Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Laerte e os triplex

Por Redação

16 de fevereiro de 2016 : 11h13

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rodrigo Medeiros

16 de fevereiro de 2016 às 16h01

Roberta Eduardo

Responder

Maria Pinheiro

16 de fevereiro de 2016 às 14h50

Os filhos do Marinho, os que não tem nome próprio … são Terríveis.
Acorda Brasil.

Responder

Zé Antonio Toledo

16 de fevereiro de 2016 às 14h49

Imprensa faz cara de paisagem. Laerte joga-lhe a paisagem na cara.

Responder

Kleber Silva

16 de fevereiro de 2016 às 14h42

##17VouComLula #LulaEuConfio #Lula2018

Responder

Carlos Lins

16 de fevereiro de 2016 às 14h10

E se o tal triplex fosse do Lula, um palestrante que ganha 150.000 DOLARES por palestra nao pode comprar um imovel?

Responder

    Robson Lopes

    16 de fevereiro de 2016 às 14h22

    O fato é que ninguém quer saber disso, é preconceito puro. Ou falta de pensamento crítico, talvez os dois.

    Responder

    Carlos Lins

    16 de fevereiro de 2016 às 14h23

    Medo de sua volta em 2018, mas acho q tudo isso sera um tiro no pé, quanto mais os cras procuram, menos eles acham

    Responder

    Paulo Henrique

    16 de fevereiro de 2016 às 15h00

    kkkkkkkkkkkkkk, meu querido Lula pode ter o apartamento em Paris, em Bagdá e até na puta q pariu, o que não pode é o respectivo ser fruto de tráfico de influência, só isso!!!!

    Responder

    Flávio Paganin

    16 de fevereiro de 2016 às 15h25

    O problema é que não basta apenas dizer que é fruto de ‘tráfico de influência’. Há que se provar, mesmo que, para muitos, isso seja irrelevante em se tratando de Lula.

    Responder

    Pedro Gerotica

    17 de fevereiro de 2016 às 04h52

    O sujeito pode ter o que quiser. Esse é exatamente o princípio do capitalismo. O que espanta é o fato de ele ter isso tudo e ser considerado heroi da igualdade. Se eu compro um desses, sou a própria encarnação de demônio. O Zé que se intitula o quase fundador da igualdade social na não deveria ser o primeiro a NÃO ter uma merda dessas? Ganhou 150 mil dólares numa palestra (justificativa ridícula, diga-se de passagem), não deveria ele usar esse dinheiro para o bem da comunidade? Distribuição de renda… vocês já ouviram falar disso… Aliás, é um dos eternos discursos dos senhores. E pro Zé dono do comentário aí, faz as contas de quantas palestras a 150 mil dolares o Zé lá teria que fazer só pra ter o que a gente sabe o que é dele.. (Incluindo o que os filhos tem nesse cálculo). Zé das palestras eternas. Não poderia ter parado de falar 1 minuto.

    Responder

Carlos Lins

16 de fevereiro de 2016 às 14h09

Paulo Henrique, nao seja coxinha, a família do ex-presidente Lula comprou uma cota de um projeto da Bancoop. É só isso que existe. Ele pagou essa cota. Essa cota está declarada no imposto de renda do ex-presidente Lula.

Responder

Fernando Silva Fernando

16 de fevereiro de 2016 às 14h03

DILMA, POR FAVOR IMITA O GOVERNO DO MATO GROSSO COM O CARGO DE DELEGADO SUBSTITUTO, QUE ESSES QUE ESTÃO AI VÁ PRA O PSDB.

Responder

Deixe um comentário