Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Ato pró-Dilma reúne 30 mil na Cinelândia

Por Miguel do Rosário

23 de outubro de 2014 : 14h37

Nunca vi a Cinelândia tão cheia e tão alegre. Nem no Carnaval. Mais de 30 mil pessoas.

Um bloco de gente ocupava a praça, todos com adesivos da Dilma. Muitas bandeiras com o nome da presidenta e de seu partido.

No alto do carro de som, os meninos do passinho davam show. Um locutor imitava a voz de Lula e fazia discursos contra a oposição.

Olhando aquele mar de gente bonita, dava vontade de rir ao lembrar dos temores de Merval, falando em “fascismo”.

Fascismo só mesmo da mídia.

A galera cantava o refrão mais popular desta eleição:

“Quem não pula é tucano! Quem não pula é tucano! Quem não pula é tucano! Quem não pula é tucano!”

E todo mundo pulava, ou apenas ria.

Com amigos, bebendo uma cervejinha, eu lembrava a ironia da história. Há um ano, milhares xingavam o governo, o PT, e a Dilma.

Agora todo mundo grita “Dilma, eu te amo!”, ou “Ole ole ole olá. Dilmá. Dilmá”.

Roberto Amaral, presidente deposto pela Globo e pela extrema direita do PSB, fez um discurso profundamente emocionado, em defesa do voto em Dilma Rousseff.

“Nós iremos ganhar, porque o povo sempre ganha”, declarou Amaral, com voz embargada.

Há muito tempo não via uma liderança política tão emocionada como Amaral, falando em soberania, em vitória popular, em derrota do conservadorismo.

Miguel Rosseto, coordenador da campanha de Dilma, também fez um belo discurso, dizendo que o povo brasileiro sempre teve grande confiança na força do povo carioca e fluminense, o qual jamais faltou nas horas em que o campo popular precisava de seu voto.

Dilma caminha para ter mais de 60% dos votos no Rio de Janeiro, o que será decisivo para sua vitória. E o ato desta quarta-feira fez com que seja não apenas uma vitória eleitoral, mas uma grande vitória política e moral.

Não podia faltar o refrão mais popular das jornadas de junho.

“A verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura”.

Outro refrão cantado pelos locutores e que fez sucesso entre o público:

“Esquerda unida, jamais será vencida!”

Todos os espectros da esquerda, incluindo seus mais radicais, vieram prestigiar o evento.

Havia também cartazes com críticas à mídia, tipo assim: “Mídia, você não nos engana mais”.

O sucesso da manifestação foi surpreendente porque as lideranças da campanha e do próprio PT não acreditavam nela, sobretudo após o cancelamento da ida de Dilma e Lula.

Grupos mais à esquerda do PT e, principalmente, a base social, é que insistiram na importância do ato.

Acertaram na mosca.

Os cariocas não estavam obcecados pela presença de Dilma. Queriam apenas comparecer a um ato e mostrar de que lado estavam. Queriam se manifestar, sentir o calor humano de seus iguais em política.

O acirramento da disputa fez com que a esquerda saísse do armário.

O constrangimento de votar no PT e na Dilma, imposto pela mídia, evaporou-se numa onda de orgulho e coragem.

Diante do temor de um retrocesso político, cultural e moral, todos viraram petistas.

Ao menos até o dia 26 de outubro.

A gente conversava que se o PT e outros partidos da esquerda souberem aproveitar a onda. Se Dilma empoderar personalidades da sociedade civil, com prestígio na esquerda. Se souberem emitir sinais positivos para a juventude.

Se não cederem, enfim, ao burocratismo frio e burro que impera hoje nos partidos, a onda pode continuar durante a próxima gestão.

É a única chance, a gente concordava, de manter a esquerda no poder por mais alguns mandatos.

Em caso contrário, babou. Senão sinalizar para o povo que a apoia, Dilma não vai nem conseguir governar.

E comunicação, evidentemente, será fundamental. Tem que responder a todo ataque da mídia.

tumblr_ndwkeuRs8g1tkttc9o1_1280


B0lTp9FIIAI85qA


Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

56 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gesse Ricardi Garcia

24 de outubro de 2014 às 07h16

#DilmaPresidenta13

Responder

Sergio Pestana

23 de outubro de 2014 às 19h18

A rigor deveria haver o papelzinho de confirmação de voto

Responder

José Souza

23 de outubro de 2014 às 18h17

Para Helô Schwingek Leonhardt: o que você está assistindo é a auternância de governo. A direita esteve no governo durante 500 anos, agora chegou a vez da esquerda permanecer os próximos 500 anos no governo. Tenho certeza que você irá ver um país bem diferente do que foi. Preste atenção pois já começou.

