Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Eleições 2020: Conheça os possíveis nomes na disputa pela Prefeitura de Fortaleza

Por Gabriel Barbosa

22 de julho de 2020 : 17h11

No pleito de 2020, a capital cearense provavelmente terá figuras conhecidas na disputa pelo Paço Municipal.

Considerado o pré-candidato informal do governo Bolsonaro, o deputado federal Capitão Wagner (PROS) poderá entrar na disputa pela segunda vez. Em 2016, o PM da reserva disputou o segundo turno pelo PR com o atual prefeito Roberto Cláudio (PDT), mas perdeu a disputa com 46,4% dos votos contra 53,5% do pedetista que acabou sendo reeleito. Wagner conta com o apoio formal do senador Luiz Eduardo Girão (Podemos-CE) e do PSC. O parlamentar se destacou na política por apoiar reivindicações salariais da corporação militar no Ceará. No início de 2012, Wagner participou ativamente da paralisação dos PM’s no estado. Já em fevereiro deste ano, o parlamentar também apoiou o motim da Polícia Militar no Ceará que durou 13 dias, embora não tenha participado ativamente.

Do lado oposto, o PT lançou a deputada federal Luizianne Lins (PT) como pré-candidata. Aliada ferrenha do ex-presidente Lula e integrante do núcleo “duro” do partido, a petista já comandou a capital por dois mandatos (2005-2009 e 2009-2013) entre o auge do lulismo e a metade do primeiro governo Dilma. Em 2012, tentou emplacar à candidatura de Elmano Freitas (PT) que foi derrotado no segundo turno pelo então candidato do PSB, Roberto Cláudio. Na época, o candidato petista contou com o apoio do então candidato à vereador pelo PL Capitão Wagner. Luizianne atribuiu a derrota do “herdeiro” por um suposto isolamento do PT na capital e “ainda teve a roubalheira”, segundo ela, dos aliados de RC.

Já o PSOL deverá lançar novamente o deputado estadual Renato Roseno para a disputa. A pré-candidatura do parlamentar foi anunciada no dia 27 de junho pelo presidente estadual do partido, Ailton Lopes. Roseno também é uma figura conhecida pelo eleitorado fortalezense. Disputou a vaga de prefeito em 2008 e 2012, ficando em quarto e quinto lugar, respectivamente.

Pelo Solidariedade, o nome do deputado estadual Heitor Férrer é o predileto. Férrer faz oposição à gestão de Roberto Cláudio (PDT) e embora o partido ainda não tenha anunciado sua pré-candidatura, o parlamentar já afirmou diversas vezes que deverá ser candidato.

Partido de situação na capital, o PDT ainda não escolheu um nome para a disputa. O partido presidido pelo senador Cid Gomes no Ceará têm cinco nomes: o ex-secretário de governo Samuel Dias, ex-secretário municipal Ferrucio Feitosa, o deputado federal Idilvan Alencar, deputado estadual Salmito Filho e o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Dr. Sarto.

Nesta quarta-feira (22), às 18hrs, os pré-candidatos do PDT participam de um debate mediado pela vice-governadora Izolda Cela. A transmissão do evento será feita pelas redes sociais do @prefeitorobertoclaudio , @senadorcidgomes e @cirogomesoficial.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sergio Ricardo

07 de setembro de 2020 às 12h06

A reportagem é uma FAKE NEWS no quando afirma que o Candidato Capitão Wagner apoiou o “Motim” este ano. Essa “noticia” é falsa! Sem contar que usa a palavra “MOTIM” claramente para dar conotação negativa. Outra Fake News é que ele é candidato informalmente apoiado pelo Presidente Bolsonaro.
Essa desinformação é muito grave, pois já mostra o viês ideológico da “reportagem”.

Responder

    PAULO CARVALHO

    19 de outubro de 2020 às 21h33

    THE PANDEMIC VERSES

    UM PETRALHA NA PREFEITURA
    DUAS COISAS VÃO SUCEDER
    OU SAI RICO TENTA VOLTAR
    OU VAI PRESO SEM RECEBER
    FRUTOS QUE TANTO ESPEROU
    POR GANHAR E NADA FAZER
    PREVARICANDO O BASTANTE
    E ABUSANDO DO PODER
    PRATICANDO A CONCUSSÃO
    E RELEVANDO O DEVER

    Responder

carlos gondim jatahy

11 de agosto de 2020 às 19h05

Vejo como nome potencial ara dista a Prefeitura de Fortaleza, Ferrucio Feitoza.

Responder

Julimar Araújo de Freitas

30 de julho de 2020 às 09h45

O Capitão Wagner está em cima do muro!
Ou assume que é bolsonarista e continua sendo um homem de coragem exemplar;
ou nega apoio ao presidente da república para se fortalecer como o candidato vencedor.
No atual momento político ninguém consegue ser isento!!!

Responder

    fabio

    08 de setembro de 2020 às 14h19

    pro inferno com bozobosta

    Responder

Diego

26 de julho de 2020 às 03h44

O PDT se uniu a EUNÍCIO DE OLIVEIRA pra isolar o PT aí em Fortaleza, o jornalista se esqueceu disso, aliás, se esqueceu não, tá omitindo mesmo.

Responder

    Clarice

    26 de julho de 2020 às 23h16

    O Eunício de Oliveira que o PT apoiou pra reeleição a senador em 2018 a contragosto dos Ferreira Gomes?

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?