Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Imagem: Divulgação

Marco Aurélio de Carvalho diz que não se pode ´baixar a guarda´ para lavajatistas

Por Redação

22 de dezembro de 2022 : 08h52

O jurista e coordenador do grupo Prerrogativas, Marco Aurélio de Carvalho, disse que o senador eleito e futuro ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), acertou ao desistir da indicação do agente Edmar Camata para o comando da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Não se trata de perseguição. Não podemos baixar a guarda para lavajatistas. Sabemos o que fizeram com o país, deixaram um rastro de destruição e de miséria”, disse Carvalho a Folha.

A indicação de Camata foi vetada após Dino saber das postagens do agente da PRF em apoio a Operação Lava Jato, que resultou na prisão ilegal e política do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, em 2018. Em menos de 24 horas, Dino anunciou o policial rodoviário federal Antônio Fernando de Oliveira para o cargo de diretor-geral do órgão.

Sobre isso, Carvalho declarou que “ele [Dino] merece nosso reconhecimento e nosso aplauso. Uma das maiores virtudes na política e na vida é reconhecer equívocos e tentar corrigi-los. Isso dá dimensão da grandiosidade do Dino e mostra que ele está à altura do cargo. Ele está montando uma equipe fantástica e demonstrou na desistência do nome uma virtude. Não podemos ter compromisso com o erro”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcus

22 de dezembro de 2022 às 15h50

E olha que o moço não é “qualquer um”, é sobrinho do falecido governador Gerson Camata (PSDB).

Responder

Edu

22 de dezembro de 2022 às 12h59

Será que o antipetista lava o cu ? Ou será que senta no toco com o cu sujo ?????

Responder

Alexandre Neres

22 de dezembro de 2022 às 11h47

O Espírito Santo é um estado assaz curioso.

Dia desses em Vila Velha foi preso um pastor, não se sabe de qual igreja, que estava foragido, por promover atos antidemocráticos e incitar a violência contra Xandão. Parece que por lá são extremamente lenientes com os ataques ao estado democrático de direito.

Ainda bem que o governador de lá foi reeleito, pois disputou contra um bolsonarista membro da Scuderie Le Cocq, grupo de extermínio. Porém, quem tem um aliado como o governador da casa-grande não precisa de inimigo. Primeiro, durante o período pré-eleitoral recebeu Serjo Morto, uma tremenda gafe. Foi ele quem indicou ao Dino (do seu partido) esse tal Camata, sobrenome famoso, para ser diretor-geral da PRF.

Como se pode nomear numa instituição autoritária, truculenta, aparelhada e que precisa ser despolitizada um camarada que vibrava nas redes sociais com os abusos perpetrados pela Lava Jato? Um tremendo tiro no pé. Ainda bem que já foi sem nunca ter sido. Agora o dito cujo se diz arrependido de tal apoio. Então tá…

Responder

Bandoleiro

22 de dezembro de 2022 às 10h00

E’ bastante claro que este “grupo prerrogativas de lavadores de dinheiro” tem como finalidade ganhar dinheiro se realcionando com Brasilia…qual melhor partido para ganhar dinheiro a nao ser o Petralhume ?

Lixo…!!

Responder

Deixe um comentário