Responder

luiz mattos

23 de outubro de 2014 às 18h09

Trabalho,Trabalho e Trabalho existem muitos votos passando vamos busca-los.

Responder

Jorge Espíndula

23 de outubro de 2014 às 17h39

Agora toda a atenção para o debate da globo e posterior edição.

Responder

Ariadne Maria Castro Lima Cardoso

23 de outubro de 2014 às 19h38

Massa!!

Responder

Vitor

23 de outubro de 2014 às 17h18

O Ibope acabou de dar o golpe de misericórdia no Aécio!
Me lembrei daquela música: Acabooooouuuuuu! Acabou!

Responder

Sergio

23 de outubro de 2014 às 17h03

“Dilma merecia ganhar o prêmio nobel por tanta incompetência econômica. Ela vive dizendo que eu (FHC) quebrei o País por três vezes, por conta do empréstimo feito ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Foram duas vezes. Quando fui ministro da fazenda, o Brasil estava em moratória. O empréstimo serviu para restabelecermos o fluxo financeiro internacional. Pedimos empréstimo ao FMI porque esta mais barato e para permitir que o governo de Lula (que o sucedeu) tivesse condições de colocar em ordem, em função da crise provocada pela ameaça de eleição do próprio Lula. Pedi o empréstimo com a anuência do Lula. Há uma má-fé extraordinária. Fico triste de ver a Dilma repetir esse assunto durante a campanha”, confessou.

Para o tucano, a tática do PT é repetir mentiras para que se tornem verdade absoluta. “Eles demonizam os adversários ou o passado. Quando deixei o governo (no fim de 2002) fui para a Europa. O Lula passou por lá e me telefonou. Conversamos um bom tempo e ele passou o telefone para o Palocci (ministro da Fazenda de Lula), que me agradeceu pelo governo que fiz. Tanto que o próprio Lula se empenhou para que Armínio Fraga continuasse no Banco Central. Hoje o Lula quer reconstruir a história denegrindo a imagem do que foi feito no passado para realçar o que foi feito depois”.

Responder

Sandro Feres

23 de outubro de 2014 às 18h26

O Cafezinho, e quanto ao risco de fraudes nas urnas eletrônicas, não seria bom levantar esse assunto, e alertar as autoridades competentes ?

Responder

    Marcelo

    23 de outubro de 2014 às 17h27

    Também me preocupo com isso.

    Responder

Marlene Curtis

23 de outubro de 2014 às 18h21

13

Responder

Francisca Costa Filha

23 de outubro de 2014 às 18h09

Responder

julio

23 de outubro de 2014 às 16h07

Vamos devagar pois não acredito que eles entregaram a rapadura tão facilmente, estou muito preocupado com a possibilidade de fraudes.

Responder

    Filho

    23 de outubro de 2014 às 16h22

    Prezado Julio,
    esse também é meu receio, estou preocupado com essa hipótese. O Judiciário já provou que está do outro lado, na hora do vamos ver vai correr para a direita. A mídia também possui lado. Espero que ABIN, Polícia Federal, Justiça Eleitoral estejam atentos a essa possibilidade real.

    Responder

    ANTONIO CARLOS

    23 de outubro de 2014 às 16h55

    Não é que entregaram a rapadura. Eles estão achando que já ganharam.

    Responder

Silvia Martinez Vargas

23 de outubro de 2014 às 17h58

#Dilma13

Responder

Silvia Martinez Vargas

23 de outubro de 2014 às 17h58

#Dilma13

Responder

paulo xavier

23 de outubro de 2014 às 15h56

o Brasil é mais Dilma presidenta 13. Viva o Brasil. Viva o Rio de Janeiro viva os brasileiros melhor pro mundo inteiro. Aquele abraço

Responder

Varjao Moldenhauer Maria Jose

23 de outubro de 2014 às 17h41

E ISSO AI 13
13

Responder

Varjao Moldenhauer Maria Jose

23 de outubro de 2014 às 17h41

E ISSO AI 13
13

Responder

João Ninguem

23 de outubro de 2014 às 15h38

Depois de velho,perdi o controle emocional e Dilmei de vez……..kkkkk

Responder

Varjao Moldenhauer Maria Jose

23 de outubro de 2014 às 17h37

E ISSO AI 13

Responder

Varjao Moldenhauer Maria Jose

23 de outubro de 2014 às 17h37

E ISSO AI 13

Responder

Vitor

23 de outubro de 2014 às 15h28

Game over! Espero que Dilma faça um segundo mandato um pouco melhor e mais corajoso…

Responder

TJu Fabi

23 de outubro de 2014 às 17h22

Muito bom!! E nois!

