Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Jornal diz que denúncias de assédio sexual contra Pedro Guimarães é avaliado como ‘desastre’ pelo núcleo do governo

Por Redação

29 de junho de 2022 : 08h40

As denúncias de assédio sexual contra o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, já é considerada uma bomba pelo núcleo do Governo Bolsonaro.

Segundo O Globo, aliados do Planalto ainda tentavam minimizar os impactos políticos causados pela prisão do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, quando o Metrópoles publicou uma reportagem com relatos de cinco funcionárias do banco estatal que acusam Guimarães de assédio sexual.

A reportagem afirma que essas mulheres são testemunhas de uma investigação, que corre em sigilo, no Ministério Público Federal (MPF). O órgão do Distrito Federal diz que não fala sobre procedimentos sigilosos.

Já o colunista Lauro Jardim informou em sua coluna no O Globo que a demissão de Guimarães foi decidida na noite desta terça em uma conversa dele com Jair Bolsonaro. Ele deve entregar o cargo já nesta quarta, 29.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

29 de junho de 2022 às 17h05

Vou recapitular a semana neste hospício: uma menina de 11 anos é impedida de fazer um aborto legal por duas doutoras, dentre as quais uma juíza-monstro, inclusive foi afastada da mãe e levada para um abrigo; um cidadão de bem, desses que nas redes sociais repete o bordão Brasil acima de tudo e Deus acima de todos, espanca sua chefe porque abriu um processo disciplinar contra ele em decorrência de suas condutas inadequadas; uma atriz que sofreu um estupro foi martirizada por pessoas de bem mesmo após ter tido o bebê que descobriu tardiamente, foi achacada e acusada por causa de ter entregue o bebê legalmente, ou seja, não basta ter o bebê, exige-se o domínio absoluto sobre o corpo da mulher; o governo quer acabar com a figura do aborto legal, que vem desde meados do século passado, para impor um regime de terror para as mulheres, que estarão sempre vigiadas e investigadas; o presidente da República é condenado a pagar 35 mil reais de indenização à jornalista Patrícia Campos Mello por ter dito numa frase de duplo sentido que ela queria dar o furo contra ele de todo jeito; e para fechar com chave de ouro o presidente da Caixa, bolsonarista de quatro costados, foi denunciado por várias funcionárias por assédio sexual, o que vinha sendo acobertado pela instituição.

Será que algum desavisado poderia se indagar o que cada coisa tem a ver com a outra?

Entrementes, no Cafezinho, somos obrigados a ler um comentarista frequente aduzir que “as mulheres querem manter e ampliar privilégios, sempre.”

Uma coisa é ser conservador, outra bem diferente é ser reacionário. A que ponto chegamos como nação, naturalizamos os maiores absurdos. Não por acaso somos presididos por um ser vil e abjeto!

Responder

Saulo

29 de junho de 2022 às 14h08

Mais do que previsível, agora faltam só alguns gays que foram espancados na casa do filho de Bolsonaro e alguém de cor preta que foi marcado a ferro e fogo com uma suástica no peito por um “bolsonarista”.

O cardápio pre eleitoral está quase completo, em 2018 não deu muito certo, vamos ver agora…

Responder

Zulu

29 de junho de 2022 às 14h01

No dia de hoje é um perigo até oferecer um café durante a pausa no serviço a uma mulher e puxar assunto para ser considerado assédio…

Se chegar perto de uma feminazistoide sem saber e perguntar o nome aí que dá problemas mesmo…tem chances de ser denunciado por estupro.

Responder

carlos

29 de junho de 2022 às 13h06

Alguém poderia me explicar onde se onde recebe o abono do pis? Pois fui na cx federal e lá me orientaram para ir no vapt-vupt lá disseram que era na caixa. Esse presidente da Caixa está ➕ para assediar as funcionarias da empresa quando deveria ele está trabalhando, prá melhorar o serviço ao cliente vejo também que o serviço que não ouvidor pra responder e orientar o povo.

Responder

Kleiton

29 de junho de 2022 às 12h48

As mulheres são a maioria do eleitorado né…?

A “corupzaum” no Ministério com uma prisão inventada né…?

E vem mais imbecilidades inúteis com certeza pois outubro está perto…

Diz o ditado: pensar mal é pecado mas na maioria das vezes se acerta.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina