O Cafezinho

Theo Rodrigues Arquivo

quarta-feira

1

novembro 2017

2

COMENTÁRIOS

Por que a mídia é tão concentrada no Brasil?

Escrito por , Postado em Mídia, Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues (Artigo publicado originalmente no jornal Bafafá, edição de outubro de 2017) Imagine uma cidade onde os dois maiores jornais, a revista semanal, a principal rede de televisão, as duas rádios entre as mais ouvidas e o portal de internet mais acessado pertencem a uma mesma família. Trata-se de uma ficção ou já vimos isso em algum lugar? Nos Estados Unidos da América certamente não foi. Naquele país, a liberdade de imprensa constitui um princípio tão forte que está presente na Constituição desde 1789. Lá, a chamada propriedade cruzada dos meios de comunicação não é permitida, ou seja, […]

quarta-feira

1

novembro 2017

2

COMENTÁRIOS

terça-feira

10

outubro 2017

5

COMENTÁRIOS

Crise econômica abre as porteiras para uma das mais concorridas eleições a governador do Rio de Janeiro

Escrito por , Postado em Eleições 2018, Política, Rio de Janeiro, Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues Muita água ainda passará por debaixo da ponte até agosto de 2018, quando as convenções partidárias consolidarão suas chapas para as eleições de outubro. Mas, faltando apenas um ano para o pleito, praticamente todos os partidos já posicionaram seus nomes no grid de largada. Tudo indica que o candidato do establishment político será mesmo Eduardo Paes pelo PMDB. Bem avaliado como organizador das Olimpíadas do Rio, seu partido dirige a maior parte das prefeituras do estado o que lhe garante uma azeitada máquina eleitoral. Paradoxalmente, seu calcanhar de Aquiles é justamente seu próprio partido. Com o ex-governador […]

terça-feira

10

outubro 2017

5

COMENTÁRIOS

segunda-feira

25

setembro 2017

5

COMENTÁRIOS

Eleição alemã revela sinais de crise da pós-democracia; resta saber quem surgirá daí

Escrito por , Postado em Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues A recente eleição alemã revelou uma crise da pós-democracia. Crise aqui entendida em seu duplo sentido: como possibilidade de risco, mas também como abertura para novas oportunidades. Pós-democracia é o conceito utilizado por autores como Chantal Mouffe e Jacques Rancière para descrever as sociedades liberais contemporâneas onde a aparência da disputa política existe, mas o conteúdo é o mesmo: um tecnicismo liberal que não ofusca o establishment. Nas sociedades pós-democráticas os partidos disputam eleições, o que confere um caráter aparentemente democrático para a política. No entanto, seja qual for o partido eleito, sabe-se de antemão que as […]

segunda-feira

25

setembro 2017

5

COMENTÁRIOS

sábado

12

agosto 2017

11

COMENTÁRIOS

Para além das “Diretas Já” e do “Volta, Dilma!”

Escrito por , Postado em Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues Duas utopias confrontam-se em ruas, sindicatos, movimentos sociais e grupos de whatsapp: as “Diretas Já” e o “Volta, Dilma!”. A utopia das “Diretas Já” acredita que o atual Congresso Nacional – o mesmo que na semana passada votou majoritariamente em defesa de Michel Temer – votará para que eleições diretas presidenciais ocorram no início de 2018. A segunda utopia, a do “Volta, Dilma!”, confia que o Supremo Tribunal Federal – o mesmo que presidiu a votação do impeachment no Senado -, agora promoverá a anulação da condenação da presidenta. Se o momento é de utopias, por que […]

sábado

12

agosto 2017

11

COMENTÁRIOS

quinta-feira

10

agosto 2017

6

COMENTÁRIOS

Distritão: o pior dos mundos em uma reforma política

Escrito por , Postado em Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues A notícia de que a comissão da Câmara dos Deputados, que analisa a reforma política, aprovou na noite de ontem a proposta conhecida por “distritão”, caiu como um balde de água gelada sobre quem estuda sistemas eleitorais no Brasil. Para que seja válida já em 2018, a proposta precisa ser aprovada nos plenários da Câmara e do Senado antes de setembro. O prazo é curtíssimo, o que faria com que qualquer analista, em tempos normais, fosse cético com relação à sua aprovação. Contudo, a eficiência do atual Congresso em aprovar medidas desastrosas não deve ser subestimada. Mas […]

quinta-feira

10

agosto 2017

6

COMENTÁRIOS

sexta-feira

21

julho 2017

29

COMENTÁRIOS

Parlamentarismo numa hora dessas?

Escrito por , Postado em Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues (Publicado originalmente na Revista Escuta) Volta e meia retorna ao debate público o tema da mudança de sistema de governo no Brasil. Os propositores do debate argumentam em favor da substituição do presidencialismo pelo parlamentarismo como solução para as recorrentes crises políticas pelas quais o país passa. O debate não é novo. O parlamentarismo já foi objeto de dois plebiscitos nos últimos cinquenta anos: um em 1963 e outro em 1993. E nas duas vezes foi derrotado pelo voto popular. Afinal de contas, em sã consciência e sem constrangimentos externos, por qual razão os eleitores concordariam em […]

sexta-feira

21

julho 2017

29

COMENTÁRIOS

quinta-feira

22

junho 2017

4

COMENTÁRIOS

Identidades e classes precisam ser antagônicas ?

Escrito por , Postado em Política, Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues Volta e meia surgem nas organizações da sociedade civil polêmicas que polarizam em campos absolutamente opostos as temáticas das identidades e das classes sociais. Uma falsa polêmica que parece ter vindo à tona na esfera pública após o maio de 68 e que até hoje não foi bem resolvida. A mais recente delas se deu com a publicação de um texto do jornalista Luiz Carlos Azenha (ver aqui) e com a resposta do professor Dennis de Oliveira (ver aqui). Digo se tratar de uma falsa polêmica na medida em que tantos bons nomes já parecem ter desmistificado […]

quinta-feira

22

junho 2017

4

COMENTÁRIOS

terça-feira

9

maio 2017

3

COMENTÁRIOS

Zizek: “A causa definitiva pela qual estamos presos no círculo vicioso de Le Pen e Macron é o desaparecimento da alternativa de uma esquerda viável”.

Escrito por , Postado em Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues A eleição presidencial francesa do último domingo marcou números expressivos de abstenções e de votos brancos e nulos. De certo, os eleitores que no primeiro turno rumaram com Benoit Hamon, do Partido Socialista, ou Jean Luc Mélenchon, do Partido Comunista, não viram motivos para depositar com alegria seus votos no segundo turno em candidatos identificados com a extrema-direita conservadora, como Marine Le Pen, ou com um programa neoliberal, como Macron. Esse é o dilema que o filósofo esloveno Slavoj Zizek pretende superar. Para Zizek, “na situação desesperada em que nos encontramos, diante de uma falsa eleição, deveríamos […]

terça-feira

9

maio 2017

3

COMENTÁRIOS

sábado

29

abril 2017

20

COMENTÁRIOS

“Buscar os que faltam”: o sentido da greve geral na luta política no Brasil

Escrito por , Postado em Análise de Conjuntura, Eleições 2018, Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues, Colunista do Cafezinho Sob qualquer ângulo que se examine a greve geral convocada pelas Frentes Brasil Popular (PT, PCdoB, UNE, MST, CUT e CTB) e Povo Sem Medo (PSOL, Intersindical e MTST), além de outros partidos como PDT, REDE, PSTU, PCB e PCO, foi um sucesso. Não obstante a irracional violência policial que dessa vez desferiu balas de borracha até mesmo contra deputados e que em Goiás levou um jovem gravemente ferido ao hospital, o saldo final pode ser considerado positivo pelos organizadores na medida em que em praticamente todas as capitais do país cartazes foram levantados […]

sábado

29

abril 2017

20

COMENTÁRIOS

sábado

22

abril 2017

37

COMENTÁRIOS

Chantal Mouffe: “Se a esquerda quer recuperar a democracia, deve desenvolver um populismo de esquerda”.

Escrito por , Postado em Theo Rodrigues

Por Theófilo Rodrigues, colunista do Cafezinho. Infelizmente ainda pouco conhecida no Brasil, Chantal Mouffe é uma das mais importantes teóricas da política contemporânea. Nascida na Bélgica, escreveu o clássico “Hegemonia e estratégia socialista”, com o cientista político argentino Ernesto Laclau, com quem foi casada. O livro, publicado em 1985, somente chegou ao Brasil em 2015 pelas mãos da editora Intermeios. Entusiasta dos novos partidos-movimento surgidos nesse início do século XXI como o Podemos, na Espanha, e a France Insoumise, em França, Mouffe os caracteriza como “populismos de esquerda”. Esses populismos de esquerda podem ser identificados com aquilo que Mouffe entende […]

sábado

22

abril 2017

37

COMENTÁRIOS