Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Em Vitória, João Coser (PT) e Delegado Pazolini estão empatados, aponta Ibope

Por Redação

24 de novembro de 2020 : 10h32

Nesta segunda-feira, 23, o Ibope em parceria com a TV Gazeta divulgou sua primeira pesquisa eleitoral de 2° turno para Prefeitura de Vitória e mostra um empate técnico entre Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT).

De acordo com o levantamento, o candidato republicanos têm 48% das intenções de voto enquanto o petista, 43%. Branco e Nulo, 7% e Não sabe, 3%.

Já nos votos válidos, Delegado Pazolini aparece na frente com 53% ante 47% de João Coser.

O Ibope ouviu 602 eleitores de Vitória entre os dias 21 e 23 de novembro de 2020, com margem de novo de quatro pontos porcentuais para mais ou para menos e índice de confiança de 95%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

WFO

24 de novembro de 2020 às 23h22

Está muito difícil para João Coser ganhar a prefeitura de Vitória ,ele já foi prefeito duas vezes ,era para ele ter se candidatado a governador do Espírito Santos em 2010 ,deu bobeira ,Paulo Hartung deu rasteira nele porque João abriu as mãos da sua candidatura governador para apoiar Ricardo Ferraço ,Hartung acabou não renunciando mandato para disputar ao senado para Ferraço era vice assumir o governo do estado ,Hartung acabou escolhendo Renato Casagrande na época senador para ser o seu sucessor , Ferraço acabou concorrendo para o senado e Casagrande para governador do estado ,João perdeu oportunidade de ser governador do Espirito Santo ,a sua administração era bem avaliado pela Vitória , João ficou até o fim seu mandato de prefeito de Vitória a sua popularidade em 2012 caiu ,não conseguiu eleger sua sucessora Irany Lopes na prefeitura , em 2014 João perdeu na disputa no senado,em 2018 não conseguiu voltar para câmara federal ,em 2020 quase ficou fora no segundo turno na eleição de prefeito de Vitória,no segundo turno corre risco sair derrotado pelo candidato apoiado por Bolsonaro e Magno Malta Delegado Pazolini será próximo prefeito de Vitória.

Responder

Netho

24 de novembro de 2020 às 19h14

O anti-petismo é um adversário invencível. O candidato, por melhor que seja, simplesmente afunda com o abraço de afogado do lulo-petismo. Um segundo turno para marcar tabela, sem a menor perspectiva de vitória para o PT em Vitória. Quiça, somente em Recife, e olhe lá!

Responder

Alan C

24 de novembro de 2020 às 14h08

O que prejudica o João Coser é ele mesmo, por já ter sido prefeito numa gestão que o povo, em geral, não aprovou.

Responder

Valeriana

24 de novembro de 2020 às 10h37

Vitoria é a cidade que a esquerda corre seriamente o risco de perder…Rio Branco jà era.

Responder

Deixe uma resposta