Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

À imprensa estrangeira, Eduardo Cunha insulta 54 milhões de brasileiros

Por Miguel do Rosário

27 de junho de 2015 : 11h28

É impressionante o desrespeito com que Eduardo Cunha, cujo cargo de presidente da câmara deveria lhe conferir mais moderação, trata dezenas de milhões de eleitores do PT.

Em 2014, somente Dilma Rousseff obteve 54 milhões de votos.

O PT foi o partido mais votado no Congresso Nacional e tem a maior bancada dentre todos os partidos.

É o partido que o povo brasileiro vem escolhendo para governar o país há 12 anos, auferindo o seu poder do sagrado sufrágio universal.

Dilma elegeu-se numa chapa com o PMDB. Ela, do PT, como presidente, e Michel Temer, do PMDB, como vice-presidente?

O que diz Cunha diante de correspondente estrangeiros?

Ao falar sobre a sua opinião contra a legalização das drogas, Cunha citou um vídeo satírico contra o PT. “O vídeo diz o seguinte: [o viciado] começa na maconha, passa para a cocaína e acaba votando no PT”, disse Cunha no evento destinado aos jornalistas estrangeiros. A coletiva foi concedida no hotel Windsor Guanabara, no Rio de Janeiro.

Que vulgaridade!

Repare que Cunha faz pior do que ofender o PT. Ele ofende seus eleitores, ou seja, a maioria do povo brasileiro, e as pessoas mais simples, que votaram no PT porque entenderam que é o partido que lhes ajudou a melhorar um pouco de vida.

Ofende inclusive os milhões de eleitores que votaram simultaneamente no PT e no PMDB.

Os eleitores de Michel Temer, o presidente de seu partido, também são drogados, Cunha?

A frase de Cunha traz uma carga fortíssima de preconceito.

Ora, o grosso do consumo de drogas se dá entre as classes mais abastadas.

O PT tem tido votos majoritariamente entre os mais pobres.

A asserção de Cunha, além de preconceituosa e ofensiva, é mentirosa.

A maioria dos consumidores de drogas pesadas não vota no PT.

Olha que eu nem considerei as drogas que, na minha opinião, são as mais pesadas: Globo e Veja.

Ah, o Cafezinho é a favor da liberação das drogas, ou seja, defendemos que as pessoas tenham liberdade de ler Globo quando quiserem.

Mas defendemos também que o Estado deveria ampliar suas campanhas para alertar as pessoas sobre os perigos que correm ao consumir drogas tão pesadas.

***

Cunha ironiza o PT: ‘Começa na maconha, vai para cocaína e vota no PT’

Na entrevista, Cunha também criticou a política externa do atual governo e disse que a coalizão mantida pela base aliada à presidente Dilma foi para o CTI – Centro de Tratamento Intensivo

POR CONGRESSO EM FOCO | 26/06/2015 18:30

Em entrevista a jornalistas estrangeiros, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), alfinetou mais uma vez ao PT e insinuou que seus eleitores eram viciados em drogas.

Ao falar sobre a sua opinião contra a legalização das drogas, Cunha citou um vídeo satírico contra o PT. “O vídeo diz o seguinte: [o viciado] começa na maconha, passa para a cocaína e acaba votando no PT”, disse Cunha no evento destinado aos jornalistas estrangeiros. A coletiva foi concedida no hotel Windsor Guanabara, no Rio de Janeiro.

“Temos uma elite que quer a droga, mas não quer o traficante, e as duas coisas são insociáveis. O consumo de drogas é o fator gerador da venda. É óbvio que a liberação das drogas vai aumentar o consumo e estimular maior violência associada ao consumo”, defendeu Cunha.

O presidente da Câmara também disse que, com a sua gestão, o Poder Legislativo ganhou “autonomia”. “Nós mudamos esse paradigma de que a pauta tem que ser única e exclusivamente a pauta do Executivo”, declarou ele. “A oposição abriu mão de obstruir e passar a discutir e votar os temas. Esse é o conceito que estamos introduzindo. O Parlamento conseguiu mais de 30 votações de emendas constitucionais em duas semanas. Essas trinta votações são inéditas. Nunca houve, mesmo em um ano, 30 votações de emendas constitucionais”, complementou.

Na entrevista, Cunha também criticou a política externa do atual governo e disse que a coalizão mantida pela base aliada à presidente Dilma foi para o CTI [Centro de Tratamento Intensivo]. ”Não temos um presidencialismo de coalizão. Temos um presidencialismo de cooptação”, disse. “Esse parlamentar que votava para o governo, única e exclusivamente, para garantir sua emenda, não apenas nesse governo, mas em qualquer governo, hoje ele vota pela sua consciência”, complementou.

O presidente da Câmara também ratificou que dificilmente o PMDB manterá a aliança com o PT nas eleições de 2018. Conforme informou o Congresso em Foco nesta semana, a intenção do partido é lançar candidato próprio.

Alem disso, Cunha informou que a Comissão Especial do Pacto Federativo concluirá os trabalhos na semana que vem, e a primeira proposta de emenda à Constituição deve ser votada no próximo semestre. Segundo Cunha, “a emenda proíbe transmitir encargos para estados e municípios, sem os respectivos recursos. Esse é o primeiro sinal para acabar com o processo que existe hoje, de transferência de obrigações sem dar capacidade aos entes federados de sobreviverem”.

Ao afirmar que estados e municípios estão no caminho da falência, o deputado garantiu que se esforçará para que o pacto represente um reequilíbrio de forças entre os entes federados. “Ninguém pode gastar aquilo que não tem condições de fazê-lo, nem obrigação que não tenha como financiar. Claro que no tempo, a União, obviamente, terá que pagar alguma coisa. Hoje, no momento de crise, não dá para achar que vai resolver o problema de todos tirando da União. Mas, programadamente essas coisas podem ser corrigidas”, salientou.

Cunha também afirmou que a Câmara pretende realizar uma reforma tributária que, de acordo com ele, fará o país alcançar um orçamento realista. “Precisamos efetivamente saber que tributos teremos para financiar despesas. Há uma inversão de valores no Brasil. Aqui o orçamento é votado no último dia do ano, de forma que ninguém conhece, e não tem a mínima seriedade, porque ninguém o aplica. Essa forma de fazer política é errada”, na sua avaliação.

Com informações da Agência Brasil

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/cunha-alfineta-pt-e-classifica-eleitores-como-viciados-em-drogas/

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

87 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

FLVP

28 de junho de 2015 às 20h48

E QUAL FOI A REAÇÃO DO PT? Até o momento nenhuma, pois numa situação destas, creio que houve quebra do decoro parlamentar. Certo? É por estar e outras razões, pelo silencio de anos que chegamos ao estado que chegamos. Futuro sombrio!

Responder

Messias Franca de Macedo

27 de junho de 2015 às 20h43

Se o PSDB ganhou mais de empreiteiras da Lava Jato, só doações ao PT são crime?

[PSDB: R$ 65,7 milhões; PT: R$ 58,1 milhões; PMDB…]

Autor: ínclito e impávido jornalista Fernando Brito

27 de junho de 2015 20:17

O Miguel [do Rosário do conspícuo blogue ‘O Cafezinho’] começou, eu pego o mote e sigo adiante.
O site AsClaras, mantido pela Transparência Brasil – organização que tem muita gente até simpática à oposição – consolidou todas as doações, por empresas e partidos.
E eles próprios separaram as doações das cinco maiores empreiteiras – as protagonistas da Lava-Jato – e os quatro maiores partidos políticos em 2014.
O que fiz, no gráfico acima, foi apenas apurar o percentual doado a cada partido por elas. O original está no link.
(…)
Aí está porque além de todas as violações jurídicas, os procedimentos coercitivos, a partir de um certo ponto, comprometem a verdade que a investigação deve buscar.
Porque o arbítrio, na administração da Justiça, é como a corrupção na administração pública: você viola as regras do poder que lhe foi confiado para satisfazer seus apetites, ambições e razões.
E, no caso da imprensa, o dever de raciocinar, em lugar de funcionar como simples amplificador de versões sabidamente discricionárias.
Do contrário, vira simples instrumento de propaganda, como ocorre nas ditaduras.
Infelizmente, estamos trocando a possibilidade de moralizar o processo eleitoral – e em grande parte, sua sombra sobre as administrações – pela implantação da imoralidade praticada em nome da justiça.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://tijolaco.com.br/blog/?p=27882

Responder

Rogério Bezerra

27 de junho de 2015 às 20h21

Prezado Miguel
Diante da iminente votação da PL 131/2015 da lavra do entreguista Serra. Estamos enviando os e-mails dos senadores caso seus leitores queiram se manifestar diretamente dizendo NÃO a essa traição.

