Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Imagem: Divulgação

França diz que um erro em SP pode custar eleição de Lula

Por Redação

20 de maio de 2022 : 08h14

O ex-governador e pré-candidato ao governo de São Paulo, Márcio França (PSB), voltou a sinalizar para o eleitorado de centro na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes. Nas palavras do socialista, ele nunca combinou com a cor vermelha.

“Eu nunca combinei muito com esse tom vermelho. Não é o meu estilo. Sou do PSB há 40 anos, foi meu único partido. Não posso ser acusado de ser incoerente. Eu compreendia os movimentos do PSDB e achava que o partido não devia ser tratado como inimigo. Era um adversário. O convite ao Alckmin [que migrou do PSDB para o PSB] é uma mensagem aos brasileiros”, afirmou ao Estadão.

Ainda na entrevista, França falou sobre os movimentos do PT para que sua candidatura seja retirada em prol da postulação do ex-prefeito Fernando Haddad. Vale lembrar que Haddad e França estão polarizados nas pesquisas eleitorais.

O ex-governador também mandou um recado para o ex-presidente Lula e destacou seu desempenho eleitoral na campanha de 2018.

“São Paulo é muito importante, mas o Brasil é mais importante do que São Paulo. É preciso que a gente tenha em mente o que está acontecendo na eleição brasileira. O erro em São Paulo pode custar a eleição brasileira (do Lula). Dez por cento em São Paulo são 2,5 milhões de votos. Não há como compensar isso”, lembrou.

“Em 2018 eu tive para governador 10,2 milhões de votos e o Haddad, 7,2 milhões para presidente. Estamos discutindo esses 3 milhões. Por que esses 3 milhões migraram para mim e não para ele? É isso. De repente estou enganado, mas acho que temos de ir em busca do que não era nosso. […] Nós temos que aliviar a tarefa do Lula. Eu amplio um pedaço a mais que ele não tem”, completou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Orlando Soares Varêda

25 de maio de 2022 às 19h15

Qual seria a razão para um indivíduo ruminar tanto ódio? Justamente, contra o brasileiro que venceu na vida, a despeito de tantas dificuldades.
Não creio que a inveja e o despeito doentio contra o vitorioso presidente Lula, seja por sí só, capaz de provocar tantas atribulações na mente de um ser vivente.

Orlando

Responder

Natalia

20 de maio de 2022 às 13h15

Tarcisio é a cara de SP…esqueçam.

Responder

Sá Pinho

20 de maio de 2022 às 11h32

Dá para entender França que hoje ocupa a segunda colocação na pesquisa para governador de São Paulo, na qual Haddad mantém-se em primeiro com viés de crescimento, ou seja, uma situação que mostra viável os dois concorrerem e estarem (ambos) no segundo turno decidindo, ainda mais considerando-se que o perfil dos possíveis eleitores dos demais candidatos que talvez contem na campanha (o atual governador traíra candidato pelo PSDB e o candidato carioca impor(s)tado pelo desgovernante federal), pode levá-los a penderem para França, se mostrar-se competente para isso tanto quanto fala ao tentar justificar a retirada da candidatura de Haddad a seu favor, por saber que Haddad já está no segundo turno e ele depende para lá estar dos votos hoje destinados a Haddad pelos eleitores que não desejam para o estado de São Paulo o mais dos mesmos (França incluso), dos últimos 28 anos.

São Paulo pede Haddad e não mais os mesmos do mais do mesmo menos, por mais 4 anos.

Simples assim, França…

Candidate-se, mostre ou não mostre seu rosinha quarentão se inconveniente, faça para estar no segundo turno e lá decide-se quem tem mais café preto no bule ou chá rosado na chaleira, democraticamente.

Responder

Efrem Ventura

20 de maio de 2022 às 10h11

Cadé as fotos do casamento milionario daqule sujeito que odeia a classe media mas adora fazer negocios com a classe alta…?

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina