O Cafezinho

segunda-feira

6

novembro 2017

4

COMENTÁRIOS

A Rússia quer reabrir base militar em Cuba

Escrito por , Postado em Tulio Ribeiro

(Imagem : Shamanov e Putin/ informpskov.ru)

A geopolítica ficou mais complexa com o decorrer do novo milênio. Os atores passaram atuar superando limites e desafiando o controle planetário. Um explicação mais plausível é que a política internacional vive o retorno da guerra fria.

A Rússia, através de seu comando de defesa , demonstrou o interesse em estabelecer uma base militar em Cuba, trazendo a lembrança história da crise dos mísseis em 1962.

¨Sem dúvida alguma, tais instalações numa proximidade dos nossos colegas(EUA), como se diz hoje em dia, seguramente seria muito bom¨. Declarou o Chefe de Defesa da Câmara Baixa do Parlamento da Rússia , Almirante Vladimir Shamanov.

Essa declaração vai de encontro ao pronunciamento do Primeiro Vice-Ministro do Comitê de Defesa do Senado , Frants Klintsevich: A Rússia vai colocar todo empenho em estabelecer sua base em Cuba(…) devemos colocar nossa base, seja aérea ou marinha ou duas em uma, e deve ser em Cuba, pois é um ponto chave¨. Klintsevich ainda ressaltou que caberia conhecer opinião dos cubanos.

A intensão cresceu desde que os Estados Unidos e OTAN aumentaram sua atividade junto a fronteira russa. As tensões cresceram com a crise da Ucrânia, o que significou mais presença militar e de espionagem. As represarias russas se aproximam com atitude do governo de Kiev em disparar misseis antiaéreos neste 4 de novembro desde a cidade de Alexándrovka contra a Crimeia, deixando um morto e três feridos. A Rússia é um protagonista nesta geopolítica, e tem poder de recompor velhas alianças e elaborar novas neste mundo globalizado.

segunda-feira

6

novembro 2017

4

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 COMENTÁRIOS

  1. George E Hasselmann
  2. Irion
  3. Irion
  4. lcsa