Responder

TJu Fabi

23 de outubro de 2014 às 17h22

Muito bom!! E nois!

Responder

Claudio Ribeiro

23 de outubro de 2014 às 17h15

TJu Fabi Julio Cardoso Andre Ricardo Luz Beatriz Monteiro Abdala Farah Netto Fátima Morado

Responder

Iasmin Moris

23 de outubro de 2014 às 17h14

Olha! Olha a ondaaaaaa!

Responder

Iasmin Moris

23 de outubro de 2014 às 17h14

Olha! Olha a ondaaaaaa!

Responder

Ilda Regina Gouveia

23 de outubro de 2014 às 17h07

Foi LINDO!!!!!!!

Responder

Ilda Regina Gouveia

23 de outubro de 2014 às 17h07

Foi LINDO!!!!!!!

Responder

Lúcia Santos

23 de outubro de 2014 às 17h06

#DILMA13MINAS

Responder

Lúcia Santos

23 de outubro de 2014 às 17h06

#DILMA13MINAS

Responder

Fábio Rodrigues

23 de outubro de 2014 às 14h58

#Dilma 13. Com muito orgulho e com a certeza de que contribuo para a construção de um país mais justo e democrático.
Abaixo a intolerância e o fascismo. Viva a democracia, viva o povo brasileiro. Dilma eu te amo.#Dilma presidenta.

Responder

Mônica L. Dos Santos

23 de outubro de 2014 às 16h56

Vermelhou! O Coração bate mais forte… #Dilma13

Responder

Mônica L. Dos Santos

23 de outubro de 2014 às 16h56

Vermelhou! O Coração bate mais forte… #Dilma13

Responder

Ines Ferreira

23 de outubro de 2014 às 16h56

num ato só mais do q tudo q o psdb reuniu no país todo!

Responder

Ines Ferreira

23 de outubro de 2014 às 16h56

num ato só mais do q tudo q o psdb reuniu no país todo!

Responder

Petrus Castro

23 de outubro de 2014 às 16h54

ísso é comunismo

Responder

Petrus Castro

23 de outubro de 2014 às 16h54

ísso é comunismo

Responder

    Fábio

    23 de outubro de 2014 às 17h04

    Isso é democracia. Você sabe o que é comunismo???

    Responder

Petrus Castro

23 de outubro de 2014 às 16h54

áí que a tucanada pira

Responder

Petrus Castro

23 de outubro de 2014 às 16h54

áí que a tucanada pira

Responder

Ivan Lima

23 de outubro de 2014 às 16h51

Dilma 13.

Responder

Ivan Lima

23 de outubro de 2014 às 16h51

Dilma 13.

Responder

Leonidas Mendes Filho

23 de outubro de 2014 às 14h48

Caro Miguel…

vamos peitar e derrotar o PIG… Tremei, Globo, tremei!

Leonidas Mendes Filho
(Parauapebas/PA)

Responder

O Cafezinho

23 de outubro de 2014 às 16h48

estou corrigindo o texto. estou trabalhando na rua hoje, ficou um pouquinho mais difícil.

Responder

Raphael Marques

23 de outubro de 2014 às 16h45

Com Brizola isso era corriqueiro…

Responder

Raphael Marques

23 de outubro de 2014 às 16h45

Com Brizola isso era corriqueiro…

Responder

Irene Lengler

23 de outubro de 2014 às 16h43

Cafezinho, o importante é se comunicar ! E isto vocês merecem 10!!

Responder

Irene Lengler

23 de outubro de 2014 às 16h43

Cafezinho, o importante é se comunicar ! E isto vocês merecem 10!!

Responder

Irene Lengler

23 de outubro de 2014 às 16h40

#Dilma13!!!

Responder

Irene Lengler

23 de outubro de 2014 às 16h40

#Dilma13!!!

Responder

O Cafezinho

23 de outubro de 2014 às 16h39

desculpem pela repetição do cinelândia. já corrigi no texto.

Responder

Deixe um comentário

Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno?