele acerta em dizer o que todo mundo sabe, que o antipetismo foi a maior força da eleição.

2) Ciro gastou muito tempo explicando sua relação com Lula, nisso ele tá certo, mas a mídia perguntava isso insistentemente e não foi a toa, a mídia quis sangrar o candidato mais preparado, isso foi óbvio, gastando o tempo com perguntas idiotas sobre Lula evitando que Ciro se mostrasse ao eleitorado.

3) Se Ciro tivesse aceitado ser vice do Lula e depois encabeçado a chapa, ele seria SIM poste do Lula, de luxo mas seria. Nessa eu não concordo com o Mangabeira.

4) Não concordo com o que ele disse do Moro, que pra mim é uma figura espúria, corrupta e cínica.

Responder

    Paulo José

    17 de dezembro de 2018 às 09h54

    Se Ciro tivesse aceitado o cargo de vice e virasse poste, talvez estaria mais iluminado.
    Antes poste que matraca ressentida.

    Responder

      Alan Cepile

      17 de dezembro de 2018 às 10h30

      Antes ______________________ do que ter aceitado ser um poste.

      Complete com o que vc quiser.

      Responder

ari

16 de dezembro de 2018 às 16h30

Lá vi algumas entrevistas desse cidadão. Eu não o chamaria de “importante pensador” brasileiro

Responder

Miramar

16 de dezembro de 2018 às 14h07

Os únicos sites progressistas que leio atualmente são o The Intercept Brasil e O Cafezinho. Justamente por não utilizarem manchetes sensacionalistas ou resumos tendenciosos. Não é por simpatizar com o campo progressista que tenho que dar uma de seguidor de seita.

Responder

    ari

    16 de dezembro de 2018 às 16h29

    Seita? Imagine se vc não simpatizasse

    Responder

    Alan Cepile

    16 de dezembro de 2018 às 18h30

    Pensamos de maneira semelhante, O Cafezinho e o The Intercept Brasil são os melhores portais de notícias do nosso campo.

    Responder

    Oblivion

    16 de dezembro de 2018 às 18h41

    Concordo Miramar. Infelizmente é muita canalhice, afinal por que colocam frases retiradas de um contexto e se lembram só do que lhes é conveniente? Me refiro a manchete canalha que ele, dito como guru de Ciro Gomes, via o governo aberração promissor… Ele não foi ministro no governo Dilma também?
    Por mais que eu não concorde com algumas opiniões que ele deu na entrevista, o que não da é sair concordando com canalhices..Além disso, eles garimpam frases fora do contexto com o claro objetivo de contaminar discussões que deveriam ser mais inteligente.

    Responder

    Ultra Mario

    17 de dezembro de 2018 às 13h31

    Falando em seitas, é muito hipócrita petistas tentarem acusar o Bolsonaro de pagar por difamações, quando o PT faz exatamente a mesma coisa.

    Responder

Fábio maia

16 de dezembro de 2018 às 13h55

Rosário kd os comentários? Quero tua opinião sobre a verdade da divisão do campo progressista. Aliás os fatos comprovaram que Ciro nunca foi do campi

Responder

Paulo

16 de dezembro de 2018 às 11h22

Só é acessível para assinantes…

Responder

Olinto

16 de dezembro de 2018 às 10h52

O Mangabeira está lascado com o cirismo e os ciristas do cafezinho…

Responder

Olinto

16 de dezembro de 2018 às 10h47

O Mangabeira está lascado com os com o cirismo e os ciristas do cafezinho… Aguardem os comentários.

Responder

    CezarR

    16 de dezembro de 2018 às 17h08

    Hein? ?

    Responder

Deixe um comentário