Entrevista de Lula no Página 12

Palestra de Tábata e Ciro no Forum Brasil-Espanha 2019

Por Miguel do Rosário

23 de março de 2019 : 17h13

Assista e comente.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

37 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

26 de março de 2019 às 11h10

Enquanto Ciro busca promover sua imagem fora do país, “curtindo a vida a doidado”, os partidos de esquerda (PSOL, PC do B, PT e PSB) se reúnem para se alinharem contra a deforma da previdência.
Leiam a nota publicada por Flavio dino e demais no encontro de 26 de março.
Onde está o PDT?
Brizola ficaria de fora de um encontro destes?
Onde estão as 4 centrais sindicais que Ciro diz estar junto dele?

Responder

mary

25 de março de 2019 às 14h34

#CiroBabaca

Responder

    Miramar

    25 de março de 2019 às 16h48

    Enfim, uma opinião profunda…continue assim, você têm futuro.

    Responder

José Roberto Amaral Leite

25 de março de 2019 às 11h19

Aos amigos leitores de “O Cafézinho” gostaria de saber se vcs têm a mesma percepção que eu tenho, que o blog está “promovendo” o sr. Ciro Gomes, em detrimento de outras posições defendidas por outros indivíduos da sociedade civil e de outros partidos?

Responder

    Alan Cepile

    25 de março de 2019 às 13h00

    Não, minha percepção é diferente.

    O blog dá espaço pra todos os assuntos. Abaixo uma contagem dos assuntos abordados pelo blog nas duas últimas semanas:

    1) Bozo = 4x
    2) #ForaTemer = 4x
    3) Farsa Jato = 3x
    4) Rodrigo Maia, Venezuela, Ciro Gomes, economia, previdência, eleições municipais e extrema direita = 2x
    5) Boulos, Tábata Amaral, Lula, governo, Moro, Carmen Lúcia, Moreira Franco, Haddad e Petrobrás = 1x

    O Cafezinho é pró-bozo então?? Se vc quer notícias sobre o PT e Lula vai pro brazil171, lá rezam até missa pra esses assuntos, só cuidado com o que vc fala pq lá – AO CONTRÁRIO DAQUI – eles expulsam.

    Viva a diversidade e a liberdade de opinião!

    Responder

      Jose Roberto Amaral Leite

      26 de março de 2019 às 23h13

      Sr. Alan. O senhor poderia me explicar a chamada de capa de hoje do site com A palestra de Ciro em Lisboa, como uma notícia que favorece ou não o sr. Ciro Gomes?

      Responder

    Pj

    25 de março de 2019 às 15h44

    Exatamente essa a minha percepção.
    A Tábata parece ser um quadro excelente. Já Ciro, enquanto não curar essa dor de corno, vai sofrer muito.

    Responder

      Batista

      27 de março de 2019 às 11h34

      Parece, mas não é, e o tempo revelará que movida pelo ego-mérito dissimulado, escancará embarcando no Novo, partido instrumento, pensado e impulsionado por ‘banqueiros & bufunfeiros’.

      Quem viver, ver á.

      Responder

Miramar

24 de março de 2019 às 23h23

Ser odiado pelos petistas e pelos bolsonaristas com a a mesma proporção não é pra qualquer um…parabéns Ciro!

Responder

    Zé Maconha

    25 de março de 2019 às 03h16

    Não sou petista mas não vejo nenhum petista odiar nem Ciro nem Bolsonaro.
    Aliás o problema do PT é que lhes falta ódio.
    Via Ciro como alguém respeitável até o ano passado , agora sinto desprezo apenas.
    E outra , nunca vejo bolsonaristas odiando Ciro também , é só Lula , Lula.
    Parem de achar que Ciro é mais importante do que ele relmente é.
    Essa estratégia de tentar igualar PT e Bolsonaro é que fez o campo progressista perder a eleição.
    Além de ser uma clara negação da realidade , do meu ponto de vista o PT está muito ao centro enquanto Bolsonaro faz Mussolini parecer um liberal.
    Talvez ao dizerem que o Fascismo é de esquerda estejam assumindo que está à esquerda deles hahaha.

