Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Reuters/Direitos Reservados

Covid-19: Brasil registra 1.367 mortes e 41.008 novos casos em 24h

Por Redação

21 de julho de 2020 : 22h04

Até o momento, 1.465.970 brasileiros se recuperaram da covid-19

Publicado em 21/07/2020 – 20:34

Por Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Agência Brasil — O balanço diário do Ministério da Saúde desta terça-feira (21) mostra que foram registradas mais 1.367 mortes por covid-19 e 41.008 novos casos confirmados da doença nas últimas 24 horas. Com isso, o total de óbitos desde o início da pandemia chega a 81.487. Para se ter uma ideia desse quantitativo, o número é quase o total da população da cidade portuária de Paranavaí (PR). A cidade paranaense tem 88.374 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatístiva (IBGE)

Já o total de casos confirmados acumulados da doença subiu para 2.159.654. O número é superior a população total de Curitiba. A capital paranaense tem 1.933.105 habitantes, de acordo com o IBGE.

Desde o início da pandemia, o Paraná já registrou 57.538 casos do novo coronavírus e 1.415 óbitos. O estado ocupa a 13ª posição dos mais afetados pela covid-19 no país. No topo da lista estão São Paulo, Ceará e Rio de Janeiro.

Dados do Ministério da Saúde mostram que 1.465.970 pessoas se recuperaram da covid-19 no Brasil, ou seja, 67,9%. Neste momento, 612.197 pacientes em todo o país estão em acompanhamento.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3.8%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 38,8. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1027,7.


Boletim epidemiológico covid-19 

Edição: Liliane Farias

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Mariano

22 de julho de 2020 às 06h54

DEPOIS DE PUTIN, TUDO MELHOROU NA RUSSIA. POR QUE DEPOIS DE BOLSONARO A MESMA COISA NÃO PODERÁ ACONTECER COM O BRAZIL?

De fato, depois de Putin, a Russia transformou-se na 2ª ou 1º potência bélica mundial, e em termos de qualidade de vida de sua população ocorreu extraordinários avanços. E lembrando: a Rússia não é mais um país comunista.

Por que algo semelhante não pode acontecer com o Brasil depois da saída de Bolsonaro e de Paulo Guedes do poder?

Por telefone, foi isto que me perguntou um amigo depois de ter visto a primeira e segunda partes da entrevista dada por Vladimir Putin ao cineasta americano Oliver Stone (legendada em português) e
reproduzida no Blog Nocaute, de Fernando Moraes. Veja o link da página:

https://www.youtube.com/watch?v=K-pUw0ioznY&list=PLbE2-D-NcMD7bF-vZlQG7iB5pI3l_G0Y1&index=1

E eu respondi: exatamente por isso, meu caro amigo. A Russia possui um fantástico arsenal nuclear, muito maior e mais azeitado do que o existente durante a guerra fria, a primeira. E que armamentos temos no Brasil? Garfos e facas de cozinha? E se quiserem, podem me chamar de Dr. Strangelove, ***

Além disso, na Rússia, crimes de traição são punidos com a pena de morte. Aqui no Brasil, José Serra, Aécio Neves, Dallagnol, SÉRGIO MORO, Paulo Guedes, Geraldo Alckmin, FHC, e tantos outros continuam livres, leves e soltos, sem que nadica de nada lhes aconteça.E se o traidor for um militar das forças armadas Brazileiras, miliciano e genocida como Bolsonaro, nem pensar.

Você acha que é fácil para os Estados Unidos destruir um país como a Russia sem uma retaliação imediata e avassaladora? Ou seja, sem a destruição do mundo? E eu não estou falando nem do papel da China nisso tudo.

3ª parte da entrevista na próxima sexta-feira, 24/07, às 21:45, no blog Nocaute, de Fernando Moraes. Se não puder assistir na sexta, assista em outro dia qualquer

***Dr. Strangelove, filme que no Brasil chegou com o nome de Dr.Fantástico, é um filme britano-estadunidense de 1964, uma comédia de guerra dirigida por Stanley Kubrick. Kubrick é também o diretor de LARANJA MECÂNICA e o ILUMINADO, dois filmes da pesada,. desaconselhados para quem tem coração fraco
──────────────────────────────────────────

Responder

Aurelino

21 de julho de 2020 às 23h37

Com o “liberou geral”, país tem 2° dia mais mortal da Covid-19
POR FERNANDO BRITO · 21/07/2020

O Ministério da Saúde publicou o total de mortes registradas na últimas 24 horas: 1.367 óbitos, a segunda maior marca na contagem de óbitos desde o início da pandemia do novo coronavírus, abaixo apenas das 1.473 anotadas em 4 de junho.

Chegamos a cerca de 81,5 mil mortos e, pior, estamos cumprindo sistematicamente nos registros reais a projeção matemática da Universidade de Washington, que estima mortes na casa de 200 mil até o final de outubro em nosso país.

Claro que todos ficamos otimistas e animados com as notícias positiva sobre o desenvolvimento de vacinas, mas não existe nem a certeza de que estas irão funcionar efetivamente e, ainda que se confirmem estas hipóteses tão ansiadas, aprová-las, fabricá-las e ministrá-las em quantidades gigantescas é algo que não está no horizonte próximo.

É dever dos governos fazer a única coisa que está, hoje, ao seu alcance: promover as medidas preventivas que reduzam ao mínimo a possibilidade de contágio, em lugar de agitar as pessoas com uma promessa irreal de cura que as leve a descuidarem-se.

E é isso o que faz, despudoradamente, o nosso infectante-mor, instalado no Planalto.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade