Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Lula: “só existe apuração de corrupção porque o PT tirou o tapete da sala”

Por Redação

15 de julho de 2016 : 11h52

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

no Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encerrou na noite desta quarta-feira (13) uma viagem de três dias por quatro cidades pernambucanas e uma baiana. O ato de despedida foi o encerramento da Caravana Popular em Defesa da Democracia, organizado pela Frente Brasil Popular, em frente ao Marco Zero de Recife.

Lula criticou a parcialidade da mídia ao cobrir os escândalos e listou as melhorias implementadas pelos governos do PT, como investimentos na Polícia Federal, respeito às eleições para Procurador-Geral da República e a Lei da Transparência: “Só existe apuração de corrupção neste país porque o PT tirou o tapete da sala”.

A presidenta Dilma Rousseff, afirmou, está sofrendo com o “desrespeito” da imprensa e de seus adversários políticos. Não se pode esquecer que “mesmo com toda a agressão e o comportamento antidemocrático da imprensa, a Dilma ganhou as eleições em 2014”, disse. “Será que não era possível fazer a investigação sem condenar as pessoas pelas manchetes dos jornais?”, questionou o ex-presidente.

Para tentar remover a presidenta eleita, continuou Lula, “um conluio entre a imprensa, a Câmara, e uma parcela do Senado” inventou “as pedaladas, que eu fiz quando era presidente, que o Temer fez durante as viagens da Dilma, assinando decretos”. Mas, disse Lula, “a gente não precisa xingar o Temer. Temos que dizer pra ele: quer ser presidente? Ganhe uma eleição!”.

Na viagem, Lula participou de atos em defesa da democracia, contra o golpe em curso no país e contra o desmonte de direitos pretendido pelo governo interino.

O cronograma começou na segunda-feira (11) em Juazeiro, no semi-árido baiano. Lula recebeu o título cidadão juazeirense (http://goo.gl/48g4t4)  e, ao lado do governador Rui Costa, participou do “Bahia Mais Forte” (http://goo.gl/EmkBwz) , que entregou diversas ações do governo baiano para o desenvolvimento rural no estado. Em seguida, Lula atravessou o rio São Francisco e foi até a vizinha Petrolina (PE), onde participou do ato da Frente Brasil Popular: “Semiárido contra o golpe – Nenhum direito a menos” (http://goo.gl/kv8qJx). Este ato marcou o início das Caravanas da Democracia em Pernambuco e defendeu a continuidade das políticas públicas que permitiram o desenvolvimento do Nordeste e do semi-árido.

No dia seguinte, terça-feira (12), Lula deu uma entrevista ao vivo para o radialista Geraldo Freire, da Rádio Jornal (http://goo.gl/fVDG3m), e em seguida partiu rumo a Carpina, cidade a 60 km de Recife. Lula visitou a sede da Fetape, a Federação dos Trabalhadores Agrícolas de Pernambuco e fez um de seus discursos mais emotivos dos últimos tempos na plenária do conselho deliberativo da entidade (ouça aqui: http://goo.gl/eAvPA).

Na quarta-feira (13), último dia da viagem, Lula foi a Caruaru e participou pela manhã do ato da Caravana Popular em Defesa da Democracia na cidade (http://goo.gl/6KlJF2). Em seguida, o ex-presidente visitou o assentamento Normandia, do MST. Lá, ele caminhou pelas plantações, visitou a agroindústria de beneficiamento dos alimentos produzidos no local e a escola do Centro de Formação Paulo Freire (http://goo.gl/YxaeQN).

Discurso na íntegra:

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

CIANOTON_PACE

16 de julho de 2016 às 14h03

#AbaixoOGolpe! #QueHorasElaVolta? #Lula2018! A população brasileira não estava preparada para um presidente que tomasse atitudes republicanas como a de nomear um procurador que fosse o mais votado em sua categoria. A população brasileira, em sua maioria, nem sabia que é o presidente que nomeia ministros do STF e da PGR. Lula e Dilma pecaram, JUSTAMENTE, aí. Nomearam um monte de porcaria para o stf e um procurador prevaricador e seletivo. Além disso, abasteceu a mídia golpista com caminhões de dinheiro. Esta foi a receita do golpe: judiciário, pgr e mídia alinhadas com o entreguismo, o capital financeiro internacional e o conservadorismo. Precisamos amadurecer como nação; é preciso que se ensinem as crianças, desde o berço, que as regras do jogo democrático devem ser respeitadas; que é preciso conhecer a história do seu país e os fatos relevantes no resto do mundo. Não é possível votar em alguém que não se conhece a biografia e esperar que essa pessoa vá trabalhar pelos interesses dos cidadãos e do país. Conhecer e participar da política é essencial para nos tornarmos mais que desenvolvidos, civilizados.

Responder

Cláudio Lapolli

15 de julho de 2016 às 19h32

Tirou ou roubou o tapete?

Responder

    Paulo Roberto Àlvares de Souza

    16 de julho de 2016 às 19h38

    Tirou, roubou, e enfiou no seu cu.

    Responder

Rodrigo

15 de julho de 2016 às 12h42

O Senado tem que votar o arquivamento do impeachment com o laudo do MP, incluindo o parecer dos peritos da casa, que invalidaram o golpe. E se o Supremo nao arquivar, o STF tem que julgar. Se o STF nao julgar tem que assinar para o mundo que esta envolvido no golpe e ai teremos reacao internacional.
Mas atencao, a lei esta a favor da democracia e contra o golpe, o golpe perde forca, e a Globo-Moro vao agir esta semana, escrevam isso, pois vamos confirmar mais um circo contra Lula ou qualquer outro petista inocente. Vem ai mais mentiras e ilacoes do PIG-Moro e Aecio o protegido da Globo.

Responder

    Atineli

    15 de julho de 2016 às 16h08

    Também penso que haverá o contra ataque mas estou torcendo para que continuem a dar tiro no pé; não é possível que tanta canalhice assim não seja desmascarada e destruída como merece. #VoltaDilma #Lula2018

    Responder

    Pinheiro CFC

    15 de julho de 2016 às 18h11

    Pessoal, com que moral a Dilma vai voltar e “governar”, não tem credibilidade nenhuma no meio politico. Não tem volta mais, agora ja foi. A não ser que ela volte a comprar todos os deputados/senadores denovo.

    Responder

      Atineli

      17 de julho de 2016 às 00h43

      Se ela voltar as peças do jogo político também mudam. Ela estará pronta para organizar um governo de transição com reforma política. Vc fala como se Temer pudesse de fato governar sem problemas. Acorda aí !!

      Responder

Deixe um comentário