Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Rovai: Aécio tentará calar blogosfera, porque é o único espaço que lhe faz oposição

Por Miguel do Rosário

03 de junho de 2014 : 11h03

A denúncia de Rovai, de que a estratégia da campanha de Aécio Neves será criminalizar, asfixiar e silenciar a blogosfera progressista, faz sentido. Até porque eles já fizeram isso em 2010. Serra tentou fazê-lo ao chamar os blogs que lhe faziam oposição de “blogs sujos”.

Na entrevista “camarada” para o Roda Viva, Aécio deixou claro que vai seguir na mesma linha.

Só que agora o jogo ficou mais pesado, até porque os blogs ganharam mais audiência. E estão mais sujos do que nunca, no bom sentido, de não partilharem da falsa e higiênica imparcialidade da grande mídia. Falsamente higiênica porque a gente sabe que a mídia velha não tem nada de limpa. Falsamente imparcial também, porque desde há muito ficou claro que a nossa mídia é tucana até a medula, e fará de tudo para eleger o seu candidato.

É preciso, no entanto, denunciar a tentativa de Aécio de transformar o Brasil numa grande Minas Gerais, onde o seu grupo político exerce uma hegemonia midiática absoluta, tratando qualquer contraditório com uma truculência inacreditável.

Se Aécio não gosta dos blogs, que exerça o seu direito democrático de contrapor argumentos. Se partir para a tentativa de asfixia judicial, ou se usar a mídia para o assassinato de reputações, apenas comprovará sua fama de antidemocrático, de truculento, de tiranete provinciano.

Ninguém aqui lhe está chamando de viciado em cocaína. Nos interessa discutir, isso sim, as tais “medidas impopulares” que você andou prometendo para o Brasil.

Entretanto, o humor corrosivo, sarcástico, das redes sociais, é uma força da natureza. É absolutamente incontrolável. Assim como a gente já desistiu, há tempos, de rebater calúnias sobre a “cachaça” de Lula, ou a “fortuna” do Lulinha, sugiro a Aécio que deixe a internet em paz e procure se afirmar com ideias e propostas. Faça uma pesquisa nas redes. 90% do humor na internet é anti-PT, porque a mídia só financia esse tipo de humor. E não é um humor bem comportado não. É barra pesada. Querer criminalizar os únicos 10% que existe de humor anti-tucano nas redes é próprio desse autoritarismo provinciano do grupo de Aécio Neves.

Ao chamar a Marchinha do Pó Royal, que inclusive ganhou concurso em Belo Horizonte, de “submundo da internet”, Aécio, na verdade, avisa aos internautas que a criatividade autêntica e o humor crítico estão muito melhor representados no submundo do que no mainstream.

O submundo é bom!

Além do mais, a gente não conseguiu digerir bem aquela história do helicóptero com meia tonelada de pó. É impossível, para alguém que acompanha de perto o mundo político, deixar de imaginar o que aconteceria se o helicóptero pertencesse ao melhor amigo de Lula. A um aliado político de Lula. A mídia não perdoaria. Usaria isso sem nenhum escrúpulo para fazer acusações, diretas ou subliminares, de que Lula ou PT são financiados com dinheiro do tráfico. A gente não faz isso com Aécio Neves, nem com o PSDB. Mas queremos deixar claro que sabemos muito bem o que a mídia faria. Os blogs podem ser sujos, mas a imundície absoluta, sem ética e sem freios, ainda é monopólio da grande mídia.

Leia o texto de Rovai.

*

Aécio elege a blogosfera progressista como alvo preferencial no Roda Viva

Por Renato Rovai, em seu blog na Revista Forum.

O senador Aécio Neves, presidente do PSDB, esteve no centro do programa Roda Viva de ontem à noite. E já deu sinais claros de como será a sua campanha. Antes mesmo de atacar o PT, dedicou-se a acusar o “submundo da web” de querer desconstruir sua imagem. O submundo a que Aécio se refere são os blogues e sites que não estão dispostos a lhe bater continência. Nada mais do que isso.

A bola para que o mineiro pudesse falar por uns três minutos sobre o tema foi levantada já na primeira pergunta do programa pelo jornalista de Veja, Ricardo Setti. Alguém pode estar dizendo que a primeira questão não foi essa, mas a do apresentador Augusto Nunes que lhe dirigiu a seguinte frase ao início da transmissão: “No dia primeiro de janeiro, depois de eleito presidente, quais serão as suas primeiras medidas”? Convenhamos, amigos, isso não é pergunta…

Aécio falou em 20 mil pessoas contratadas para difamá-lo. Relacionou esse esquema à prefeitura de Guarulhos. E repetiu bordões de ataques a internet dizendo que está tomando as medidas cabíveis para acabar com isso. Aécio esquece-se que quem foi pego com a boca na botija acusando o filho de Lula de ser dono da Friboi foi o filho do seu coordenador de internet Xico Graziano, Daniel Graziano, que tem buscado escapar da Justiça se negando a ir dar depoimento.

Mas nenhum dos jornalistas presentes ao Roda Viva teve a seriedade de devolver-lhe esse fato como questão. Nem Fernando Rodrigues, que entrevistou Cesar Maia, aliado do tucano e que confirmou e criticou a contratação 9 mil militantes virtuais. O que o leitor pode conferir aqui.

