Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Divulgação

Paraná Pesquisas: Na Bahia, ACM registra 51% e vence no 1° turno

Por Redação

19 de setembro de 2022 : 10h41

Pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 19, pelo Instituto Paraná revela que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), lidera isolado a disputa pelo governo da Bahia com 51,2% das intenções de voto.

Na segunda colocação, vem Jerônimo Rodrigues (PT) com 24% de preferência. Ele é seguido pelo bolsonarista João Roma (PL) que registra 10,4%. Kleber Rosa (Psol) e Marcelo Millet (PCO) têm 1%, Giovani Damico (PCB), 0,5%. Branco/Nulo 6,9% e Indecisos, 4,9%. Neste cenário, Neto vence em 1° turno.

Enquanto isso, na espontânea, Neto é mencionado por 31,5% dos entrevistados. Já o petista Jerônimo foi citado por 14% e João Roma por 6,4%. Os outros candidatos ficaram abaixo de 1%

O Paraná Pesquisas entrevistou presencialmente cerca de 1540 eleitores de 70 municípios da Bahia, entre os dias 14 e 18 de setembro. O levantamento foi registrado na Justiça eleitoral sob o código BA-02288/2022.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Zulu

19 de setembro de 2022 às 20h26

Todos os institutos de pesquisas são contratados por vários partidos.

Responder

putin

19 de setembro de 2022 às 19h41

miguel,
já 2 anos atras eu escrevia aqui que o paraná pesquisas é CORRUPTO!!!

https://www.brasil247.com/brasil/parana-pesquisas-recebeu-r-2-7-milhoes-do-pl-de-bolsonaro-na-pre-campanha

Responder

Deixe um comentário