Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Genial/Quaest: Bolsonaro aparece numericamente a frente de Lula em SP

Por Redação

08 de setembro de 2022 : 09h42

A pesquisa da Genial/Quaest divulgada nesta quinta-feira, 8, também apresentou os dados da pesquisa presidencial entre os eleitores de São Paulo. Nela, Jair Bolsonaro (PL) aparece numericamente a frente do ex-presidente Lula (PT) com 37% ante 36%.

Vale ressaltar que apesar disso, os dois estão tecnicamente empatados, pois a margem de erro da pesquisa é de 2,4 pontos percentuais. Na comparação com a última pesquisa, Bolsonaro subiu dois pontos enquanto Lula caiu um.

Já o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) registra 9% das intenções de voto entre os paulistas e Simone Tebet (MDB) tem 6% No caso do pedetista, subiu dois pontos e Tebet, três. Os outros candidatos têm 1% ou abaixo disso. Branco/Nulo 6% e indecisos, 5%.

No cenário de segundo turno, também há um empate entre Lula e Bolsonaro. Enquanto o líder progressista registra 43%, o titular do Planalto fica com 42% dos votos totais. Brancos/Nulos 12% e Indecisos, 3%.

A Genial/Quaest ouviu presencialmente cerca de 2000 eleitores paulistas entre os dias 2 e 5 de setembro. A margem de erro é de 2,4 pontos percentuais.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

08 de setembro de 2022 às 11h00

Pesquisas de institutos diferentes estão discrepando muito. As discrepâncias têm se dado mais entre as pesquisas presenciais e aquelas feitas por contato telefônico.

Embora me conste que nos Estados Unidos, que tem excelência em pesquisa de opinião, as pesquisas por telefone tenham se aprimorado muito e hoje são as que apresentam resultados mais confiáveis, no Brasil, para mim, isso ainda não se demonstrou e eu tendo a achar que pesquisas de campo, aqui, ainda são mais confiáveis. Mas erram também, principalmente quando são anteriores a 15 dias da votação.

Eu já vi acontecer de mesmo pesquisas de boca de urna errarem.

Aqui, Datafolha e Ipec fazem pesquisa de campo; sobre o Instituto Quest, eu acho que o daqui é franquia do norte-americano e faz pesquisa por telefone, mas parece que ainda não conseguiu ajustar a tecnologia e a expertise em pesquisa da matriz para o Brasil.

Alguns dizem que há um problema na aplicação de pesquisas por telefone no Brasil por elas falharem na captação da opinião das camadas muito pobres, que aqui são muito numerosas. Eu nada sei disto, mas a minha percepção é de que essa não deve ser uma falha, porque eu vejo até moradores de rua usando telefone celular.

Nas primeiras pesquisas do Quest os números eram bem mais favoráveis ao PT.

Pessoalmente, para mim nada importa se o 2° turno for entre jair bolsonaro e Lula : por discordância quase total de ideias, por completa falta de confiança nos dois, tanto do ponto de vista técnico como pelo lado moral, e por achar que só se consegue voltar ao início das mudanças necessárias que haviam começado no meio do governo Itamar Franco e foram até o governo Lula1, se conseguirmos derrotar os dois de uma vez.

O fortalecimento de um acirra os polos e leva ao fortalecimento do outro. Se um deles ganha o outro toma a rua e torna a governabilidade impossível e também a rejeição e especialmente a natureza da rejeição dos dois leva-os a ter o apoio de uma minoria e a oposição de todos os outros eleitores. Por estes motivos e outros eu acho inviável e perigoso a eleição ds um deles.

E acho que há certa ameaça à democracia com os dois; ameaça que com jair bolsonaro é mais imediata e com Lula é mais insidiosa e a prazo mais longo, solapando por dentro a democracia no Brasil enquanto articula o autoritarismo em outros governos de países mais pobres institucionalmente.

Se o nome do PT fosse um nome limpo, desmarcado de gente envolvida com roubo e marcadamente defensor da democracia, inclusive com críticas à postura do PT quanto a isso, eu votaria nele contra bolsonaro, mesmo sendo do PT. Talvez até votasse já desde o 1° turno, porque eu iria me mobilizar, talvez, para uma frente política com esse nome petista limpo como candidato. E tenho certeza que o Cidadania23, o Roberto Freire, o Ciro e o PDT tenderiam a convergir e construir essa frente, PT junto, desde o início.

Responder

Zulu

08 de setembro de 2022 às 09h56

Aparece nada, sempre esteve na frente desde 2018, pesquisas são narrativas.

As últimas a se alinhar com a realidade serão obviamente as do Datafolha/Globo.

Responder

Alexandre Neres

08 de setembro de 2022 às 09h53

“Pesquisas de intenção de voto do Ipec em quatro estados e no Distrito Federal, divulgadas nesta terça-feira (6) pela TV Globo, mostram que o ex-presidente Lula (PT) lidera em São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) fica à frente no Distrito Federal. No Rio de Janeiro, os candidatos estão empatados tecnicamente.

Em São Paulo, Lula tem 44% das intenções de voto na pesquisa estimulada, contra 28% de Bolsonaro. No levantamento anterior, divulgado em 30 de agosto, os candidatos tinham 40% e 31%, respectivamente. Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro com 6% (tinha 9% na anterior). Simone Tebet (MDB) está em quarto com 5% (tinha 4%).”

Responder

Kleiton

08 de setembro de 2022 às 09h52

Ah não, sério ? Kkkkkkk

Ontem finalmente saiu a pesquisa encomendada pelos Brasileiros e executada pelos mesmos…aguardamo a análise de Miguel do Rosário…

Os brasileiros enterraram a narrativas dessas palhaçadas de pesquisas da Faria Lima em conluio com a Globo/Folha e Bolsonaro colocou a foto do próprio órgão reprodutor nas paredes das redações desses jornais….kkkkkkkkkk

Responder

Deixe um comentário