Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Cláudio Reis / Estadão Conteúdo

Milton Ribeiro diz que recebeu ligação de Bolsonaro antes de operação da PF

Por Redação

24 de junho de 2022 : 16h08

O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, que foi preso na última quarta-feira, 22, disse em 9 de junho que chegou a receber uma ligação de Jair Bolsonaro antes da operação deflagrada pela Polícia Federal. A revelação foi feita para uma filha através de mensagens.

“A única coisa meio… hoje o presidente me ligou… ele tá com um pressentimento, novamente, que eles podem querer atingi-lo através de mim, sabe? É que eu tenho mandado versículos pra ele, né?”, disse Ribeiro.

Na sequência, a filha pergunta: “Ele quer que você pare de mandar mensagens?”

“Não! Não é isso… ele acha que vão fazer uma busca e apreensão… em casa… sabe… é… é muito triste. Bom! Isso pode acontecer, né? Se houver indícios, né?”, responde o ex-ministro.

Após ter tido acesso as mensagens, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou a Justiça que a investigação contra Ribeiro seja enviada para o Supremo Tribunal Federal (STF).

O pedido do MPF é baseado nas interceptações telefônicas do ex-ministro da Educação que indicam a possibilidade de vazamento da operação. Outro ponto relevante para o caso são os indícios de interferência do próprio Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

25 de junho de 2022 às 09h06

Eu já defendi e defendo até hoje, a extinção do ministério público, porque não fazem absolutamente nada, sabe o povo brasileiro pagar a justiça ➕ cara do mundo e faz o peixe faz na água nada.

Responder

Alexandre Neres

24 de junho de 2022 às 21h40

Vergonhoso!

Um ex-ministro afirmando que o presidente da República ligou dos EUA, nos dias da morte de Bruno e Dom, para dizer que tinha um “pressentimento” de que sofreria uma busca e apreensão, preocupado porque isso poderia atingi-lo.

Pressentimento significa uma “inside information”. Não à toa o delegado do caso anunciou que tava tendo interferência superior no sentido de aliviar a situação do pastor. São fortes as evidências no sentido de que o presida está obstruindo a Justiça.

É triste constatar a Interferência política na PF, no que essa instituição de Estado se transformou. Até participar da contagem de votos nas eleições, em total sabujice.

Responder

Ugo

24 de junho de 2022 às 20h29

2 semana antes dizendo que alguém investigado pode passar por busca e apreensão…que novidade seria essa ?

Nunca si viu uma maluquice dessa com a eleição de um Presidente da República…tem muita gente que ficou sem dinheiro, a partir da imprensa, da Faria Lima, das gangues de Brasília e principalmente milhões de Brasileiros que nunca viveram e nunca aceitaram a democracia.

Responder

Paulo

24 de junho de 2022 às 19h16

Esse pastor teria muito a falar, se fosse um homem de Deus, realmente…

Responder

Zulu

24 de junho de 2022 às 17h40

Investigar essa pessoa é fácil demais, tá tudo na luz do sol, não tem nada para investigar mesmo; o próprio ministro fez denuncia a CGU para que ficassem de olho nos pastores trambuiqueiros que transitavam em Brasília.

Mais uma palhaçada, mais uma perda de tempo, nada de importante vai pra frente, o tempo passa e o atráso só aumenta…

Provavelmente o Brásil não tem nada pra ser discutido, tá bom do jeito que tá.

Alias…onde estava imprensa quando os assaltos aos cofres públicos rolavam soltos dia e noite até pouco tempo atrás…?

Responder

Fanta

24 de junho de 2022 às 17h01

Ninguém na PF, nem o Juiz e nem no Ministério Público é idiota para não saber que não é desse jeito que se metem as mãos no dinheiro público, ninguém é idiota para não saber que uma transferência na conta e com contrato de venda não é dinheiro sujo.

É mais do que claro que os tais pastores eram trambuiqueiros que usavam o conhecimento do ministro para fazer brasilidades.

É mais do que claro que foi uma prisão política… Bolsonaro diz que não tem corrupção e logo arrumaram essa narrativa como foi a da compra de vacinas.

Bolsonaro diz que não interfere na PF e saem essas outras não notícias.

Eu acho que não é por esse caminho de Imbecilidades que o Brasil vira alguma coisa mas pelo visto os brasileiros gostam de ser tratados como idiotas.

Responder

Kleiton

24 de junho de 2022 às 16h26

O que a PF faz é buscar e aprender nas casas dos investigados todos os dias, era mais que previsível essa eventualidade, não precisa ser vidente.

Fazem busca e apreensão de pinga até na casa de Sérgio Reis nesse fim de mundo….

Quem fez denuncia a CGU após ter ouvido vozes sobre as trambicagens dos pastores foi o próprio Ministro ainda em 2021.

Só palhaçadas, só inutilidades, é disso que o Brasil vive.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina