Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Apoio ao impeachment de Bolsonaro sobe 11 pontos e bate novo recorde, diz pesquisa

Por Redação

28 de maio de 2021 : 10h11

Um levantamento divulgado pelo PoderData mostra que o apoio ao impeachment de Jair Bolsonaro cresceu 11 pontos em apenas dois meses. O cenário caótico gerado pela má condução da pandemia reflete na insatisfação da população com o atual governo.

De acordo com a pesquisa, cerca de 57% dos entrevistados apoiam que o atual ocupante do Planalto seja impedido de continuar no cargo. Além disso, Bolsonaro também sofreu uma queda de 9 pontos no que diz respeito aqueles que declaram que ele deve continuar ocupando o Planalto, caiu de 46% para 37%. Outros 6% não souberam responder.

Fonte: PoderData

Nos dados estratificados, o apoio ao impeachment de Bolsonaro é majoritário tanto entre as mulheres com índice de 61% quanto entre os homens com 54%. No Nordeste, o ex-capitão continua com rejeição altíssima de 64% que apoiam seu impedimento. Já na classe média (entre quem recebe de 5 a 10 salários mínimos) o abismo é ainda maior com 68% de apoio a sua derrubada do poder.

Fonte: PoderData

O DataPoder realizou 2.500 entrevistas em 462 municípios nos 27 estados. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

dcruz

29 de maio de 2021 às 07h24

Por muito menos cassaram a Dilma.

Responder

Alan C

28 de maio de 2021 às 14h19

Não vai ter impeachment, esqueçam isso.

Responder

Deixe um comentário