Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Os “fake checking” da Globo contra Ciro

Por Miguel do Rosário

03 de agosto de 2018 : 12h04

CIRO X GLOBO: A ESTREIA GLOBAL NOS “FAKE FACT CHECKINGS”

Por Gustavo Castañon, especial para o Cafezinho

A Globo acaba de fazer sua estreia no mundo dos “Fake Fact Checkings”. Devo reconhecer que o fez de forma mais bem-feita do que a Folha de São Paulo. A Globo sempre se preocupou com a aparência de neutralidade. Para mantê-la reconheceu em metade dos itens checados que Ciro tinha falado a verdade.

A checagem de afirmações é um serviço importante, mas deve ser feito com cuidado, tempo e seriedade. Não quero sustentar que Ciro é uma máquina infalível de dados, mas ainda assim, posso afirmar que não é fácil pegar um erro completo dele, porque Ciro costuma a ler e cultiva o hábito de dizer o que acredita ser verdade.

SOBRE LUPI

A Globo afirmou que Lupi é formalmente investigado, mas isso não quer dizer nada. Como Ciro disse, Lupi não responde por nada, ainda. Ele nunca sofreu qualquer condenação ou responde qualquer processo. A acusação em questão, de doação irregular, é uma mera irregularidade eleitoral (caixa dois). Ela foi feita numa delação premiada por um réu confesso que quer reduzir sua pena, e somente motivou investigação, sem que nenhuma evidência tenha sido encontrada e nenhum processo aberto.

QUANTO AOS VOTOS DO CEARÁ NO IMPEACHMENT

CIRO AFIRMOU: “O Ceará foi o único estado brasileiro que deu dois terços dos votos contra o impeachment”.

A GLOBO AFIRMOU: “Apenas metade dos 22 deputados do Ceará votou contra o impeachment de Dilma Rousseff na Câmara, em abril de 2016 – houve também uma ausência e uma abstenção.”
Ciro errou, mas não por muito. Num processo de impeachment, 2/3 dos deputados existentes, e não meramente presentes, tem que votar pela abertura do processo. Faltas e abstenções, portanto, contam contra o impeachment da mesma forma que os votos contrários, ou seja, 13 deputados do Ceará não apoiaram o impeachment, quase os 14,6 que dariam cerca de dois terços de 22. O que importa no entanto é o esforço de Ciro e Cid contra o impeachment que fez com que o Ceará tivesse maioria de votos contra o processo e nenhum deputado da base do governo estadual tenha votado contra o impeachment.

QUANTO AO PREÇO DO BARRIL ESTIMADO EM CARCARÁ

CIRO DISSE: “O Brasil bota o campo de Carcará à venda e vem uma estatal da Noruega e compra por US$ 1,35 um barril de petróleo”

A GLOBO AFIRMOU: “Considerando a participação adquirida, cada barril de reserva de petróleo, portanto, foi vendido por um valor entre US$ 2,9 e US$ 5,4.”

Esse é o erro mais crasso da Globo, que sempre defende com inaudita coragem os interesses das empresas estrangeiras, particularmente norte-americanas, no Brasil. Ela estabelece a faixa de valor do barril vendido com base na estimativa fraudulenta de reservas recuperáveis que a Petrobrás ofereceu a público no momento da venda do bloco. Acontece que essas reservas foram subestimadas, e a Statoil logo depois da compra divulgou [1] sua estimativa de que o volume de reservas recuperáveis no bloco seria de cerca de 2 bilhões de barris. O fato de a Exxon ter comprado dela quase pelo mesmo preço uma participação na mamata se deve a dois motivos. Primeiro que a Exxon pretendia se esconder da primeira compra para não ficar público o ganho norte-americano no golpe. Segundo que ela sempre foi sócia da rapinagem de nossas riquezas, portanto, deveria levar sua parte pelo mesmo preço.

De acordo com a própria empresa beneficiária, a Statoil, cada barril estimado foi entregue pela Petrobrás ao valor de U$ 1,89, ou seja, uma latinha de Coca-Cola. Já a AEPET [2], Associação de Engenheiros da Petrobrás, divulga em matéria que as reservas no campo poderiam chegar a 6 bilhões de barris, o que faria o preço do barril vendido cair a impressionantes U$ 0,63, o que tornaria a estimativa de Ciro extremamente generosa.

A Globo então repete a tática de questionar a precisão de números que são, todos eles, uma imensa desgraça. Não importa o detalhe técnico de que o barril estimado (é claro, debaixo da terra, sem os custos de extração) tenha sido vendido a U$ 2,90, U$ 1,35 ou U$ 0,63, mas sim que a cotação do barril de petróleo tipo Brent hoje esteja em cerca de U$ 75 dólares, o que demonstra o crime gigantesco que foi cometido contra nossa pátria.

