História: Brizola na Unicamp em 1987

Bolsonaro e Piñera pregam contra Venezuela

Por Miguel do Rosário

23 de março de 2019 : 16h35

Assista e comente!

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

lucio

25 de março de 2019 às 07h33

thailandia, governada por uma junta militar filoamericana de direita: corrupçao e compra de votos.
trump nao fala nada? e bolsonaro?

https://br.investing.com/news/economic-indicators/observadores-denunciam-compra-de-votos-nas-eleicoes-da-tailandia-641487

Responder

    Carlos Eduardo

    25 de março de 2019 às 08h16

    lucio,

    Deixa de ser teimoso, pare de fazer perguntas que os bolsominions odeiam e não respondem.

    Responder

Neotupi

24 de março de 2019 às 22h07

Na força, é mais fácil o Maduro derrubar o Bozo do que o inverso.

Responder

lucio

24 de março de 2019 às 18h25

acabam de chegar em caracas 2 avioes russos com toneladas de armamentos e 100 tropas.
querido heroico exercito brasileiros, deixe de curtir a vida executando bandidinho de favela pé de chinelo já rendido e desarmado… vamos atacar os russos na selva!!! generais na frente, mostrem que merecem o salario de magnata! kkkkk

Responder

    Paulo

    24 de março de 2019 às 22h07

    Lúcio, você se assemelha ao Zé da Maconha, ao torcer pelos russos! Não seja tacanho e sabujo! Se atacássemos os russos na selva, certamente no daríamos bem, pois o Exército brasileiro é referência mundial em luta na selva. Tanto que estrangeiros comumente se inscrevem nos cursos de treinamento em guerra na selva, do nosso Exército. Mas não creio que essa luta se daria na selva. Nem a nossa fronteira com a Venezuela é de domínio da selva amazônica…

    Responder

      lucio

      24 de março de 2019 às 22h37

      paulo,
      eu torço pelos paises emergentes todos que querem se livrar do imperio genocida dos assassinos piratas americanos.
      um mundo com um só imperio superpoderoso é o pior mundo possivel.

      Responder

        LUPE

        24 de março de 2019 às 23h03

        Caro Lucio
        Não argumente com o Paulo “comantarista”

        Ele faz parte do bando, da tropa
        (ou é uma pessoa só?)
        de “comentaristas”
        a serviço,
        pago em dólares para servir aos nossos inimigos.
        Desinformar, achincalhar o petismo
        faz parte da mis~~ao que nossos inimigos
        atribuiram a ele .
        E aos comp………….. dele (Justiceiro, Sérgio Araújo, Roque e muitos outros mais……..)

        Responder

        Paulo

        24 de março de 2019 às 23h05

        Não, Lúcio, você só quer trocar de império…

        Responder

Chico

24 de março de 2019 às 17h49

O mais patetico, imbecil e ignorante homem no poder do Brasil. Tambem pudera, com a formaçao que teve sujeitado a ideias erradas e retro, mas o pior é que esse nojento asqueroso e seus milicos traidores da patria brasileira estao vendendo o Brasil aos piores brancos da terra, aqueles que destroem qquer pais soberano com mentiras e desculpas propagandeadas por midia tipo rede globo la naquela mer.. dos eeuu, e esse dejeto humano nao tem a menor noçao de soberania e patriotismo…. esse idiota deveria ir morar la nos pantanos da Fl. ou la no meio onde racistas e imbecis tipo KKK iam desprezar ele e sua familia … Torço por uma revolucao na Terra Brasilis e que seja bem limpadora e para o Bem.

Responder

Alan Cepile

24 de março de 2019 às 09h04

Não passa de um ogro tosco.

Não há mais o que avaliar desse zé ninguém.

Responder

Afrânio

24 de março de 2019 às 08h47

Bolsonaro humilha os imigrantes brasileiros que vivem nos Estados Unidos e recebe o troco:

https://youtu.be/tV8XDzgg0Eg

Assista ao vídeo e conclua: Bolsonaro quando pensa peida, quando fala caga.

Responder

Zé Maconha

24 de março de 2019 às 04h45

Que me interessa saber opinião de miliciano.