    Responder

      Aliança Nacional Libertadora

      25 de março de 2019 às 19h43

      O problema do PT eh que falta ódio…já pensei muito assim….mas ao longo desses 14 anos de PT e dois de golpe penso que o que podia ser feito sob pacto foi feito…..Quando resolveram jogar o jogo deles o PT só ganhou….tanto que expôs o viés politico da casta judiciária finalmente…..dos três poderes o mais sombrio….inclusive dando independência para que o mesmo mostrasse quem são……hoje sabemos o quão independente da constituição podem agir…..ate onde podem ir…..a fácil cooptação estrangeira dos magistrados….o inexistente combate a corrupção interno da corporação…..as corregedorias não prendem….aposentam integralmente seus membros meliantes….passavam a impressão de que a corrupção em nada tem a ver com o judiciário que na verdade eh o fundamento principal dela….só espoe esse tipo de coisa sentindo no lombo…..aqui no pais…..mas sempre haverá um amanhã..

      Responder

    Renato

    25 de março de 2019 às 03h42

    Não sei, e não me interessa, os petistas, mas os bolsonaristas estão cagando para Ciro , o eterno candidato !

    Responder

    Alan Cepile

    25 de março de 2019 às 06h26

    Ciro é odiado pela bozolândia e pela petezada pq diz aquelas verdades que incomodam demais a ambos.

    O resto é choradeira birrenta dos despreparados e dos que não querem perder a tal “hegemonia”.

    Simples assim.

    Responder

      marco

      25 de março de 2019 às 15h43

      Enquanto o Pt não expurgar os “traíras o partido vai continuar no Limbo.

      Responder

    Ivan

    25 de março de 2019 às 08h06

    Reparem bem, petistas e bolsonaristas fazem um teatrinho e dizem que odeiam Ciro Gomes, aham, sei…

    Agora voltemos pro mundo real:

    Petistas, a mando de Lula, lógico, convidaram Ciro pra ser candidato a presidente pelo PT, levaram um NÃO humilhante e então recorreram à terceira opção, o poste.

    Bolsonaristas pediram ao Ciro que gentilmente cedesse o que seria o seu ministro da fazenda, Mauro Benevides Filho, para que este desse consultoria na proposta da reforma da previdência. Fico só imaginando a cara do Paulo Guedes Posto Ipiranga depois dessa….

    Falam em ódio, mas vamos combinar, tá mais pra admiração heim.

    Responder

J. Andrade

24 de março de 2019 às 20h44

Aproveita, Ciro, e fica por aí mesmo. Manda o Benevides dar uma ajudinha na reforma do Bozo. De repente, fica mais do seu gosto.

Responder

Aliança Nacional Libertadora

24 de março de 2019 às 17h48

Fica cada vez mais difícil defender o PDT….usam esse artificio de cobrar dos outro um Mea Culpa….estão ai dois docentes de Havard…que se dizem de esquerda ….lais pretendem liderar a esquerda……um tipo de partido democrata americano…liberais enroladores…

Responder

Miramar

24 de março de 2019 às 13h59

Afinal, quando sai o novo livro do Ciro? Não aguento mais esperar!

Responder

    Pj

    25 de março de 2019 às 16h52

    Qual foi o último livro dele? Deve ser bom.

    Responder

      Miramar

      25 de março de 2019 às 22h58

      Acredito que você não verá minha resposta, mas se você não ver, que fique a sugestão para outra pessoa. Leia O Próximo Passo – uma alternativa prática ao neoliberalismo. O livro é de 1997, mas em linhas gerais permanece atualíssimo. Sempre digo que estou esperando receber indicação de um livro melhor de crítica ao neoliberalismo escrito por um petista, mas em mais de vinte anos, ainda não recebi. Quem sabe se você consegue?
      Ah, têm também o livro Um desafio chamado Brasil, escrito em parceria com o professor Roberto Mangabeira Unger, mas esse eu não recomendo, exceto como documento. Diferente do anterior, está datado.