Confrontada com esses dados pela assessoria de Ciro, a Globo partiu para a manipulação que é sua especialidade. Sem afirmar, deu a entender ao leitor (e ao telespectador, com direito a sorrisinho de Renata Lo Preste) que a assessoria não teria considerado somente 66% do bloco BM-S-8, o que é absolutamente falso, e as contas podem ser feitas por qualquer um que saiba a regra de três. Pior, deram a entender que Ciro não teria considerado os custos de produção ao comparar com o preço do barril. É óbvio que ele considera, como já falou muitas vezes, este está em cerca de U$ 30, o que torna fácil fazermos as contas do prejuízo que esse crime causou ao Brasil.

QUANTO AO SUPERÁVIT COM LULA

CIRO AFIRMOU: “O Lula passou oito anos com superávit primário quase de 3% do PIB e a dívida deu uma diminuidinha e depois explodiu de novo”

A GLOBO AFIRMOU: “Nos oito anos do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o superávit primário brasileiro girou entre 1,3% e 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB).”

RESPOSTA: A Globo sempre errando os números do PT para pior… Segundo dados do BC [3], o superávit primário brasileiro foi em média de 3,17% no governo Lula. A planilha com os dados está abaixo, vocês devem procurar na linha “primário” no mês de dezembro o resultado dos últimos 12 meses. E como Ciro disse, durante Lula a dívida pública diminuiu, para depois explodir de novo, chegando esse ano a no mínimo 87% do PIB.

Confrontada com o erro, a Globo simplesmente afirmou que não levava em consideração o superávit total do setor público, e com preguiça de procurar o superávit de 2010 fora da planilha fornecida pela assessoria (que foi de 2,7% do PIB), apresentou uma média errada do período Lula, de 3,28% do PIB, quando ela foi de fato, como afirmado pela assessoria de Ciro, de 3,17%.

Enfim, só mais um capítulo na tentativa de dizer que Ciro falseia dados para que ele não use dados. Mas ele vai continuar usando, e acertando esmagadoramente mais que errando.
Vamos tirar a verdade sobre a economia brasileira da caixa preta, mesmo que sozinhos.
Junte-se a nós.

[1] http://epbr.com.br/carcara-sera-o-johan-sverdrup-brasileiro-o-que-isso-significa/
[2] http://www.aepet.org.br/w3/index.php/artigos/noticias-em-destaque/item/1371-a-mentira-sobre-carcara-e-desnudada
[3] https://www.bcb.gov.br/htms/infecon/seriehistdivliq-p.asp

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jochann Daniel

07 de agosto de 2018 às 19h09

Veja o vídeo
e nunca
deixe ser enganado
pelas Globo noticiosa
da Vida.
Nunca mais traia
quem você deveria ter
como herói.
Nunca mais vote
nos Aécio da Vida
como a Globo sugeriu….
(e quase elegeu……)
Repassando
Vídeo fantástico, definitivo e fundamental.
Clique em >>>>>>>>>>>>>>>>>>>
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> https://www.youtube.com/watch?v=I2TEtQgpgD0&t=2s
para ver o vídeo.
Mantenha a calma……..

Responder

JOAO BATISTA

03 de agosto de 2018 às 21h57

A barbie do paraná, atual presidente nacional do pt, assim como aécio e martha, não concorrerá à reeleição ao senado porque não tem votos.
Será candidata a deputada federal tal e qual aécio.
Foi essa sem voto que “negociou”, em nome do presidiário, com valdemar costa neto, ex-presidiário e homem de confiança do presidiário, o veto à coligação do pr ao PDT, para impedir que Josué fosse vice de Ciro.
Foi essa sem voto que “negociou”, em nome do presidiário, com os golpistas do psb para que o partido não se coligasse ao PDT, para impedir que Ciro ampliasse seu tempo no horário eleitoral. Para tanto,a falta de escrúpulos chegou a acordar o impedimento das candidaturas de Marilia, em PE, e Márcio, em MG, num toma-lá-dá-cá despudorado e à altura dos golpistas que ocupam o palácio do planalto.
Foi essa sem voto que recebeu ordem do presidiário para dar um tempo nos “negócios”, pois pegou muito mal entre os próprios filiados – em minoria, mas qualificada por governadores e lideranças nacionais -, o partido não ficar com o tempo do psb somente para fazer o cerco a Ciro, juntando-se a Temer, que se incumbiu de “negociar” com o centrão o apoio a alckmin.
Algo está em curso, pois a barbie estava com cara de tacho na fala agora à noite. Espero que um resquício de decência tenha restado ao presidiário, pois à cúpula que ele colocou no partido dele não resta, muito menos inteligência política.