Responder

Nelson

24 de março de 2019 às 00h10

“É uma questão política – evitar a exportação de células terroristas e insurrecionais daquele país aos demais países sul-americanos -, mas, é, também, uma questão humanitária…”

Meu caro. De terrorismo há dois países que entendem bastante, tirariam o primeiro lugar, disparado, em qualquer concurso de atos terroristas. Duvidas. Então, vais dar uma olhada no livro PIRATAS E IMPERADORES, ANTIGOS E MODERNOS: O TERRORISMO INTERNACIONAL NO MUNDO REAL.

Neste livro, o filósofo e linguista, Noam Chomsky, afirma que as duas maiores organizações terroristas do planeta são o governo dos Estados Unidos e o governo de Israel.

Detalhe. Nascido nos Estados Unidos e descendente de judeus, Chomsky não pode ser acusado de nutrir ódio irracional pelos e nem de antissemitismo.

Responder

    Paulo

    24 de março de 2019 às 00h18

    Noam Chomsky é uma figura sui-generis, de fato. Prega contra judeus e americanos, mas não abre mão de viver nos EUA, sendo judeu…ET: eu não sou americanófilo, não, Almirante Nélson! Apenas considero, estrategicamente, mais adequado a nós aliar-no-nos ao Tio Sam, por ora, do que à Rússia e à China. É uma consideração pragmática, entenda, por favor!

    Responder

      Alan Cepile

      24 de março de 2019 às 06h19

      Como se estivéssemos em condições de escolher parceiros… americanos, russos e chineses dão risada dessa republiqueta braZil.

      EUA fazem acordo onde não precisam dar nenhuma contrapartida… NENHUMA!

      China acabou de recusar proposta da republiqueta para homologar novos frigoríficos, ou seja, aumentar a venda de carne pra lá pode esquecer por enquanto.

      braZil é uma piada, ninguém leva isso aqui a sério, ainda mais agora.

      Responder

      lucio

      24 de março de 2019 às 10h01

      paulo,
      a relaçao comercial privilegiada com a china enriqueceu o brasil como nunca (e a china nao se intromete em questoes culturais internas).
      uma relaçao privilegiada com os eua empobrecerá o brasil, porque eles sao descendentes de piratas ingleses, assassinos e ladroes.

      Responder

        Paulo

        24 de março de 2019 às 15h35

        Lúcio, o comprometimento maior com os EUA não implica em abandonar o comércio com a China ou com quem quer que seja. E não devemos ser lacaios dos americanos…mas é uma questão de afinidade cultural. Os EUA, queira você ou não, têm mais afinidades conosco que China ou Rússia. Eu não vejo com bons olhos o crescimento exponencial da China. Se eles se tornarem a potência hegemônica no mundo – e eu creio que os Estados Unidos não permitirão -, a cultura ocidental corre sérios riscos (não importa que eles não interfiram na cultura dos países aliados neste momento de consolidação de relações políticas e culturais, será inevitável no futuro). Aí, adeus democracia! E é bom você – ou seus filhos e netos – começarem a falar mandarim..

        Responder

          lucio

          24 de março de 2019 às 18h17

          paulo,
          já te expliquei que o brasil tem bem pouco de ocidental, a russia é ocidental totalmente.
          um noruegues considera africanos até os brasileiros brancos do sul.
          ridiculo vcs brincar com o kit do “pequeno ariano”, kkkk
          quanto a democracia… um pais onde um juiz ganha 40 vezes o salario minimo e a policia mata 5000 pessoas por ano (a metade nem é bandido) é um pais de animais nazistas. entao se viesse a china só poderia melhorar.

          Responder

            Paulo

            24 de março de 2019 às 22h01

            Lúcio, a questão não é racial, a questão é cultural. Não importa o que o norueguês pense. Mas não entendo por que você realça tanto assim a questão racial, sob o ponto de vista fenotípico…

            Responder

              lucio

              24 de março de 2019 às 22h46

              paulo,
              eu estou falando de cultura mesmo. e vc foge dos meus assuntos.
              faça um passeio em genebra ou viena e compare o quanto o brasil é “ocidental”.
              o brasil CULTURALMENTE é 40% africa, 30% indio e 30% ocidentais que voltaram a ser selvagens da idade media.

              Responder

                Paulo

                24 de março de 2019 às 23h12

                40% África? Que loucura! As instituições brasileiras são todas ocidentais, a começar pela tripartição de poder e pela adoção da democracia representativa “burguesa”…eu não tenho 1% de africano, e, salvo se estiver muito enganado, você também não…

                Responder

                  lucio

                  25 de março de 2019 às 07h12

                  paulo,
                  1) estude antropologia. a CULTURA de um povo em minima parte se refere á estrutura politica do estado, tem muitas outras coisas
                  2) a divisao em 3 poderes se dá tambem na maioria dos paises africanos ou asiaticos, entao nao serve para provar o “ser ocidental”
                  3) alias a divisao em 3 poderes mesmo no ocidente é coisa recente. e a europa até 40 anos atras estava cheia de ditaduras, tambem de direita (espanha, portugal, grecia). entao nao vejo como a discriminante para ser “ocidental” possa ser o fato de ter uma “democracia dos 3 poderes”
                  4) e muitas vezes sao mesmo os ocidentais que patrocinam ditaduras mundo afora. tipo a frança, que mantem controle direto e exploraçao cruel de 14 paises africanos, onde se surgir alguem soberanista os franceses o matam. que democracia é esta?
                  5) ta vendo que agora é vc que fala de raça? os costumes, a cultura, o jeito de viver tambem dos brasileiros brancos do sul é AFRO-INDIO!

                  Responder

                    Paulo

                    25 de março de 2019 às 09h59

                    Lúcio, você volta toda hora a essa questão racial. Seu raciocínio é circular. Ninguém está reivindicando supremacia racial, não. E, sim, o Brasil é ocidental, muito mais que a China e qualquer país asiático. Parte da África, pela colonização europeia – tal qual sucedeu nas Américas – também é. Isso, é claro, se sublimarmos a questão econômica (há quem estabeleça uma dicotomia entre Ocidente e Oriente a partir desse vetor, mas não considero um critério seguro, pois como enquadraríamos a Coreia do Sul e o Japão?)…

    LUPE

    24 de março de 2019 às 14h05

    Caro Nelson
    Com todo meu maior respeito ao Chomsky
    O grande Mal da Humnidade atual
    os verdadeiros maiores terroristas deste planeta,
    é quem ,
    com o domínio da Mídia americana
    (entre quase todas as Mídias mundiais)
    mantém os políticos sob medo de serem destruídos
    politica e/ou pessoalmente
    e se infiltram em todas as esferas americanas.
    Com isso
    ESTÃO POR TRÁS DO GOVERNO AMERICANO
    E USAM SUAS FORÇAS ARMADAS
    PARA PILHAR E ROUBAR
    TODO O PETRÓLEO QUE PUDEREM
    (Iraque, Líbia, etc.etc.)…………………………….
    …………………………………………………………………….Sorry!

    Responder

      LUPE

      24 de março de 2019 às 14h11

      Mas este fato as Mídias mundiais escondem,
      não comentam,
      não informam as pessoas etc., etc.,
      (RS RS RS E…….)
      Como se diz em teatro
      PANO, RÁPIDO!!!

      Responder

    ari couto

    24 de março de 2019 às 20h10

    Os dados sobre a atuação do imperialismo americano, de 1945 para cá, são impressionantes
    Cerca de 25 milhões de mortes, 39 golpes ao redor do mundo, inclusive no Brasil, com resultados trágicos para seus povos. Só no Iraque, já se contam mais de 1 milhão de mortos. Apoio a algumas das mais das mais sangrentas ditaduras do planeta, como Somoza e Stroessner, etc, etc. E, neste momento, o bloqueio contra a Venezuela, além de ser quase um genocídio, é certamente a principal causa das dificuldades por que passa aquele país

    Responder

Nelson

24 de março de 2019 às 00h04

Dias atrás, um dos minions apareceu por aqui afirmando que o governo chinês iria receber Guaidó. Mais uma das tantas mentiras propagadas por essa turma que só disso, de mentiras, sabe viver.

O Paulo Henrique Amorim nos conta que a “China não recebe Guaidó e americanos não se reúnem”, em https://www.conversaafiada.com.br/economia/china-nao-recebe-guaido-e-americanos-nao-se-reunem.

Responder

Paulo

23 de março de 2019 às 23h50

Como disse o Bolsonarinho, em algum momento a força terá que ser utilizada contra o ditador venezuelano, que submete seu povo a privações inimagináveis, para nós, brasileiros. É uma questão política – evitar a exportação de células terroristas e insurrecionais daquele país aos demais países sul-americanos -, mas, é, também, uma questão humanitária…

Responder

cabra retado

23 de março de 2019 às 19h34

bozo pqp kkkkkkkkkkkkk

Responder

Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com