Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Tiago Stille

Urgências educacionais para o próximo governo do Ceará

Por Redação

15 de agosto de 2022 : 11h14

Ao analisar os planos de governo dos três principais candidatos a governador, registrados na Justiça Eleitoral, senti falta de três eixos que considero essenciais para o desenvolvimento educacional.

O primeiro deles é o pagamento imediato dos precatórios do FUNDEF para os professores da rede estadual (ativos e aposentados). Investir nos educadores é, indiscutivelmente, o melhor caminho para avançarmos na área. Somos a prova disso.

Um segundo ponto é o trabalho integrado de psicólogos, educadores(as) e assistentes sociais nas escolas. O mundo pós-pandemia deixou claro que a atenção psicossocial é parte inseparável do processo de ensino e aprendizagem. A comunidade escolar sabe disso e clama por respostas para o crescimento alarmante da depressão, ansiedade e violência nas instituições.

Por fim, temos que articular políticas voltadas para a geração “nem-nem” (nem estuda, nem trabalha). Um verdadeiro exército – com quase 800 mil jovens que alimentam as engrenagens do ócio e da criminalidade.

A qualificação deverá ser acompanhada por políticas de inserção no mercado de trabalho, além de ações nas searas da arte e da cultura. Mais ainda. Os jovens devem ser protagonistas nessa dinâmica.

O próximo governador do Ceará deverá enfrentar essas questões de uma forma técnica, democrática, e humanizada. São urgências do nosso tempo!

Acrísio Sena
Deputado estadual (PT-CE) e vice-presidente da Comissão de Educação da ALECE

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário