Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

URGENTE: Sob ordens de Alckmin, PM ataca ocupação em frente à casa de Temer![:en]Absurdo![:es]Absurdo!

Por Miguel do Rosário

23 de maio de 2016 : 00h04

Foto: Mídia NINJA

Em São Paulo, o domingo foi de luta contra o golpe. E de luta pelo direito de se manifestar.

Nesta noite, a Polícia Militar, a mando do governador tucano Geraldo Alckmin, invadiu uma ocupação popular em frente à casa do presidente golpista Michel Temer.

De acordo com informações do MTST – um dos movimentos presentes a essa manifestação -, a Tropa de Choque utilizou gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral contra aqueles que, pacificamente, se colocavam contra o governo Temer.

Esse cenário nos leva a questionar, mais uma vez, a própria democracia.

Por várias semanas, manifestantes pró-impeachment ocuparam parte da Avenida Paulista – em frente à sede da Fiesp – e não se viu, em qualquer momento, repressão deste tipo. Ao contrário.

Segue, abaixo, nota do MTST sobre a violenta ação da Polícia Militar:

Após o ato realizado nesse domingo, 22 de maio, com mais de 50 mil pessoas em São Paulo e em várias cidades do Brasil, o MTST e a Frente Povo Sem Medo decidiram realizar um acampamento próximo à casa do Presidente Interino Michel Temer, no bairro de Pinheiros, zona nobre de São Paulo.

O mesmo Governador Geraldo Alckmim que permitiu por mais de 2 meses a ocupação na Av. Paulista sem qualquer tipo de crítica, querem retirar em poucas horas a ocupação da casa do Michel Temer!

Depois de assumir de maneira vergonhosa e golpista a Presidência da República após a aprovação da admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o governo Michel Temer anunciou uma equipe de governo corrupta e impopular, que na primeira semana anunciou cortes na saúde pública, na cultura e em programas sociais. Anunciou também o corte na construção de 11 mil moradias que seriam construídas via programas habitacionais para a população pobre.

Convocamos a todos que zelam pela democracia e pelo avanço das conquistas sociais historicamente negadas à população mais pobre que demonstrem solidariedade ao nosso ato.

 

 

 

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Casimiro Curado

23 de maio de 2016 às 11h16

Leiam os livros de John Perkins e compreenderao tudo. Um deles intitula-se : O Império americano, assassinos, chacais, etc.

Responder

Armando Monteiro

23 de maio de 2016 às 08h07

Enquanto o pessoal pobre , acampado ao relento , recebia jatos de água pela cara , Boulos, o revolucionário caviar, em casa, descansava sob lençois de seda com a cabecinha apoiada em travesseiros de penas de ganso !

Responder

    Pedro Pereira

    23 de maio de 2016 às 11h16

    Hummm ela sabe o tipo do travesseiro do Boulos…

    Responder

      Armando Monteiro

      23 de maio de 2016 às 11h39

      Sei, foi seu pai quem me contou. Pergunte pra ele. Ele sabe até o diâmetro dos bagos do Boulos !

      Responder

        Pedro Pereira

        23 de maio de 2016 às 11h49

        Humm fica braba não moça, vou guardar seu segredo kkkkkkkk

        Responder

Flavio Wittlin

23 de maio de 2016 às 08h32

Eis que a ditabranda, tão badalada pela FSP, finalmente ganha forma, tendo Temer como títere e Alckmin como divino obreiro.

Responder

Luiz Mattos

23 de maio de 2016 às 07h27

O POVO POBRE É TRATADO COMO LIXO POR ESSA ELITE PREDADORA, POR ESSA JUSTIÇA CORRUPTA E POR UMA POLÍCIA NAZISTA.NEM UM PASSO ATRÁS E OS CANALHAS TERÃO DE RECUAR,VAMOS EXPULSA-LOS DO PAÍS.
A CADA HUMILHAÇÃO MAIS O POVO SE FORTALECE, QUE AS INJUSTIÇAS AS AGRESSÕES SEJAM O ALIMENTO DE NOSSA REVOLTA POPULAR O COMBUSTÍVEL DE NOSSAS FORÇAS.A DOR QUE NOS CAUSAM É O ELO QUE NOS IRMANA E NOS DA CORAGEM PARA O ENFRENTAMENTO.

Responder

Camem Oliveira

23 de maio de 2016 às 07h23

Coxinhas, tem mais (não leiam, assistam a Globo), ok?

* E tem mais:

MACHADO – A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado…

JUCÁ – Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com…

MACHADO – Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já.

JUCÁ – Caiu. Todos eles. Aloysio [Nunes, senador], [o hoje ministro José] Serra, Aécio [Neves, senador].

MACHADO – Caiu a ficha. Tasso [Jereissati] também caiu?

JUCÁ – Também. Todo mundo na bandeja para ser comido.

[…]

MACHADO – O primeiro a ser comido vai ser o Aécio.

JUCÁ – Todos, porra. E vão pegando e vão…

MACHADO – [Sussurrando] O que que a gente fez junto, Romero, naquela eleição, para eleger os deputados, para ele ser presidente da Câmara? [Mudando de assunto] Amigo, eu preciso da sua inteligência.

JUCÁ – Não, veja, eu estou a disposição, você sabe disso. Veja a hora que você quer falar.

MACHADO – Porque se a gente não tiver saída… Porque não tem muito tempo.

JUCÁ – Não, o tempo é emergencial.

MACHADO – É emergencial, então preciso ter uma conversa emergencial com vocês.

JUCÁ – Vá atrás. Eu acho que a gente não pode juntar todo mundo para conversar, viu? […] Eu acho que você deve procurar o [ex-senador do PMDB José] Sarney, deve falar com o Renan, depois que você falar com os dois, colhe as coisas todas, e aí vamos falar nós dois do que você achou e o que eles ponderaram pra gente conversar.

MACHADO – Acha que não pode ter reunião a três?

JUCÁ – Não pode. Isso de ficar juntando para combinar coisa que não tem nada a ver. Os caras já enxergam outra coisa que não é… Depois a gente conversa os três sem você.

MACHADO – Eu acho o seguinte: se não houver uma solução a curto prazo, o nosso risco é grande.

* Tem mais:

MACHADO – É aquilo que você diz, o Aécio não ganha porra nenhuma…

JUCÁ – Não, esquece. Nenhum político desse tradicional ganha eleição, não.

MACHADO – O Aécio, rapaz… O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB…

JUCÁ – É, a gente viveu tudo.

*

JUCÁ – [Em voz baixa] Conversei ontem com alguns ministros do Supremo. Os caras dizem ‘ó, só tem condições de [inaudível] sem ela [Dilma]. Enquanto ela estiver ali, a imprensa, os caras querem tirar ela, essa porra não vai parar nunca’. Entendeu? Então… Estou conversando com os generais, comandantes militares. Está tudo tranquilo, os caras dizem que vão garantir. Estão monitorando o MST, não sei o quê, para não perturbar.

MACHADO – Eu acho o seguinte, a saída [para Dilma] é ou licença ou renúncia. A licença é mais suave. O Michel forma um governo de união nacional, faz um grande acordo, protege o Lula, protege todo mundo. Esse país volta à calma, ninguém aguenta mais. Essa cagada desses procuradores de São Paulo ajudou muito. [referência possível ao pedido de prisão de Lula pelo Ministério Público de SP e à condução coercitiva ele para depor no caso da Lava jato]

JUCÁ – Os caras fizeram para poder inviabilizar ele de ir para um ministério. Agora vira obstrução da Justiça, não está deixando o cara, entendeu? Foi um ato violento…

MACHADO -…E burro […] Tem que ter uma paz, um…

JUCÁ – Eu acho que tem que ter um pacto.

[…]

MACHADO – Um caminho é buscar alguém que tem ligação com o Teori [Zavascki, relator da Lava Jato], mas parece que não tem ninguém.

JUCÁ – Não tem. É um cara fechado, foi ela [Dilma] que botou, um cara… Burocrata da… Ex-ministro do STJ [Superior Tribunal de Justiça].

Será que o povo acreditará que esse impeachment não foi um GOLPE?

Responder

Camem Oliveira

23 de maio de 2016 às 07h21

Eis a engenharia do GOLPE…

B O M B A (coxinhas, não leiam para não temer o TEMER, ok)?

LEIA TRECHOS DOS DIÁLOGOS (Sérgio Machado indicado pelo PMDB para a Transpetro e Romero Jucá, atual ministro do Planejamento)

Segundo a Folha de São Paulo, a data exata das conversas não foi especificada, mas foi antes da votação da Câmara (Impeachment)

SÉRGIO MACHADO – Mas viu, Romero, então eu acho a situação gravíssima.

ROMERO JUCÁ – Eu ontem fui muito claro. […] Eu só acho o seguinte: com Dilma não dá, com a situação que está. Não adianta esse projeto de mandar o Lula para cá ser ministro, para tocar um gabinete, isso termina por jogar no chão a expectativa da economia. Porque se o Lula entrar, ele vai falar para a CUT, para o MST, é só quem ouve ele mais, quem dá algum crédito, o resto ninguém dá mais credito a ele para porra nenhuma. Concorda comigo? O Lula vai reunir ali com os setores empresariais?

MACHADO – Agora, ele acordou a militância do PT.

JUCÁ – Sim.

MACHADO – Aquele pessoal que resistiu acordou e vai dar merda.

JUCÁ – Eu acho que…

MACHADO – Tem que ter um impeachment.

JUCÁ – Tem que ter impeachment. Não tem saída.

MACHADO – E quem segurar, segura.

JUCÁ – Foi boa a conversa mas vamos ter outras pela frente.

MACHADO – Acontece o seguinte, objetivamente falando, com o negócio que o Supremo fez [autorizou prisões logo após decisões de segunda instância], vai todo mundo delatar.

JUCÁ – Exatamente, e vai sobrar muito. O Marcelo e a Odebrecht vão fazer.

MACHADO – Odebrecht vai fazer.

JUCÁ – Seletiva, mas vai fazer.

MACHADO – Queiroz [Galvão] não sei se vai fazer ou não. A Camargo [Corrêa] vai fazer ou não. Eu estou muito preocupado porque eu acho que… O Janot [procurador-geral da República] está a fim de pegar vocês. E acha que eu sou o caminho.

[…]

JUCÁ – Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. […] Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível].
Se é político, como é a política? Tem que resolver essa porra… Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria.

[…]

MACHADO – Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel [Temer].

JUCÁ – Só o Renan [Calheiros] que está contra essa porra. ‘Porque não gosta do Michel, porque o Michel é Eduardo Cunha’. Gente, esquece o Eduardo Cunha, o Eduardo Cunha está morto, porra.

MACHADO – É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.

JUCÁ – Com o Supremo, com tudo.

MACHADO – Com tudo, aí parava tudo.

JUCÁ – É. Delimitava onde está, pronto.

[…]

MACHADO – O Renan [Calheiros] é totalmente ‘voador’. Ele ainda não compreendeu que a saída dele é o Michel e o Eduardo. Na hora que cassar o Eduardo, que ele tem ódio, o próximo alvo, principal, é ele. Então quanto mais vida, sobrevida, tiver o Eduardo, melhor pra ele. Ele não compreendeu isso não.

JUCÁ – Tem que ser um boi de piranha, pegar um cara, e a gente passar e resolver, chegar do outro lado da margem.

Tem mais…

Responder

Maria Helena

23 de maio de 2016 às 07h16

É muita covardia! Onde estão as pessoas que gostam de bater panelas? Está mais que na hora de demonstrarem sua indignação por esses atos contra a democracia. Ou democracia para eles, é somente para quem manifestava contra a Dilma? Bando de hipócritas!

Responder

Alexandre Moreira

23 de maio de 2016 às 02h13

Tem que peitar a polícia enquanto estiver todo mundo junto. Invadir e ocupar!

Responder

JOHN J.

23 de maio de 2016 às 02h24

TEMER É UM PRISIONEIRO DE SEU PRÓPRIO GOLPE.
TEMER NUNCA MAIS poderá por os pés nas ruas.
Os elementos de sua quadrilha que se apossaram de todos cargos do governo DILMA,
serão sempre hostilizados por onde passarem.
ISSO É UM CASTIGO QUE TEMER VAI AMARGAR ATÉ O FINAL DE SUA VIDA.
O povo BRASILEIRO não quer Temer nem os elementos de sua quadrilha, e
só apoia o bandido Temer e sua quadrilha, quem tem os mesmos hábitos de corruptos,
de ladrões e de canalhas de todas espécies..
FORA TEMER FORA GLOBO FORA PSDB
TEMER, se sair as ruas vai ser sempre hostilizado
até o fim de sua inútil vida pública.
ELE ESTÁ MAIS PRESO QUE DILMA
DILMA SAI AS RUAS E É ADORADA PELO POVO.
*** FORA BANDIDOS DESSE GOVERNO ILEGAL***
https://ninja.oximity.com/article/Argentinos-realizam-escracho-contra-Jo-1
https://www.youtube.com/watch?v=AKfe7uiP9g4
http://www.opovo.com.br/app/politica/2016/04/18/noticiaspoliticas,3604969/vitor-valim-e-hostilizado-em-aeroporto-golpista-engomadinho.shtml
http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/politica/2016/04/19/interna_politica,639777/mendnocinha-e-recebido-aos-gritos-de-golpista-no-aeroporto-do-recife.shtml

Responder

Leopoldo Pereira

23 de maio de 2016 às 00h59

Curioso. Os Black Blocs não tiveram o mesmo tratamento. Por quê, será?

Responder

    Ita Marques

    23 de maio de 2016 às 13h35

    São pagos e o Skaf com o Alkymin dão total apoio. Já no MST e outros movimentos sociais eles mandaram o exécito monitorar.

    Responder

Deixe um comentário