Responder

J Fernando

03 de agosto de 2018 às 15h58

Eu sempre comento no sentido de que nada ainda está totalmente definido em relação a estas eleições. Sempre pondero aos ciristas que o apoio ao Ciro envolve muito mais do que simplesmente o PT abrir mão da candidatura própria (não acredito que será o Lula; será outro) e já declarar o apoio ao Ciro.
Mesmo se esse apoio não for possível, Ciro é um nome forte (no quesito personalidade política) e um eventual segundo turno entre Ciro x Bolsonaro ou Ciro x Alckmin, o voto é certamente em Ciro.

Responder

Eddie

03 de agosto de 2018 às 15h54

Ciro presidente!
Não queremos simpatia da Globo!
Esquerda unida sem pt na Chapa!
#ciro2018

Responder

Flávio

03 de agosto de 2018 às 12h33

Lamento pela dor de muitos que apoiam o coroné Ciro, mas sua candidatura subiu no telhado, já era como sempre, ele sempre tropeça em seu total despreparo em entender que o Brasil vai além do Ceará. Ciro sendo o Ciro de sempre, sem novidades.

Responder

    dezaogi

    03 de agosto de 2018 às 14h20

    Não há dor, Flávio. Há uma perplexidade diante da insistência de alguns brasileiros em continuar fazendo a velha política, fruto de um pensamento curto, mesquinho e egoísta. Acredite, se você cospe pra cima, seu olho será atingido. Quem perde de não ter Ciro, é o Brasil.

    Responder

      Flávio

      03 de agosto de 2018 às 16h36

      Acredite concordo com você totalmente, inclusive o Ciro pertence a velha politica basta olhar sua vida politica, não esqueça que ele foi eleito deputado estadual lá nos anos 80 pelo PDS, isso mesmo a arena que mudou de nome, ele defendeu essa sigla, a desculpa que dá até hoje sobre é bizarra, mas tem gente que acredita né, talvez dai tenha vindo esse jeito truculento dele, afinal era o partido da ditadura militar, então amigo velha política é o que ele faz parte, (ah, isso não é fake news, ele foi eleito deputado em 1982 pelo PDS),

      Responder

      Flávio

      03 de agosto de 2018 às 16h38

      Acredite concordo com você totalmente, inclusive o Ciro pertence a velha politica basta olhar sua vida politica, não esqueça que ele foi eleito deputado estadual lá nos anos 80 pelo PDS, isso mesmo a arena que mudou de nome, ele defendeu essa sigla, a desculpa que dá até hoje sobre é bizarra, mas tem gente que acredita né, talvez dai tenha vindo esse jeito truculento dele, afinal era o partido da ditadura militar, então amigo velha política é o que ele faz parte, (ah, isso não é fake news, ele foi eleito deputado em 1982 pelo PDS).

      Responder

        Jorge

        04 de agosto de 2018 às 09h05

        Não. Ele foi eleito VEREADOR, porque a Ditadura Militar, as vesperas da eleicao, obrigou uma coligacao Vertical obrigatoria. PDS era nao era nada em Sobral, Apenas um cartorio de registro pra habilitar candidatura de quem tinha interesse. Tanto que saiu do PDS meses depois de eleito para o MDB. Ignorar fatos historicos durante a ditadura é a má fé de quem não sabe informar, ou corta a informação pra tirar a verdade.

        Responder

          Flávio

          05 de agosto de 2018 às 09h45

          Olha meu caro Jorge, não vou dizer que você tenha má fé, acredito que você não tenha o informação correta, ele foi eleito em 1982 deputado estadual pelo pds e só mudou para o mdb em 1983, então estude mais sobre seu candidado e olha que ele nem o meu, mas acredito que para criticar devemos conhecer, então eu pesquisei, faça isso também, ou então pergunte a ele, provavelmente ele vai dizer como disse que foi para não concorrer no mesmo partido que o pai na época, emfim, pesquise amigo, assim poderá votar com mais consciência politica que é o que falta para esse país, abraço.

    Vinícius Alb

    03 de agosto de 2018 às 16h41

    Oh comédia, o PT não ganhou rigorosamente nada até agora, e nem vai ganhar. Ciro Presidente, com PT e PSB completamente rachados!

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?