A audiência pública sobre a reforma tributária

Por onde andam essas carinhas tão simpáticas? Uma visita aos esconderijos da mídia

Por Bajonas Teixeira

20 de abril de 2017 : 11h40

Por Bajonas Teixeira

A pergunta pode parecer sem sentido já que, todo mundo sabe que Serra se enfiou num hospital para tratar da coluna, Cunha está em cana, e Mineirinho e Paes estão na moita. O fato, porém, é que entre a cana e a moita, há muito mais do que sonha a nossa vã filosofia. Principalmente porque a capacidade de ganhar ou perder visibilidade depende menos do próprio sujeito do que das conveniências da mídia. Lula, por exemplo, mesmo que quisesse sumir, não conseguiria. A mídia faz questão de mantê-lo 24hs por dia nas telas, homes, televisores, redes e portais.

Paes, por sua vez, que já foi um dos “jovens promissores” da política brasileira, contando com todas as atenções e favores da mídia, tem uma facilidade surpreende de se recolher nos desvãos da realidade, e sumir em qualquer dobra oferecida pela contingência diária dos fatos. É, na verdade, localizado como personagem secundário, semi-distanciado da boca do palco, e que, sendo posto a meio caminho, parece portar apenas uma mea culpa nas costas.

É possível que tudo isso se deva só aos tantos préstimos que Paes, prefeito da cidade que Recebeu a Copa e os Jogos Olímpicos, prestou à Globo e às outras empresas televisivas, que, em troca, o cobrem hoje com o véu da invisibilidade relativa. Claro que às vezes não dá mesmo, as listas aparecem, os dedos são apontados de todos os lados, e, quando isso ocorre, é preciso dar uma satisfação qualquer ao público.

Já Aécio Neves, esse sim, indisfarçavelmente um peixe bem graúdo, situado no topo da cadeia alimentar da política brasileira, é um prodígio na arte de estar não estando. Está, por exemplo, no centro do último escândalo, o da lista do Fachin, mas quase ninguém vê menção alguma a ele nas homes, manchetes, capas de revistas, primeiras páginas dos jornais, etc. Chega a ser um acinte, um crime contra a necessidade de informação da população, que está prevista nas concessões públicas de rádio e TV.

Crime idêntico se verifica em relação a FHC, a Alckmin, a Serra, a Aloysio Nunes, e a tantos e tantos outros nomes. Na verdade, quem observe com atenção a mídia na última semana, percebe claramente que foi combinada uma trégua ao PMDB e a Temer para que votem as reformas. É nítido e indiscutível o sumiço dessa gente das manchetes, ou, seu comparecimento em ternos neutros e sem qualquer menção a processos e denúncias.

Já Lula é o massacre inclemente, cruel, diário e múltiplo. A Globo não deu um minuto de descanso desde o dia 11, e já estamos no dia 20. Diferentemente dos supracitados protegidos da mídia, que, quando não é possível esconder, aparecem por 5 ou 10 minutos nas homes para em seguida mergulhar no abismo da ausência, Lula é exposto durante as 24 horas do dia em cada canal, em manchetes variadas, e em todos as paredes da mídia pendura-se o seu rosto num cartaz de “Procura-se Vivou ou Morto”.

E se ele, numa dessas peças pregadas pela idade, pelo excesso de stress de dois anos de perseguição, e pelo corpo, um campo minado de armadilhas, caísse doente? A mídia inteira gritaria em uníssono, que Lula armou para se esconder num hospital e angariar a comiseração da opinião pública. Serra, no início da semana, contou com toda a grossa cortina de ferro da imprensa para sair de cena, internando no hospital Sírio Libanês. Eis os dois pesos e duas medidas da mídia golpista brasileira.

Agora, se Lula entrasse em cana, no dia seguinte, sumia da mídia para nunca mais voltar. Seria o silêncio eterno jogado como pá de cal sobre a sua cova rasa de indigente. Pois é, como dissemos ao início, entre a moita e a cana há muito mais do que sonha a nossa vã filosofia.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulomaia Maia

21 de abril de 2017 às 10h44

Se procurar acha!

Glaucione Juca

21 de abril de 2017 às 09h38

VAMOS INICIAR UMA CAMPANHA?!
#SE_VOTAR_SIM_NÃO_VAI_VOLTAR

Rita Maria

21 de abril de 2017 às 08h46

Por que se esconde?

Patrício Sousa

20 de abril de 2017 às 21h58

E o Léo Pinheiro?? O Cafezinho azedou de vez!!! Mandando destruir provas!! Esse Lula é muito honesto hein??

Cléber Policarpo

20 de abril de 2017 às 20h05

Aliados de Lula!

Cléber Policarpo

20 de abril de 2017 às 20h04

A Justiça tá no encalço de todos: Serra, Paes, Cunha e Aécio! Quero todos no xadrez, assim como Lula e cia ltda! O Cafezinho precisa parar de defender bandido! Manipulação e canalhice!

Ana Maria

20 de abril de 2017 às 19h41

SE A JUSTIÇA DO NOSSO QUISESSE FAZER JUSTIÇA MESMO , NÃO ADMITIRIA UMA ENCENAÇÃO DESSA , COMO ESTÁ FAZENDO O SERRA E COMO FEZ O BOLSONARO NÃO ACHA?

Aparecido Fermino

20 de abril de 2017 às 19h08

Estão todos na toca de ratos

César Augusto Pinto Rodrigues

20 de abril de 2017 às 17h29

Fátimah Graça

20 de abril de 2017 às 15h11

Por isso a popularidade de Lula só aumenta. Mesmo sendo detonado ele não se esconde.

Cláudia Maas

20 de abril de 2017 às 14h49

Simpáticas?! Filme de horror.