Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Gilmar Mendes concede habeas corpus e Queiroz volta a ter prisão domiciliar

Por Redação

14 de agosto de 2020 : 23h07

Cerca de 24 horas após o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Félix Fischer, decidir pela prisão do ex-assessor Fabrício Queiroz e da esposa, Márcia Aguiar, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, concedeu habeas corpus e o casal continuará em prisão domiciliar.

Queiroz e Márcia são investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por suposto envolvimento no esquema das ‘rachadinhas’ no gabinete do então deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro na Alerj.

No despacho, Mendes usou como justificativa a pandemia e o quadro de saúde do ex-assessor.

“No caso em análise, considerando a fragilidade da saúde do paciente, que foi submetido, recentemente, a duas cirurgias em decorrência de neoplasia maligna e de obstrução de colo vesical, entendo que a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar é medida que se impõe”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jerson7

15 de agosto de 2020 às 11h00

E’ preciso mudar o criterio de nomeaçao dos ministros do stf para que elementos de nivèl tao baixos como Gilmar Mendes, Xerife de Moraes, Toffolino, Barroso e por aì vai…nunca mais cheguem até uma suprema corte, que hoje de supremo nao tem absolutamente nada.

Responder

    Edibar

    16 de agosto de 2020 às 11h51

    É verdade. Já ajudaria bastante se o Senado cumprisse o seu papel adequadamente na sabatina dos indicados.

    Responder

Helena

15 de agosto de 2020 às 08h12

A milícia tem muita grana. Compra qualquer coisa.

Responder

    Redação

    15 de agosto de 2020 às 09h38

    Comentário leviano, Helena.

    Responder

      Helena

      15 de agosto de 2020 às 10h20

      E o comentário do sr. Carlos abaixo? Foi mais direto que o meu!

      Responder

    CID ELIAS

    15 de agosto de 2020 às 12h24

    ou compra ou ameaça de morte… certeza

    Responder

carlos

15 de agosto de 2020 às 07h40

Tá comprovado, o Gilmar Mendes é o maior vendedor de sentença, da suprema corte, igual ao maior vendedor de burros mortos que conta história

Responder

    ari couto

    15 de agosto de 2020 às 11h51

    Como disse a Redação antes, comentário leviano e irresponsável

    Responder

      Batista

      16 de agosto de 2020 às 02h29

      Pior que isso, Ari, pelo jeito é dos que na vida virtual vomitam, ‘precisamos acabar com a ‘currupição’ no Brasil, enquanto na vida real suborna até garçom em festa de casamento.

      Responder

Deixe uma resposta