Mano Brown para o canal Pronto, falei!

Trump tira 100 mil empregos de imigrantes com nova proibição

Por Tulio Ribeiro

22 de fevereiro de 2019 : 19h07

Donald Trump continua com objetivo de retirar estrangeiros da competição no mercado trabalho com os estadunidenses. A proibição de emprego planejado pelo governo, que entra em sua fase final de revisão, afetará cerca de 100.000 cônjuges imigrantes com vistos de trabalho.

O governo de Donald Trump tem planejado o cancelamento do visto de trabalho de milhares de imigrantes que estão nos EUA desde o ano passado graças ao status de imigração de seus cônjuges.

A proibição de emprego planejada pelo governo, que entra em sua fase final de revisão, afetará cerca de 100.000 cônjuges imigrantes com vistos de trabalho.

Nesta semana, como último passo, o Departamento de Segurança Interna enviou a nova regra proposta para o Escritório de Administração e Orçamento.

Deste modo a proibição afetaria as esposas e os maridos dos portadores de vistos H-1B que estão em processo de obtenção de um “Green Card”.

Quando a administração Obama, o ex-presidente implementou esta autorização de trabalho conhecido como H4 EAD, em parte para ajudar a lidar com a acumulação maciça de pedidos de “Green Card” por titulares de vistos H-1B da Índia e China, sofrendo uma espera gigantesca para obter residência permanente, fator que impossibilita que seus cônjuges trabalhem legalmente no país.

Pesquisadores da Universidade do Tennessee estimaram que 93% dos cerca de 100.000 cônjuges, que possuem o visto H-4, são mulheres da Índia.

A mudança de regra proposta por Trump nasceu de sua ordem executiva “compre americanos e contrate americanos”, segundo a “Homeland Security”.

“Alguns trabalhadores estadunidenses se beneficiariam com esta regra proposta para ter uma melhor chance de conseguir empregos que alguns dos trabalhadores H-4 têm atualmente”, disse o Departamento de Segurança Interna e USCIS para justificar a aplicação desta regra.

Nesta quarta-feira, a Homeland Security enviou seu esboço da regra H-4 para o Escritório de Administração e Orçamento (OMB), que irá revisá-lo e devolvê-lo à Homeland Security com ou sem as mudanças recomendadas.Após a revisão, a Homeland Security publicará uma minuta de regra no registro federal, o que gerará um período de comentários públicos.

A regra só será finalizada após o encerramento do período de comentários. No entanto, o prognóstico é haja um volume de ações para tentar bloquear a regra proposta por Trump.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fabio

25 de fevereiro de 2019 às 11h09

como o próprio Trump disse “até o ceu possui regras duras de imigracao”
Todo pais com seguro social baseado em impostos coletivos deve ter regras claras de quem tem diretos a eles e de imigracao. É justo com quem paga os impostos e tambem necessario para que o sistema se mantenha.

Responder

Reginaldo Gomes

23 de fevereiro de 2019 às 14h53

Brasil e EEUU estão devastando a Venezuela , bombardeando as fronteiras com ajudas humanitárias.
As verdadeiras bombas de efeito moral.
Deus é maior, graças a Deus.

Responder

Paulo

22 de fevereiro de 2019 às 21h29

É uma medida dura, e, em certo sentido, desumana. Mas um país deve ter o direito de decidir quem quer receber, desde que o faça por critérios claros, objetivos, universais. Eu jamais quereria ficar num país que não me desejasse. Aliás, nem como turista gostaria de passar por lá. Eu não sei por que certas pessoas se dão o direito…

Responder

Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com