acir@senador.leg.br
aecio.neves@senador.leg.br,
alvarodias@lsenador.leg.br,
aloysionunes.ferreira@senador.leg.br,
ana.amelia@senadora.leg.br,
angela.portela@senadora.leg.br,
antonio.anastasia@senador.leg.br,
antonio.carlos.valadares@senador.leg.br,
ataides.oliveira@senador.leg.br,
blairo.maggi@senador.leg.br,
cassio.cunha.lima@senador.leg.br,
ciro.nogueira@senador.leg.br,
cristovam.buarque@senador.leg.br,
dalirio.beber@senador.leg.br,
dario.berger@senador.leg.br,
davi.alcolumbre@senador.leg.br,
delcidio.amaral@senador.leg.br,
donizeti.nogueira@senador.leg.br,
douglas.cintra@senador.leg.br,
edison.lobao@senador.leg.br,
eduardo.amorim@senador.leg.br,
elmano.ferrer@senador.leg.br,
eunicio.oliveira@senador.leg.br,
fatima.bezerra@senadora.leg.br,
fernandobezerracoelho@senador.leg.br,
fernando.collor@senador.leg.br,
flexa.ribeiro@senador.leg.br,
garibaldi.alves@senador.leg.br,
gladson.cameli@senador.leg.br,
gleisi@senadora.leg.br,
heliojose@senador.leg.br,
humberto.costa@senador.leg.br,
ivo.cassol@senador.leg.br,
jader.barbalho@senador.leg.br,
joao.alberto.souza@senador.leg.br,
joao.capiberibe@senador.leg.br,
jorge.viana@senador.leg.br,
jose.agripino@senador.leg.br,
jose.maranhao@senador.leg.br,
josemedeiros@senado.leg.br,
jose.pimentel@senador.leg.br,
jose.serra@senador.leg.br,
lasier.martins@senador.leg.br,
lidice.mata@senadora.leg.br,
lindbergh.farias@senador.leg.br,
lucia.vania@senadora.leg.br,
magno.malta@senador.leg.br,
marcelo.crivella@senador.leg.br,
maria.carmo.alves@senadora.leg.br,
marta.suplicy@senadora.leg.br,
omar.aziz@senador.leg.br,
otto.alencar@senador.leg.br,
paulo.bauer@senador.leg.br,
paulopaim@senador.leg.br,
paulo.rocha@senador.leg.br,
raimundo.lira@senador.leg.br,
randolfe.rodrigues@senador.leg.br,
reginasousa@senadora.leg.br,
reguffe@senador.leg.br,
renan.calheiros@senador.leg.br,
ricardo.ferraco@senador.leg.br,
roberto.requiao@senador.leg.br,
robertorocha@senador.leg.br,
romario@senador.leg.br,
romero.juca@senador.leg.br,
ronaldo.caiado@senador.leg.br,
rose.freitas@senadora.leg.br,
sandrabraga@senadora.leg.br,
sergio.petecao@senador.leg.br,
simone.tebet@senadora.leg.br,
tasso.jereissati@senador.leg.br,
telmariomota@senador.leg.br,
valdir.raupp@senador.leg.br,
vanessa.grazziotin@senadora.leg.br,
vicentinho.alves@senador.leg.br,
waldemir.moka@senador.leg.br,
pinheiro@senador.leg.br,
wellington.fagundes@senador.leg.br,
wilder.morais@senador.leg.br,
zeze.perrella@senador.leg.br,

Responder

Messias Franca de Macedo

27 de junho de 2015 às 20h21

Alberto Youssef reafirmou a versão de que presidente da Câmara teria pressionado empresas por pagamento de propinas em contratos de navios-sonda

O doleiro Alberto Youssef afirmou ontem à Justiça Federal que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), era um dos “destinatários finais” da propina de cerca de R$ 4 milhões em contratos de navios-sonda da Petrobrás investigados pela Operação Lava Jato.
(…)
No fim do mês passado, o ex-diretor da área de informática da Câmara Luiz Antonio Souza da Eira disse em depoimento a procuradores e à Polícia Federal, um dia após ser demitido por Cunha, que a versão inicial do requerimento da auditoria do sistema de informática da Câmara foi gerada com a senha, “pessoal e intransferível”, de Cunha. O documento final foi apresentado pela ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ).

Por jornalistas Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Mateus Coutinho

FONTE, pasme: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/doleiro-da-lava-jato-confirma-que-lobista-revelou-pressao-de-presidente-da-camara/

Trecho de depoimento do [mega]doleiro Albert(o) Yousseff em que afirma que Cunha era ‘destinatário final’ de propinas

“Quando o senhor conversou com Julio Camargo ele falou quem eram os beneficiários das operações? Ou ele só falou no Fernando Soares?”, perguntou o magistrado. O doleiro respondeu: “Falou no Fernando Soares e contou a história da pressão que o Eduardo Cunha estava fazendo para que ele pudesse pagar o Fernando Soares, dando entendimento que esse valor fosse também na época para o deputado.”
Mais tarde, questionado pelo seu advogado sobre quem seriam os “destinatários finais” desta propina, Youssef reiterou ter ouvido de Camargo que eram “Fernando Soares e Eduardo Cunha”.
Questionado, Youssef também confirmou que as propinas eram relativas aos contratos de navios-sonda.
Fernando Baiano, Julio Camargo e o ex-diretor de Internacional Nestor Cerveró são réus em processo sobre suposto pagamento de US$ 30 milhões em propinas na contratação de duas sondas de perfuração para exploração de petróleo. O presidente da Câmara vem negando com veemência o envolvimento no esquema de desvios na Petrobrás.

Responder

Messias Franca de Macedo

27 de junho de 2015 às 20h06

Doleiro da Lava Jato afirma que Cunha era ‘destinatário final’ de propina

13 Maio 2015 | 23:00

FONTE, pasme: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/doleiro-da-lava-jato-confirma-que-lobista-revelou-pressao-de-presidente-da-camara/

Blog do Fausto Macedo
Jornal ‘O Estado de São Paulo’

Alberto Youssef reafirmou a versão de que presidente da Câmara teria pressionado empresas por pagamento de propinas em contratos de navios-sonda
Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Mateus Coutinho
O doleiro Alberto Youssef afirmou ontem à Justiça Federal que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), era um dos “destinatários finais” da propina de cerca de R$ 4 milhões em contratos de navios-sonda da Petrobrás investigados pela Operação Lava Jato.
O doleiro reafirmou sua versão de que Cunha foi o mentor de requerimentos feitos na Câmara para pressionar a empresa Mitsui, que não estaria pagando a propina em 2011. Ele disse que foi procurado pelo executivo Julio Camargo após estes requerimentos. “Fui chamado em 2011 pelo Julio Camargo no seu escritório, onde ele se encontrava muito preocupado e me relatou que o Fernando Soares, através do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), havia pedido alguns requerimentos de informações referentes aos contratos da Mitsui, da Toyo e do próprio Julio Camargo, através de outros deputados”, relatou ao juiz Sérgio Moro.

VEJA TRECHO DO DEPOIMENTO DO DOLEIRO:

https://www.youtube.com/watch?v=zgOVfc2usrw

(…)

Responder

Messias Franca de Macedo

27 de junho de 2015 às 19h59

BOMBA! EXTRA! SENSACIONAL!…

#################

Governos tucanos de Minas blindaram ‘amigos’ em roubo ao Banco do Brasil

Por egrégia e impávida jornalista Helena Sthephanowitz, para a RBA (Rede Brasil Atual)

Polícia mineira conclui investigação que indicia parentes diretos da mulher-forte do ‘choque de gestão’ de Aécio e Anastasia. Empresa já é denunciada por golpe em outro banco público, a CEF

publicado 27/06/2015 15:28, última modificação 27/06/2015 15:32

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/helena/2015/06/governos-tucanos-de-minas-blindaram-amigos-em-roubo-ao-banco-do-brasil-396.html

Responder

Francilene Mauniz Magalhaes

27 de junho de 2015 às 22h55

TB é o que espero! Que apareça alguém prá deter esse maluco.

Responder

Josue Castilho

27 de junho de 2015 às 22h39

Esse Cunha é um mau caráter. Vilão de filme B.
Além da piada infame, ainda manipula os dados de forma abusiva: dizer que regulamentação das drogas irá “aumentar a violência ligada ao consumo” é de um descaramento absurdo! Qualquer observador meio distraído sabe que a violência urbana descarada decorre do Tráfico. Claro que podem ocorrer distúrbios por parte de usuários doidões, mas nada maior do que já ocorre e nada próximo dos danos já causados pelo abuso do Álcool.
Eduardo Cunha não é o vilão do House of Cards… é um pilantra mal intencionado real e perigoso.

Responder

Elias da Costa

27 de junho de 2015 às 22h38

Mas agrada aqueles que não votaram nela nem no primeiro nem no segundo turno

Responder

Anna Pintto

27 de junho de 2015 às 22h28

Eu me sinto insultada, diariamente, por essa pessoa. #foracunha

Responder

Marcio H Silva

27 de junho de 2015 às 22h26

Cadeia neste safado…rouba desde a era Collor,,,,quem foi da Telerj sabe disso,….

Responder

Domingos J Santos

27 de junho de 2015 às 22h15

É ASSIM QUE ELE PREGA O EVANGELHO , E LEVA AS PESSOAS DO SEU CLERO A JESUS ???

Responder

Glaudistony Leite

27 de junho de 2015 às 22h10

Quero ver se nenhum deputado do PT vai assumir a bancada da câmara e mete o pau nesse Zé ruela.

Responder

Maria Oliveira

27 de junho de 2015 às 21h01

Ninguém pra baixar a bola desse louco?

Responder

Maria Oliveira

27 de junho de 2015 às 21h01

Ninguém pra baixar a bola desse louco?

Responder

Denise Pimentel

27 de junho de 2015 às 20h59

SR CUNHA ,MAIS RESPEITO COM O NOSSO CONGRESSO! COM A NOSSA PRESIDENTE!

Responder

Denise Pimentel

27 de junho de 2015 às 20h59

SR CUNHA ,MAIS RESPEITO COM O NOSSO CONGRESSO! COM A NOSSA PRESIDENTE!

Responder

Francina Muniz

27 de junho de 2015 às 20h45

PT PARTIDO DO POVO.

Responder

Francina Muniz

27 de junho de 2015 às 20h45

PT PARTIDO DO POVO.

Responder

Eddy Félix

27 de junho de 2015 às 20h38

Bota pra fuder com esses fdp Cunha.

Responder

Eddy Félix

27 de junho de 2015 às 20h38

Bota pra fuder com esses fdp Cunha.

Responder

José César Silva

27 de junho de 2015 às 20h00

O estrupício nesse ritmo vai acabar revogando a constituição cidadã ainda no seu curto reinado, antes da tornozeleira eletrônica.

Responder

José César Silva

27 de junho de 2015 às 19h56

O rei do silogismo.

Responder

Renato Talarico

27 de junho de 2015 às 19h48

COM DEMOCRACIA QUEREMOS MONARQUIA !! https://www.facebook.com/Brasil.Monarquia?fref=ts

Responder

Nando Leandro

27 de junho de 2015 às 19h32

CORRUPTO LADRÃO DA LAVAJATO VC CUNHA E UMA DROGA CHAMADA CRENTE POR DINHEIRO SÓ ISTO QUE ESTAS IGREJAS EM SUA MAIORIA SÃO UNS ACHACADORES DE DEUS E LADRÕES DO POVO DO BRASIL.

Responder

Francisco Rodriguez

27 de junho de 2015 às 18h48

o Eduardo sabe das coisas

Responder

Sosthenes Marinho Costa

27 de junho de 2015 às 18h33

Este Cunha não tem respeito por ninguém e por nada. O que importa são seus interesses e os das empresas que financiaram a sua campanha.

Responder

Josias Vicente

27 de junho de 2015 às 18h21

O Eduardo Cunha está na dele, é sua índole, não se espera coisa melhor de um desqualificado, o danado é que os demais que se dizem representantes do povo que os elegeu, se dobrarem a ele, por compactuarem com suas safadezas…devemos com essa constatação varrer toda essa podridão do congresso…A cara deles já é conhecida, tá na hora da peneira fina…limpar o lixo….

Responder

Marcos

27 de junho de 2015 às 14h08

É preciso um movimento em defesa do Governo Dilma. Os golpes estão cada vez mais fortes, o sangramento do governo é apenas um prazer para os vampiros que não querem apenas ver sangue, querem ver o morto sendo chutado. Estão em êxtase, protegidos pelos poderes por fazerem parte do Partido Santo Dos Burgueses.

Responder

Mary Atleticana

27 de junho de 2015 às 16h35

Eduardo Cunha é um pessimsta do quanto pior melhor.

Responder

Mary Atleticana

27 de junho de 2015 às 16h35

Eduardo Cunha é um pessimsta do quanto pior melhor.

Responder

Ricardo de Souza

27 de junho de 2015 às 15h53

Esse sujeito deveria estar encarcerado.

Responder

Ricardo de Souza

27 de junho de 2015 às 15h53

Esse sujeito deveria estar encarcerado.

Responder

Luís CPPrudente

27 de junho de 2015 às 12h45

Achacador Cunha, presidente da Câmara dos Deputados: que marginal!

Responder

Eloisa Elena Abreu

27 de junho de 2015 às 15h44

DILMA 13!

Responder

Eloisa Elena Abreu

27 de junho de 2015 às 15h44

DILMA 13!

Responder

Rubem Ribeiro

27 de junho de 2015 às 15h43

#EduardoCunhaVagabundo

Responder

Rubem Ribeiro

27 de junho de 2015 às 15h43

#EduardoCunhaVagabundo

Responder

Marcelo Rossi

27 de junho de 2015 às 15h39

Eu nunca cosumi essa droga conhecida como eduardo cunha, o notorio !

Responder

Marcelo Rossi

27 de junho de 2015 às 15h39

Eu nunca cosumi essa droga conhecida como eduardo cunha, o notorio !

Responder

Dirceu Andrade

27 de junho de 2015 às 15h34

Eduardo Cunha, o cara

Responder

Dirceu Andrade

27 de junho de 2015 às 15h34

Eduardo Cunha, o cara

Responder

Mardete Sampaio

27 de junho de 2015 às 15h32

Está instituído o parlamentarismo com viés na estupidez?

Responder

Mardete Sampaio

27 de junho de 2015 às 15h32

Está instituído o parlamentarismo com viés na estupidez?

Responder

Lulu Pereira

27 de junho de 2015 às 15h31

pra esse tal de cunha, o gangster parasita, só uma solição bíblica salva.

Responder

Lulu Pereira

27 de junho de 2015 às 15h31

pra esse tal de cunha, o gangster parasita, só uma solição bíblica salva.

Responder

Diana Lima Machado

27 de junho de 2015 às 15h28

Ele é um mal para todo o País…

Responder

Diana Lima Machado

27 de junho de 2015 às 15h28

Ele é um mal para todo o País…

Responder

Mazinho Andrade

27 de junho de 2015 às 15h28

Bandido.

Responder

Mazinho Andrade

27 de junho de 2015 às 15h28

Bandido.

Responder

Edmundo Camargo

27 de junho de 2015 às 15h26

Caro cafezinho. Vejo a esquerda chegando agora, numa terrível encruzilhada. Apoiar a corrupção generalizada, como método de chegar ao poder não é, e não foi uma boa tática. Apenas nivelou todos no mesmo patamar de falta de ética. Acredito, que ficar acusando a grande imprensa, ou a oposição, pelas mazelas do governo, não levará a lugar nenhum.
É chegada a hora da autocrítica, e dos inevitáveis expurgos das lideranças que prevaricaram. É chegada a hora do desaparelhamento, e da diminuição dos cargos públicos em poder do partido.
Diminuam o número de ministérios, acabem com as mordomias, e vocês terão o apoio do povo de volta.
Ser de esquerda, é também uma maneira de viver. O povo não entende quando o político eleito pelo campo popular, se transforma no burguês que só anda de jatinho e se casa com a secretária dondoca. É necessário que a prática corresponda a ideologia. De pouco adianta chegar ao poder e ter o mesmo comportamento da antiga situação.
Lembro aqui, de Olivio Dutra, que ao perder a reeleição para o governo do Rio Grande do Sul, no dia seguinte reassumiu seu antigo trabalho no Banco, e foi de ônibus trabalhar.
Ficar reclamando da justiça, da imprensa e da oposição, não levará a lugar nenhum. Aliás levará sim, ao impeachment de Dilma.

Responder

Edmundo Camargo

27 de junho de 2015 às 15h26

Caro cafezinho. Vejo a esquerda chegando agora, numa terrível encruzilhada. Apoiar a corrupção generalizada, como método de chegar ao poder não é, e não foi uma boa tática. Apenas nivelou todos no mesmo patamar de falta de ética. Acredito, que ficar acusando a grande imprensa, ou a oposição, pelas mazelas do governo, não levará a lugar nenhum.
É chegada a hora da autocrítica, e dos inevitáveis expurgos das lideranças que prevaricaram. É chegada a hora do desaparelhamento, e da diminuição dos cargos públicos em poder do partido.
Diminuam o número de ministérios, acabem com as mordomias, e vocês terão o apoio do povo de volta.
Ser de esquerda, é também uma maneira de viver. O povo não entende quando o político eleito pelo campo popular, se transforma no burguês que só anda de jatinho e se casa com a secretária dondoca. É necessário que a prática corresponda a ideologia. De pouco adianta chegar ao poder e ter o mesmo comportamento da antiga situação.
Lembro aqui, de Olivio Dutra, que ao perder a reeleição para o governo do Rio Grande do Sul, no dia seguinte reassumiu seu antigo trabalho no Banco, e foi de ônibus trabalhar.
Ficar reclamando da justiça, da imprensa e da oposição, não levará a lugar nenhum. Aliás levará sim, ao impeachment de Dilma.

Responder

Alcebíades Cid Pereira

27 de junho de 2015 às 15h23

Cunhão,ser abjeto,nojento.Não estamos na época do velho testamento onde David (o sanguinário) foi ungjdo rei..a única unçao que tivestes foi do voto popular manipulado e dos pastores ricos,nojentos,171 “abençoados”
Parafraseando Boechat,vá procurar uma rola tipo LONG DONG SILVER ou KID BENGALA.faleii

Responder

Alcebíades Cid Pereira

27 de junho de 2015 às 15h23

Cunhão,ser abjeto,nojento.Não estamos na época do velho testamento onde David (o sanguinário) foi ungjdo rei..a única unçao que tivestes foi do voto popular manipulado e dos pastores ricos,nojentos,171 “abençoados”
Parafraseando Boechat,vá procurar uma rola tipo LONG DONG SILVER ou KID BENGALA.faleii

Responder

Celso Ferreira de Albuquerque

27 de junho de 2015 às 15h19

Responder

Celso Ferreira de Albuquerque

27 de junho de 2015 às 15h19

Responder

Edson Teixeira

27 de junho de 2015 às 15h12

E tem quem acredite que um pilantra desse é da base aliada do governo…

Responder

Edson Teixeira

27 de junho de 2015 às 15h12

E tem quem acredite que um pilantra desse é da base aliada do governo…

Responder

Vânia Monteiro da Silva

27 de junho de 2015 às 15h09

A cocaína é dos parceiros dele que tem condição de comprar! Já esqueceu o heliococa?

Responder

Vânia Monteiro da Silva

27 de junho de 2015 às 15h09

A cocaína é dos parceiros dele que tem condição de comprar! Já esqueceu o heliococa?

Responder

Josué De Sousa Sousa

27 de junho de 2015 às 15h05

Sempre votarei com a esquerda!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Maurício Taveira

27 de junho de 2015 às 12h05

O pior exemplar da espécie humana se chama Eduardo Cunha

Responder

Maria De Fatima Cabral

27 de junho de 2015 às 14h52

Pode tirar o cavalinho da chuva que seu partido não faz Presidente da República! Seu partido, o PMDB traíra, faz um tempo, que saiu da UTI para CTI.. Agora quero dizer a você canalha, achacador, corrupto, que voto no PT e não uso droga. Droga pra mim é você, canalha! Você é um micróbio destruidor da Nação brasileira.

Responder

    Junior Pedro Salgado Sonia Salgado

    27 de junho de 2015 às 16h29

    ele foi o unico presidente da camara que mostrou ser independente deste governo corrupto. é claro que isto doi

    Responder

    José Josué Neto

    27 de junho de 2015 às 17h17

    Ao falar em corrupção é bom lembrar que o Eduardo tem mais de 20 processos em suas costas.Sou eleitor do PT ha muito tempo e a única droga que consumi mas que hoje eu estou limpo foi o de dar credibilidade à Globo e essa mídia PIG. Independência do Governo se dá quando se vota pelos seus princípios e não posso admitir ser chamado de princípios os interesses pessoais desse cidadão.

    Responder

    José Josué Neto

    27 de junho de 2015 às 17h17

    Ao falar em corrupção é bom lembrar que o Eduardo tem mais de 20 processos em suas costas.Sou eleitor do PT ha muito tempo e a única droga que consumi mas que hoje eu estou limpo foi o de dar credibilidade à Globo e essa mídia PIG. Independência do Governo se dá quando se vota pelos seus princípios e não posso admitir ser chamado de princípios os interesses pessoais desse cidadão.

    Responder

    Simone Santos

    27 de junho de 2015 às 17h36

    Junior Pedro Salgado Sonia Salgado, para de cagar pelos dedos, Cunha é mais sujo que pau de galinheiro

    Responder

    Simone Santos

    27 de junho de 2015 às 17h36

    Junior Pedro Salgado Sonia Salgado, para de cagar pelos dedos, Cunha é mais sujo que pau de galinheiro

    Responder

    Rodrigo Farias

    27 de junho de 2015 às 17h59

    Simone Santos mais sujo que o Sr. Brahma não é não. Não gostam dele porque ele não se curva perante ao partido mais sujo da história, PT.

    Chora na cama que é quente HAHHAHAHAHAH.

    Responder

    Alexandre Carmo

    27 de junho de 2015 às 19h43

    Em todo lugar por onde passou o dudu meteu a mão,e agora fica posando de bom moço!ter um cara desses como presidente da câmara mostra o quão estamos mal representados!

    Responder

    Simone Santos

    27 de junho de 2015 às 19h53

    Rodrigo Farias, nota a sua deficiência mental com tal comentário, mas deve ser o consumo diário de água da reuso, apodreceu os seu cérebro

    Responder

    Rodrigo Farias

    27 de junho de 2015 às 21h13

    Alexandre Carmo e Simone Santos, eu sei que o Eduardo Cunha não é um político 100% honesto, tal como seu partido, porém, é nítido e notório que a esquerda (PT, etc) está batendo nele simplesmente porque ele é contrário a várias pautas que o PT/etc apoia.

    Portanto, é como diz o ditado: o inimigo do meu inimigo é meu aliado.

    Por ora, apoio o Eduardo Cunha.

    Responder

Karla Viana

27 de junho de 2015 às 14h51

Com a ficha que ele tem e que já deveria ter impedido que ele se tornasse elegível; com o que ele fala e faz na Câmara Federal, dentro do Congresso brasileiro na cara de todos os brasileiros, da sociedade, diante de outros políticos; da maneira como ele conduz sua direção na Câmara; os processos a que ele responde, os que ele foi citado; as coisas ilegais em forma de manobras políticas espúrias (o que hoje não é a política que deve ser feita numa moderna democracia) e agora esta atitude, o que falta para questionar com dureza, tirar, calar e não permitir que ele continue lá??????

Responder

Lígia Moreira Morais

27 de junho de 2015 às 14h51

Este Eduardo Cunha é um idiota. Deveria procurar uma Rola junto com Malafaia.

Responder

    Conceicao Falcao

    27 de junho de 2015 às 15h22

    tb acho e urgente

    Responder

    Conceicao Falcao

    27 de junho de 2015 às 15h22

    tb acho e urgente

    Responder

    Luís CPPrudente

    27 de junho de 2015 às 12h47

    Esse Achacador Cunha é um marginal. Se a justiça funcionasse, o Achacador Cunha estaria na cadeia.

    Responder

Walker Gadelha

27 de junho de 2015 às 14h50

Político inconsequente, ENTREGUISTA! Faz oposição ao governo Dilma descaradamente, mesmo que gere prejuízos enormes ao povo brasileiro.

Responder

Márcia Bernal

27 de junho de 2015 às 14h44

Cunha o nosso Francis de House of Cards.Lamentável.

Responder

Cyda Silva

27 de junho de 2015 às 14h41

É um imbecil babaca !!

Responder

Rafael Vernet

27 de junho de 2015 às 14h38

A direita, fora do poder, sempre quis esculhambar, melar o jogo – tudo para dar o bote. Tentaram com o Severino e foram traídos pela propina de 10 mil reais (!) que ele recebia todo mês de um restaurante da Câmara. O Cunha é o cara da vez, mas os podres dele estão vindo à tona. Vai cair e logo eles mandarão outro para ocuparar o seu lugar. É o jogo deles.

Responder

Julian Shaka Stugartt

27 de junho de 2015 às 11h37

Pra quem não sabe, a filha de Cunha faz ficha rosa em salão automotivo

Responder

Deixe um comentário