Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Nota do MTST: “Não à chantagem do impeachment!”

Por Redação

04 de dezembro de 2015 : 02h16

NOTA DO MTST SOBRE A ABERTURA DO PROCESSO DE IMPEACHMENT

NÃO À CHANTAGEM DO IMPEACHMENT! FORA CUNHA!

O MTST vem a público manifestar repúdio à abertura do processo de Impeachment capitaneado por Eduardo Cunha. Algumas razões nos levam a essa decisão:

1 – Eduardo Cunha representa o que há de mais atrasado na política brasileira. Sua agenda é antipopular e de retrocessos. Ao decidir pela abertura do impeachment, Cunha busca livrar o próprio pescoço com uma chantagem aberta. Além disso, as acusações e provas que pesam contra ele o desmoralizam por completo. Cunha não tem legitimidade sequer para seguir como deputado.

2 – É importante pontuar que Dilma faz um governo indefensável, marcado por um ajuste fiscal que joga nas costas dos trabalhadores a conta da crise econômica. O MTST tem combatido esta política nas ruas, com grandes mobilizações durante todo o ano. Continuaremos neste combate intransigente contra o ataque a direitos e programas sociais. Mas a luta contra o ajuste não pode se confundir com iniciativas golpistas pela direita.

3 – Se o impeachment for vitorioso, Michel Temer assume a presidência. Só quem não conhece Temer e sua trajetória pode acreditar em alguma melhora para os trabalhadores. Ao contrário, o programa de Temer é aprofundar ainda mais as medidas de austeridade e aplicar contrarreformas no país.

4 – As forças políticas que apoiam o impeachment são as mesmas que idolatram figuras como Cunha e Bolsonaro e pedem a volta da ditadura militar. Neste cenário, o impeachment significaria o fortalecimento da ofensiva conservadora e do caldo de intolerância que tem marcado a atuação destes setores.

5 – Por todas essas razões, continuaremos nas ruas e combateremos a chantagem do impeachment exigindo a queda de Cunha. Seu lugar é na cadeia, não decidindo os destinos do país.

COORDENAÇÃO NACIONAL DO MTST
3 de Dezembro de 2015.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Maria Penha da Silva

09 de dezembro de 2015 às 07h22

Nota do MTST: “Não à Chantagem do Impeachment!!” – Publicado pelo OCafezinho.Com *************

Responder

Maria Lucia

05 de dezembro de 2015 às 09h10

Temos que ir pra rua !!!! JÁ !!!!
O playboy e seus “cumparsas” querem sair de férias enquanto o governo sangra com o impeachment no pescoço até fevereiro !!!!
Canalhas – já não enganam mais (quase) ninguém !!!
E o Brasil ?! Eu pergunto para esses vermes !!!!
Aonde fica o Brasil – farsantes de merda ?!

#TurminhaDoGolpe
#HipócritasDeMerda
#ADemocraciaExigeMais
#DilmaFica

http://tijolaco.com.br/blog/32087-2/

Responder

Joaodamasceno Matos de Menezes

04 de dezembro de 2015 às 18h58

É uma piada, o PT e as esquerdas acreditam nas próprias mentiras. #ForaAnta #foraPT #LuladrãoNaCadeia.

Responder

Antonio Mario de Souza

04 de dezembro de 2015 às 16h32

bando de chantagistas cara de pau…..

Responder

Eliz Angela Rem

04 de dezembro de 2015 às 15h22

#DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica #DilmaFica
#DilmaFica #DilmaFica
#DilmaFica #DilmaFica
#DilmaFica #DilmaFica

Responder

Vanuzia Brito Lima

04 de dezembro de 2015 às 13h39

NOTA DO MST SOBRE O IMPEACHMENT DA PRESIDENTA DILMA

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra vem à público denunciar a tentativa de golpe institucional contra Presidenta da República, Dilma Rousseff, promovido pelo presidente da Câmera Federal, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) e reafirma seu compromisso em defesa da democracia e do respeito ao voto.

Responder

Silvio Guedes

04 de dezembro de 2015 às 11h03

O plano B do golpe do PSDB é colocar o Temer no lugar da presidente Dilma e aplicar a pauta “ponte para o inferno” de brutal retrocesso e evitar a justiça nos pés deles.

Responder

Messias Franca de Macedo

04 de dezembro de 2015 às 09h23

[IMUNDOS &$ BEÓCIOS &$ ALOPRADOS… &$ (MEGA)CORRUPTOS, escroques irrecuperáveis]

No pedido de impeachment de Dilma, oposição omitiu decretos de créditos suplementares assinados por Michel Temer

publicado em 04 de dezembro de 2015 às 00:46

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.viomundo.com.br/denuncias/no-pedido-de-impeachment-de-dilma-oposicao-omitiu-decretos-de-creditos-suplementares-assinados-por-michel-temer.html#comment-947272

Responder

Naza Moura

04 de dezembro de 2015 às 10h18

DIGA NÃO AO GOLPE DO CUNHÉCIO !

Responder

Marcos Silva Moreira

04 de dezembro de 2015 às 09h52

Responder

    Aristides Alves Ferreira

    04 de dezembro de 2015 às 10h15

    Cara você é um imbecil, acredito que você não tenha tido mesmo aula de história. Procure se informar.

    Responder

    Aristides Alves Ferreira

    04 de dezembro de 2015 às 10h15

    Cara você é um imbecil, acredito que você não tenha tido mesmo aula de história. Procure se informar.

    Responder

    Marcos Silva Moreira

    04 de dezembro de 2015 às 10h27

    É Minha opinião! Do jeito que tá na mão desses bandidos é que não dá!!!

    Responder

    Marcos Silva Moreira

    04 de dezembro de 2015 às 10h27

    É Minha opinião! Do jeito que tá na mão desses bandidos é que não dá!!!

    Responder

    Marcos Silva Moreira

    04 de dezembro de 2015 às 10h27

    É Minha opinião! Do jeito que tá na mão desses bandidos é que não dá!!!

    Responder

Mário Pilar Zito

04 de dezembro de 2015 às 09h47

Responder

Deixe um comentário