Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Na véspera da derrota, Crivella é condenado por fake news contra PSOL

Por Redação

28 de novembro de 2020 : 11h49

Prestes a ser derrotado nas urnas, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos) que tenta a reeleição, foi condenado pela Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro após afirmar, sem provas, que existe um acordo entre o PSOL e Eduardo Paes (DEM), para que a legenda de esquerda ocupe a Secretaria de Educação da eventual gestão do demista para implantar pedofilia nas escolas.

“Agora você imagina em pedofilias nas escolas. Eu fico imaginando 1 irmão meu evangélico, batista, metodista, assembleiano, alguém da Universal, metodista imaginando…Jesus disse para nós que o reino de Deus é das crianças, deixai vir a mim os pequeninos porque deles é o Reino dos Céus. Quem recebe a uma criança, recebe a mim. Jesus se comparou às crianças e nós vamos aceitar pedofilia na escola no ensino infantil?”, disse Crivella ao lado do deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ).

Com a decisão, o PSOL terá o direito de resposta e Crivella terá o prazo de 12 horas para publicar o posicionamento dos psolistas na sua página oficial no Facebook. De acordo com O Globo, a Justiça também determinou que Crivella apague o vídeo com o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) com pena diária de R$10 mil.

“A liberdade de manifestação do pensamento deve ser exercida com responsabilidade no uso das informações, já que o interesse da coletividade na informação é que deve ser atendido. Não há interesse social justo na publicação de informações que se destinem à difusão de malignidade”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan C

28 de novembro de 2020 às 15h13

condenação as vésperas de uma derrota vergonhosa é fácil… Mas o que importa é mais um bolsonarista corrupto derrotado e que em 1º de janeiro ninguém mais vai lembrar que existiu um dia.

Responder

    Washington Oliveira

    29 de novembro de 2020 às 03h09

    Se Crivella perder para o Eduardo na prefeitura do Rio tenho certeza que vai,em janeiro em 2021 ,Crivella deixa a prefeitura,vai ocupar uma vaga de ministério no governo do Bolsonaro ,ele vai ser ministro do meio ambiente no lugar do Ricardo Sales.

    Responder

Deixe uma resposta