Entrevista de Haddad ao SBT

A entrevista de Haddad à CBN

Por Miguel do Rosário

18 de setembro de 2018 : 09h16

Assista e comente aqui! A sua opinião é fundamental.

Fernando Haddad, candidato de Lula, em entrevista na rádio CBN #HaddadPresidente #HaddadNaCBN

Publicado por Fernando Haddad em Terça-feira, 18 de setembro de 2018

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

36 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Reginaldo Gomes

18 de setembro de 2018 às 16h50

O Sr daria indulto por Lula?
Indulto? Que indulto meu amigo???
Indulto é pra condenado! Pra ser condenado tem que ter prova! Cadê a prova???
Se não tem prova , não tem condenação , se não tem condenação , o Lula é inocente!!!!
Então, meu amigo , a resposta se eu daria indulto é:
“””””NÃO TEM CONDENAÇÃO!!!!!”””””””””

Responder

Stalingrado Lula da Silva

18 de setembro de 2018 às 16h41

Nosso futuro Presidente da República saiu-se bem da entrevista. Poderia ser um pouco mais assertivo com relação às empresas de comunicação, mas deu seu recado.
Conto com o voto dos anti-fascistas.
#HaddadNoGovernoLulaNoPoder

Responder

    André Romero

    18 de setembro de 2018 às 16h58

    Nosso quem, cara-pálida?

    Responder

      Luis Campinas

      18 de setembro de 2018 às 20h22

      De todos os brasileiros, gostemos ou não, todo presidente eleito é, inclusive se fosse, coisa que não vai ocorrer Bolsonaro.

      Responder

Justiceiro

18 de setembro de 2018 às 15h54

Então Addad já está descartando soltar Lula? Mas o objetivo principal é esse. Vários Petista como Fernando Pimentel já disseram que se Addad for eleito, ele assina o indulto no primeiro dia do governo. E agora está amarelando?

Pra ganhar a eleição, Addad vai fazer o diabo (epa! quem já disse essa frase?), como esquecer Lula na cadeia.

Ah, como a gente se diverte com os petistas. Pra divertir eles servem, pra governar, não.

Responder

BERNARDO

18 de setembro de 2018 às 15h03

alguem pode me dizer como é que o haddad vai governar um país quebrado e contaminado MESMO se vencer a eleição ? hocuspocus ? adam smith comuna ? spinoza ? é algo que poucos tão se preoucupando de imediato devido a nem sequer as eleições terem começado.

Responder

    hocuspocus

    18 de setembro de 2018 às 17h27

    QUALQUER presidente terá um trabalho arduo para tentar contornar o dano que o GOLPE deixará.
    Não será fácil para o Haddad nem seria para o Ciro.Os movimentos populares terão que acompanhar o esforço do governo,caso contrário ficará isolado,mais uma vez.O resultado disso a gente já conhece.
    Os ciristas terão que tirar a camiseta do partido(de um homem só) para enxergar a realidade.

    Responder

    Spinoza

    19 de setembro de 2018 às 00h41

    Caro compatriota, não entendi a razão de perguntar para mim e para o hocuspocus, temos visões completamente divergentes. Hocuspocus acredita que o PT é um partido de esquerda que governa em prol dos pobres, eu acredito que em 2002 PT deixou de ser esquerda para governar em prol do mercado financeiro internacional.

    Em 2002:
    – PT se reúne na FEBRABAN com banqueiros nacionais e internacionais e saem elogiados.
    – Lula escreve a “Carta ao Mercado” (nomeada de carta aos brasileiros) prometendo manter a política macroeconômica
    – Naquela mesma eleição o PT recebe mais doações de campanha do sistema financeiro do que todos os candidatos, incluindo Serra que já provou várias vezes ser funcionário fiel do sistema financeiro.
    – Após o “Carta aos brasileiros” mídia começa a pegar leve com o PT e vai para cima do Ciro, que era da chapa “Frente trabalhista” apoiada por Brizola.
    – Antes de assumir a presidência Lula vai ao império se encontrar com Bush

    2003:
    – PT entra no governo e começa a cumprir o prometido aos banqueiros. Coloca Meirelles no BCB e Marcos Lisboa na secretaria da fazenda.
    – Consegue a aprovação da reforma da previdência e da revogação de todos os parágrafos do artigo 192 da constituição, que regulava juros e o sistema financeiro
    – Expulsa todos que votaram contra as emendas anti-povo.
    – Mantém a política macroeconômica nos seus 13 anos de governo.
    – Em todas as eleições, de 2002 em diante, o presidenciável do PT recebeu mais verbas para campanha do sistema financeiro que qualquer adversário.

    Tem várias notícias de que Haddad vem se encontrando com banqueiros, nenhuma delas desmentida pelo mesmo. Haddad vai continuar seguindo a política macroeconômica imposta pelo sistema financeiro. Ele mesmo assumiu que foi discutir seu “combate ao cartel dos bancos” com um banqueiro sócio do Itaú, pedindo benção da sua proposta.

    Não acho que o Haddad teria qualquer problema para governar, mas também não acho que ele chegará lá.

    Responder

      BERNARDO

      19 de setembro de 2018 às 13h11

      spinoza, tem maluco que acha que o haddad vai excomungar os bancos, que vai taxar tudo, mas é dos bancos

      idealistas, claro

      o choque será forte

      Responder

André Romero

18 de setembro de 2018 às 14h16

Comentários rápidos:
– Se saiu razoavelmente bem. Porém, tirando o comentário sobre a Ditadura, não tem traquejo político para rebater com contundência acusações e provocações diretas. Ciro se sai muito melhor.
– Não passa entusiasmo e tesão pela tarefa que se propõe a fazer.
– Valeu pela afirmação de certas propostas, em alinhamento com o programa de Ciro Gomes. Resta conferir se terá força política para implementar as mais polêmicas. Para mim e a torcida do Flamengo (parte dela dentro das esquerdas) está claro que não.
– Se tentar soltar o Lula na marra vai perder as rédeas e o próprio governo de saída e nos atirar em novo caos. Se for eleito, rogo a Deus que vejam isso. Esperar e se apoiar numa avaliação do Tribunal Internacional é o melhor caminho.

Responder

Pedro Efrem

18 de setembro de 2018 às 13h05

Quanto ao indulto a Lula….precisamos mudar esse discurso de obediência…a justiça brasileira. …esperar julgamento de mérito por uma corja tocada…..
Se temos certeza . ..com ONU. Com juristas…de que o processo é uma fraude só… Não podemos …nem deveríamos ter legitimado.. quando Lula se enrregou….acabou por legitimar um processo ridículo …ilegal…. fraudulento.. sem justiça…parcial.. Lula tem que aceitar o indulto e dizer porquê…..não há provas…não há conexao de fatos…etc……

Responder

    Francisco

    18 de setembro de 2018 às 13h36

    Para Pedro, Pedro Para.
    Pra que morder esse anzol que graciosamente e repetidamente nos oferecem, para sairmos do rumo?
    A questão é Civilização ou Barbárie?
    Até a Sheherazade entendeu do que se trata:
    ELE NÃO!

    Responder

Alan Cepile

18 de setembro de 2018 às 12h43

Alagumas coisas curiosas:

1) Logo na primeira resposta Haddad “bate” no governo Dilma reconhecendo um erro na estratégia de preços dos combustíveis, mas os petistas não falam nada, ou nesse caso o bater é apenas uma crítica?

2) O PT está descaradamente copiando o programa do Ciro na questão da isenção de IR para quem ganha até 5 salários, até a frase é dita de forma ipsis litteris.

3) Quando o Milton Young questionou pq o PT nunca taxou os bancos, o candidato soltou um sincero “é verdade”, e mais, disse que o PT não fez pq “é difícil mexer em vespeiro”, mas um presidente não seria eleito para mexer nos vespeiros?? Se o presidente não quer mexer, então a quem o povo irá recorrer?? O candidato foi muito mal nesse reposta.

4) A reposta sobre o possível indulto ao Lula, e se referindo ao Pimentel, mostrou que o PT é um partido que não tem união, aliás, isso nunca foi segredo pra ninguém.

5) Com 34’30” de entrevista e de novo com 35’50” o candidato reconhece os mesmo erros das gestões petistas que nós falamos tanto aqui. Afinal, ele bateu no PT? Ele tb está errado??

Responder

    hocuspocus

    18 de setembro de 2018 às 13h36

    meu caro,o teu dilema é voto em branco/nulo ,no nazista ou no Haddad .Se as “propostas” do asno fascista te agradam ,vota nele.Se teu ódio pelos pts (não sou um deles) é grande, vota branco/anula ou simplesmente paga multa.
    Teu candidato já foi,tinha tudo para crescer mas ele escolheu o caminho ERRADO,inteligência política não é o forte do teu candidato.Ele deveria ter se apresentado como a alternativa viável à ausência do Lula,mas o EGO falou mais alto.
    A próxima ,quem sabe.

    Responder

      André Romero

      18 de setembro de 2018 às 14h33

      Hocus, também vejo claramente que o PT chupou medidas inteiras do programa do Ciro, isso é fato, até nos mesmos termos técnicos e detalhamentos.
      Isso é muito bom num 2o turno, mas no primeiro é oportunismo e total falta de ética, ainda mais quando em 4 mandatos nunca propuseram ou sequer colocaram em discussão. Eles contam com o desconhecimento da maioria da população para não ver esses deslizes.
      Exemplo: taxar os bancos. Também concordo que isso tinha de ser atacado de saída no governo Lula, enquanto as urnas ainda estavam quentes. Essa medida e as reformas tributária, previdenciária, trabalhisita e política. Preferiram cooptar. Querer propor agora, vai soar “revanchismo” e serão combatidos com força triplicada, ainda mais contando com o mesmo Legislativo e Judiciário que o derrubaram.
      E o Ciro não está fora da disputa, meu amigo, não cante vitória antes do tempo. Ainda acho que o voto útil vai deitar e rolar, podendo ser a favor até do próprio Haddad, ou não.
      Em tempo: só papeando – respondi seu post lá na outra matéria, abraço.

      Responder

      Alan Cepile

      18 de setembro de 2018 às 15h52

      O fórum do Cafezinho deve estar com algum problema, tua resposta não tem nada a ver com o meu comentário, ficou completamente fora de contexto, tenta publicar de novo no lugar certo.

      Responder

        hocuspocus

        18 de setembro de 2018 às 17h29

        Já decidiu?

        Responder

    Francisco

    18 de setembro de 2018 às 13h41

    Levando-se em conta com quem e o tempo, do debate, traduzindo em graúdos o comentário: Haddad foi bem pra caramba!

    Responder

Fausto

18 de setembro de 2018 às 12h36

Depois da entrevista de ontem no jornal da Globo, Ciro angariou para si muitos votos, principalmente dos indecisos. Isso nao é parametro, mas muitos comentarios de “ia de Bolsonaro/Marina/Haddad e agora vou de Ciro”. Nao ha opção melhor na centro esquerda. Com todo respeito, mas o Haddad é muito bom moço para esse momento. Muito polido e dubio em assuntos que demandam firmeza de posição em favor dos trabalhadores e em materia de soberania nacional. Nao acredito em apaziguaçao pois os interesses de classe sao inerentes à luta política, e nesse momento conturbado as contradiçoes se revelam vivamente. E em face disso a candidatura do Ciro é a mais consistente em sentido democrático (que siga-se ao menos o pacto social firmado em 1988)e em matéria de êxito programático. O Brasil precisa de normalidade democrática com projetos claros sem detrimentos dos trabalhadores para no futuro o horizonte ser mais amplo em sentido social.

Responder

    Alan Cepile

    18 de setembro de 2018 às 12h44

    “o Haddad é muito bom moço para esse momento. Muito polido e dubio em assuntos que demandam firmeza de posição em favor dos trabalhadores e em materia de soberania nacional”

    PERFEITO!

    Responder

      hocuspocus

      18 de setembro de 2018 às 13h40

      É bem provável que o Ciro”revolucionário” ganhou votos com os trabalhadores por causa dessa entrevista
      Sonha.

      Responder

        André Romero

        18 de setembro de 2018 às 15h35

        Cara na boa… não dá concordar com esse teu preconceito contra o Ciro por pura torcida de futebol. Você botou na cabeça que fora o PT não há salvação. O PT hoje copia descaradamente o programa de Ciro, cujas medidas o partido jamais implementou, Hocus, seja franco e abra a tua cabeça.
        O debate é justamente esse: quem vai ou terá condições de cumprir as expectativas no próximo governo? Quem tem mais chances de ser vitorioso no embate com as forças do atraso antes e depois das eleições? Como será o Day After? É isso que me proponho a debater aqui.
        Não quero fazer você virar adepto de Ciro, mas acho que você tinha que ser mais crítico, analisar o contraditório e não cair na tentação fácil desses outros PTminions que acham que irão convencer com agitação e propaganda, refutando as enormes cagadas cometidas ou dizendo que os outros partidos fizeram pior. Falo em abrir um pouco mais seu horizonte político e acreditar que existe vida inteligente fora do teu partido que pode conduzir o bastão. É a vida da gente, ora bolas.
        Só retrucando amistosamente, abraço e paz.

        Responder

          Alan Cepile

          18 de setembro de 2018 às 15h55

          Só faltou o Haddad dizer que vai tirar o nome dos endividados do SPC…..

          Responder

            André Romero

            18 de setembro de 2018 às 16h01

            Alan, agora ele está dizendo que a proposta de Ciro está “incompleta”, rss.
            Sabe qual é o complemento dele a respeito? Desconcentrar o setor bancário. Acredite se quiser. 13 anos e 4 mandatos de PT depois.
            É jogar com o esquecimento (e a falta de análise crítica) das pessoas. É isso que eu tento fazer o Hocus entender.
            Mas tudo bem, faz parte da retórica eleitoral…;-)

            Responder

              Alan Cepile

              18 de setembro de 2018 às 16h41

              Se o Fernando Dilma Haddad está dizendo isso então ele copia mais um item do programa de governo do Ciro que é aumentar a concorrência dos bancos acabando com o cartel existente.

              E vc quer convencer quem?!?!?? rsrsrsr… Boa sorte, tenho interesse nisso não, rs.

              Responder

          hocuspocus

          18 de setembro de 2018 às 17h56

          Pois é meu caro ,repetirei caso não tenha registrado,NÃO SOU PETISTA .Pt é um partido de centro e eu estou bem mais a esquerda.
          Eles cometeram erros terríveis, muitos deles por ser um partido personalista e outros porque fazem parte da posição de um partido de centro no contexto de forças que históricamente acontece no Brasil. Uma elite predadora que controla,a midia , o dinheiro e os meios de produção e pelo outro lado uma massa despolitizada e sem organização social por meio de sindicatos ou partidos políticos ,forças armadas que ao invés de alguns de nossos vizinhos sempre tiveram posições de capachos do tio sam e assim por diante ,a conversa é longa.
          É justo reconhecer que os pts, gostemos ou não tem uma penetração maior e uma melhor organização do que o PDT.Provavelmente farão mais congressistas que qualquer outro partido dos chamados progressistas .A situação do Lula tem servido para deixar os pts mais coesos atrás de retomar o poder e isso também se percebe nas pessoas que fazem a opção por eles.Hoje estamos perante uma situação atípica se comparada com as eleições pós-ditadura.E não tenho dúvidas ,para parar de recuar e começar a avançar ,são eles a melhor opção.

          Responder

Vitor

18 de setembro de 2018 às 11h49

Se Haddad chutar o Pochmann pra bem longe de vez e anunciar o Marcos Lisboa como futuro Ministro da Fazenda, ele nao apenas ganha facilmente a eleicao, como da um importantissimo passo para tirar o Brasil da lama…

Responder

Ariosvaldo

18 de setembro de 2018 às 11h49

Patinho paneleiro Dr. Smith ( do Perdido no Espaço )… Atravessa a rua vai fofinho… não vem jamanta… agora, corre, vai… puft!… foi. kakakakakakaka

Responder

Hudson

18 de setembro de 2018 às 11h47

Haddad precisa melhorar a dicção.

Responder

Jandui Tupinambás

18 de setembro de 2018 às 11h18

Em menos de 1 semana Haddad já melhorou muito!

Excelente performance em todos os assuntos.

Falou do apoio da Globo ao golpe, da democratização da mídia, da cartelização dos meios de comunicação e não poupou a Globo. Deu banho nos ‘jornalistas’ em todas as áreas discutidas: saúde, segurança, economia e até no tema especialista da Globo: corrupção. E olha que neste tema, além de especialista, conhece muito bem na prática ativa! :-)

Lógico, sou suspeito para falar.

Queria saber a opinião de um eleitor de outro candidato qualquer.

Responder

    Spinoza

    18 de setembro de 2018 às 11h46

    Não vi essa mas vi a do UOL, onde ele falou das um pouco das propostas de governo:

    Justiça

    Haddad: “Vamos fortalecer as instituições para o combate a corrupção”

    Ciro: “Vou colocar MP e justiça de volta na caixinha”

    Lei dos meios:

    Haddad disse exatamente o que Ciro tem falado desde 2015, e petistas criticado, que é a limitação de propriedade cruzada.

    PSDB:

    “PSDB admitiu que votou contra suas convicções, inclusive na área econômica, para desestabilizar o governo.”
    Uma admissão que as pautas econômicas do governo Dilma são as mesmas do PSDB.

    Espectro político

    Haddad: “Eu chamei o Ciro e disse: Olha precisamos formar uma chapa de centro-esquerda”

    Ponto para o Haddad nessa, diferente dos bots que comentam aqui ele admite que PT é CENTRO-esquerda.

    Economia.

    Jornalista: “O mandato do presidente Lula teve uma agenda bastante LIBERAL, com Meirelles no BC e Marcos Lisboa na secretaria da fazenda. A Dilma teve um primeiro mandato mais intervencionista. Qual modelo vai seguir?”

    Haddad: Crítica as ações intervencionistas da Dilma, deixa a entender que seguirá com medidas neoliberais.

    Reforma da previdência:

    Haddad deixa claro que vai fazer reforma da previdência, mas não fala NENHUMA das propostas. Diz que negociará como em 2003, não sei com quem já que a reforma do PT tem inúmeras críticas pela falta de diálogo, causou, inclusive, a divisão do partido com o nascimento do PSOL.

    Ciro deixa claro sua proposta.

    Bancos:

    Haddad: Proposta para redução de juros é premiar com menos imposto (como se banco já não pagasse pouco) quem cobrar menos juros.

    Ciro: Vai usar a Caixa e o BB como concorrentes do cartel para combater os juros.

    Indústria:

    Haddad: Diz que precisa estudar qual setor vai estimular.

    Ciro: diversas declaração dizendo quais são os setores importantes na balança comercial, os quais serão estimulados no seu governo

    Responder

      hocuspocus

      18 de setembro de 2018 às 13h57

      È louvável teu apoio a Ciro ( o caminhante do muro),mas,nesta altura da situação ,ainda não desistiu? parabéns.

      Responder

        Alan Cepile

        18 de setembro de 2018 às 15h56

        O fórum do Cafezinho deve estar com algum problema, tua resposta não tem nada a ver com o comentário, ficou completamente fora de contexto, tenta publicar de novo no lugar certo.

        Responder

Adam Smith Comuna

18 de setembro de 2018 às 10h35

PT fala em fazer reforma da previdência desde 2012, não tem como acreditar que “precisa debater” a reforma. Haddad está enganando a população ocultando como seria sua reforma!

Responder

    hocuspocus

    18 de setembro de 2018 às 13h58

    oooooooohhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

    Alan Cepile

    18 de setembro de 2018 às 15h59

    Adam,

    Só há relação com o projeto de poder, com a tal “hegemonia”, mais nada.

    De 2003 a 2016 não fizeram o que dizem que vão fazer agora.

    É, vão sim…..

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com