      Responder

        Batista

        26 de março de 2019 às 19h00

        Faz sentido não ter encontrado nada parecido escrito por um petista, Mangabeira é singular até no sotaque.

        Em prol da exata informação, O Próximo Passo, foi escrito por Ciro Gomes e Mangabeira Unger, enquanto Um desafio chamado Brasil, foi escrito por Ciro Gomes, sem parceria com Mangabeira, pela razão de ser coletânea de artigos escritos por Ciro, no Estadão e JT, entre 1995 e 1999.

        Quanto O Próximo Passo, segue partes de artigo do professor Mangabeira, “A nova alternativa latino-americana”, especial à Folha, em 04/05/1997:

        “Coordeno, junto com Jorge Castañeda, do México, um grupo de líderes dos maiores partidos de esquerda e centro da América Latina. O grupo elabora uma alternativa democratizante e desenvolvimentista ao neoliberalismo pseudo-social que virou o ideário hegemônico na América Latina. (…) Para a quarta reunião, a realizar-se em 10 e 11 de maio próximos em Santiago (Chile), escrevi o texto publicado abaixo. Ele tem por objetivo imediato orientar os trabalhos que integrantes do grupo apresentarão sobre o desdobramento do nosso ideário nos seus países.
        (…) O livro que escrevi com Ciro Gomes, “O Próximo Passo – Uma Alternativa Prática ao Neoliberalismo” (Topbooks, 1996), desenvolve muitas das idéias deste texto com pormenor e numa circunstância brasileira (…)”

        Responder

NeoTupi

24 de março de 2019 às 12h19

Utilidade pública: calculadora DIEESE da sua aposentadoria, trabalhador, antes e depois da reforma da previdência. Espalhe para seus familiares, amigos e colegas de trabalho. Se quiserem apoiar, pelo menos saibam conscientemente o que estão apoiando. https://www.dieese.org.br/calculadoraReformaPrevidencia.html

Responder

NeoTupi

24 de março de 2019 às 12h13

Ciro na Europa de novo no dia em que o Brasil fez o primeiro protesto geral contra a reforma da previdência. E depois vem ciristas reclamar de falta de hegemonia junto ao povão.

Responder

    CezarR

    24 de março de 2019 às 13h15

    O Haddad foi a alguma? Ao menos vi vídeos do Ciro convocando as manifestações.

    Responder

      NeoTupi

      24 de março de 2019 às 14h34

      Ok, Cezar, mas minha crítica foi construtiva. Também não sei de Haddad participar de nenhuma e pior não cobriu a manifestação em seu facebook. O que acho ser um erro, a menos que tenham combinado com movimentos sociais e centrais sindicais de não participar para não dar conotação partidária visando atrair setores da classe média que guinaram à direita e estão se arrependendo. Mesmo se for este o caso, acho que Haddad deveria ter ido a alguma manifestação no Nordeste, onde não há anti-petismo significativo. Ciro não tem esse problema. Poderia ir no RJ, em SP, no RS, em MG ou no CE. Perdeu oportunidade de capitalizar politcamente, de demarcar posição e de reforçar politicamente a luta contra essa reforma. Boulos foi em SP, Requião foi no PR.

      Responder

      J. Andrade

      24 de março de 2019 às 20h48

      Ciro Gomes não me engana. Haddad é um engomadinho do Insper. Lula Livre! A luta deve ser na rua.

      Responder

        Renato

        25 de março de 2019 às 03h44

        Temer Livre, cumpanheiro ! kkkkkk

        Responder

Humberto

24 de março de 2019 às 09h18

A Tábata tem o perfil que todo partido gostaria. Jovem, esclarecida, progressista e com uma história de vida inspiradora. Dá vontade de chorar saber que ela apóia a Reforma da Previdência.

Responder

    NeoTupi

    24 de março de 2019 às 12h59

    Ela precisa de tempo de desintoxicação da visão de mundo que recebeu na graduação em Ciências Políticas pelo Departamento de Governo da Universidade de Harvard. Inteligente ela é, só espero que não seja cooptada como tentam fazer com ela.
    Esse tipo de curso segue a visão das políticas do Banco Mundial, quase sempre neoliberais e pró-imperialistas.
    No caso de ciências exatas (ela estudou também astrofísica) acho válido estudar nestas universidades estadunidenses de renome. Mas Ciências Políticas não. A menos que a pessoa queira viver para sempre nos EUA ou ser burocrata do Banco Mundial. Quem tem visão de mundo voltada para políticas populares e não mercadistas é muito melhor estudar em universidades que compartilham mais o olhar sobre os desafios do subdesenvolvimento. Para lutar pelo bem do povo brasileiro, ela ganharia mais se estudasse mais pensadores como Darcy Ribeiro.

    Responder

    CezarR

    24 de março de 2019 às 13h18

    Espera lá, ela não é a favor dessa reforma, é a favor da reforma do Mauro Benevides. O que falta a ela é experiência política para justamente saber que não negociar a reforma, como quer, é uma estratégia para que depois se possa passar uma reforma justa.

    Responder

      Humberto

      24 de março de 2019 às 13h30

      CezarR,

      Gostaria de pensar assim tb. Mas, veja, na contagem do jornal Valor Econômico, ela aparece como “apoio parcial”. É a única do PDT. O próprio Mauro Benevides é contado como “contra”. Pode ser um erro ou má fé do jornal. Mas, se for esse o caso, é importante que ela ou sua equipe cobrem uma correção. Segue o link:
      https://www.valor.com.br/reformadaprevidencia/6159175/veja-como-os-deputados-votariam-hoje-reforma-da-previdencia

      Responder

        CezarR

        24 de março de 2019 às 14h30

        Isso só confirma o que eu disse acima. Ela quer uma outra reforma, por isso quer negociar essa dando apoio parcial. O problema é que ela entrou nessa onda idiota da “nova política”, acha que vai mudar o mundo. Vai criar uma situação muito complicada para o PDT.

        Responder

        Alan Cepile

        26 de março de 2019 às 07h16

        “apoio parcil” tb pode ser entendido como “parcialmente contra”, certo?
        É aquela história do copo meio cheio ou meio vazio.

        Responder

    Lideana

    24 de março de 2019 às 18h19

    Agradar o Luciano HULK, vai trair o CORONEL DO CEARÁ

    Responder

    J. Andrade

    24 de março de 2019 às 20h50

    Dois liberaizinhos com um molho artificialmente preparado de “Estado Social”. “Estado Social” de conveniência.

    Responder

Alberto Jorge

24 de março de 2019 às 07h53

Ciro Gomes…

Lamento a miopia e a pequenez de Ciro Gomes. Preferiu ir descansar na Europa…. no momento decisivo das eleições Presidenciais.

Faltou visão! Humildade!

Sobrou o ressentimento…

Não vai à lugar algum no cenário Nacional.

Responder

    José Roberto Amaral Leite

    25 de março de 2019 às 11h10

    Eu tinha uma visão política do que seria o Sr. Ciro Gomes. Contudo, tenho que concordar em gênero, número e grau com suas observações sobre ele. Gostaria de entender porque tanto rancor com o PT, que cometeu seus erros sim, mas o Sr. Ciro se porta como uma vestal, como se nunca tivesse cometido erros.Cometer erros, quando se procura acertar, não é um pecado grave, mas possibilita o aprendizado e a tomada de decisões acertadas.

    Responder

Deixe uma resposta