Ao que parece o que interessa é criar uma narrativa de que há um grupo de bandidos difamando o senador, porque isso permitirá que o PSDB entre com uma série de processos buscando calar o único espaço capaz de fazer o contraponto midiático à sua tentativa de fazer campanha sem nenhum tipo de oposição.

O objetivo de Aécio é calar a blogosfera que não lhe faz campanha. Que não se comporta como boa parte da bancada do Roda Viva se comportou na noite de ontem. Em muitas repostas de Aécio, por exemplo, o blogueiro da Veja, Augusto Nunes, emitia o seguinte comentário…. óooootimo. E se alguma pergunta mais assertiva era direcionada ao senador, ali estava Nunes para fazer o papel de cão de guarda.

Cocaína

O jornalista Fernando Barros e Silva, da Revista Piauí, destoou do clima geral de compadrio. Fez uma pergunta direta sobre as insinuação de uso de drogas pelo senador e lembrou do episódio do Mineirão, onde foi comparado com Maradona. Além de citar o artigo em que José Serra, no final do ano passado, quando da confirmação da candidatura de Aécio, disse que a cocaína seria tema de campanha em 2014.

Aécio ficou tenso neste momento e contou com Augusto Nunes pra interromper Fernando Barros e Silva. Depois de ter de engolir essa questão, Aécio insinuou em outro momento que Barros e Silva tinha outro candidato.

Ou seja, não me bajulou eu tasco o pau.

O vídeo a seguir conta um pouco da história de como Aécio foi conseguindo o silêncio da imprensa mineira. E a doce cobertura que lhe é feita e que foi denunciada por Mauro Chaves no artigo “Pó, pará, governador?”. Aécio agora quer calar os blogues e os sites que não lhe bajulam. Está claríssimo o seu objetivo. E a entrevista no Roda Viva, depois da matéria injuriosa produzida pela IstoÉ contra a Fórum e o Blog da Cidadania, só torna isso ainda mais claro. Aquela matéria não tem um fato concreto, mas serve para ir criando a narrativa. E para impulsionar uma investigação que busque nos intimidar e silenciar. Esse é o jogo.

perrelas-600x400

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

22 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

C.Paoliello

06 de novembro de 2014 às 23h08

O DOLEIRO MENTIROSO E OS ARQUIVOS VIVOS ANTIAECISTAS: 2 PESOS E 2 MEDIDAS

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2014/11/apos-eleicoes-jornalista-e-delator-do-mensalao-tucano-sao-libertados-2814.html

Responder

tom

04 de junho de 2014 às 23h22

arrocho …. do pó tú veio , ao pó voltarás ….. kkkkkkkkkkkk

Responder

Aurélio Moreira

05 de junho de 2014 às 00h36

esses blogueiros petralhas deveriam ser todos presos imediatamente

Responder

Matheus Narcizo

04 de junho de 2014 às 15h59

Isabella Filippini

Responder

Maria De Fatima Cabral

04 de junho de 2014 às 15h04

Ai vamos pra ruas protestar!

Responder

Izilda

04 de junho de 2014 às 08h40

Esse é o câncer à combater .

Responder

ramoom

04 de junho de 2014 às 00h14

Olá, amigos! Vamos, juntos, continuar combatendo as mentiras e manipulações do PIG? Curtam e compartilhem com seus amigos no facebook: https://www.facebook.com/Brasilantipig

Responder

Luiz Henrique

04 de junho de 2014 às 02h47

-Pó pô pó? -Pó pô.

Responder

Gilmar Costa

04 de junho de 2014 às 02h18

heliPÓctero.

Responder

Maria Regina Arruda

03 de junho de 2014 às 21h40

olha ele com os amiguinhos do helicóptero!

Responder

Maria Regina Arruda

03 de junho de 2014 às 21h40

olha ele com os amiguinhos do helicóptero!

Responder

Sergio Lima

03 de junho de 2014 às 21h06

vc acredita que ele nunca cheirou ???????

Responder

Sergio Lima

03 de junho de 2014 às 21h06

vc acredita que ele nunca cheirou ???????

Responder

Luzeneide Fernandes

03 de junho de 2014 às 20h30

gostei do PÓrrella..AécPÓrrella ///

Responder

henrique de oliveira

03 de junho de 2014 às 16h27

Cheira e muito.

Responder

Emerson Gonçalves

03 de junho de 2014 às 16h08

Agora me de ibagens do helicóptero!

Responder

Cristina Vieira Bauer

03 de junho de 2014 às 16h04

PÓrrella……a saga continua.

Responder

Grimalde Carvalho

03 de junho de 2014 às 15h36

E haja pó.

Responder

Grimalde Carvalho

03 de junho de 2014 às 15h36

E haja pó.

Responder

Marceli Soares Pereira Duarte

03 de junho de 2014 às 14h13

Aécio é mimado demais para aceitar que não nasceu para liderar. Caso ganhasse, iria se beneficiar das benesses do cargo, mas seria uma marionete do PSDB. Continuaria a fazer exatamente o que andou fazendo esses anos: nada!

Responder

Deixe um comentário